Libertadores – Grêmio 2 x 0 León de Huánuco


Um jogo de Libertadores daqueles bem chatos de se jogar. O León todo no seu campo, jogando atrás da linha da bola. A receita era ter paciência e rodar a bola com calma, até que se abrissem os espaços. Mas não foi exatamente isso que o Grêmio fez, não no começo do jogo. O Grêmio teve dificuldades no seu meio do campo. Faltava movimentação, Rochemaback ia distribuir o jogo entre os zagueiros e se via sem muitas opções. Carlos Alberto ficou longe de Douglas e Adílson não se apresentava para o ataque. O León era eficiente no que propunha, e chegou a ameçar, mas parou em Victor. O tricolor melhorou um pouco quando deixou de tentar a bola enfiada pelo meio e passou a jogar mais pelos dois lados do campo. Mas o jogo seguia truncado, muito em função das diversas faltas cometidas. E foi numa delas, sofrida e batida por Douglas, que André Lima marcou o primeiro gol, de cabeça, aos 41 minutos do primeira etapa.

Com o 1×0, o Grêmio voltou um pouco mais tranquilo do para o segundo tempo. Renato inverteu o posicionamento de Adílson e Carlos Alberto. O León saiu um pouco para o jogo e tricolor passou a jogar com maior velocidade pelo lado de campo, acionando com mais frequência os seus avantes. Logo aos 8, um pênalti foi marcado num lance em que mais de um atleta gremista foi derrubado dentro da área. Borges bateu forte, sem chance pro arqueiro adversário. Depois disso, registra-se uma grande defesa de Victor, uma chance perdida por André Lima e a boa entrada de Bruno Collaço.


O objetivo primordial do jogo era o de sair de campo com o três pontos. E isso o Grêmio conseguiu. É claro que a atuação ficou longe do esperado, mas há uma expectativa de facilidade nesses jogos que não se corresponde ao que se tem visto na competição.

Ontem tivemos uma boa lição de como a torcida pode ajudar ou atrapalhar o time. Momento marcante do jogo aconteceu no final do primeiro tempo quando a geral passou a cantar mais forte, abafando o murmurinho dos impacientes. Segundos depois, falta marcada para o Grêmio e gol do André Lima.

Por falar em torcida, fiquei negativamente surpreso com o baixo público. É bem estranho que as partidas da briga pela vaga na libertadores levem mais gente do que os próprios jogos desta competição.

Gostei do retorno de Rafael Marques ao time. Foi bem como zagueiro central, tanto por cima como também por baixo.
Com exceção de alguns lances mais afobados, eu gostei da apresentação do Gílson. Sua melhor partida sem contar com o auxílio de Lúcio.

Acho que os gols marcados são a prova de que tem valido a pena escalar Borges e André Lima juntos.

Fotos: Richard Ducker, Luciano Leon (FinalSports), Mauro Schaefer (Correio do Povo), Terra e UOL

Grêmio 2 x 0 León de Huánuco
André Lima 40´
Borges 54´

GRÊMIO: Victor; Gabriel, Rafael Marques, Rodolfo(Mário Fernandes) e Gilson; Fábio Rochemback, Adilson, Carlos Alberto(Bruno Collaço) e Douglas; André Lima(Escudero) e Borges.

Técnico: Renato Portaluppi.

LEÓN: Flores; Espinoza, Araújo, Cardoza e Salas; Ferrari(Cevasco), Zegarra, Céspedes e Elías(Otálvaro); Orejuela e Gonzáles(Rodríguez).
Técnico: Franco Navarro

3ª Rodada – Fase de Grupos – Libertadores 2011
Data: 3 de março de 2011, Quinta-feira, 20h15min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Público: 28.605 (25.864 pagantes)
Renda: R$ 612.469,00
Árbitro : Enrique Osses (CHI)
Assistentes : Patricio Basualto (CHI) e Sergio Román (CHI)
Cartões amarelos : Ferrari, Zegarra, Araujo (L), Rochemback, Gabriel, Gilson (G)
Gols: André Lima, aos 41 minutos do primeiro tempo: Borges (pênalti), aos 9 do segundo tempo

One Response to “Libertadores – Grêmio 2 x 0 León de Huánuco”

  1. Alexandre Says:

    É preocupante a falta de imaginação e movimentação do meio para frente. Ontem ficou claro que André Lima e Borges juntos não dão opção de jogadas para os meias (que também ficaram abaixo do esperado ontem. Os dois centroavantes tem características de jogar plantado e o que necessitamos é de um segundo atacante com mais mobilidade. Talvés Escudero entrasse bem nessa função mais avançada. Mas quem tiraria Borges ou André Lima quando os dois estão fazendo gols? Difícil sacá-los.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: