1935 – Cruzeiro 0 x 0 Grêmio

Amanhã, Grêmio e Cruzeiro voltam a se enfrentar pelo campeonato gaúcho. Dessa vez o confronto se realizará em Novo Hamburgo.

Em 1935 o jogo foi realizado no Campo do Caminho do Meio, que foi a casa do Cruzeirinho nas décadas de 1920 e 1930.

Os times (já) eram considerados tradicionais rivais. A reportagem do Diario de Notícias traz algumas outras curiosidades, como o nome do tricolor grafado como “Gremio FUTEBOL Porto Alegrense” e pela crônica ter considerado umo 0x0 a melhor partida da temporada. Da mesma forma é interessante notar como o jornal registrava a escalação das equipes (Num 2-3-5)

Além disso, chama a atenção o fato de o jogo ter sido apitado por um jogador do Americano, que era outro time que disputava o Citadino. Um impedimento por ele marcado causou controvérsia, então o juiz foi procurado pela reportagem e admitiu o seu equívoco.

“A Associação Metropolitana Gaucha de Esportes Atleticos está de parabens com a realização, domingo ultimo, do encontro de futebol entre as esquadras representativas do Gremio Futebol Porto Alegrense e Esporte Clube Cruzeiro.

A luta entre os dois tradicionais rivais no nosso desporto foi, sem favor algum, a melhor das que até hoje se assistiu na presente temporada futebolistica, pois ambos os quadros lutaram com ardor e tecnica, do principio ao fim do encontro, sem procurarem, como tem acontecido noutros encontros, o jogo pessoal e a violência.

O resultado final do grande encontro, que levou ao campo do Caminho do Meio uma avultada assistência, diz, perfeitamente, do que foi a partida.

Os dois quadros, agindo admiravelmente, souberam compreender as suas responsabilidades, dando ao mundo desportivo da metrolope ensejo de apreciar um encontro cheio de lances emocionantes e fase dignas de verdadeiras desportistas. Os vinte e dois jogadores em campo agiram de forma impecavel, notadamente os triangulos finais e a linha média de quadro cruzeirista, que no encontro de domingo se sagrou a mais completa da capital.

No onze do Gremio é lícito destacar-se a ótima atuação do goleiro Chico, que fez a melhor de suas partidas, praticando defesas dificilimas e intervindo sempre com impecável segurança.

Na linha media o melhor foi Mascarenhas, que encontro contra Cruzeiro revelou qualidades que tanta fama lhe deram no interior do Estado.

Os atacantes fizeram uma boa partida, não havendo nomes a destacar.

O quadro Cruzeirista, que nas partidas em que tomára parte na presente temporada não revelára seu verdadeiro jogo, rehabilitou-se ótimamente no encontro de domingo.

Edmundo foi o mesmo goleiro agil e seguero que estamos acostumados a ver.

Cauduro e Espir fizeram jogadas verdadeiramente dignas de craques, principalmente o primeiro, que no encontro contra o Grêmio, revelou qualidades admiraveis, máu grado o pouco treino e seu fisico.

A linha média cruzeirista atuou de forma impecavel, principalmente Russo, que na luta de domingo fez mais uma das jogadas que o consagraram em sua posição.

Os atacantes jogaram bem, sendo de justiça destacar Souza, que jogada de ante-ontem fez uma partida simplesmente admiravel.

O JUIZ

Foi juiz do encontro o sr. Cantidio Oliveira, do Esporte Clube Americano, que de inicio atuou bem, passando, depois a agir com menos calma e muita indecisão.

A assistência, por vezes, como quando o Cruzeiro conquistou um tento, reclamou suas decisões.

A nosso vêr, s s. cobrou mal a penalidade contra o quadro do Caminho do Meio, pois a regra do futebol associação é bem clara, quando afirma que um “off-side” não será cobrado, desde que o goleiro, ou mesmo outro jogador tenha intervido na jogada manda a bola para o centro do campo.

E foi o que ocorreu: Hermínio e chutou a golo. Chico defendeu e Cascão (que esteve fora de jogo) emendou, conquistando o golo, que foi anulado.

A intervenção de Vanario e Souza, empurrando a bola para a rede foi tardia, porquanto aquela já havia transposto a linha de golo.

Esse fato, porém, não anulou a honestidade com que agiu o juiz Cantidio Oliveira. Foi um erro.” (Diário de Notícias – 11 de junho de 1935)


“O sr. Cantidio Oliveira, depois de se referir aos comentarios que circulavam, disse-nos que si foi o goleiro Chico defendeu a bola, mandando-a para o centro do campo, antes de Cascão intervir na jogada, como mandam todas as regras do futebol associação, o golo foi legítimo. Acrescentou, porém, que não percebeu bem a jogada, motivo pelo qual anulou o golo. Agora, porém, está convencdio do seu erro, aliás perfeitamente justificavel, em virtude de se ter formado em frente do quadrilátero gremista, uma escrimage, no momento em que se registraram as jogadas das quais resultou o discutido ponto. Havia muita gente em frente ao arco, motivo pelo qual não ponde ele observar a tirada do goleiro tricolor.” (Diário de Notícias – 11 de junho de 1935)

Cruzeiro 0 x 0 Grêmio
Data: 9 de junho de 1935, domingo, 16h00min
Local: Campo do Caminho do Meio

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: