Copa do Brasil – Grêmio 3 x 1 River Plate-SE

O Grêmio não fez boa partida contra o River ontem no Olímpico. Venceu pelas circunstâncias do jogo, pela vantagem que trouxe do jogo de ida e pela óbvia maior qualidade do seu grupo.

Sequer é possível dizer que o Grêmio levou um susto ou foi surpreendido pelo gol dos visitantes, uma vez que eles já tinham mostrado nos minutos inicias que vieram até Porto Alegre para jogar bola e estavam gostando da partida.

Apesar de ainda ter uma vantagem confortável, o time e a torcida do Grêmio se mostraram ansiosos, e em campo se via uma série de jogadas precipitadas. O River sempre conseguia avançar bastante em seus ataques, se aproveitando da falta de combate do meio campo tricolor. Ainda assim o Grêmio obrigava o pesado goleiro Pablo a trabalhar e empatou aos 35 minutos do primeiro tempo, num lance em que Marcelo Moreno fez de tudo para provar quefeio é não fazer gol“.

Ainda no primeiro tempo, o River perdeu o atacante Lelê, que recebeu cartão vermelho. Isso determinou um segundo tempo em que o jogo aconteceu quase todo próximo ao gol do time de Sergipe, mas sem uma pressão forte ou um abafa do time tricolor. O que se viu foi uma pouco inspirada troca de passes por parte do Grêmio, tentando furar a bem postada defesa adversária. Os gols de Werley e de Léo Gago acabaram saindo muito mais pela insistência do Grêmio e pelo cansaço do River.

Bertoglio finalmente começou de titular. Era uma experiência válida e aguardada por todos. Só que infelizmente o argentino não foi bem. Me pareceu um tanto afoito e, principalmente, perdido no posicionamento. Em nenhum momento ficou claro se ele era o quarto jogador do meio campo ou um terceiro atacante. Eu acho que ainda cabem mais testes, especialmente com Bertoglio jogando na frente de três volantes.

Novamente me reconforta o fato de que Luxemburgo viu o excessivo espaço que o meio campo do Grêmio cedeu.

Bom público no jogo de ontem. Me arrisco a dizer que este deve ter sido o maior público do Olímpico num jogo de primeira fase da Copa do Brasil.

Achei exagerada a expulsão do jogador do River. Era lance para cartão amarelo.

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 3 x 1 River Plate-SE

GRÊMIO: Victor, Gabriel, Werley, Gilberto Silva e Pará; Fernando, Souza (Léo Gago, 13’/2ºT), Marco Antônio (Marquinhos, 20’2ºT) e Bertoglio; Kleber e Marcelo Moreno (André Lima, 25’2ºT)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

RIVER PLATE-SE: Pablo; Fabiano, Fernando Belém, Thiago Papel e Glauber (Fabinho, 32’2ºT); Fernando Pilar (Misael, Intervalo), Charles, Wallace, Almir Sergipe e Jonathan (Claudinei, 27’2ºT); Lelê
Técnico: Luiz Carlos Cruz.


1ª Fase – Jogo de volta – Copa do Brasil 2012
Data: 21 de março de 2012, Quarta-feira, 19h30min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Público total: 20.009 (16.769 pagantes)
Renda: R$ 263.559,25
Árbitro: Célio Amorim (Aspirante Fifa/SC)
Assistentes: Josué Gilberto Lamim (SC) e Neuza Inês Back (SC)
Cartões amarelos: Gilberto Silva e Léo Gago (G); Charles (R)
Cartão vermelho: Lelê (36/1ºT)
Gols: Lelê (11min/1ºT); M.Moreno (35min/1ºT), Werley (34min/2ºT) e Léo Gago (40min/2ºT)

One Response to “Copa do Brasil – Grêmio 3 x 1 River Plate-SE”

  1. Vicente Fonseca Says:

    Grêmio 1 x 0 Bahia, em 2005, teve 22 mil torcedores. Mas creio que este deva ter sido o segundo melhor público em uma primeira fase, seguido daqueles 18 mil contra o Jaciara, em 2008.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: