Gauchão – Santa Cruz 1 x 1 Grêmio

O fato de o goleiro César ter saído como herói demonstra como o Grêmio criou no primeiro tempo, e fato de o time ter tido tamanha presença no ataque é sempre positivo. Mas também causa certa preocupação, pois não é a primeira vez que o tricolor demonstra dificuldade em converter seu domínio em vantagem no placar. Magrão, Lúcio e Pessalli foram parados pelo arqueiro do Santa Cruz e pela trave.

Depois de ter “se escapado” nos 45 minutos iniciais, o time da casa demonstrou um pouco mais de iniciativa e passou a incomodar a meta defendida por Victor. Anelka assustou na cabeçada desferida aos 2 minutos. Aos 12, foi Alejandro que cabeceou, livre, mas dessa vez a o destino da bola foi o fundo do gol. O Grêmio tentou retomar o controle do jogo, mas foi ao ataque de forma desordenada. A partida estava muito truncada e o fato de Renato ter empilhado atacantes não alterou isso. Mas aos 43 minutos do segundo tempo, Borges (que já havia perdido três chances incríveis) sofreu e converteu uma penalidade máxima, anotando o 1×1 final.


Sem Rochemback e Douglas foi muito fraco o aproveitamento das bolas paradas. A bola que Lúcio colocou na trave foi o único lance em que o Grêmio levou perigo em cobranças de falta.

William Magrão foi o melhor do Grêmio. Está voltando a ser aquele volante que aparece constantemente dentro da área do adversário.

Faz uns 20 anos que a câmera do jogo nos Plátanos fica na altura do campo, o que deixa a transmissão bastante confusa. Será que ainda não deu tempo de achar uma solução para a posição das câmeras (parece que existem alguns pilares entre as cabines de imprensa e o campo)

Em meio a infindáveis perguntas sobre Falcão, Renato foi bastante feliz ao reconhecer que “Se hoje nós estamos indo para Erechim, somos os culpados.” Os gols perdidos, os pontos desperdiçados em Santa Cruz e, principalmente, em Caxias do Sul fizeram falta, forçando uma viagem longa e ainda podendo ocasionar um Grenal no campo do adversário.

Fotos: Fabiano do Amaral (Correio do Povo) e IG

Santa Cruz 1 x 1 Grêmio
Alejandro 57′
Borges (Pênalti) 88′

SANTA CRUZ: César; Anelka, Rodrigo Rizo e Luís Henrique; Régis, Xipote, Alejandro, Uillian e Cristiano (Vinícius); Juari (Osmar) e Leonardo (Maicon)
Técnico : Édson Porto

GRÊMIO
: Victor; Mário Fernandes, Rafael Marques, Rodolfo e Gilson (Escudero); Adilson, Willian Magrão (Vinícius Pacheco), Lúcio, Pessalli; Leandro (Lins) e Borges.
Técnico : Renato Portaluppi

7ª Rodada – 2º turno – Campeonato Gaúcho 2011
Data : 10/04/2011, domingo, 16h00min
Local : estádio dos Plátanos, em Santa Cruz do Sul – RS
Árbitro : Ronaldo Santos Silva (RS)
Assistentes : José Eduardo Calza e Marcelo Oliveira e Silva
Cartões amarelos : Luiz Henrique, Xipote, Régis, Rodrigo, Pessalli, Rodolfo
Gols : Alejandro, aos 12 minutos do segundo tempo; Borges (pênalti), a 43 minutos do segundo tempo.

2 Responses to “Gauchão – Santa Cruz 1 x 1 Grêmio”

  1. luís felipe Says:

    tem uma explicação para a câmera ficar na altura do campo: a cabine balança muito e dificulta a transmissão.

    naquele famoso jogo do 'Paulo Brito, viado' aos berros, tomando conta do som no show do intervalo (2001), esse problema ocorreu: quando os torcedores batiam na cabine, o chão tremia e a câmera também.

  2. Anonymous Says:

    tiveram sorte de não perder pro galo…. e a posição da câmera não tem nada de confusa, assim está bom e assim vai ficar.

    GAAAAAAAAAAAAAAAAAALO, GAAAAAAAAAAALO!!!!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: