Libertadores – Grêmio 3 x 0 Boyacá Chicó

by

Grêmio foi para cima do Boyacá desde o início da partida e de certa forma mostrou porque é o time de melhor campanha na competição. Jogadas pelo dois lados do campo, marcação por pressão, retomada de bola, inversão de jogo, dribles, tabelas, lances em que se reclamou penâlti, etc…Em suma, o jogo do Grêmio fluiu. Uma produção muito parecida com o jogo da estréia, só que dessa vez a bola entrou.

Souza, no golaço, aos 12. Souza novamente aos 17, em forte chute. Léo aos 29 completando a jogada de bola parada. Foram estes os autores dos gols do Grêmio, todos no primeiro tempo.

Na segunda etapa, os minutos iniciais foram de uma pasmaceira. Aos 8 Larrionda não titubeou ao marcar pênalti para o Boyacá. Caneo bateu e fez. O juiz mandou voltar por suposta invasão. Na segunda cobrança Victor defendeu o chute do meio argentino. Lance comemorado como se fosse um gol no estádio. A partir daí começou a festa no Olímpico. O time do Grêmio até teve mais chances, e outros lances no qual reclamou a marcação de penalidade máxima, mas o resto de jogo foi mais para administrar o escore construído na primeira meia hora de jogo.

Péssima arbitragem de Larrionda, e ninguém do Grêmio fala nada. Sequer lembraram do que ele fez no primeiro jogo da final de 2007.

Bom público para um horário ruim, muita gente chegando com bola rolando.

Mais uma vez o time atuou de meias pretas. Superstição?


Gostei da atuação de Maxi Lopez (não teria tirado ele). O time todo, num geral, foi bem. Só achei Fábio Santos um pouco discreto.

Souza jogou muita bola.

Imprensa segue tentando fazer com que Rospide e os jogadores falem mal de Roth. Até agora nada.

fotos: Terra, ClicRBS, Final, La Tercera e Gremio.net

Grêmio 3 x 0 Boyacá Chicó
Souza 12´
Souza 16´
Léo 29´

GRÊMIO: Victor; Leo, Rafael Marques e Réver; Ruy, Adilson, Tcheco (Orteman 27/2T), Souza e Fábio Santos (Jadilson 38/2T); Jonas e Maxi López (Alex Mineiro 23/2T).
Técnico: Marcelo Rospide.

BOYACÁ CHICÓ: Velásquez; Pino, Tejera (Giron, intervalo), García e Madera; Palácios , Ramírez, Tapia (Rada 23/2T) e Núñez; Caneo e Pérez (Duran 39/2T).
Técnico: Alberto Gamero.

Libertadores 2009 – Grupo 7 – 6ª Rodada
Data: 28/04/2009, terça-feira, 19h30
Local: Estádio Olímpico (Porto Alegre, RS)
Público: 34.974 (31.110 pagantes)
Renda: R$ 636.914,00
Árbitro: Jorge Larrionda (URU)
Auxiliares: Pablo Fandiño e Miguel Nievas (URU).
Cartão amarelo: Tcheco, Rafael Marques(G), Núñez, García (BC)
Gols: Souza 12, Souza 16, Leo 29 do primeiro tempo

Advertisements

12 Responses to “Libertadores – Grêmio 3 x 0 Boyacá Chicó”

  1. Sancho Says:

    O Roth só pode ter brigado com alguém importante e que não perdoa nada nunca.Jogo decidido em 45′.Até agora foi ensaio. A Libertadores começa na próxima fase.Um abraço.

  2. Márcio C. M. Says:

    Daqui a pouco tamo achando que o Rospide tem que ficar, que seria um engano.André, uma sugestão: limita o número de posts para a página inicial para um número menor, pois está demorando mto pra carregar!

  3. Vicente Fonseca Says:

    Efetivar o Rospide não é o correto, mas é impressionante a leveza de clima e a maior harmonia no ambiente do Olímpico. Mesmo assim, a corneta chata de uns gatos pingados na Social ensaiou uma vaia pro técnico quando chamou o Orteman ontem. Não que eu concorde com o Rospide, ou goste do uruguaio. Mas convenhamos: time ganhando de 3 a 0, em Libertadores. É muito mau humor.

  4. DJ Aldebaran Says:

    Também me chamou a atenção a questão da meia preta. Po, o uniforme do GRÊMIO é camisa tricolor, calção preto e meia BRANCA. Deve ter alguma razão especial pras meias pretas.

  5. Gustavo Says:

    Tenho certeza de que tem gente que vaia porque gosta de vaiar. Só por isso.

  6. Sancho Says:

    O Chicó não deveria ter vindo com meia alternativa, o que nos obrigou a trocar. Nada demais.

  7. André Kruse Says:

    Sancho, acho que nao.Na estréia o gremio jogou com o uniforme tradicional. No chile com todo o uniforme reserva.Todos os demais jogos o Grêmio jogou de meia preta.Márcio, sugestão aceita. Diminuí para 5 os post exibidos.

  8. Márcio C. M. Says:

    Bah, eu entrei agora e já senti a diferença! Valeu André!

  9. Vicente Fonseca Says:

    Pois é, notei também as meias pretas. Acho que ficou uma combinação legal. A mesma do Mundial de 1995, curiosamente. Só agora me dei conta de que nos jogos fora de casa também atuamos assim. Talvez faça parte do “uniforme oficial” para a Libertadores a combinação. Tipo aquela de usar só calções brancos na Libertadores de 1983.

  10. André Kruse Says:

    Talvez faça parte do “uniforme oficial” para a Libertadores a combinaçãoPela apresentação das camisa isto até faz sentido, mas na estreia, La “u” jogou toda de vermelho e o Grêmio jogou com meia branca.Eu também gosto da combinação (melhor do que a meia azul), mas parece que por causa do ajax e por causa daquele grenal na copa sul em 99 (2×0 quando poderia perder de 3) o Grêmio nunca mais usou essa combinação. (em 2005 usava aquela meia azul, de treino)

  11. Vicente Fonseca Says:

    A meia azul me é simpática pela final do Gauchão de 2006, além dos Aflitos. Mas esteticamente me agrada mais a da meia preta. Caiu muito bem com essa camiseta 2009.

  12. Márcio C. M. Says:

    Uma pode casar bem e tal, mas a branca é a melhor. Na minha opinião, é claro.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d bloggers like this: