A primeira no Maracanã

1950-gremio-ballejo_maracana
Depois de passada toda a euforia da vitória no Grenal, o momento é de colocar o pé no chão e direcionar o foco para o duelo com o Fluminense.

Será mais um jogo no Marcanã (ontem castigado pela chuva). Alguns falaram da estréia de Neuton no “maior do mundo”. Eu acho que é um momento adequado para voltar a abordar o primeiro jogo do Grêmio no estádio Mário Filho.

Em 2008, fiz um post explicando melhor o contexto daquele Flamengo 1×3 Grêmio, disputado poucos meses após o Maracanazo. Num comentário, o Hassin Nundah, acrescentou a seguinte informação:

 

“Um fato triste, que não foi mencionado: Gita era um craque em ascenção. O ala esquerda do Flamengo, Bigode, o mesmo que “entregou” a Copa de 50, não suportou o “baile” que começava a levar do jogador gremista e quebrou sua perna (era um jogador extremamente violento e desleal). Gita nunca mais voltou a jogar em alto nível. Ainda jogou no Grêmio por algum tempo, tendo marcado o gol da vitória tricolor em um Gre-Nal, em 1952. Acabou voltando para sua terra natal (Uruguaiana) e encerrou sua carreira ( se não me falha a memória) no Sá Viana, após casar-se com a filha de um fazendeiro.”

*

1950-maracana-gremio

Pois bem, fui atrás da reportagem do Jornal do Brasil sobre o jogo, e lá consta o relato do lance referido, bem como críticas a arbitragem e a um gol do Grêmio supostamente mal anulado

Segue abaixo a matéria:

“O “MATCH”FLAMENGO X GRÊMIO PORTOALEGRENSE

VITÓRIA DO “TEAM”GAÚCHO

Realizou-se anteontem no estádio do Maracanã a partida interestadual entre a as equipes do C.R. do Flamengo e a do Grêmio Portoalegrense.

Começado o jogo as duas equipes se equilibraram como que procurando uma conhecer a força da outra. Durante os primeiros 10 minutos ambos jogaram com firmeza, um pouco melhor e mais agressiva a do Flamengo.

Contudo aos poucos os gaúchos os gaúchos foram se firmando no gramado e passaram a desenvolver melhor jogo e foram aumentando a pressão até que Geada, aos 23 minutos abriu a contagem assinalando o 1º goal do Grêmio.

Continuando a jogar melhor os gaúchos assinalam um goal feito por Gita e o juiz anula por impedimento, provocando vaias de protestos. Pouco depois Bigode entra bruscamente em Gita prostrando-o (?) gravemente contundido. O jogador gaúcho foi retirado de campo para não mais voltar.

Aos 40 minutos Hermes, de cabeça, assinala o início tento do Flamengo. Dois minutos mais tarde Juvenal segura a pelota com a mão na área fatal ordenando o juiz correspondente “penalty kick” que Clory bateu para conquistar o segundo goal do Grêmio.

O jogo termina logo após com a contagem de 2×1 a favor do Grêmio.

Recomeçada a peleja depois do descanso de praxe, os do Flamengo apresentaram melhoria e procuraram o empate sem resultado positivo. Os rapazes do Grêmio se defendem bem e em pouco tempo voltaram a se movimentar melhor que seus contendores.

O jogo caminhava para o seu término e quando se supunha que o marcador não mais seria movimentado, Balejo aninhou a pelota nas redes do Flamengo, registrando o 3 º e último ponto do Grêmio.

E com justa vitória do quadro visitante terminou o jogo com o score de 3×1.

O juiz foi Mr.Dykes cuja atuação deixou a desejar.

Os dois quadros disputantes foram os seguintes:

Grêmio – Sergio, Clarel e Jonhy; Hugo, Sarará e Heitor; Balejo, Gita (Clory e depois Dirceu) Geada, Pedrinho e Gorrion.

Flamengo – Claudio (Garcia); Gago (Osvaldo) e Juvenal; Nélio, Dequinha e Bigode; Harry, Hermes, Washington, Helio e Esquerdinha.”

Da imagem do jornal, fiquei com alguma dificuldade de decifrar qual seria a palavra entre “Gita” e “gravemente”.

Ainda, achei sensacional a descrição do terceiro gol, mencionado que “Balejo ANINHOU a pelota nas redes do Flamengo”. Talvez eu passe a usar esse termo aqui no blog.

* em 20 de julho de 2010 o leitor Rodrigo Núñez de Nunes fez o seguinte comentário:

Obrigado pela menção que fez ao meu avô.

A história do Gita está correta até a parte que fala que ele marcou o gol da vitória contra o Internacional em um gre-nal em 52. Mas a sua terra natal não é Uruguaiana e sim Arroio Grande**, mas antes de voltar para Arroio Grande, encerrou sua carreira no G. E. Brasil (time da cidade de Pelotas-RS). E ele casou-se com Heloísa das Nevez Núñez, filha de um sapateiro.

Mesmo assim, obrigado!

** aí vai um link do ginásio municipal de Arroio Grande, que foi batizado com o nome pelo qual ele era popularmente chamado

gremio-no-maracana-1950-cpia1950-maracana-gremio2
Flamengo x Grêmio no Maracanã (1950)
Fonte: JulioSteffen9.com

1950-gremio-flamengo-diario-de-noticias-b

Advertisements

8 Responses to “A primeira no Maracanã”

  1. Gustavo Says:

    Muito massa a linguagem utilizada no texto. Acredito que tenha chance de ser "prostrando" mesmo o termo utilizado.Como dá pra ver, mesmo o jornal sendo carioca, nada de bairrismo no conteúdo do texto.

  2. Eduardo Says:

    Prostar é derrubar mesmo.

  3. Sancho Says:

    Creio que o início com "p" e final com "tando-o" é evidente. O problema está naquelas três letras finais da primeira sílaba. Não poderia ser "prostrando-o", por causa do "r" depois do "t".

  4. André Kruse Says:

    Exato Sancho, foi a mesma conclusão/dilema que eu cheguei.

  5. Rodrigo Núñez de Nunes Says:

    Este comentário foi removido pelo autor.

  6. Rodrigo Núñez de Nunes Says:

    Obrigado pela menção que fez ao meu avô.A história do Gita está correta até a parte que fala que ele marcou o gol da vitória contra o internacional em um gre-nal em 52. Mas a sua terra natal não é Uruguaiana e sim Arroio Grande*, mas antes de voltar para Arroio Grande, encerrou sua carreira no G. E. Brasil (time da cidade de Pelotas-RS). E ele casou-se com Heloísa das Nevez Núñez, filha de um sapateiro.Mesmo assim, obrigado!* aí vai um link do ginásio municipal de Arroio Grande, que foi batizado com o nome pelo qual ele era popularmente chamado:http://www.flickr.com/photos/prefeituraarroiogrande/3824765770/sizes/m/in/photostream/

  7. André Kruse Says:

    Rodrigo, eu que te agradeço pela correção.Se possuir mais algum material ou informação sobre a carreira do teu avô, por favor envie para o blogAbraço

  8. Rodrigo Núñez de Nunes Says:

    Boa noite André, tenho sim!Adiciona o meu email:rodrigonnunes@hotmail.comCreio que por email fica mais fácil trocar informação e também posso te mandar alguma coisa.Abraço

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: