Brasileirão – Grêmio 2 x 2 Atlético Mineiro

Foi um jogo igual, de equipes muito parecidas. E isso não é nenhum elogio aos dois times. Os clubes passam por momentos difíceis no campeonato, e isso é refletido no nervosimo dentro das 4 linhas. Como mandante, o Grêmio tentou propor o jogo, mas sem um meia clássico, a tarefa de armação de jogadas recaia sobre os volantes. Escudero jogava aberto pela ponta esquerda. Os melhores lances tricolores ocorreram quando a bola circulou naquele setor, mas infelizmente Lúcio estava em noite pouco insipirada e foram poucas as chances criadas. O Atlético esperou para sair no contra-ataque, e quase marcou com Patrick, mas Rafael Marques salvou em cima da linha.

No segundo tempo, Julinho sacou um volante e colocou Leandro em campo, passando Miralles para esquerda e centralizando Escudero. Mas a melhora tricolor se deu muito mais por iniciativa do guri do que pela mudança tática, e com 5 minutos o Grêmio fazia 1×0, num belo chute cruzado de Leandro. O problema é o empate ocorreu no lance seguinte, em outro grande arremate, dessa vez de André. Havia tempo de sobra para buscar um empate. Miralles teve boa chance, mas demorou na conclusão. Aos 34, Rochemback deu uma baita passe e Mário Fernandes sofreu o pênalti. O capitão gremista converteu. Mas foi justamente nos minutos finais, onde tinha vantagem, que o Grêmio mais foi pressionado pelo Atlético. Novamente, no minuto seguinte ao gol, Neto Berola driblou Victor , mas Lúcio barrou a conclusão. Depois disso, Victor ainda fez duas boas defesas, contudo aos 43, Leonardo Silva precisou saltar pouco para marcar o 2×2 final.


Victor não vem bem. Mas não vi falha dele ontem no jogo, a campanha contra é desproporcional. E quem acha que o goleiro da seleção é o problema do Grêmio precisa rever seus conceitos urgentemente.

Mais um gol em bola área em que ninguém salta. O preço disso vai ser sempre caro.

Mesmo que tenha assumido ao longo da competição, Julinho Camargo já deveria ter apresentado uma resultado melhor. Estranhamente o time vem jogando mais organizado fora de casa.

E a fase de alguns jogadores também não ajuda. E não são poucos os que estão mal. Conta-se nos dedos de uma mão os que tiveram atuações razoáveis ontem.

Não consegui ver o vídeo do lance entre Eron e Leandro. Confesso que fico um pouco assustado com as possíveis consequências disto.


Fotos: Richard Ducker, Luciano Leon e Grêmio Fotos

Grêmio 2 x 2 Atlético Mineiro
Leandro 50´
André 51´
Rochemback 79´
Leonardo Silva 88´

GRÊMIO: Victor, Mário Fernandes, Vilson, Rafael Marques e Lúcio; Gilberto Silva, Fábio Rochemback, Adilson (Leandro, intervalo) e Escudero (Marquinhos, 24’/2T); André Lima (Diego Clementino, 24’/2T) e Miralles.
Técnico: Julinho Camargo.

ATLÉTICO-MG: Giovanni, Werley, Leonardo Silva e Lima; Patric, Serginho (Toró, 15’/2T), Richarlyson, Caio e Eron (Giovanni Augusto, 24’/2T); André e Magno Alves (Neto Berola, 28’/2T).

Técnico: Dorival Júnior

14ª rodada – Brasileirão 2011
Data: 03 de agosto de 2011, quarta-feira, 19h30min
Local:
Estádio Olímpico, Porto Alegre (RS).
Público: 10.725 (9.022 pagantes)
Renda: R$ 133.236,00
Árbitro: Guilherme Cereta de Lima (SP)
Assistentes: Carlos Nogueira Júnior (SP) e Anderson Moraes Coelho (SP)
Cartões amarelos: Rochemback e Mário (Grêmio); Serginho, Toró e Caio (Atlético-MG).
Gols: Leandro, aos 5min; André, aos 6min; Rochemback, aos 34min (pênalti) e Leonardo Silva, aos 43min do 2º tempo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: