Fornecedor = Patrocinador

by

Erich Beting, jornalista especialista em negócios do esporte, quando da celebração do contrato entre Flamengo e Olympikus, fez o seguinte comentário em seu blog:

“´Será a primeira vez no Brasil que um fabricante de uniformes de um clube também atuará como patrocinador principal da camisa´. Essa frase, publicada ontem em meu post sobre o acordo Flamengo-Vulcabrás para o patrocínio do Olympikus Tube no peito e nas costas da camisa rubro-negra gerou bastante crítica de alguns torcedores.

Lembraram-me muito bem [rono.jane] e [Jonas] que Figueirense e Atlético Paranaense já fizeram uso de tal expediente com a Umbro no final dos anos 90. A diferença, porém, é que naquela época a exposição da marca era uma espécie de ampliação do acordo de fornecimento do uniforme. Agora, porém, uma outra marca será exposta, que não a do patrocinador, e a empresa pagará a mais por isso.” (Blog do Erich Beting, 10/06/2009 – 15h21)


Ocorre que o referido jornalista também esqueceu de outros dois precendentes. Os dois do Grêmio:

Em 1982, com a mesma Olympikus. Conforme explica o livro “A história das camisas dos 12 maiores times do Brasil” (imagem acima)

Em 1995, com a Penalty na Copa Sanwa Bank. Conforme explica a reportagem da Zero Hora da época (imagem abaixo). Explicação que é uma “novidade” para mim.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d bloggers like this: