Copa do Brasil 1996


Retomando a série sobre as participações gremistas na Copa do Brasil.

No ano de 1996 o Grêmio se via envolto numa maratona de jogos. Ainda assim foi bem sucedido na Copa do Brasil, onde só parou na semifinal da competição, em função de um clamoroso “erro” da arbitragem.

Na primeira fase o Grêmio enfrentou o Operário. Vitória magra do tricolor no Mato Grosso do Sul e um susto no Olímpico, quando o time visitante saiu na frente, mas o Grêmio conseguiu virar para 3×1, com direito a um gol em homenagem aos Mamonas Assassinas marcado por Paulo Nunes.

As oitavas de final foram marcadas pelos três gols de pênalti marcados por Adílson no jogo de volta. Façanha que foi repetida em 2008 por Roger, contra o mesmo Atlético Paranaense.

Nas quartas de final a dificuldade não estava só no Criciúma, mas também no calendário tricolor, uma vez que o Grêmio também estava disputando concomitantemente o mata-mata da Libertadores daquele ano.

A semifinal foi com o Palmeiras, marcando mais um capítulo da rivalidade entre os dois times na metade dos anos 90. O Palmeiras, comandado por Luxemburgo, vinha credenciado pelo seu “ataque dos 100 gols“.

Na partida de ida, o Palmeiras venceu por 3×1. No jogo de volta, disputado numa sexta-feira (três dias depois da primeira partida da semifinal da Libertadores), o Palmeiras saiu na frente, aos 12 minutos do segundo tempo, num chute de Cláudio que desviou em Luizão. Jardel empatou aos 16 e Zé Alcino virou aos 33. Aos 49, Jardel marcou o gol que levaria o jogo para os pênaltis, mas o juiz Dacildo Mourão e do bandeirinha Paulo Jorge Alves anularam o tento, assinalando um impedimento inexistente.

O erro da arbitragem (devidamente registrado pelos cronistas de São Paulo) causou um pandemônio no Olímpico e motivou a histórica frase do presidente Fábio Koff sobre o “esquema Parmalat.

Primeira Fase – Jogo de ida
Operário-MS 0 x 1 Grêmio
Data: 6 de fevereiro de 1996, terça-feira
Local: Estádio Pedro Pedrossian, em Campo Grande MS
Juiz: Joelmes da Costa (MT)
Auxiliares: Mário Martins Rodrigues e Claúdio Costa cacho
Gol: Paulo Nunes aos 19 minutos do primeiro tempo


Primeira Fase – Jogo de volta
Grêmio 3 x 1 Operário-MS
Data: 5 de março de 1996, terça-feira
Local: Estádio Olímpico
Público: 10.921 (8.364 pagantes)
Renda: R$ 78.797,00
Juiz: Osvaldo Meira Jr (SC)
Auxiliares: Roque Bohmnerger e Paulo Conceição
Gols: Nilson Aragão (20/2ºT), Silvio (22 e 25/2ºT) e Paulo Nunes (48/2ºT)

———————————————————————————–

1996

Oitavas de Final- Jogo de Ida
Atlético Paranaense 1 x 1 Grêmio
Data: 26 de março de 1996
Local: Estádio da Baixada, em Curitiba-PR
Público: 14.446
Renda: R$ 188.440,00
Juiz: Cláudio Cerdeira-RJ
Gols: Carlos Miguel 4/1ºT e Andrei 39/1ºT

1996-atletico-pr-volta

Oitavas de Final- Jogo de volta
Grêmio 3 x 0 Atlético Paranaense
Data: 19 de abril de 1996
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre-RS
Público: 27.983
Renda: R$ 373.149,00
Juiz: Wilson de Souza Mendonça-PE
Gols: Adílson 18/2ºT, 25/2ºT e 50/2ºT (Todos de pênalti)
———————————————————————————–

1996-criciuma

Quartas de final- Jogo de ida
Criciúma 1 x 1 Grêmio
Data: 03 de maio de 1996
Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma-SC
Público: 14.003
Renda: R$ 118.353,00
Juiz: Leo Feldman-RJ
Gols: Goiano 34/1ºT e Wanderley 44/1ºT

1996-criciuma-volta

Quartas de final- Jogo de volta
Grêmio 2 x 0 Criciúma
Data: 10 de maio de 1996
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre-RS
Público: 25.116
Renda: R$ 194.432,00
Juiz: Márcio Rezende de Freitas-MG
Gols: Aílton 10/1ºT e Dinho 18º/1ºT
———————————————————————————–

Semifinal – Jogo de ida
Palmeiras 3×1 Grêmio


PALMEIRAS: Velloso; Cafu, Sandro, Cléber e Júnior (Cláudio); Flávio Conceição (Galeano), Amaral, Djalminha e Rivaldo; Muller e Luizão (Elivélton)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

GRÊMIO: Danrlei; Arce, Rivarola, Luciano e Carlos Miguel; Dinho (Emerson), Luiz Carlos Goiano, João Antonio e Aílton (Rodrigo Mendes); Paulo Nunes (Zé Alcino) e Jardel.
Técnico: Luís Felipe Scolari

Data: 29/05/1996
Local: Estádio Parque Antártica
Público: 29,747
Renda: 331.224,00
Árbitro: Wilson de Souza Mendonça
Cartões Amarelos: Luizão, Cleber, Dinho, Goiano, Djalminha e Muller
Gols: Rivaldo aos 35/1ºt, Djalminha 47/1ºt, Paulo Nunes 9/2ºt e Muller 34/2ºt


Semifinal – Jogo de volta
Grêmio 2 x 1 Palmeiras


GRÊMIO: Danrlei, Arce, Rivarola, Luciano e Roger; Adílson, João Antônio, Aílton e Rodrigo Mendes (Zé Alcino); Paulo Nunes e Jardel
Técnico: Luís Felipe Scolari

PALMEIRAS: Velloso; Cafu, Sandro Blum, Cláudio e Júnior; Galeano, Amaral, Djalminha ( Roque Júnior) e Rivaldo;, Müller ( Marquinhos) e Luizão (Elivélton)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre-RS
Data: 07 de junho de 1996, sexta-feira, 21h35min
Renda: 384.050,00
Público: 36,808
Juiz: Dacildo Mourão
Bandeirinha: Paulo Jorge Alves
Cartão Amarelo: Júnior, João Antônio, Sandro, Amaral, Cafu, Rodrigo Mendes, Paulo Nunes, Luciano, Arce, Adílson, Djalminha, Velloso e Cláudio
Cartão Vermelho: Sandro
Gols: Cláudio 12/2ºT, Jardel 16/2ºT e Zé Alcino 33/2ºT

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: