Archive for March, 2012

Presença de Público no Brasileirão (2006-2011)

March 13, 2012

Eu atualizei o meu levantamento sobre a presença de público no Estádio Olímpico em jogos do campeonato brasileiro com os dados da competição de 2011. O resultado não foi alterado sensivelmente.

Em 111 jogos, a média de público pagante foi de 22.207 espectadores. Já a média de público total é de 25.145 torcedores.

E a torcida segue comparecendo em maior número nos jogos realizados em finais de semana:


Os jogos disputados em finais de semana levam 41% mais torcedores ao Olímpico do que os jogos disputados em finais de semana.

Advertisements

Gauchão – Grêmio 5 x 0 Novo Hamburgo

March 12, 2012

5×0 sobre o Novo Hamburgo. O Grêmio teve bom desempenho e bom resultado pela primeira vez desde que Vanderlei Luxemburgo assumiu. Coincidência ou não, foi a primeira vez que atual treinador gremista conseguiu repetir o meio-campo usado no grenal, num esquema com três volantes. No primeiro tempo o Grêmio foi seguro, saindo na frente logo aos 6 minutos e controlando o jogo. Na segunda etapa o tricolor aproveitou o desânimo do Noia e marcou mais quatro tentos.

O fato de o Grêmio não ter sofrido gol (ou mesmo muitos riscos) me agrada tanto quanto os cinco gols marcados.

Werley foi bem nas poucas vezes que foi exigido. Acho muito mais justo avaliar ele por um jogo inteiro do que por um vídeo de piores momentos editado para fins cômicos.

Aos poucos a torcida vai reconhecendo a contribuição de Marco Antônio para o time.

Outro atleta que vem sofrendo com críticas desproporcionais é André Lima. Hoje ele marcou o primeiro e deu grande passe na jogada do segundo gol.

Achei muito pertinente o que Luxemburgo disse sobre o posicionamento de Bertoglio e a orientação que deu para Kleber deixar de buscar o contato com o adversário.

Fotos: Correio do Povo (Arthur Puls) e Terra (Wesley Santos)

Grêmio 5 x 0 Novo Hamburgo

GRÊMIO: Victor; Gabriel (Pará), Werley, Gilberto Silva e Julio Cesar; Fernando, Souza (Marquinhos), Léo Gago e Marco Antonio; Kleber e André Lima (Bertoglio).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

NOVO HAMBURGO: Eduardo Martini; Pedro Silva (Paulinho Macaíba), Alexandre, André Paulino e Luis Henrique (Pedrinho); Zaquel, Márcio Hahn (Dimitri), Chicão, Clayton; Juba e Mendes.
Técnico: Itamar Schulle.


2ª Rodada – 2º Turno – Campeonato Gaúcho 2012
Data: 11 de março de 2012, domingo, 16h00min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Público: 17.598 (10.655 pagantes)
Renda: R$ 234.818,50
Árbitro: Anderson Daronco
Auxiliares: Júlio Cesar Santos e Maurício Penna.
Cartões amarelos: Léo Gago (Grêmio); Márcio Hahn, Luis Henrique, André Paulino (Novo Hamburgo)
Gols André Lima, aos 6 minutos do primeiro tempo; Kleber, aos 8; Souza aos 22; Fernando, aos 38 e Bertoglio, aos 41 minutos do segundo tempo.

Taça da Legalidade 1962 – Inter 1 x 2 Grêmio

March 9, 2012
Link

No dia 11 de março de 1962 o Grêmio, já campeão da Taça da Legalidade ia até o Estádio dos Eucaliptos enfrentar o Internacional pela último rodada do campeonato sul-brasileiro. Era a chance de coroar aquela campanha com uma vitória em clássico, uma vez que o Grenal do primeiro turno terminou empatado.
O Grêmio terminou os primeiros 45 minutis atrás do marcador, mas se recompos no segundo tempo e conseguiu a virada com gols de Vieira e Joãozinho, sagrando-se assim campeao invictro do torneio.

“Na foto acima, vemos um flagrante do match clássico de anteontem, no momento em que a meta tricolor passou por apuros: Gilberto,da extrema esquerda, chutou forte: a bola passou entre todos os jogadors, para finalmente sair pela linha de fundo da meta guardada por Irno. É interessante salientar ainda, como pode ser observado, o número de “penetras” que se encontrar localizado atrás da cidadela então guarnecida por Irno (no 1ºtempo). Felizmente, para acabar com tais abusos, a Polícia, de acordo com a alta direção da FRGF, determinará de agora em diante que somente entrarão no local da disputa pessoas credenciadas e portadoras de emblemas especiais, medida que de fato há muito tempo merecia ser olhada pelas direções dos nossos clubes.” (Correio do Povo – 13 de março de 1962)


Inter 1 x 2 Grêmio

GRÊMIO: Irno, Sérgio, Airton, Ortunho e Mourão; Elton, e Milton; Adroaldo, Gessi, (Juarez) Joãozinho e Vieira
Técnico: Ênio Rodrigues

INTERNACIONAL: Gainete, Zangão, Ari, Cláudio e Nilo; Sérgio Lopes e Osvaldinho; Sapiranga, Flávio (Tite), Larri (Vevé) e Gilberto.
Técnico: Carlos Froner


Taça da Legalidade (Campeonato Sul-brasileiro) – 10ª Rodada
Data: 11 de março de 1962, domingo
Local: Estádio dos Eucaliptos, em Porto Alegre
Renda: Cr$ 1.497.100,00
Juiz: Romulado Arpi Filho
Gols: Sapiranga, Joãozinho e Vieira

Copa do Brasil – River Plate-SE 2 x 3 Grêmio

March 8, 2012

Como já vimos, a vitória por mais de um gol de diferença em estreia não é tão comum assim e talvez fosse um exagero “exigir” isso de um time um formação. O que a torcida poderia exigir era um Grêmio tentando se impor diante de um adversário bem menos qualificado. Mas isso não aconteceu, sobretudo no primeiro tempo, onde o Grêmio parecia desinteressado, lento, e maioria dos passes tricolores eram trocados entre a sua dupla de zaga. O River de Carmópolis viu que era possível enfrentar o Grêmio, passou a gostar do jogo, tentando chutes de fora da área e assim acabou marcando aos 42, com Almir Sergipe.

O 1×0 do primeiro tempo já era ruim, e a situação ficou ainda pior quando Naldo falhou, perdendo a bola para a Jonathan que marcou um golaço. Aí o Grêmio teve que agir para evitar um fiasco. Luxemburgo mexeu bastante no time. Deu algum resultado, mas a equipe ainda parecia estar “fazendo força” para jogar. O 2×1 saiu num gol contra de Fernando Belém, aos 22, mas o empate e a virada só foram acontecer nos minutos finais, com Kléber e Bertoglio, quando o River tinha um jogador a menos em campo.

O resultado, por si só, até que foi bom, mas a atuação foi muito preocupante. Ainda que sejam levados em conta fatores como time em formação e técnico começando.

De positivo fica o espírito de luta e a inconformidade com o resultado mostrada nos minutos finais. Mas não era jogo para superação, e sim para uma exibição mais tranqüila.

Bertoglio vai ganhando espaço. Deu importante contribuição nos dois últimos gols.

Luxemburgo, mais uma vez, viu bem o jogo. Gostei do fato dele ter promovido a entrada de Leandro, que estava sendo injustamente criticado por ter jogado fora de posição nos primeiros jogos de 2012.


River Plate-SE 2 x 3 Grêmio

RIVER PLATE-SE Pablo; Fernando Belém, Bebeto e Fainho; Lelê, Misael, Wallace e Almir Sergipe, Charles (Fernando Pilar, 29’2T) e Gláuber; Leandro Kivel (Jonathan, 21’2T)
Técnico: Luiz Carlos Cruz.

GRÊMIO: Victor, Gabriel, Gilberto Silva, Naldo e JulioCesar; Fernando, Léo Gago (Bertoglio, intervalo), Marco Antônio e Marquinhos (Leandro, 11’2T); Kleber e Marcelo Moreno (André Lima, 12’2T)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

1ª Fase – Jogo de Ida – Copa do Brasil
Data: 7/3/2012, quarta-feira, 22h00min
Local: Estádio Lourival Baptista, em Aracaju (SE)
Árbitro: Emerson Luiz Sobral (PE)
Auxiliares: Jossemmar J. Diniz Moutinho (PE) e Albino Andrade Albert Júnior (PE)
Cartões amarelos: Fernando Belém, Bebeto e Lelê (RIV); Gilberto Silva, Bertoglio e Fernando (GRE)
Cartão vermelho: Bebeto (RIV), 31’2T
Gols: Almir Sergipe, 42’1T; Jonathan, 4’2T; Fernando Belém (contra), 22’2T; Kleber, aos 45’2T e Bertoglio, aos 48’2T(2-3)

Estreias em Copa do Brasil

March 6, 2012
Amanhã, o Grêmio inicia sua 19ª participação na Copa do Brasil. A esperança é a de que o Grêmio já despache o River Plate de Sergipe na partida de ida, vencendo por 2 ou mais gols de diferença.

Contudo, o retrospecto tricolor nas estreias das suas participações anteriores recomenda um pouco mais de cautela. Vejamos os números:

Foram 11 vitórias, 5 empates e 2 derrotas.
Em apenas 3 ocasiões o Grêmio venceu por dois ou mais gols de vantagem.

Vale lembrar que a regra que elimina o jogo de volta em caso de vitória do time visitante por 3 ou mais gols no primeiro jogo das fases iniciais foi introduzida em 1995 e em 1996 a exigência baixou para dois gols, portanto o Grêmio só eliminou o jogo da volta em duas ocasiões.

Também é importante ressaltar que a partir de 2001 os times que participam da Libertadores ficaram de fora da Copa do Brasil. Por esse motivo o Grêmio não disputou as edições de 2002, 2003, 2007 , 2009 e 2011.

Abaixo os confrontos detalhados por ano:

1989
19/7/1989 – Quarta-Feira – 21h30min
Ibiraçu-ES 0x1 GRÊMIO –
Gol: Alfinête 07 do 2º tempo
Local: Estádio Engenheiro Alencar Araripe,Cariacica-ES

1990
27/06/1990 – Quarta-feira – 21h00min
Joinville-SC 1×1 Grêmio
Gols: Nardela (Joi) e Nílson (Grê)
Local: Estádio: Ernesto Sobrinho

1991
21/02/1991 – Quinta-feira – 21h00min
Auto Esporte-PB 0x1 Grêmio
Gol: Vilson (pênalti)
Estádio: Almeidão, em João Pessoa – PB

1992
21/07/1992 – Terça-feira – 20h30min
Ji-Paraná 0x4 Grêmio
Gols: Caio 16/1T, Caio 18/1T, Carlinhos 37/2T, Marcos Severo 39/2T
Estádio: Aluízio Ferreira,Porto Velho-RO

1993
12/03/1993 – Sexta-feira – 20h00min
Sorriso-MT 1 x 1 Grêmio
Gols: Carlos Miguel (Grê), Róbson (Sor)
Local: Estádio Egídio José Preima, em Sorriso-MT

1994
11/2/1994 – Sexta-feira- 20:30
Criciúma 2 x 2 Grêmio
Gols: Carlinhos 25/1T, Roger 12/2T, Gílson 33/2T, Vilmar 36/2T
Local: Heriberto Hülse, Criciúma

1995
14/02/1995 – Terça-feira – 20:30
Desportiva-ES 0 x 1 Grêmio
Gol: Jardel
Local: Estádio Engenheiro Alencar Araripe,Cariacica-ES

1996
06/02/1996 – Terça-feira
Operário-MS 0x1 Grêmio
Gol: Paulo Nunes, aos 19 do 1º tempo
Local: Estádio Pedro Pedrossian, em Campo Grande-MS

1997
18/3/1997 – terça-feira – 20:30
Fortaleza 2x 3 Grêmio

Gols:Sandro Gaúcho 12/1T (pen), Zé Alcino 27/1T, Paulo Nunes 36/1T, Zé Alcino 07/2T, Paulo Silva 43/2T
Local: Estádio Castelão,Fortaleza-CE

1998
11/02/1998 – Quarta-feira – 20h30
Linhares-ES 0x0 Grêmio
Local: Estádio Guilherme Carvalho, em Linhares

1999
03/03/1999 – Quarta-feira – 20h30
ABC-RN 1×2 Grêmio
Gols: Palhinha e Walmir (Grêmio), Theo (ABC)
Local: Estádio Machadão, em Natal-RN


2000
22/03/2000 – Quarta-feira – 21h40min
União-MT 0x4 Grêmio
Gols: Ronaldinho (2), Nenê e Zinho
Local: Estádio Luthero Lopes, Em Rondonopolis

2001
14/3/2001 – Quarta-feira – 20:30
Villa Nova-MG 3×2 Grêmio
Gols:Anderson Lima 34/1T, Paulo César 39/1T, Paulo César 07/2T, Anderson Lima 26/2T, Wellington Amorim 32/2T
Local: Estádio Castor Cifuentes – Penidão, Nova Lima-MG

2004
04/02/2004 – Quarta-feira – 21h45min
Chapadão-MS 0x0 Grêmio
Local: Estádio Morenão, em Campo Grande (MS)


2005
16/02/2005 – Quarta-feira
Bahia 2×1 Grêmio
Gols: Guaru e Viola (Bahia), Somália (Grêmio)
Local: Estádio Fonte Nova , em Salvador, BA

2006
22/02/2006 (quarta-feira)
Piauí 1 x 2 Grêmio
Gols: Lucas (aos 38min do 1º tempo); Pedro Júnior (aos 6min), e Joniel (aos 15min do 2º tempo)
Local: Estádio Albertão, em Teresina-PI

2008
14/02/2008 – quarta-feira – 21h45min
Grêmio Jaciara 0 x 1 Grêmio F.B.P.A
Gol: Tadeu (G), aos 44 minutos do segundo tempo
Local: Estádio Verdão, em Cuiabá (MT).

2010
10/02/2010 – quarta-feira – 19h30min
Araguaia 1 x 3 Grêmio
Gols: Gledson aos 37min do 1º tempo e Borges aos 39min do 1º tempo. Rochemback, aos 12min e Borges aos 40min do 2º tempo
Local: Estádio Luthero Lopes, Rondonópolis (MT).

Gauchão – Cerâmica 1×2 Grêmio

March 4, 2012

O Grêmio fez o resultado, mas não me parece que tenha tido uma boa atuação. É claro que precisamos avaliar as circunstâncias da partida, e a de hoje foi a que o Grêmio marcou cedo (Marco Antônio lançou, Marquinhos dominou e caiu, eu não vi falta, mas o juiz marcou pênalti, que Kléber converteu). O 1×0 antes dos 15 minutos acabou determinando um ritmo mais lento, mais estudado, por parte do Grêmio. Isso não mudou muito no segundo tempo, ainda mais depois de que o 2×0 foi alcançado aos 4 minutos, num belo contra-ataque, Marquinhos lançou Marcelo Moreno na ponta direita, a bola chegou rasteira em Gabriel, que serviu Marco Antônio. Mas o Cerâmica reagiu, descontou com Zeferino, num lance de desatenção da defesa do Grêmio e ficou vivo na partida até o seu final, tentando o empate, ainda que sem criar uma grande pressão.

Interessante notar que o time deixou de lado os toque curtos, preferindo ir ao ataque com lançamentos feitos as costas da defesa adversária.

Achei que a zaga do Grêmio ficou demasiadamente exposta no jogo. Por diversas vezes Gilberto Silva e Naldo foram obrigados a sair na caça dos atacantes.


FACUNDO Bertoglio jogou pouquíssimo tempo, mas deu esperanças a torcida. Mostrou que pode entrar bem nesse time do Grêmio, como um quarto jogador de meio campo.

Como já disse, não vi falta em Marquinhos no lance em que foi marcado pênalti para o Grêmio. Márcio Chagas foi muito mal na partida. Mas a arbitragem gaúcha é estranhamente avaliada. Tem jornalista que sustenta que Leandro Vuaden está abaixo de Carlos Simon, e que está último serve de referência aos demais.

“Nosso time precisa fazer o adversário sofrer para fazer um gol
“, achei muito pertinente a frase de Luxemburgo no pós-jogo.

Cerâmica 1×2 Grêmio

CERÊMICA: Cesar Luz, Saraiva, Djair, Fábio Silva e Pedro (Marcão, 16’2T); Róbson, Maurinho, Rafael Carvalho (Léo Mineiro, 17’2T) e Rogerinho; Cidinho e Dinei (Zeferino, intervalo)
Técnico: Hélio Vieira.


GRÊMIO: Victor, Gabriel, Gilberto Silva, Naldo e Julio Cesar, Fernando, Léo Gago (Pará, intervalo), Marco Antônio (Bertoglio, 30’2T) e Marquinhos; Kleber e André Lima (Marcelo Moreno, intervalo)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

1ª Rodada – 2º Turno – Campeonato Gaúcho 2012
Data: 4/3/2012, domingo, 16h00min
Local: Estádio Antônio Vieira Ramos (Vieirão), Gravataí (RS)
Público: 7500 pagantes.
Árbitro: Márcio Chagas (RS)
Auxiliares: Carlos Henrique Selbach (RS) e João Lúcio Júnnior (RS)
Cartões amarelos: Dinei, Rafael Carvalho, Rogerinho, Djair, Saraiva e Léo Mineiro (CER); Naldo e Marquinhos (GRE)
Gols: Kleber, 13’1T; Marco Antônio, 4’2T e Zeferino, 14’2T(1-2).