Libertadores 1984

by

1984 Independiente Renato Portaluppi Luiz Avila Zero Hora

Seguindo com as participações do Grêmio na libertadores, vamos agora com a participação de 84. Como campeão do ano anterior o Grêmio entrou direto na segunda fase, num triangular com o Flamengo e o Universidad Los Andes de Mérida na Venezuela. Apenas um time passava para final e Grêmio e Flamengo terminaram empatados na 1ª posição com 6 pontos, o regulamento previa um jogo desempate e campo neutro. O jogo foi marcado para São Paulo (à 1100km de porto alegre e apenas 430km do Rio) o Grêmio tinha vantagem do empate devido ao melhor saldo de gols. No Pacaembu com 40.000 pessoas o Grêmio jogou com o regulamento embaixo do braço e garantiu o empate em 0x0, classificando-se para final contra o “Rey de copas” Independiente.

 

Reza a lenda, que os jogadores gremistas, liderados por De León, entreram em atrito com a direção por causa do valor do “bicho”. Muitos atribuem a isso a derrota na primeira partida. Já vi China e Tarciso minimizando esse fato. Fato é que o Grêmio perdeu o 1°jogo no olimpíco por 1×0, gol de Burruchaga. No jogo de volta, o time de Ricardo “Bocha” Bochini (descrito como o Woody Allen jogando bola) segurou o 0x0 garantindo a sétima libertadores do Independiente.

Vendo pelo lado dos argentinos é interessante esse relato retirado de um site de torcedores do Independiente:

“Por último, derrotó a Gremio de Porto Alegre, equipo que venía de ser campeón de América y del mundo en la temporada anterior, lo que lo califica como muy duro. Independiente lo venció en Porto Alegre (un bastión casi inexpugnable) por 1 a 0 en una brillantísima exhibición que la prensa brasileña dió en llamar “el partido perfecto”. El diario Zero Hora, de Brasil, otorgó 10 puntos a los once jugadores de Independiente” (Diabolicos.com.ar)
RICARDO BOCHINI:  “And another time, against Gremio in Porto Alegre, I had the ball at my
feet but I had to wait, because they were sitting back very well and
there was nearly no space, so I had to hold the ball against a marker,
knowing that I had to wait for Burruchaga, who had already started
running to break the lines. We were close to the box, so there wasn’t
much space and it had to be a very sharp pass. I waited, and then I gave him the pass, and we scored.”
(The Guardian, 23 de janeiro de 2014)

Obs: fotos do time e das jornais retirados do site Coleção Gremio – Gianfranco: http://www.torcedor.gremista.nom.br/


Triangular Semifinal – Grupo B
26/06/84 – Poa –Grêmio 5 x 1 Flamengo – Gols: Osvaldo(2), Caio, Renato e Tarciso
03/07/84 – Caracas – ULA Mérida 0 x 2 Grêmio – Gols do Grêmo: Renato e Caio06/07/84 – Rio de Janeiro – Flamengo 3 x 1 Grêmio – Gol do Grêmio: Guilherme

09/07/84 – Poa – Grêmio 6 x 1 Mérida – Gols:: Caio, Tarciso(2), Guilherme(2) e De Leon

Jogo Desempate

19/07/84 – São Paulo (Pacaembu) – Grêmio 0 x 0 Flamengo

FUTEBOL- RENATO GAÚCHO

Finais

24/07/84 – Porto Alegre – Grêmio 0 x 1 Independiente – Gol: Burruchaga
27/07/84 – Avellaneda – Independiente 0 x 0 Grêmio

1984 Independiente gol Guaracy Andrade Zero Hora
1984 independiente ida 21984 guaracy andrade zh independiente ida

1984 independiente ida 31984 independiente ida

1984 Independiente Guilherme Macuglia Luiz Avila Zero Hora

Final – 1°jogo – Grêmio 0 x 1 Independiente

GRÊMIO: João Marcos; Paulo César, Baidek, De León e Casemiro; China, Osvaldo e Guilherme (Gilson); Renato, Luís Carlos e Tarciso.
Técnico: Carlos Froner

INDEPENDIENTE: Goyén; Clausen, Villaverde, Trossero, Enrique, Giusti, Marangoni, Bochini, Burruchaga, Bufarini, Barberón (Reinoso).
Técnico: José Osmar Pastoriza


Data: 24 de julho de 1984
Local: Estádio Olímpico, Porto Alegre
Juiz: Juan Daniel Cardellino (Uruguai)

Auxiliares: Ramon Barreto e José Martinez
Público: 51.590 Pagantes

Renda: Cr$ 209.528.000,00
Gol: Burruchaga 24 do 1°tempo
1984 independiente volta 31984 independiente volta 41984 independiente volta11984 independiente volta 2
Final – 2°jogo – Independiente 0 x 0 Grêmio

INDEPENDIENTE: Goyén; Clausen (Zimmerman), Villaverde, Trossero, Enrique, Giusti, Marangoni, Bochini, Burruchaga, Bufarini, Barberón
Técnico: José Osmar Pastoriza


GRÊMIO:
João Marcos; Paulo César, Baidek, De León e Casemiro; China, Osvaldo e Luís Carlos; Renato, Guilherme e Tarciso.
Técnico: Carlos Froner

Data: 27 de julho de 1984
Local: Avellaneda, Buenos Aires
Juiz: Mario Lira (Chile)
Público: 60.000 pessoas

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d bloggers like this: