Archive for October, 2008

Efeito Suspensivo

October 17, 2008
Claramente um decisão muito mais política do que propriamente jurídica. Contudo, louva-se o uso do efeito suspensivo, não faz o menor sentido um jogador cumprir integralmente a pena enquanto seu recurso aguarda julgamento. O que pode se questionar é a incoerência do tribunal, visto que raramente concedia tal “benefício”. Espera-se que, neste moldes, o deferimento de efeito suspensivo se torne prática mais comum:

O Grêmio poderá contar com os zagueiros Léo e Réver e o atacante Morales no jogo contra a Portuguesa, marcado para as 18h10min deste domingo no Canindé, pela 30ª rodada do Brasileirão. Na tarde desta quinta, foi deferido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) o pedido de efeito suspensivo liberando os três jogadores, suspensos um dia antes em uma das decisões mais polêmicas do ano. Eles estão liberados para atuar até um novo julgamento, ainda sem data marcada” (ClicRBS – 16/10/2008)

Na tarde desta quinta-feira, o advogado do Grêmio José Mauro Couto Filho entregou ao presidente do Supremo Tribunal, Virgílio Val, um recurso de efeito suspensivo das punições dos jogadores do Grêmio.

Após mais de uma hora de aguardo, a decisão final do STJD foi de liberação dos 3 jogadores suspensos.” (Grêmio.net – 16/10/2008)

Ainda sem data oficial, o julgamento do recurso dos atletas deve acontecer no dia 30 de outubro. A decisão vai ficar a cargo do Pleno do STJD e sobre ela não cabe recurso de nenhuma das partes.” (Correio do Povo – 17/10/2008)

O episódio todo ainda gerou (mais) uma boa frase de Anderson:

De passagem por Porto Alegre, o meia Anderson, ex-Grêmio, fez duras críticas ao STJD pelas punições aplicadas a Léo, Réver e Morales (e depois revertidas por efeito suspensivo). Em visita ao estádio Olímpico, o meia do Manchester United disse que tamanha rigidez não é vista na Europa. “Lá, para o cara pegar tantos jogos assim, só se der um tiro na cabeça de outro jogador”, observa.”(Correio do Povo – 17/10/2008)

Mais sobre o assunto, com a devida referência a teoria do bode na sala, pode ser lido nos posts feitos pelo Vicente Fonseca e pelo Gustavo Zanuz

Advertisements

Procurador STJD

October 16, 2008

Antes do golpe do final da tarde, o torcedor gremista foi “agraciado” com o deboche do procurador do STJD:

“Schmitt afirma que à Procuradoria cabe denunciar, e que ele não pode avaliar os resultados dos julgamentos:

Os critérios podem ser dos julgamentos, mas não das denúncias. Nós denunciamos todas. O que está pegando é que há uma disputa na ponta da tabela, mas fica complicado para mim falar sobre as decisões do tribunal. Nós estamos recorrendo de todas as decisões – justifica.

Para o Procurador, não se leva em consideração de qual time é o jogador denunciado.

Veja só a dificuldade. Para mim não tem Grêmio, Inter ou Palmeiras. É equipe A, B e C. Os olhos da Procuradoria são voltados principalmente às súmulas, às imagens e às queixas. E ela vai denunciando conforme os casos vão acontecendo – explica.” (ClicRBS)

Será? Por que Kléber, do Palmeiras, não foi denunciado pelos cotovelaços dados nos jogos contra Inter e Grêmio em Porto Alegre

Não bastasse tripudiar do torcedor gremista, aproveita para cutucar o co-irmão:

No trecho mais polêmico da entrevista, Schmitt afirmou que no Brasileirão 2005 – onde jogos foram remarcados, beneficiando o Corinthians em detrimento do Inter – levando o time paulista ao título.-

Isso de certa forma foi importante. O Inter se sentiu prejudicado, e talvez tenha sido. Mas depois deu a volta por cima e foi Campeão do Mundo – compara o procurador” (ClicRBS)

Como se o título do ano posterior tivesse alguma relação com o suposto prejuízo do ano anterior.

Ainda:

Em entrevista à rádio Bandeirantes, o procurador–geral do STJD, Paulo Schmidt, afirmou que não adianta o Grêmio ficar reclamando publicamente das decisões do Tribunal, já que não recorre quando tem direito. Para ele, que explicou algumas características da entidade, o time gaúcho precisa sempre buscar uma segunda audiência. Por outro lado, Schmidt acredita que o diretor de futebol tricolor, André Krieger, não será denunciado.

“Não tem nada de concreto, ele (André Krieger) fez uma crítica e pedimos esclarecimentos, que foram dados e nada deve acontecer. (…) A procuradoria quando sente que a decisão não é correta recorre, como foi com o Diego Souza. Nós aceitamos as questões analisadas no fato e são vários os casos de absolvição de cartão vermelho, onde um clube apresenta uma imagem que mostra que não aconteceu a infração. As imagens estão ai para ser utilizadas e quem não gosta que procure recorrer. (…) O Grêmio deve sempre recorrer das decisões. O André Luis foi punido e o clube não recorreu. Ele aceitou a decisão e não tem muito o que comentar sobre o que o Grêmio gosta ou não”, disse Paulo Schmitd, que ainda falou sobre as questões de ‘campanha contra o Grêmio’.

“O tribunal é nacional e tem membros de vários estados do país e não tem essa de campanha contra o Grêmio ou Inter e a favor de Palmeiras. O que adianta é sempre recorrer, porque cada caso é um caso”, finalizou.” (Final)

Essa afirmou sobre o Grêmio não recorrer é uma afronta. Vale lembrar o caso do André Krieger, que só teve seu recurso julgado depois de cumprir toda a pena. No caso do André Luís ocorreria a mesma coisa.

STJD

October 16, 2008
18:35
RESULTADO DO JULGAMENTO: POR UNANIMIDADE DE VOTOS, SUSPENDER POR TRÊS E CINCO PARTIDAS, RESPECTIVAMENTE, O ATLETA CARLOS ALBERTO, DO BOTAFOGO, POR INFRAÇÃO AOS ARTIGOS 255 E 258 DO CBJD, TOTALIZANDO OITO PARTIDAS. SUSPENDER POR TRÊS PARTIDAS O JOGADOR REVER, DO GREMIO, POR INFRAÇÃO AO ARTIGO 255 DO CBJD. SUSPENDER O JOGADOR JORGE HENRIQUE, DO BOTAFOGO, E LEO, DO GREMIO, POR 120 DIAS POR INFRAÇÃO AO ARTIGO 253 DO CBJD E SUSPENDER POR OITO JOGOS O JOGADOR MORALES, DO GRÊMIO, POR INFRAÇÃO AO ARTIGO 258 DO CBJD. 18:34
E AGORA?

O JOGADOR REVER, DO GREMIO, FICARÁ FORA DAS PARTIDAS CONTRA PORTUGUESA, SPORT E CRUZEIRO. LEO, TAMBÉM DO GRÊMIO, JORGE HENRIQUE, DO BOTAFOGO, ESTÃO FORA DE TODO O CAMPEONATO. CARLOS ALBERTO E MORALES VOLTAM NA ÚLTIMA PARTIDA DO BRASILEIRO. 18:34
O PRESIDENTE TAMBÉM ACOMPANHA O RELATOR. 18:33
COM A PALAVRA O PRESIDENTE PARA VOTO.

18:31
DR. RAFAEL TAMBÉM ACOMPANHA O RELATOR. 18:29
COM A PALAVRA DR. RAFAEL PARA VOTO. 18:27
DRA. GISELE TAMBÉM ACOMPANHA O VOTO DO RELATOR. 18:25
AINDA HOJE O JULGAMENTO DO JOGADOR ANDRÉ, DO VASCO.

18:23
DRA. GISELE FUNDAMENTA SEU VOTO. 18:21
COM A PALAVRA DRA. GISELE PARA VOTO.

18:19
DR. NICOLAO ACOMPANHA O VOTO DO RELATOR.

18:17
COM A PALAVRA DR. NICOLAO CONSTANTINO PARA VOTO. 18:15
SUSPENDER POR TRÊS PARTIDAS O JOGADOR REVER, DO GREMIO, POR INFRAÇÃO AO ARTIGO 255 DO CBJD. SUSPENDER O JOGADOR JORGE HENRIQUE, DO BOTAFOGO, E LEO, DO GREMIO, POR 120 DIAS POR INFRAÇÃO AO ARTIGO 253 DO CBJD E OITO JOGOS O JOGADOR MORALES POR INFRAÇÃO AO ARTIGO 258 DO CBJD, RESPECTIVAMENTE. 18:13
O RELATOR VOTA NO SENTIDO DE SUSPENDER POR TRÊS E CINCO PARTIDAS, RESPECTIVAMENTE, O ATLETA CARLOS ALBERTO, DO BOTAFOGO, POR INFRAÇÃO AOS ARTIGOS 255 E 258 DO CBJD, TOTALIZANDO OITO PARTIDAS. 18:11
O RELATOR SEGUE FUNDAMENTANDO SEU VOTO. 18:09
COM A PALAVRA O RELATOR PARA VOTO. 18:07
A PROCURADORIA AFIRMA QUE SE SENTE OFENDIDA EM RELAÇÃO AS DECLARAÇÕES DO ADVOGADO DO GRÊMIO E DIZ QUE O PROCURADOR QUE FORMULOU A DENÚNCIA ASSISTIU AO JOGO POR COMPLETO E QUE A DEFESA NÃO TEM O DIREITO DE DIZER QUE A PROCURADORIA PRECISA TER RESPONSABILIDADE AO FAZER UMA DENÚNCIA. 18:05
COM A PALAVRA A PROCURADORIA PARA FAZER SUAS CONSIDERAÇÕES. 18:04
A DEFESA DIZ QUE A PROCURADORIA NÃO CITA NA DENÚNCIA O QUE ESTÁ NA SÚMULA E PEDE A ABSOLVIÇÀO DO JOGADOR LÉO. 18:03
O ADVOGADO AFIRMA QUE A PROCURADORIA DIZ NA DENÚNCIA QUE DISCORDA DO RELATO DO ÁRBITRO. A DEFESA AINDA DIZ QUE NÃO HOUVE A COTOVELADA E QUE SE QUISEREM, PASSA O VÍDEO NOVAMENTE. 18:02
A DEFESA PEDE A ABSOLVIÇÃO DO JOGADOR RÉVER E INICIA A DEFESA DO JOGADOR LÉO. 18:01
O ADVOGADO QUESTIONA OS AUDITORES PERGUNTANDO O QUE O RÉVER FEZ. ELE AINDA DIZ QUE A IMPRENSA FICA COLOCANDO POLÊMICA NOS JOGOS E QUE OS JORNALISTAS NÃO SABEM O QUANTO É DIFÍCIL FICAR FORA DE UM JOGO, POIS NÃO SENTAM NO BANCO DE RÉUS. 18:00
A DEFESA AFIRMA QUE A PROCURADORIA TEM QUE SER RESPONSÁVEL AO FORMULAR UMA DENÚNCIA E DIZ QUE ELA ESTÁ QUERENDO REAPITAR OS JOGOS. 17:59
A DEFESA PEDE A ABSOLVIÇÃO DO JOGADOR MORALES E INICIA A SUA FUNDAMENTAÇÃO EM RELAÇÃO AO JOGADOR RÉVER. 17:58
EM RELAÇÃO AO JOGADOR MORALES, A DEFESA DIZ QUE NÃO HOUVE NENHUM PREJUÍZO AO JOGO O LANCE DE SUA DENÚNCIA, E MUITO MENOS O ATENDIMENTO MÉDICO, E QUE A PROCURADORIA QUER IMPOR UM CARTÃO VERMELHO.

17:56
O ADVOGADO INICIA A SUA FUNDAMENTAÇÃO QUESTIONANDO AS DENÚNCIAS FORMULADAS POR PROVA DE VÍDEO. 17:55
COM A PALAVRA A DEFESA DO GRÊMIO, COM O ADVOGADO DR. JOSÉ MAURO FILHO.

17:54
A DEFESA PEDE A ABSOLVIÇÃO DO JOGADOR JORGE HENRIQUE OU A DESCLASSIFICAÇÃO DE SUA INFRAÇÃO PARA O ARTIGO 255 DO CBJD. 17:53
O ADVOGADO DIZ QUE O LANCE QUE GEROU A DENÚNCIA DO JOGADOR JORGE HENRIQUE ERA UMA DISPUTA DE BOLA, O QUE NÃO PODE CARACTERIZAR AGRESSÃO FÍSICA. 17:52
EM RELAÇÃO AO JOGADOR JORGE HENRIQUE, A DEFESA DIZ QUE A PROVA DE VÍDEO É CLARA E QUE MOSTRA QUE ELE NÃO COMETEU NENHUMA AGRESSÃO FÍSICA NO LANCE. 17:51
A DEFESA ENCERRA A SUA FUNDAMENTAÇÃO PEDINDO A ABSLVIÇÃO DO JOGADOR CARLOS ALBERTO.

17:50
A DEFESA RESSALTA QUE, APÓS O ATO INUSITADO DE CARLOS ALBERTO, OS JOGADORES NÃO TIVERAM MAIS NENHUM PROBLEMA UM COM O OUTRO DURANTE O JOGO. 17:49
A DEFESA ENTENDE QUE O ÁRBITRO TERIA PRESENCIADO O LANCE EM QUE CARLOS ALBERTO PASSA A MÃO NA BUNDA DE SEU ADVERSÁRIO E QUE O ATLETA DO GRÊMIO NÃO TEVE NENHUMA REAÇÃO AGRESSIVA, PELO CONTRÁRIO, O ADVERSÁRIO SORRIU. 17:47
O ADVOGADO DIZ QUE CARLOS ALBERTO E SEU ADVERSÁRIO TEM UM DESENTENDIMENTO, MAS QUE OS ATLETAS NÃO FORAM HOSTIS UM COM O OUTRO E, POR ISSO, A DENÚNCIA NÃO DEVE SER PROSPERADA. 17:45
A DEFESA DO BOTAFOGO AFIRMA QUE A PROCURADORIA ESTÁ QUERENDO REAPITAR O JOGO, POIS O ÁRBITRO ESTAVA PERTO DOS LANCES E MESMO ASSIM QUER PUNIR OS JOGADORES. 17:44
COM A PALAVRA A DEFESA DO BOTAFOGO, COM O ADVOGADO DR. ANÍBAL ROUXINOL.

17:42
AINDA É APRESENTADA A PROVA DE VÍDEO DA DEFESA DO GRÊMIO. 17:41
CONFIRA NO JD NEWS: JOGADOR RODRIGO PONTES, DO BARUERI, É SUSPENSO E NÃO JOGARÁ CONTRA O PARANÁ, PELA SEGUNDONA! 17:39
NESSE MOMENTO É APRESENTADA A PROVA DE VÍDEO DA DEFESA DO GRÊMIO. 17:36
AGORA É APRESENTADA A PROVA DE VÍDEO DA DEFESA DO BOTAFOGO, QUE MOSTRA O LANCE DA DENÚNCIA DO JOGADOR CARLOS ALBERTO E A EXPULSÃO DE JORGE HENRIQUE. 17:34
NESSE MOMENTO É APRESENTADA A PROVA DE VÍDEO DA PROCURADORIA, COM OS LANCES QUE GERARAM AS DENÚNCIAS.

17:30
APENAS O JOGADOR JORGE HENRIQUE, DO BOTAFOGO, SE ENCONTRA PRESENTE NO PLENÁRIO.

17:28
Entenda o caso dos jogadores do Grêmio:

Leonardo Renan Simões de Lacerda foi denunciado no artigo 253 (Cometer agressão física) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). Ele corre o risco de pegar suspensão de 120 a 540 dias, o que pode tirá-lo do Campeonato Brasileiro desse ano. Essa é a segunda vez que o atleta do time gaúcho é julgado por agressão pelo STJD. Em sessão do dia 29 de agosto deste ano, ele foi absolvido pela Quarta Comissão Disciplinar por ter sido expulso na primeira rodada do returno do Campeonato Brasileiro, em partida contra o São Paulo.

Em situação menos grave, um dos principais jogadores do Grêmio na temporada, o também zagueiro, Réver, corre o risco de ficar de uma a três partidas suspenso. Ele será julgado por ter, de acordo com a denúncia, empurrado Carlos Alberto do Botafogo, que também revidou a atitude do jogador. Ele ainda colocou o dedo em riste no rosto do meia e proferiu algumas palavras que não foram captadas pelo áudio do vídeo. Ambos vão a julgamento, sendo que Réver terá que responder ao artigo 255 (Praticar ato de hostilidade contra o adversário) do CBJD.

Já o uruguaio Richard Morales, que marcou seu primeiro gol, em apenas três jogos com a camisa Tricolor, fará sua estréia no STJD. Segundo a Procuradoria, ele foi denunciado por ter acertado, de forma violenta, a sola do pé direito do seu adversário, atingindo também o órgão genital do jogador alvinegro, durante a disputa de bola. O lance aconteceu ao término do primeiro tempo. Em função da jogada, o árbitro apresentou cartão amarelo ao atacante Tricolor.

Richard Javier Morales terá que responder ao artigo 254 (Praticar Jogada violenta) do CBJD, cuja pena prevista é de duas a seis partidas de suspensão. Caso receba a pena mínima, ele fica fora dos jogos contra a Portuguesa, no dia 19 de outubro e Sport, no dia 23.
17:26
COM A PALAVRA O RELATOR DR. JOSÉ FERNANDES PARA O RELATÓRIO.

17:24
Entenda o caso dos jogadores do Botafogo:

Carlos Alberto será julgado por ter, segundo a denúncia, ter sido flagrado em vídeo revidando um empurrão do zagueiro gremista Réver – também denunciado. Ele empurrou a cabeça do adversário, fora da disputa de bola. O jogador Tricolor ainda colocou o dedo em riste no rosto do seu oponente e proferiu algumas palavras que não foram captadas pelo áudio. Poucos minutos depois, o meia botafoguense teria passado a mão na bunda do zagueiro e, para a Procuradoria, esse ato configura atitude contrária à disciplina e à moral.

Os jogador foi denunciado no artigo 255 (Praticar ato de hostilidade contra adversário ou companheiro de equipe) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), podendo pegar até três jogos de gancho. Carlos Alberto responderá também ao artigo 258 (Assumir atitude contrária à disciplina ou à moral desportiva, em relação a componente de sua representação, representação adversária ou de espectador) do CBJD, que prevê suspensão de uma a dez partidas.

A situação de Jorge Henrique é mais grave. O atacante será julgado em função do lance que originou sua expulsão na partida contra o Tricolor Gaúcho. De acordo com a denúncia, assim como é relatado na súmula do árbitro Héber Roberto Lopes e, diante das imagens de vídeo juntadas ao processo, Jorge Henrique foi expulso aos 45 minutos do primeiro tempo por ter desferido um tapa no rosto do jogador Léo, fora da disputa de bola. Em ato contínuo, o jogador gremista atingiu com o antebraço direito o rosto do jogador alvinegro, também fora da disputa de bola.

Jorge Henrique de Souza será julgado no artigo 253 (Cometer agressão física) do CBJD, cuja a pena é de 120 a 540 dias. Ele e Carlos Alberto já estiveram no banco dos réus do STJD. O atacante, em sessão no dia 24 de setembro de 2007, foi punido com duas partidas no artigo 254 e com duas partidas no artigo 255, ambos do CBJD. Após Recurso, o Pleno absolveu em relação ao primeiro artigo, e diminuiu para um jogo a pena no segundo. Já o meia conseguiu a absolvição, respondendo ao artigo 250 (Praticar ato desleal ou inconveniente durante a partida) do CBJD, em sessão no dia 18 de junho.

17:22
A PROCURADORIA TEM A PALAVRA E PEDE PARA QUE SEJA FEITO O ADITAMENTO DA DENÚNCIA DO JOGADOR MORALES, DO GRÊMIO, FAZENDO COM QUE ELE RESPONDA NÃO SÓ AO ARTIGO 254, MAS TAMBÉM AO ARTIGO 258, NA FORMA DO ARTIGO 183, TODOS DO CBJD.

17:21
O Presidente chama a julgamento o Processo: 123/2008
Jogo: Grêmio FBPA (RS) X Botafogo FR (RJ) – categoria profissional, realizado dia 04 de outubro de 2008 – Campeonato Brasileiro – Série A. Denunciados: Carlos Alberto Gomes de Jesus, atleta do Botafogo FR, incurso nos Arts. 255 e 258, ambos do CBJD; Rever Humberto Alves de Araújo, atleta do Grêmio FBPA, incurso no Art. 255 do CBJD; Richard Javier Morales Aguirre, atleta do Grêmio FBPA, incurso no Art. 254 do CBJD; Jorge Henrique de Souza, atleta do Botafogo FR, incurso no Art. 253 do CBJD; Leonardo Renan Simões de Lacerda, atleta do Grêmio FBPA, incurso no Art. 253 do CBJD. AUDITOR – RELATOR: DR. JOSÉ TEIXEIRA FERNANDES.

Novo livro do Peninha

October 15, 2008

A America aos nossos pés

25 ANOS DE UMA LIBERTADORES DE VERDADE

Dos autores Eduardo Bueno e Fernando Bueno

Sessao de autógrafos

Quinta-Feira 16/10 as 19hs

Na Saraiva Mega Store

Shopping Praia de Belas

– Presença do capitão Hugo de León

A América Aos Nossos Pés 25 ANOS DE UMA LIBERTADORES DE VERDADE
Autores: Eduardo Bueno e Fernando Bueno
Número de páginas: 160
Editora: VIRTUAL LIVROS
Assunto: FUTEBOL GREMIO
Número da ediçao: 1o ediçao
Ano da publicaçao: 2008
Formato: 11×15
Preço: R$ 18,90

Eleições nos sócios

October 14, 2008


A notícia boa da noite foi a de que o futuro presidente do Grêmio será escolhido pelos sócios:

“Agora é uma certeza: haverá segundo turno para a eleição à presidência do Grêmio. Ontem à noite, em votação no Conselho Deliberativo do clube, os dois candidatos à sucessão de Paulo Odone, Duda Kroeff (chapa 1) e Antônio Vicente Martins (chapa 2), obtiveram votos suficientes para passar ao segundo turno – a ser realizado no próximo sábado, com o voto do associado do clube. Kroeff fez 177 votos (62,7% dos votos válidos) e Martins, 102 votos (36,1%). Com o anúncio do resultado, houve comemoração dos apoiadores das duas chapas. Cada candidato precisava garantir ao menos 30% dos votos do Conselho para atingir o segundo turno da eleição.

No segundo turno votam os cerca de 20 mil associados com pelo menos dois anos de clube. O pleito será realizado neste sábado, das 8h às 18h, no Olímpico. A expectativa de participação, porém, é de 6 mil eleitores. O próximo presidente comandará o Grêmio no biênio 2009/2010. “(Zero Hora – 14/10/08)

Novamente, a prática das eleições enfraquece os argumentos de quem defende uma cláusula de barreira tão elevada. O candidato da situação ficou muito próximo da margem de corte. Se fosse eliminado, o que iria se dizer? Que era um aventureiro?

Vamos ser francos. Essa cláusula serve para (tentar) manter no conselho deliberativo um poder que (em teoria) foi delegado para os sócios.

O jornal O Sul traz outras informações interessantes:

282 dos 306 conselheiros aptos a votar – 291 efetivos e 15 ex-presidentes do clube e do Conselho – partiparam do processo

O que justifica a ausência destes 24 conselheiros?

Tcheco Punido, Edinho Absolvido

October 14, 2008


Tcheco é suspenso por dois jogos por incidentes no Gre-Nal. Edinho é absolvido
STJD diz que jogador tricolor não poderá enfrentar a Portuguesa

O meia Tcheco foi suspenso por dois jogos na tarde desta segunda pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, pela expulsão durante a derrota no Gre-Nal do último dia 28, no Beira-Rio, pelo Brasileirão. Ele foi denunciado no artigo 253 (agressão física) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que previa pena de 120 a 540 dias, por causa de uma confusão com Edinho, do Inter. Como já cumpriu suspensão automática, ele só desfalca o time contra a Portuguesa, neste domingo.

O departamento jurídico do Grêmio acredita que o jogador já poderá enfrentar a Portuguesa, na partida marcada para as 18h10m deste domingo no Canindé, pois ele cumpriu suspensão automática de dois jogos – um pelo terceiro amarelo e outro pela expulsão. Mas, de acordo com o STJD, ele ainda terá de ficar de fora do time contra a Lusa, voltando apenas no dia 23 de outubro, contra o Sport no Olímpico.

Edinho absolvido
Já o volante Edinho foi absolvido por unanimidade. Assim, o jogador do Inter poderá enfrentar o Atlético-PR, sábado, no Beira-Rio. O colorado também foi incurso no artigo 253 (agressão física) e poderia ter pegado um gancho de até 540 dias de suspensão.

– Foi um lance normal. Só virou aquele estrondo porque todo mundo invadiu o campo – diz Edinho, depois dos treinos desta segunda. (GloboEsporte – 13/10/08)

Olhem as fotos do lance neste post.

Relembrem outras decisões do STJD no Brasileirão 2008.

Não há mais nada pra se dizer. Só lembrar de Kurt Cobain:

Just because you’re paranoid
Don’t mean they’re not after you

Histórico Eleições

October 12, 2008

– 2006:
9 de outubro: Paulo Odone re-eleito por aclamação no conselho deliberativo


– 2004
:
16 de dezembro: Eleição nos sócios. Paulo Odone 1.469 votos x Adalberto Preis 905


– 2004
:
09 de dezembro: Eleição no Conselho Deliberativo. 276 presentes e 2 votos nulos. Adalberto Preiss 147 votos, Paulo Odone 100 votos e Antônio Vicente Martins 27 votos.

– 2002:
18 de dezembro: Flávio Obino aclamado no conselho deliberativo

– 2000 :
18 de dezembro – José Alberto Guerreiro 166 x 131 Adalberto Preis

– 1998:
21 de dezembro: José Alberto Guerreiro 161 votos x 130 votos Saul Berdichevsky

– 1996:
26 de dezembro: Luiz Carlos Silveira Martins x José Alberto Guerreiro

– 1994:
27 de dezembro: Fábio Koff re-eleito por aclamação no conselho deliberativo (184 conselheiros)

– 1992:
29 de dezembro: Fábio Koff eleito

– 1990:
26 de dezembro: Rafael Bandeira dos Santos Eleito

– 1989:
27 de fevereiro: Paulo Odone re-eleito

– 1987:
19 de fevereiro: Paulo Odone 142 votos x 105 votos Irany Sant´Anna


– 1984:
20 de dezembro: Irany Sant´Anna eleito

– 1983:
Alberto Galia
Vices de Futebol: Túlio Macedo e Rudi Armin Petry, Vice de Finanças: Nelson Olmedo

– 1982:
16 de dezembro: Koff re-eleito

– 1981:
21 de dezembro: Fábio Koff 145 votos x 133 votos Rafael Bandeira dos Santos

– 1980:
22 de dezembro: Hélio Dourado 146 votos x 140 votos Fábio Koff

– 1979:
18 de dezembro: Hélio Dourado, aclamado, 158 votos

– 1978:
28 de dezembro: Hélio Dourado 162 votos x 88 votos Alberto Galia (5 brancos , 4 nulos)

Tarciso Vereador

October 12, 2008
“No eco da memória dos gremistas, Tarciso Flecha Negra se elegeu vereador pelo PDT na Capital com 6.232 votos. O ex-atacante do Grêmio do final da década de 70 até meados dos 80 chegou lá na segunda tentativa. Na opinião dele, não foram só seus feitos do passado – campeonatos gaúchos, Brasileiro, Mundial e a Libertadores – que o levaram à Câmara. Nos últimos quatro anos, é voluntário em um projeto com meninos pobres. – Além da experiência de eleição (também foi candidato em 2004), a fase do Grêmio é melhor – avalia.“(Zero Hora – 07/10/2008)

É sempre complicado misturar futebol com política. Acho importante este registro de que a eleição de Tarciso passa muito mais pelo seu trabalho em escolinhas do que pela identificação pelo Grêmio.

Pouca gente sabe, mas o herói gremista Tarciso passou por sérios apertos financeiros nos últimos anos. Apesar de ter jogado 13 anos no Grêmio, ele jogou numa época em que os jogadores ganham bons salários e prêmios, mas nada comparável às fortunas de hoje.

De qualquer modo, conseguiu comprar uma boa casa perto do Olímpico e, de olho no futuro, abriu uma loja de material esportivo e organizou uma escolinha de futebol para garantir o sustento depois da bola.

Durante algum tempo, deu resultado. Logo, porém, os negócios começaram a definhar. Primeiro, foi a loja. Depois, a escolinha. De repente, foi-se também o casamento. Quando se deu conta, Tarciso, como muitos ídolos da sua época, estava sem dinheiro para viver. Em determinado momento, a situação ficou tão crítica que precisou morar de favor na antiga casa, numa concessão da ex-mulher, que ficou comovida com a penúria financeira do ex-companheiro.

Nos últimos quatro anos, depois da primeira e frustrada tentativa de eleição para vereador pelo PDT, as coisas melhoraram um pouco. Graças a ajuda do companheiro de partido João Bosco Vaz, secretário municipal de esportes, obteve um cargo comissionado na pasta, o que lhe deu a certeza de salário no final de cada mês. Nada comparável aos tempos do futebol, mas um dinheirinho certo e garantido para as despesas.

Disposto a tentar pela segunda vez o mandato de vereador, Tarciso faz uma campanha eleitoral modesta, mas o recall do nome foi suficiente para cativar o eleitorado gremista de Porto Alegre, grande responsável por sua eleição.

Em 2004, na primeira tentativa, Tarciso fez cerca de três mil votos. Agora, dobrou a votação e desbancou nomes tradicionais do PDT, como Nereu D’Ávila, Ervino Besson e Neuza Canabarro, entre outros, para ficar como uma das cinco vagas do partido na Câmara.

O mineiro José Tarciso de Souza foi contratado pelo Grêmio em 1973. Pesou para sua contratação o gol marcado na vitória de 1 x 0 obtida pelo América do Rio contra o Inter, no Beira-Rio, no Campeonato Brasileiro de 1972. Tarciso pegou a bola no meio do campo e ganhou na corrida do zagueiro Pontes, tido como o mais veloz do futebol gaúcho.” (Blog Macedão – 06/10/2008)

David Coimbra também falou sobre esse famoso jogo do América contra o Inter:

Tarciso veio para o Grêmio num troca-troca explosivo para a época. Por ele, rapazote mal egresso da adolescência, o Grêmio cedeu ao América do Rio dois jogadores de Seleção: o ponteiro-direito Flecha e o centromédio Ivo Wortmann, o “Coração de Leão”, hoje técnico do Juventude. O Grêmio estava muito ansioso para fazer esse negócio, porque num jogo entre América e Inter Tarciso venceu exatamente Bibiano Pontes na corrida, e havia uma lenda de que atacante algum vencia Bibiano Pontes na corrida. Em Porto Alegre, Tarciso continuou passando por Pontes, mas, você já sabe, havia um cotovelo no meio do caminho.” (David Coimbra – 08/10/2008)

O jogo em questão:

Internacional 0 x 1 América-RJ

INTER: Schneider; Pedro Basílio, Figueroa, Pontes e Jorde Andrade; Carbone, Carpegiani, Valdomiro, Braúlio (Tovar), Manuel, Escurinho (Marciano)
Técnico: Dino Sani

AMÉRICA: Ubirajara; Cabrita, Alex, Aldeci e Alvani; Badeco, Edu Antunes (Caio) e Antônio Carlos; Tarciso, Taquinho (Ivair) e Gilmar.
Técnico: Wilson Santos.

Campeonato Brasileiro 1972
16ª Rodada – quarta-feira – 1º/11/72
Local: Beira-rio, Porto Alegre
Renda: 82.380,00
Gol: Tarciso 43 do 1º

Sócios Votantes

October 10, 2008

Interessante a informação trazida no Jornal o Sul de hoje:

Atualmente 20 mil sócios estariam aptos para votar. A direção espera que 6 mil comparecem às urnas.” (O Sul – 10/10/2008)

Na última eleição, para o Conselho Deliberativo, em setembro de 2007, 10 mil sócios estariam aptos a votar. A expectativa era de que entre 6 a 8 mil compareceriam, mas pouco mais de 3 mil sócios efetivamente votaram.

Apoios

October 10, 2008

Na tarde de ontem confirmou-se o que já se desenhava a tempo:

Acompanhado dos membros do Conselho de Administração, o presidente Paulo Odone concedeu entrevista coletiva ao final da tarde desta quinta-feira, na sala da presidência gremista. Odone declarou apoio ao candidato da chapa 2, Antônio Vicente Martins, na eleição que irá sucedê-lo no comando do clube.” (Final Sports- 09/10/2008)
Após a entrevista coletiva de Paulo Odone, o vice de futebol do Grêmio, André Krieger, também se manifestou. E o dirigente vai numa direção contrária a do presidente, pois declarou seu apoio ao candidato da Chapa 1, Duda Kroeff, nas eleições à presidência da próxima segunda-feira.” (Final Sports – 09/10/2008)
Odone falou claramente na tentativa de consenso. Falou nas negativas de Raul Régis e Knijnik. Falou também de uma tentativa de composição entre Vontobel e Duda Kroeff, e revela um impasse surgido apartir da tentativa da inclusão de Antônio Vicente Martins na chapa.

Em relação aos fatos que encaminharam as duas candidaturas me parece que não da pra ficar só na versão oficial, mas é o pronunciamento do presidente é como tal deve ser respeitado.