Archive for August, 2006

Grêmio 2 x 1 Cruzeiro

August 31, 2006

Não gostei do primeiro tempo do Grêmio, mas em nenhum o Cruzeiro foi superior. Tcheco de volante não deu muito certo. O Tricolor até que estava bem postado na defesa, mas não tirava o espaço na marcação, não roubava a bola. Errrou-se muitos passes no 1° tempo. Geovanni jogava aberto nas costa do Wellington, e era por ali, que Michel e Geovanni iniciavam os ataques do Cruzeiro.

No segundo tempo o posicionamento do Wellington foi corrigido e o Cruzeiro nao atacou mais por ali. logo aos 5 minutos veio o golaço do Tcheco, que só saiu porque Patrício passou pela ponta levando a marcação consigo. No gol do Cruzeiro, Marcelo estava um pouco adiantado, mas é mais mérito e sorte do Elber do que qualquer coisa, há ainda de se considerar o vento forte. O gremio desempatou de imediato, numa jogada que vem se repetindo Ramon cabeceou no 1° pau e Fábio colaborou bastante. O Cruzeiro não incomodou mais depois da sáida do Elber , que não fazia uma grande partida mas é um homem de área. Romulo ainda perdeu um boa chance depois de um passe de Wellington.

GRÊMIO 2 X 1 CRUZEIRO

GRÊMIO: Marcelo, Patrício, Evaldo, Maidana e Wellington; Jeovânio, Ramon (Herrera), Tcheco, e Hugo; Léo Lima (Nunes) e Rômulo (Rafinha).
Técnico: Mano Menezes

CRUZEIRO: Fábio; Luizão (Kérlon), Gladstone e Teco; Michel; Élson, Leandro Bomfim, Wágner (Carlinhos Bala) e Sandro; Geovanni e Élber (Diego).
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Data: 30/8/2006 (quarta-feira), 19h30min
Local: Estádio Centenário, em Caxias do Sul
Árbitro: Luís Antônio Silva Santos (RJ)
Assistentes: Aristeu Leonardo Tavares (RJ-FIFA) e Marcos Tadeu Peniche Nunes (RJ)
Cartões amarelos: Jeovânio (Grêmio); Diego (Cruzeiro)
Gols: Tcheco, aos 5min, Élber, aos 17, e Ramon, aos 18min do segundo tempo.

Advertisements

Bicicleta

August 30, 2006

No domingo, Iarley do inter fez um gol de bicleta, o gol mais bonito do campeonato, um gol que deveria ser aplaudido por todos independente de cor clubística. Pensando bem nem todos: Alguns colorados deveriam vaiar esse gol, do mesmo modo que vaiaram a bicleta de paulo nunes em 96, alguns deles ousaram dizer que tinha sido apenas uma “puxeta” , ora pelos mesmos motivos esse do Iarley tambem seria uma “puxeta”.

Não por acaso, Paulo Nunes foi o goleador daquele campeonato e o Gremio foi o campeão, abaixo a ficha do jogo:

Campeonato brasileiro 1996 – 22 de setembro de 1996

INTERNACIONAL 1 X 2 GRÊMIO
Gre-nal 331

INTERNACIONAL: André, César Prates, Tonhão, Gamarra e Arílson; Fernando, Enciso (Luis Gustavo), Marcelo e Murilo (Yan); Fabiano (Fabinho) e Leandro.
Técnico: Nelsinho Batista

GRÊMIO: Danrlei, Arce, Luciano, Adílson e Roger; Dinho, Goiano, Aílton (Emerson) e Carlos Miguel; Paulo Nunes (João Antônio) e Saulo (Zé Alcino).
Técnico: Luís Felipe Scolari

Local: Beira-Rio (Porto Alegre)
Juiz: Carlos Elias Pimentel (RJ)
Público: 39.621
Renda: R$ 491.200,00
Gols: Paulo Nunes aos 5 do 1° tempo; Murilo aos 7 e Dinho aos 21 do 2° tempo
Cartão Amarelo: Leandro, Arílson, Adílson e Arce
Cartão Vermelho: Carlos Miguel

Imprensa Nacional

August 30, 2006

Eu desisti, não há menor possibilidade de haver programas esportivos verdadeiramente nacionais. Quem está no comando dessas redes, sejam cariocas ou paulista, são incapazes de enxergar além do próprio umbigo. Os assuntos são sempre os mesmos.

– Na Espn/brasil os comentários a respeito do Grêmio eram genéricos: “belo trabalho do Mano Menezes” ; ” Lucas é sobrinho do Leivinha”. essas foram algumas das poucas frases sobre o terceiro colocado no campeonato.

-No Sportv era “entrevistado” Rogerio Ceni, o “canal” quase esqueceu o frango que o goleiro tomou na final da libertadores, e foi falado muito pouco sobre o atual campeão da libertadores.

– Outro Comentário na imprensa do país sobre o Grêmio era que o Grêmio tem um time alto, comentario que qualquer pessoa que possua um guia do campeonato brasileiro pode fazer, e esquecendo que o gremio joga muito com a bola no chão.

– Ainda teve a Folha de São Paulo dizendo que o Grêmio joga no 3-6-1 e que Lucas é o cobrador de escanteio. Menos mal que é um jornal de São Paulo, mas mesmo assim esses erros são imperdoavéis para o melhor do brasil.

Isso tudo é muito ruim pra quem é telespectador, ouvinte ou leitor; mas acho que é bom para os times, aparecendo sempre como surpresa..

Corinthians 0 x 2 Grêmio

August 28, 2006

Nem vou falar muito sobre o jogo de ontem, o Grêmio foi muito superior e o Corinthians está em crise mesmo. Os dois gols surgiram da bola parada do Tcheco. No primeiro Evaldo subiu no terceiro andar pra cabecear; no segundo Rômulo “salvou” sua atuação (situação típica de centroavante). Leo Lima joga muito bola, mas as vezes esquece que ta num campo de futebol e não em um circo. Mano fez bem em tirar ele, Hugo tambem saiu em boa hora, visto que estava “morto” mas esse jogou muito bem. Continuo achando que não adianta ficar reclamando dos laterais do Grêmio, eles vão ficar até o fim do ano e não vejo ninguém disponível que seja superior ao patrício, Wellington e Escalona. O único senão do jogo foi que o Grêmio poderia ter matado o jogo bem antes, correu um risco desnecessário quando estava 1 x 0.

Estou muito empolgado com o time e suas possibilidades. Acho que buscar o São Paulo é difícil, mas o resto está dentro das possibilidades da equipe.

 

2006 corinthias folha2006 corinthinas folha

Fotos: Folha de São Paulo

CORINTHIANS 0 x 2 GRÊMIO

CORINTHIANS: Marcelo; Betão, Marcus Vinícius (André Leone) e Marinho; Eduardo Ratinho, Mascherano, Paulo Almeida, Carlos Alberto (Renato), Rosinei e Rubens Júnior (Rafael Moura); Nádson.
Técnico: Emerson Leão

GRÊMIO: Marcelo; Patrício, Evaldo, William e Wellington; Jeovânio, Lucas, Tcheco (Nunes), Léo Lima (Ramón) e Hugo (Rafinha); Rômulo
Técnico: Mano Menezes

Data: 27/08/2006 (domingo)
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo-SP
Público: 28.322
Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR)
Assistentes: Roberto Braatz (PR) e Gilson Pereira (PR)
Cartões Amarelos:Lucas, Evaldo e Jeovânio (Grê); Betão, Mascherano e Paulo Almeida (Cor)
Cartão Vermelho: Mascherano (Cor), aos 8min, e Lucas (Grê), aos27min do segundo tempo
Gols: Evaldo, aos 30min do primeiro tempo; Rômulo, aos 35min do segundo tempo

uma camisa bonita

August 28, 2006

Essa camisa de concentração é bem mais bonita com a azul celeste atual. nem vou falar da tricolor, tem gente dizendo que ta começando a gostar da atual camisa , se enganam, essa pessoas estão somente se acostumando com aquela coisa horrivel que fizeram com a camisa titular.

Grêmio 4 x 1 Fortaleza

August 25, 2006

Primeiro tempo impecável. tá certo que o Fortaleza é fraquinho, mas o tricolor foi muito bem.

antes mesmo do 1° gol, o gremio tinha criado uma boa chance: Romulo pegou de costas uma bola no meio campo, virou e deu um belo lançamento pra Ramom, que bateu pra defesa do Goleiro.

O primeiro Gol surgiu duma rara ida do Jeovânio ao ataque.(ele anda jogando quase como terceiro zagueiro quando o gremio é atacado). ele cruzou pra trás, Rômulo antecipou ao zagueiro e ajeitou pra Leo Lima fazer o 1°. o 2 ° e o 3° vieram logo em seguida. Duas belas jogadas de Hugo, que fez o gol no 2°gol e sofreu o penalti no 3°. Hugo foi o melhor em campo, seguido de perto por Rômulo que vem apresentando cada vez mais recursos.

O segundo tempo foi morno, o Gremio levou um gol que não poderia tomar (ou não precisa tomar). Ainda deu tempo para o Herrera fazer o dele (impedido). O grêmio termina o turno na zona da libertadores. Ouço, leio e vejo muita gente criticando os laterais do Grêmio: Patrício, Wellington e Escalona não são jogadores dos sonhos de ninguem, mas não são esse horror que se vem falando. Alessandro era um dos destaques do time até se machucar.O que esse jogadores precisam é melhorar a precisão de seus cruzamentos agora que o Grêmio tem um centro avante.


Grêmio 4 x 1 Fortaleza – 19ª rodada

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Patrício, William, Evaldo e Escalona; Jeovânio, Lucas, Léo Lima (Rafinha), Hugo e Ramón (Herrera); Rômulo.
Técnico: Mano Menezes

FORTALEZA: Albérico; Ivan, Dezinho, Alan e Bruno Barros; Ramalho (Rinaldo), Dude, Wendell (Chicão) e Lúcio; Mazinho Lima e Finazzi (Nunes).
Técnico: Hélio dos Anjos

Data: 24/08/2006 (quinta-feira) 20h30min
Local: Estádio Centenário, em Caxias do Sul-RS
Árbitro: Cleber Welington Abade (SP)
Assistentes: Válter José dos Reis (SP/Fifa) e Maria Eliza Correia Barbosa (SP)
Cartões Amarelos: Leo Lima e Lucas (Grêmio) Dude, Wendell e Bruno Barros (Fortaleza)
Gols: Léo Lima (G) aos 24, Hugo (G) aos 27, Rômulo (G) aos 35 minutos do primeiro tempo; Mazinho Lima (F) aos 37 e Herrera (G) aos 46 minutos do segundo tempo

Jamelão Imortal

August 22, 2006

O teste de Jamelão

Pouco depois da decisão da Libertadores, quarta-feira, alguns entusiasmados torcedores do Inter decidiram festejar no bar Sujinho, local de boêmios de São Paulo. Quando chegaram lá, devidamente uniformizados, viram que no local estava o cantor Jamelão, cliente habitual e torcedor do Grêmio. Foram até a mesa e pediram para bater uma foto ao lado dele.

Só aceito se vocês me disserem qual é a melhor música do Lupicínio Rodrigues – desafiou o cantor de 93 anos, até hoje o homem que puxa o samba da Mangueira no Carnaval.

Diante da provocação de Jamelão, os torcedores passaram a citar várias músicas. Felicidade, Vingança, Nunca, entre outras.

Vocês erraram – respondeu Jamelão. – A melhor é Até a Pé nós Iremos – e passou a recitar o hino do Grêmio, composto por seu amigo Lupicínio em 1953, no cinquentenário do clube.

Diante da surpresa do grupo de amigos, completou a brincadeira:

– Mas tudo bem, eu vou tirar a foto com vocês.

Todos ficaram felizes.

A camisa de Jamelão

Velho amigo do compositor gaúcho Lupicínio Rodrigues, 94 anos, puxador de samba da Mangueira, boêmio assumido, o cantor Jamelão é também um velho e fiel torcedor do Grêmio, como descobriu um grupo de colorados que o procurou para bater uma foto logo depois da decisão da Libertadores (Bola Dividida de domingo). Para quem ficou em dúvida, aí está: no domingo mesmo, Jamelão foi até a casa do jornalista gaúcho Airton Gontow (E) participar de um churrasco, devidamente uniformizado. Lá, ele elogiou o desempenho do Inter na final contra o São Paulo, mas agiu como um torcedor típico – não esqueceu de brincar com a rivalidade.

Enquanto posava para a foto abaixo, ele cantarolava “já ganhamos duas, já ganhamos duas“, referindo-se às Libertadores conquistadas pelo Grêmio, em 1983 e 1995.

Flamengo 1 x 0 Grêmio

August 21, 2006

Não consegui assistir o jogo. De qualquer modo o Grêmio perdeu uma boa chance de somar 3 pontos, pois o Flamengo não em nada superior ao Tricolor.

Marcelo errou feio no gol. Primeiro por não ter saído com as mãos, depois por ter chutado daquele jeito. Goleiro quando sai do gol tem que sair pra matar, a bola tem que ser dele.

A respeito disso achei interessante a declaração do Pelaipe: “Em futebol, é preciso ter convicção. O Grêmio vai seguir apostando nos goleiros que tem em casa. Me aponte um goleiro melhor do que ele que esteja disponível”. É verdade, não nenhum goleiro disponível, e Marcelo é um bom goleiro, mas tem que deixar de ser trapalhão.

FLAMENGO 1 x 0 GRÊMIO

FLAMENGO: Diego; Leonardo Moura, Renato Silva (Ronaldo Angelim), Fernando e Juan (Walter Minhoca); Paulinho, Léo Medeiros, Renato Augusto e Renato; Sávio e Luizão (Obina).
Técnico: Ney Franco

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Patrício, William, Pereira e Wellington; Jeovânio, Lucas, Tcheco e Rafinha (Herrera); Hugo (Léo Lima) e Rômulo (Valdeir).
Técnico: Mano Menezes

Data: 19/8/2006 (sábado)
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Renda: R$ 206.210,00
Público: 20.487
Árbitro: Sérgio da Silva Carvalho (DF)
Assistentes: César Augusto de Oliveira Vaz (DF) e Eremílson Xavier Macedo (DF)
Cartões amarelos: Ronaldo Angelim, Obina, Renato Silva, Walter Minhoca, Fernando e Juan (Flamengo). Tcheco, Rafinha e Wellington (Grêmio).
Cartões vermelhos: Wellington, aos 27 minutos do segundo tempo (Grêmio). Obina, aos 36 minutos do segundo tempo (Flamengo).
Gol: Renato, aos 45 minutos do segundo tempo.

Maior Torcida

August 18, 2006

Algumas pesquisas:

2006-Tof of Mind RS – Time mais lembrado – Grêmio

2004- Lance/ Ibope
-7º Grêmio – 3,5 %
-9º Inter – 2,6 %

2004- Rede Globo/ Ibope
-6º Grêmio – 4%
-10º Inter – 2%

2003- Datafolha
-6º Grêmio – 4%
-9º Inter – 2%

2002- Placar/ Datafolha
-7º Grêmio – 4,3%
-9º Internacional – 3,4%

2002- Datafolha
-6º Grêmio – 4%
-8º Inter – 2%

2002 – Top of Mind RS
-1º Grêmio – 50,7 %
-2º Inter – 33,2 %

2001- Lance/ Ibope
-7º Gremio – 3,3 %
-9º Inter – 2, 7%

2000- Folha de SP/ Datafolha
-6º Grêmio – 3%
-10º Inter – 2%

1998- Lance/ Ibope
-6º Grêmio – 3,8%
-7º Inter – 3,1%

1983- Placar/ Gallup
-8º Grêmio – 5,1%
-12º Inter – 4,1%

Redução

August 18, 2006
O STJD reduziu a pena do Grêmio. De 8 jogos e R$ 200 mil passou para 3 jogos e R$ 50 mil. Um absurdo de qualquer jeito. Por diversos motivos que ja expliquei aqui o Gremio não deveria, e sequer poderia, ser punido.

Uma coisa se explica. Este tribunal é muito político. A redução da pena não tem nada a ver com os argumentos usados pelos advogados do Grêmio, Nada disso. O que causou essa mudança foi a pressão política. O presidente Túlio Macedo foi já na segunda feira para o Rio, sendo que o julgamento era apenas na quinta, ou seja, foram 3 dias de muita “conversa”.