Archive for September, 2006

Grêmio 2 x 1 Paraná

September 4, 2006

Foi um jogo difícil, o Paraná começou muito bem, tocando a bola no campo do Grêmio. Hugo, Léo Lima e Jeovânio fizeram falta. Bruno Teles improvisado não deu conta do recado, Mano se deu conta disso (até explicou isso na coletiva: o fato de ter que jogar de costas) foi numa saída errado de jogo do próprio Bruno Teles que surgiu a falta para o gol do Paraná, que foi muito bem batida. A reação venho ainda no 1° tempo, Tcheco cobrou o escanteio e Willian bateu de primeira pro gol de empate. O Paraná tentava parar a reação do grêmio com faltas, boa parte da defesa paranista levou cartão amarelo. Sabendo disso, Mano uniu o útil ao agradável, colocando Herrera no lugar de Bruno Teles.

O segundo tempo foi de dificuldades também, Rômulo não estava em uma tarde inspirada e a entrada de Herrera não surtiu o efeito esperado. Numa tabela com Ramom, Rafinha sofreu pênalti (foi essa minha opinião no estádio e vendo na tv também). O juiz marcou sem nenhuma convicção, sofrendo passivamente pressão dos jogadores do paraná. Tcheco bateu bem e 2 x 1 no placar. Herrera ainda foi expulso injustamente e Ramon chutou uma bola no travessão. 3 pontos fundamentais.

Esses jogos de grande presença de público após um grande chamamento na mídia trazem consigo um fenômeno interessante: a presença de pessoas que não estão acostumadas a ir aos estádios. Obviamente que esses neófitos são bem vindos, mas fazem comentários que eu vou ter de aprender a conviver, tais como:
– “quem são aquelas crianças ?” pergunta feita por uma mulher, se referindo aos alunos da escolinha que tradicionalmente recepcionam o time no gramado.
– “Tem algum bom batedor de faltas no Grêmio ?” Um rapaz fez essa pergunta, claramente ele ainda nem ouviu falar da principal virtude do Tcheco.

Outro fenômeno notável, registrado tardiamente pelo Paulo Sant’ana, é a crescente presença feminina no Olímpico. São igualmente bem vindas, porem é difícil agüentar a histeria a cada ataque do time adversário. Ainda mais difícil de suportar são os Gritos de “Tira, Tira, Tira!!!” cada vez que um zagueiro se aproxima do atacante. Não há como descrever o quão desagradável é ouvir uma mulher gritando “Tira! Tira! Tira!!”. Em qualquer situação isso não é algo bom de ser ouvido.

GRÊMIO 2 x 1 PARANÁ

GRÊMIO: Marcelo; Patrício, Willian, Pereira e Wellington; Bruno Teles (Herrera), Lucas, Tcheco, Rafinha e Ramon (Rudnei); Rômulo (Ricardinho).
Técnico: Mano Menezes

PARANÁ: Flávio; Gustavo, Neguette e Emerson; Ângelo, Pierre (Gerson), Beto, Joelson (Sandro); Maicossuel (Jefferson) e Edinho; Henrique.
Técnico: Caio Júnior

Data: 3/8/06 (domingo)
Local: Estádio Olímpico, Porto Alegre
Árbitro: Wallace Nascimento Valente (ES)
Assistentes: Antônio Carlos De Oliveira (ES) e Moises Olário Dos Santos (ES)
Cartões amarelos: Gustavo, Maicossuel, Beto, Neguette, Joelson, Emerson, Pierre (PRN) e Bruno Teles, Tcheco, Wellington (GRE)
Cartões vermelhos: Emerson (PRN) e Herrera (GRE) aos 32 min do segundo tempo. Edinho (PRN), aos 48min do segundo tempo.
Gols: Ângelo (PRN), aos 16. Willian (GRE), aos 31 do primeiro tempo; Tcheco aos 28 do segundo tempo
Público: 40.639 (35.865)
Renda: R$ 403.440,00

Arbitragem

September 1, 2006

O Grêmio pode e deve ambicionar o título. Para tanto, deve manter o bom nivel de atuação e resultados, mas também tem que abrir o olho para a arbitragem. Isso é fundamental num campeonato assim. alguns erros contra o Gremio tem passado despercedibos, como o penalti cometido pelo Marinho no jogo contra Coritnhians (ora, Marinho no lance é certeza de pênalti). Quem tem prestado atenção nisso é o São Paulo. Bastou Carlos Simon aprontar das suas e o são paulo reclamou (com razão), até aí nada demais, a novidade está no fato que a CBF atendeu o pedido dos paulistas e barrou Carlos Simon dos jogos do são paulo. Uma pena que quando o gremio reclamou da arbitragem de Alvaro Quelhas (justamente contra o são paulo) a CBF nada fez.

A pressão do São Paulo vem dando resultado não só nos bastidores como também dentro de campo. Quem viu São Paulo 1 x 1 Fortaleza pode comprovar isso. Uma vergonha, mais um obstáculo no caminho do Grêmio: a arbitragem. Algo que vai influenciar a arbitragem é a avaliação da mídia, nesse quesito o São Paulo leva ampla vantagem. É no momento o queridinho da imprensa.