Brasileirão – Grêmio 1 x 1 Atlético-PR

by
Mais um tropeço em casa. Essa é a sensação que fica. Por mais que os times do campeonato sejam muito parecidos, seria “interessante” que o Grêmio tivesse melhor aproveitamento no Olímpico. Ontem o tricolor entrou com Itaqui fazendo uma espécie de ala-esquerda e Patrício bem adiantado, ficando o time bem próximo de um 3-5-2. No fim das contas Gavillan ficou um pouco sozinho na saída de bola, se limitando a passes laterais. Tcheco e Diego Souza estavam muito adiantados. O Atlético marcava bem, mas não conseguia atacar. O Grêmio foi tomando conta do jogo e criando boas chances, em pelo menos três delas Tuta se ressentiu de melhor forma física. O gol acabou vindo de um lance fortuito. Diego Souza queria cobrar o escanteio curto, mas acabou conbrando direto pra área de forma displicente. A bola baixa atravessou a área e Tcheco fez o 1×0.


No segundo tempo o Grêmio não saiu para matar o jogo e criou bem menos chances do que na primeira etapa, Carlos Eduardo fez boa jogada e chutou de direita. Clayton foi expulso, pra delírio da torcida. Quando Gavilan seria substituído por Edmilson o Atlético fez um gol, num exemplo clássico de o que é um “gol de chiripa”. O Grêmio saiu no desepero buscando o desempate, mas não aconteceu. Diego Souza teve boa chance, mas o time estava completamente desorganizado, todos jogadores perto da área atleticana e a bola nos pés de Thiego, Edmilson e Patrício. Kelly foi o único a tentar buscar jogo, de resto foi só balão pra área.


No meu modo de ver a expulsão de Clayton foi injusta, mas após a expulsão o árbitro de Santa Catarina (terra dos piores juízes) fez de tudo para que o jogo terminasse empatado.

Alex Mineiro e Evandro saíram machucados. Lances normais de jogo, acidentes. Mas a mídia já insinua que o Grêmio é um time violento. Filme antigo esse. O curioso é que semana passada Anderson Pico deixou o gramado com 12 pontos na cabeça e ninguém foi dizer o time do Flamengo é violento.

Não gosto de jogos do Nescafé. O público muda completamente, pessoas com opiniões e comportamentos absurdos, distoantes da torcida habitual. Ontem pela primeira vez em muito tempo tive o desprazer de ver o Grêmio vaiado (parcialmente) em seus próprio estádio.

Fotos: Gremio.net e ClicRBS

Grêmio 1 x 1 Atlético-PR

GRÊMIO:
Saja ; Patrício, William, Schiavi e Thiego; Gavilán (Edmílson), Itaqui (Kelly), Diego Souza e Tcheco; Carlos Eduardo e Tuta (Douglas)
Técnico: Mano Menezes

ATLÉTICO-PR: Guilherme; Nei, Danilo, Rodolfo e Edno; Alan Bahia (Pedro Oldoni), Valencia, Evandro (Claiton) e Ferreira; Dinei e Alex Mineiro (Marcelo)
Técnico: Antônio Lopes


15ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2007
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 28 de julho de 2007, sábado, 18h10min
Público: 29.561 (27.377 pagantes)

Arbitragem: Paulo Henrique de Godoy Bezerra (SC), auxiliado por Fernando Lopes e Kleber Lúcio Gil (ambos de SC)
Cartões amarelos: Gavilán, Tcheco (G); Dinei, Claiton, Pedro Oldoni (A)
Expulsão: Clayton (A)
Gols: Tcheco, aos 46 minutos do primeiro tempo. Marcelo, aos 29 minutos do segundo tempo.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d bloggers like this: