Copa do Brasil 1997 – Corinthians 1×2 Grêmio

by

No dia 08 de maio de 1997, o Grêmio enfrentou o Corinthians no Morumbi, pela semifinal da Copa do Brasil. O clima em São Paulo era tenso. No dia anterior, veio à tona o escândalo Ivens Mendes, no qual o presidente do Corinthians, Alberto Dualib, estava envolvido.

Era mais um jogo da maratona que o Grêmio foi submetido naquele semestre. Dois dias antes, o tricolor tinha passado, nos pênaltis, pelo Guarany do Paraguai, nas oitavas de final da Libertadores.

Além disso, o tricolor tinha outras dificuldades para partida. Danrlei estava suspenso em razão do cartão vermelho recebido contra o Vitória, na Fonte Nova, pelas quartas de final. Murilo, que voltava de uma lesão no tornozelo assumiu a responsabilidade de defender a meta gremista. Mas foi o terceiro goleiro do Grêmio que acabou se tornando um dos principais personagens daquele jogo.

Sílvio já estava com um dedo quebrado (o mínimo da mão esquerda) quando apenas assistia a partida do banco de reservas. De lá ele saiu ainda no primeiro tempo, para ocupar o lugar de Murilo, que havia sido expulso. Mesmo com um jogador a menos em campo, o Grêmio abriu 2×0. Silvio não conseguiu evitar que Marcelinho Carioca descontasse em cobrança de falta, mas garantiu a vitoria gremista com uma boa dose de sacrifício: Aos 42 minutos, Márcio Rezende de Freitas marcou um pênalti inexistente para o time da casa. Marcelinho acertou a trave e na volta a bola atingiu a já lesionada mão esquerda do goleiro gremista, quebrando mais um dedo (o anular).

A história da partida sofreu alteração aos 37 minutos. Túlio escapou em velocidade. Murilo saiu da goleira e, fora da área, ao ser driblado, defendeu com a mão. Levou o vermelho. A exemplo dos 2 últimos jogos, mais uma vez o Grêmio ficava com 1 jogador a menos. Logo depois, Dinho sentiu lesão e pediu para sair. O jogo começava a ficar dramático.” (Correio do Povo – 9 de maio de 1997)

Tudo parecia bem, mas aos 34 Marcelinho marcou de falta e, aos 40, o juiz assinalou um pênalti inexistente. Só que Marcelinho acertou na trave. No final, Márcio Resende de Freitas deixou de assinalar uma falta dentro da área. Paulo Nunes foi obstruído e o juiz poderia ter marcado, pelo menos, dois toque com barreira.

O Grêmio seguiu se defendendo, povoando as imediações da grande área e saindo em contra-ataques perigosos, baseados na habilidade de Carlos Miguel e Paulo Nunes. Otacílio, de tanto correr, sentiu cãibras e foi substituído. Em diversos chutes de meia distância o Corinthians chegou a ameaçar, mas então, o terceiro goleiro, Sílvio, brilhou. O Grêmio resistiu. Mais um drama. Mais uma vitória do Grêmio” (Zero Hora – 9 de maio de 1997)

“Corinthians perde pênalti e partida Equipe teve a chance do empate em pênalti desperdiçado por Marcelinho, aos 42 minutos do segundo tempo

O Corinthians perdeu para o Grêmio ontem, por 2 a 1, no Morumbi, na primeira partida semifinal da Copa do Brasil.
O segundo jogo será disputado em Porto Alegre, na próxima quinta, dia 15.
No início do jogo, precavidos, os dois times evitavam arriscarem-se ao ataque.
O Grêmio, bem fechado na defesa, insistia em interromper a partida com faltas _foram sete, antes dos 15 minutos iniciais.
Já o Corinthians tentava as jogadas pela direita, com triangulações entre Rodrigo, Donizete e Marcelinho.
A primeira grande chance do jogo só aconteceu aos 31min. Souza fez boa jogada pelo meio e lançou Donizete, que chutou por cima.
Seis minutos depois, Túlio carregou a bola e, ao tentar passar pelo goleiro gremista, este evitou o drible desviando, fora da área, a bola com a mão. O goleiro foi expulso.
Na segunda etapa, o técnico Nelsinho Batista tirou o volante Gilmar e colocou o atacante Romerito, tentando se beneficiar do fato de ter um jogador a mais.
A tática não deu resultado e, aos 24min, o Grêmio, que não tinha criado uma chance clara de gol, recebeu a ajuda da defesa corintiana.
Rodrigo foi tentar cortar um cruzamento de Paulo Nunes e marcou gol contra.
O Corinthians partiu para o ataque e, sete minutos depois, Paulo Nunes recebeu livre dentro da área, driblou Ronaldo e fez 2 a 0.
O Corinthians diminuiu aos 33min, quando a torcida vaiava, com Marcelinho cobrando falta.
Aos 40min, o juiz marcou pênalti duvidoso de Roger em Rodrigo. Marcelinho chutou na trave, desperdiçando a última chance.” (Folha de São Paulo, 9 de maio de 1997)


“Garra tricolor
O goleiro Sílvio, do Grêmio, quebrou um dedo da mão esquerda na vitória contra o Corinthians, quinta-feira, pela Copa do Brasil. Mas não reclama. ”É preferível quebrar o dedo a perder”, disse Sílvio, terceiro goleiro do Grêmio. Sílvio entrou frio na partida contra o Corinthians, mas conseguiu fazer defesas importantes. Ainda teve sorte, pois Marcelinho Carioca chutou na trave o pênalti _na rebatida, a bola quebrou seu dedo.” (Folha de São Paulo, 9 de maio de 1997)

“Silvio, que atuou com o minguinho fissurado, saiu de campo com outra fratura na mão esquerda e o Grêmio pode ficar sem goleiro reserva no banco no jogo de volta, quinta feira. No pênalti desperdiçado por Marcelinho Carioca, o goleiro fraturou o dedo anular. “Não posso falar gente, estou com muita dor”, justificou-se aos repórteres. ” (Zero Hora – 9 de maio de 1997)

“Braço esquerdo numa tipóia, dois pinos instalados na mão, resultado da operação realizada pelo médido e diretor de futebol Márcio Bolzoni (E), o goleiro Sílvio está fora da partida contra o Corinthians. Como Murilo foi expulso em São Paulo, caberá ao júnior Eduardo (18 anos e 1,88m) a tarefa de ficar no banco. Ontem Sílvio já não sentia mais dor no local da operação. “Mas no sábado eu urrava, mesmo com antibiótico”, recordou o goleiro. Enquanto seus companheiros treinavam. Sílvio contava os bastidores da partida no Morumbi. Num deles, o goleiro lembrou que, quando o árbitro Márcio Rezende de Freitas argumentou com os jogadores paulistas que a lesão era grave e, portanto, justificava-se a entrada dos médicos em campo, o atacante Donizete saiu gritando: “Ele quebrou a mão, vamos chutar vamos chutar!”. Sílvio não gostou nem um pouco da atitude de Rezende. “Ele deu uma de dedo-duro”, reclamou” (Zero Hora – Maio de 1997)

“Indignado, o vice de futebol César Pacheco caminhava de um lado pra o outro, quase acendendo um cigarro no outro. “Que juizinho esse, a falta e o pênalti não existiram”, berrava. Depois da partida, o lateral Rodrigo, que levou o terceiro amarelo, admitiu que cavou o pênalti: “Não existiu”, revelou.

A indignação de Pacheco era um imenso sorrio se comparada à fúria do técnico Evaristo de Macedo. Antes da partida, ele já havia demonstrado a sua contrariedade à escalação de Márcio Resende, afirmando que não tinha confiança em seu trabalho. Evaristo lembrava que o árbitro já tinha prejudicado o Grêmio em 1990, nas semifinais do Brasileirão. “Não vou falar agora, não”, avisou, passando com um jato em direção ao vestiário.” (Zero Hora – 9 de maio de 1997)

Corinthians 1 x 2 Grêmio

CORINTHIANS: Ronaldo; Rodrigo, Célio Silva, Henrique e André Luiz; Silvinho (Gilmar Fubá 11/1), Fábio Augusto, Marcelinho Carioca e Souza; Donizete e Túlio.
Técnico: Nelsinho Baptista

GRÊMIO: Murilo; Arce, Luciano, Mauro Galvão e Roger; Dinho (Marco Antonio 39/1), Luiz Carlos Goiano, Otacílio (Djair 25/2) e Carlos Miguel; Paulo Nunes e Rodrigo Gral (Sílvio 40/1).
Técnico: Evaristo de Macedo

Copa do Brasil 1997 – Semifinal – jogo de ida

Data: 8/5/1997 21:30, Quinta-feira
Estádio:Morumbi,São Paulo-SP
Público: 38,182 pagantes
Renda: R$ 472,160.00
Juiz: Márcio Rezende de Freitas-MG
Cartões Amarelos: Arce, Otacílio, Rodrigo Gral
Cartões Vermelhos: Murilo 38/1
Gols: Rodrigo 24/2T (contra), Paulo Nunes 31/2T, Marcelinho Carioca 33/2T

Advertisements

3 Responses to “Copa do Brasil 1997 – Corinthians 1×2 Grêmio”

  1. @snel Says:

    Que jogo! Que atuação de Sílvio Baleia!

  2. André Kruse Says:

    Foi uma grande atuação do Silvio mesmo. Só superada por aquela da final do Gauchão de 1995.

  3. Pablo Retamoso Says:

    Que época tche…inesquecível…vamo Grêmio!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: