Copa do Brasil – Bahia 1×2 Grêmio

by

E o Grêmio segue com um sólido 100% de aproveitamento na Copa do Brasil. E atingiu tal marca sem fazer uma atuação de encher os olhos. Ontem o Grêmio teve uma atuação razoável, alternando bons e maus momentos, o que foi suficiente para superar o Bahia.

O início de jogo foi de domínio gremista, ocupando o campo de ataque, tentanto pressionar a saída de bola e trocando passes perto da área. O Grêmio ameaçou em dois chutes, um de Marcelo Moreno e outro de Léo Gago. Mas aos 20 minutos, o Bahia, que nada fazia em campo, abriu o placar. Gabriel foi lançado nas costas de Pará, Gilberto Silva ficou indeciso em relação a cobertura, dando espaço para o meia do adversário invadir a área cruzar rasteira. Na confusão, a bola bateu em Gilberto Silva e Victor antes de Júnior empurar para o fundo do gol. A vantagem animou o time da casa, mas logo o Grêmio se recompôs e buscou o empate. Aos 22 Edílson fez boa jogada e Marco Antônio chutou beslicando a trave. Dez minutos depois, Marcelo Moreno desperdiçou boa chance no rebote dado após conclusão de André Lima. Aos 38 minutos, falta para o Grêmio. Muita catimba no posicionamento da barreira e Fernando contou com o desvio do espadaúdo Rafael Donato para marcar o gol de empate.

No segundo tempo o Bahia aumentou o seu ritmo (até porque seria difícil diminuir) e passou a forçar o jogo aéreo. O Grêmio tinha dificuldade em sair para o jogo e/ou reter a bola na frente. Luxemburgo providenciou as substituições, o time reagiu e voltou a ter superioridade. André Lima quase virou o jogo numa cabeçada, mas o defensor do Bahia salvou em cima da linha. Pouco depois, Léo Gago centrou na pequena área, Marcelo Lomba afastou mal, Marco Antônio chutou cruzado e Naldo completou, marcando o 2×1. Depois disso, o Grêmio esteve sempre mais perto de marcar o terceiro do que de levar um empate.


Vilson entrou muito bem no jogo. Foi uma mexida providencial de Luxemburgo. O ingresso de Leandro também me pareceu uma boa medida. Mas o guri esteve um tanto afoito. Pode render mais.

Por volta dos 10 minutos do segundo tempo, o Grêmio repetiu o erro de posicionamento no escanteio, tal como aconteceu no gol de Fabrício no Grenal.

Forte presença da torcida gremista em Salvador. E tem alguns espertos que insistem em não ver a “presença nacional” do Grêmio.

E por falar em espertos, sigo esperando o “confronto equilibrado” que me prometeram.

Fotos: Eduardo Martins (A Tarde), Felipe Oliveira (Correio do Povo e EC Bahia)

Bahia 1×2 Grêmio

BAHIA: Marcelo Lomba, Madson (Fabinho, 19’/2T) Rafael Donato, Titi e Gerley; Fahel (Fahel, 28’/2T), Diones, Helder e Gabriel; Lulinha e Júnior (Vander, 33’/2T)
Técnico: Paulo Roberto Falcão.

GRÊMIO: Victor, Edilson, Naldo, Gilberto Silva e Pará; Fernando, Souza (Vilson, 20’/2T), Léo Gago (Marquinhos, 34’/2T) e Marco Antônio; Marcelo Moreno (Leandro, 20’/2T) e André Lima
Técnico: Vanderlei Luxemburgo


Data: 17 de maio de 2012, quinta-feira, 21h00min
Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)
Público: 11807 pagantes

Renda:
R$ 215.130,00
Árbitro: Alício Pena Júnio-BA
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo-MG e Cleriston Barreto Rios-SE.
Cartão amarelo:
Titi, Diones (Bahia); Souza, Edilson (Grêmio).
Gols: Júnior (21min/1ºT), Fernando ( 38min/1ºT); Naldo (27min/2ºT)

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: