1990 – Brasileirão – Grêmio 2×0 Palmeiras

1990-palmeiras-volta


“Uma pequena tentativa de reação do adversário parou com a saída de Betinho, machucado, logo aos 27 minutos, quando entrou Mirandinha. O Grêmio por pouco não se complicou, indo muito ao ataque quando o placar de 1 a 0 já era suficiente”
(Correio do Povo – 3 de dezembro de 1990)

1990-palmeiras-volta-joao-marcelo

1990-palmeiras-volta-cp1990-palmeiras-volta-cp2

O gol logo no início destastabilizou o esquema defensivo armado pelo técnico Dudu. Ele não contava com a falha de seus zagueiros na cobrança de uma falta lateral. Vílson subiu sem marcação, aproveitou a hesitação do goleiro Veloso e cabeceou para baixo, aos 8min. O Palmeiras anda teve a chance do empate em seguida, mas Erasmo perdeu.

[…]

O Palmeiras forçou no segundo tempo e foi surpreendido no contra-ataque. Caio deu um “chapéu” em Eduardo e chutou rasteiro. Veloso rebateu e Nílson fez o segundo gol, aos 19min.” (Folha de São Paulo – 2 de dezembro de 1990)

1990-palmeiras-volta-fsp1990-palmeiras-volta-fsp2

“O lateral-direito Odair disse: “Tomamos o gol no momento errado, logo no início. Perdemos para uma grande equipe, a que tem melhor camapnha no campeonato. O Grêmio merece o título”, disse Odair, que não viu falha no gol de Vílson, “Foi mérito dele, que entrou nem e subiu para cabecear” (Folha de São Paulo – 3 de dezembro de 1990)

 

 

E o povo não se arrependeu. Em Porto Alegre viu um Grêmio irresistível, partindo para cima do Palmeiras sem dar a menor chance aos paulistas” (Juca Kfouri)

 

1990-palmeiras-volta-nilson

No intervalo da partida contra o Palmeiras, sábado, o técnico gremista endureceu com o atacante Caio: “Por que você logo cai quando o zagueiro se aproxima?”, prensou para o logo em seguida ordenar: “Nada de chão, tente o drilbe, vá em frente”. Aos 19 minutos do segundo tempo, Caio fugiu das faltas dos adversários e praticamente construiu sozinho o 2×0 de sua equipe. Exemplo de obstinação que, em verdade, parte do zagueiro João Marcelo, e dois meias Jandoir e Donizete. Disciplinados, eles parecem dizer a cada lance aos companheiros: “Dureza neles, pessoal”. (Revista Semana em Ação – 1990)

O JOGO: O Grêmio encurralou o Palmeiras até marcar o primeiro gol. Depois recuou e passou a fustigar o adversário em agudos contragolpes, até fazer o segundo. O verdão lutou muito, mas sem inspiração. (Revista Semana em Ação – 1990)

1990-palmeiras
Fontes: Correio do Povo, Zero Hora, Semana em Ação, Folha de São Paulo e Pioneiro

 

Grêmio 2×0 Palmeiras

GRÊMIO: Sidmar; Alfinete, Vílson, João Marcelo e Hélcio; Jandir (João Antônio), Donizete Oliveira, Caio e Assis;Maurício e Nílson
Técnico: Evaristo de Macedo

PALMEIRAS: Velloso; Odair, Toninho, Eduardo e Abelardo; Júnior, Erasmo (Bandeira) e Ranielli; Jorginho, Careca Bianchesi e Betinho (Mirandinha)
Técnico: Dudu

Campeonato Brasileiro 1990 – Quartas de Final – Jogo de volta
Data: 1º/dezembro/1990
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre-RS
Público: 41.235 (36.005 pagantes)
Renda: Cr$ 18.486.200,00
Juiz: Joaquim Gregógio dos Santos (CE)
Cartão Amarelo: João Marcel, Mauricio e Abelardo
Gols: Vílson, aos 8 minutos do 1ºT e Nílson aos 19 minutos do 2º tempo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: