Libertadores – Grêmio 2×2 Cruzeiro

by



Novamente é desnecessário fazer uma demorada introdução sobre a partida. Semifinal de Libertadores. Clima “copero” criado nas arquibancadas, e por mais que isso tenha virado algo comum, ainda é muito bonito de se ver.

Autuori repetiu o esquema do Mineirão. Adílson Baptista, com Gerson Magrão na lateral, usou um 4-4-2. mais ortodoxo. O Grêmio tinha dificuldade para sair jogando, especialmente pelas laterais. O Cruzeiro fechava o lado esquerdo, e pelo direito, faltava cacoete de lateral para Thiego. Sobrava a ligação direta, e ainda assim, os primeiros 30 minutos foram de abafa gremista.

Na base da raça e da vontade o Grêmio poderia ter inaugurado o marcador. Foram várias oportunidades de erguer a bola na área. Fábio Santos teve boa chance em grande jogada de Tcheco. Um impedimento mal marcado de Maxi Lopez, que deixava Souza na cara do gol e, aos 28, Herrera sofreu claro pênalti de Leonardo Silva, mas Oscar Ruiz não marcou.

Aos 36 ocorreu a jogada que definiu a classificação. Lateral marcado para o Cruzeiro (Réver reclamou). Cobrança feita para Kleber, Fábio Santos erra na marcação, toma o giro, não faz a falta, Réver dá o bote pelo lado errado, Kleber ingressa na área e de carrinho dá o passe para Wellington Paulista fazer o 1×0. Ali ficava tudo mais difícil.

E ficaria praticamente impossível dois minutos depois quando Wellington Paulista fez o 2×0, após linha de impedimento mal feita pela Grêmio (muito embora seja lance para tira-teima).

Obviamente o clima pesou no Olímpico, o primeiro tempo custou em acabar.


Fazer 5 gols era altamente improvável. Restava jogar pela torcida. Foi o que aconteceu. Grêmio foi buscar diminuir, de alguma forma, o prejuízo. O time foi para cima, e, conseguiu um gol cedo, através de Réver, após escanteio batido por Tcheco. Aos 14 arrancada de Wágner, falta de Adílson. Não vi clara e manifesta situação de gol, mas Ruiz viu e expulsou o 11 gremista.

O Cruzeiro esperava o tempo passar e era uma equipe mais consciente em campo, o Grêmio ia para cima na vontade, e criou algumas chances, mas Fábio fez boas defesas. Aos 30, Souza (até então apagado no jogo) percebeu o goleiro cruzeirense adiantado e fez um golaço.

Autuori só mexeu na equipe pela lesão de Herrera (Perea entrou). O tricolor seguiu pressionando, em busca de uma virada, que tão somente diminuiria o descontantemento da torcida. Não aconteceu, apesar do esforço dos atletas (visivelmente exaustos) e de várias bola erguidas na área do Cruzeiro.


Sobrou empenho e raça, faltou sorte e competência. Sim, transformar vantagem em gols é um sinal de competência. Grêmio pagou um preço alto pelos gols perdidos no Mineirão, concordo com a leitura de a classificação foi decidida em Belo Horizonte.

Encarnando um torcedor corneteiro, digo que um time que toma 3 gols do Wellington Paulista não pode ser campeão.

Não bastasse ter prejudicado o Grêmio em lances capitais, Oscar Ruiz fez uma arbitragem voltado a sua própria preservação (Até o Wright comentou isso). Catimbou mais do que qualquer jogador do Cruzeiro.

Não faria nenhuma diferença, mas não entendi porque Autuori não fez mais substituições no segundo tempo. A entrada de Jadílson no lugar de Fábio Santos me parecia óbvia.

A mudança de esquema não trouxe melhorias. Pelo contrário. Réver e Léo caíram de produção, Túlio cerca, mas jamais rouba alguma bola. Fábio Santos não melhorou deixando de ser ala.



O que aconteceu no “extracampo” ontem será comentado no próximo post.

fotos: Grêmio.net, ClicRBS, Final e UOL

Grêmio 2×2 Cruzeiro
Wellington Paulista 36´
Wellington Paulista 38´
Réver 54´
Souza 75´

GRÊMIO: Victor, Thiego, Leo, Réver e Fábio Santos; Adilson, Túlio, Souza e Tcheco; Herrera (Perea, 38’/2ºT) e Maxi López.
Técnico: Paulo Autuori.

CRUZEIRO: Fábio, Jonathan, Thiago Heleno, Leonardo Silva (Anderson, 6’/2ºT) e Gerson Magrão (Elicarlos, 20’/2ºT); Marquinhos Paraná, Ramires, Fabinho e Wagner; Wellington Paulista (Thiago Ribeiro, 25’/2ºT) e Kléber.
Técnico: Adilson Batista

Libertadores 2009 – semifinal – jogo de volta
Data: 2/7/2009 (quinta-feira), 22h00min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre
Público: 44.920 (40.452 pagantes)
Renda: R$ 966.652,00
Árbitro: Oscar Ruiz (COL)
Auxiliares: Abraham González e Humberto Clavijo (COL)
Cartões Amarelos: Ramires, Kléber (C); Tcheco, Thiego, Herrera, Maxi López (G)
Cartões Vermelhos: Adilson (Grêmio) aos 14 do 2ºt
Gols: Wellington Paulista, aos 34min e 36min do primeiro tempo; Réver, aos 9min e Souza, aos 30 min do segundo tempo;

Advertisements

24 Responses to “Libertadores – Grêmio 2×2 Cruzeiro”

  1. Francisco Luz Says:

    Acho que o Adílson foi expulso muito mais pela falta em si do que pela clara chance de gol. A bola já estava bem na frente e ele acertou só o Wágner no lance.

  2. Vicente Fonseca Says:

    Também acho a mesma coisa do Francisco. Foi pela violência da entrada que o Adílson foi expulso.Acho que a única alteração possível era tirar mesmo o Fábio Santos e por o Jadílson. De resto, com um a menos, botar mais atacantes não fazia muito sentido.E muito bonito ver o estádio copeiro. De arrepiar.

  3. André Kruse Says:

    Mas ele chegou a pegar em cheio?

  4. Márcio C. M. Says:

    AK, Autuori mudou o time em relação ao primeiro jogo, sacou Alex e colocou Herrera.Eu estava numa posição não muito privilegiada, mas tive a impressão que o Adílson quase arrancou as pernas do jogador do Cruzeiro.Souza é sempre apagado quando está valendo algo.No primeiro escanteio que o Tcheco bateu foi gol. Por que Souza bateu 15 escanteios na cabeça do primeiro zagueiro postado dentro da grande área do Cruzeiro no primeiro tempo e outros 20 no segundo?Maxi Lopez e Herrera fazem mais faltas do que jogam, alguém podia avisar isso pra eles.Eu não conhecia Paulo Autuori e sempre fui contra a saída do Celso Roth, agora conhecendo, na minha opinião falta "vibração" a ele. No final do jogo ele foi tão grosso quanto Celso Roth na coletiva, quero ver quanto tempo vai demorar para a imprensa fazer campanha contra ele.Acho que vou dar um tempo pra cabeça.

  5. Francisco Luz Says:

    Pegou em cheio, sim. O Wágner foi rápido em pular, porque senão teria sido atorado.Foi um belo carrinho, na verdade.

  6. André Kruse Says:

    Corrigi o texto, Márcio. Tava pensando em esquema e falei em time.Francisco. Revi o lance agora, não pegou em cheio, ATÉ pelo pulo do Wagner. Acho que o Ruiz, mal colocado, foi mais pela cena feita. De qualquer forma, esta marcação não foi nenhum absurdo, diferente do pênalti no Herrera

  7. Gustavo Says:

    Prevejo que o público será muito baixo no jogo de domingo. Tomara que eu esteja errado.Eu vou tentar relaxar (mentira), tentar me colocar numa posição de sangue doce e tals. Alguma coisa tem que acontecer.Aguardo ansiosamente sobre o post acerca do "extracampo".

  8. Vicente Fonseca Says:

    No primeiro escanteio que o Tcheco bateu foi gol. Por que Souza bateu 15 escanteios na cabeça do primeiro zagueiro postado dentro da grande área do Cruzeiro no primeiro tempo e outros 20 no segundo?Verdade absoluta. Outra: Tcheco é um dos melhores batedores de escanteio do País, e Souza um dos que melhor chuta de fora da área. Não seria melhor Tcheco bater o escanteio e Souza ficar postado na meia-lua para pegar o rebote?André, mesmo que não pegasse, é falta pra expulsão pelo jeito da entrada. Mesmo que o Wagner tenha escapado, ele entrou pra matar o lance com uma voadora. O juiz pode expulsar neste tipo de caso. Mas foi uma falta ao menos necessária, já que o Cruzeiro ia fazer o gol.Aposto em 15 mil domingo, no máximo. Entre os 15 mil, eu.

  9. André Kruse Says:

    Eu prefiro o Tcheco nos cruzamentos, mas ontem o Souza cobrou alguns bem. Concordo que o juiz poderia expulsar o Adílson. Como também poderia ter dado somente cartão amarelo, o que para mim seria mais condizente com a arbitragem dele.15 mil é uma previsão otimista. Eu vou ir. Tipo de jogo que não da pra faltar, especialmente pra "anular" os corneteiros.Gustavo, não cria muito expectativa.

  10. Vicente Fonseca Says:

    15 mil no MÁXIMO. Prevejo 11642.Vou levar o Mp3 player e gastar toda a pilha aumentando o volume pra não ouvir a cornetagem.

  11. André Guerin Says:

    Considerações….Passadas algumas horas ainda é difícil escrever, pensar, trabalhar….Impossível não se deixar dominar pela raiva ou sentimentos similares pelo que acontece, principalmente, fora das quatro linhas no Grêmio.Não temos presidente, Duda Kroeff só conseguiu se eleger devido apoio do Dr. Fábio Koff (excelente presidente, mas péssimo político) não manda nem em nosso próprio estádio Entrega os portões e as arquibancadas a desmando da brigada e em detrimento do sócio, do pagante de ingresso, da razão de ser do clube.Não temos comando no futebol. Um diretor de futebol sem convicções, que abandona o barco (graças a Deus) quando ele está para afundar sem deixar qualquer auxílio, não pode ser chamado de comandante.Contratações totalmente pifeis, que se forem citadas sobrarão poucos nomes no grupo. O que adianta trazer Paulo Autuori se ele precisa virar um jogo, olha pro banco de reservas e da de cara com Jonas, Orteman…Estamos há oito anos sem ganhar absolutamente nada! Sim, porque o Gremista acostumado com o time de 1980 pra cá, considera Campeonato Gaúcho uma extensão da pré-temporada. Nossas maiores alegrias tem sido os insucessos do rival, que também se reduziram muito nesse período. Mas a política do Grêmio é mais importante que os resultados. Fazem-se eleições nas vésperas da decisão de um Brasileirão como no ano passado.Os engravatados estão tentando derrubar nosso Grêmio, o Grêmio da torcida, o Grêmio Imortal…faltam Gremistas no comando do nosso Grêmio.Agora fala-se em Evandro Krebs no futebol, pra você que não o conhece, ele era um dos mais atuantes na gestão Flávio Obino, ou seja, confirmando-se esta indicação os resultados de campo podem continuar uma m***a, mas teremos de novo o melhor site do Brasil.MAIS EM: http://www.borrachosuruguaiana.blogspot.com

  12. Eduardo Doria Says:

    Quantos gol o Gremio fez em escanteio desde 2008? (sei que é complicado responder)Tcheco batedor de escanteio é mito.Tem-se meio que uma ilusao disso do escanteio pq o gremio faz pouco gol fora de lances de bola parada.

  13. Anonymous Says:

    IMPERDÍVEL! As falcatruas de Fernando Carvalho:http://resistencia777.blogspot.com/2009/06/vergonha-colorada-httpwww.html

  14. luis Says:

    " POR FAVOR CHEGA DO TCHECO ADEUS , PQ ESTA NA HORA " . ENTRE OUTROS .

  15. Márcio C. M. Says:

    Este comentário foi removido pelo autor.

  16. Márcio C. M. Says:

    O que Eduardo?Nos últimos anos o Grêmio fez inúmeros gols com cruzamento (faltas e escanteios) do Tcheco.

  17. Francinei Bentes Says:

    Putz, eu concordo com o Luís…Chega do Tcheco!Outro que devia ir embora era o Máxi Lopez… o cara ganha R$ 200 mil pra perder um gol daqueles no Mineirão… O Alex Mineiro também poderia ser negociado, e talvez com a venda desses dois o clube conseguiria trazer algum atacante que prestasse… foi principalmente pela falta de um que perdemos essa vaga em uma das Libertadores mais fáceis de todos os tempos…

  18. Eduardo Doria Says:

    Marcio.Cruzamento de faltas sim. Escanteios não.Na verdade são mais escanteios sofriveis do que convertidos em gol.E não to de corneta. Eu gosto do Tcheco. Time sem ele é muito pior.Só digo que é meio que ilusão isso do Gremio ser forte em escanteio.Gostaria mesmo de ter numeros pra saber isso ao certo. Nem to pondo culpa em alguem por isso, falei mais pq veio a tona o assunto e é algo que penso desde o ano passado.Se a estatistica me desmentir, tem problema algum.Vira e mexe falam do Tcheco ser poupado de bater faltas pra nao sofrer desgaste. Vai ver foi por issso também que ele nao bateu muitos escanteios ultimo jogo.E o Gremio só será campeão quando nossos atacantes sofrerem mais faltas do que cometem.

  19. Márcio C. M. Says:

    O Tcheco não bate mais falta nem escanteio pro craque Souza bater e para ficar na cobertura dos zagueiros que vão para a área.Com os excelentes atacantes que temos é difícil fazer gol de qualquer jeito, mas agora rapidamente me lembro que ano passado até o Marcel fez gol em escanteio, não lembro que jogo foi, mas foi um 1 a 0 encardido fora de casa.

  20. Vicente Fonseca Says:

    Olha, pessoal, não foram tão poucos gols assim. Vejam só:Gols de escanteio do Brasileiro de 2008 para cá:- Perea, Grêmio 2 x 1 Fluminense- Marcel, Goiás 0 x 3 Grêmio- Rodrigo Mendes, Santos 1 x 1 Grêmio- Marcel, Grêmio 2 x 1 Portuguesa- Marcel, Coritiba 0 x 1 Grêmio- Réver, Grêmio 2 x 1 Botafogo- Rafael Marques, Novo Hamburgo 1 x 5 Grêmio- Jonas, Avenida 1 x 2 Grêmio- Léo, Sapucaiense 0 x 2 Grêmio- Réver, Grêmio 3 x 0 Aurora- Léo, U. de Chile 0 x 2 Grêmio- Jonas, Grêmio 2 x 0 San Martín- Réver, Grêmio 2 x 2 CruzeiroSão 13. É verdade que nem todos batidos pelo Tcheco, mas creio que acima da média. Dos 122 gols feitos pelo Grêmio de lá para cá, é mais que 10%. Considerando que gols de escanteio são menos frequentes que cruzamentos próximos à área de bola parada, é um número bem interessante.

  21. Vicente Fonseca Says:

    E concordo com o Márcio: se o Souza batesse as faltas diretas e deixasse que o Tcheco fizesse os cruzamentos e escanteios, marcaríamos ainda mais gols. Ainda mais porque o Souza tem a péssima mania de querer bater direto faltas que eram para ser cruzadas, e isto NUNCA dá certo.

  22. Eduardo Doria Says:

    Valeu demais, Vicente.

  23. Márcio C. M. Says:

    Valeu Vicente!

  24. Vicente Fonseca Says:

    Mas ontem, erraram TODOS os escanteios. Hahaha. Menos mal que não fez falta!Abraço a todos.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d bloggers like this: