Brasileirão – São Paulo 1×2 Grêmio


Esse era um jogo de grande importância no campeonato. Perdendo, o Grêmio veria os líderes desgarrando e o São Paulo chegando no seu encalço. Mas o time se portou bem, conquistou a vitória e voltou de dois jogos fora de casa com quatro pontos na bagagem. Parece haver um consenso de que o Grêmio esteve melhor na partida. Mas isso não signfica que o jogo foi fácil. O São Paulo criou dificuldades. O Grêmio conseguia, por méritos, chegar bem no ataque. Seja com Elano pela direita, seja pela esquerda com Kléber ou M. Moreno ou mesmo em bolas paradas. Mas Rogério Ceni só trabalhou no primeiro tempo em uma conclusão de Elano. E embora não fosse tão brilhante, o São Paulo concluiu mais, e abriu o placar aos 39 com Cícero. A partir daí o Grêmio viveu seu pior momento na partida e só não levou o segundo gol em função de uma grande defesa de Marcelo Grohe.

O Grêmio não se abalou e tratou de mostrar que o resultado do primeiro tempo era injusto. O time seguiu colocando a bola no chão e conseguiu bloquear melhor os avanços São-paulinos. Luxemburgo viu que havia espaço para seu time jogar e colocou Marquinhos no lugar de Fernando. E foi o meia que cobrou um escanteio aos 21, que Werley desviou de cabeça, empatando o jogo. A partida seguiu franca, o São Paulo se abriu, o Grêmio teve ao contra-ataque e aos 46, Werley arrancou do campo de defesa carregando a bola ao ataque. Zé Roberto foi acionado e cruzou para Kléber, que por sua vez serviu André Lima, que de carrinho estabeleceu o 2×1 final.

Eu não achei tão ruim assistir o jogo no Morumbi. Pelo que lia e ouvia, imaginava que fosse maior a distância da arquibancada até o campo. Outras coisas incomodam mais, como a ausência de qualquer tipo de cobertura e o sol castigando a tarde inteira.

Marquinhos entrou bem mais uma vez. Em poucos dias deixou de ser imprestável e passou a ser útil no conceito de alguns. Um pouco mais de calma nas análises e nas sentenças definitivas faria bem a todos.

Me pareceu que o Grêmio marcou pouco na frente. Achei que os volantes do São Paulo tiveram muito liberdade para jogar.

Ainda vou entender para o que serve o quinto árbitro. No Morumbi, Rogério Ceni foi cobrar uma falta e o gandula por duas vezes tentou esconder a bola que fica ao lado do gol, sem ser advertido pela arbitragem.

Fotos: Dorival Rosa (Vipcomm)

São Paulo 1×2 Grêmio

SÃO PAULO: Rogério Ceni; João Filipe, Casemiro (Willian José – 36’/2ºT) e Rhodolfo; Douglas, Denilson, Maicon, Jadson e Cortez; Ademilson e Cícero.
Técnico: Ney Franco.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson, Werley, Gilberto Silva e Pará; Fernando (Marquinhos – 18’/2ºT), Souza, Elano (Léo Gago – 43’/2ºT) e Zé Robeto; Kleber e Marcelo Moreno (André Lima – 33’/2ºT).

Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

16ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2012
Data: 12/8/2012, domingo,16h00min
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Público: 15.386 (14.490 pagantes)
Renda: R$ 326.142,00
Árbitro: Elmo Resende Cunha (GO)

Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (FIFA/BA) e Kleber Gil (SC)
Cartões Amarelos: Denilson, Douglas, Cortez, João Filipe (SPO) Kleber, Werley, Marcelo Moreno (GRE)
Gols: Cícero, aos 39 minutos do primeiro tempo (SPO); Werley, aos 21 minutos do segundo tempo (GRE) e André Lima, aos 46 minutos do segundo tempo (GRE)

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: