Brasileirão – Grêmio 1 x 2 Portuguesa


Poderia não estar no planos, mas não pode ser considerado surpreendente o resultado de ontem no Olímpico. A Portuguesa vinha de uma sequência invicta, e jogou fechada, especulando no contra-ataque (que é uma postura que via de regra vem dificultando a vida desse time do Grêmio). E ainda na primeira meia hora de jogo deu pra perceber que a equipe tricolor não estava numa jornada feliz. O Grêmio tinha a posse de bola, mas era lento. Quando o time tentava acelerar o andamento acabava errando o passe. Os zagueiros participaram por demais da armação das jogadas. A Portuguesa saiu na frente e não teve a sua meta ameaçada no primeiro tempo.

No segundo o Grêmio foi pra cima, mas sem melhorar o nível do seu futebol. A torcida se enervou, o juiz se atrapalhou mas a Portuguesa seguiu firme na sua proposta e parecia confortável com o andamento da partida. Luxemburgo tentou alterar o panorama, mas as entradas de Marquinhos, Leandro e Léo Gago deram pouco resultado. A Portuguesa marcou o segundo aos 35 e o Grêmio só conseguiu descontar aos 43, quando já era tarde demais.

Foi uma jornada infeliz do Grêmio como um todo.Poderia até ganhar o jogo em lances isoladas, ou na superação, mas em uma rara falta bem batida a bola encontrou o travessão. Num raro cruzamento bem executado a cabeçada saiu torta. Assim o Grêmio não conseguiu superar uma Lusa bem montada pelo Geninho.

Eu confesso que não vejo tanta diferença técnica entre os 20 times do Brasileirão. O Grêmio não é muito diferente da Portuguesa, do São Paulo ou mesmo do Atlético Mineiro. Assim, a organização, o foco, a vontade e o aproveitamente das oportunidades acaba fazendo a diferença. Ontem o Grêmio entrou um pouco devagar e encontrou um adversário bem organizado, que soube converter as poucas chances criadas. O resultado acabou sendo justo para o que se viu em campo.Link

Kléber se atirou dentro da área e recebeu um merecido cartão amarelo. Mas tem dois lances em que o André Lima cai/é derrubado na área que eu gostaria de ver replay, mas aparentemente a arbitragem no Olímpico só vira assunto quando o Bahia é prejudicado.

Marcelo Grohe falhou no segundo gol da Portuguesa. Goleiros falham. Sem exceção. Se continuarmos a inventar teses a cada erro nao vai sobrar ninguem pra defender o arco gremista.

Luxemburgo vem tirando o Edilson na imensa maioira dos últimos jogos. Não seria o caso de repensar a titularidade dele?

É difícil entender como o Dida ficou tanto tempo sem jogar.

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio Oficial)

Grêmio 1 x 2 Portuguesa

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Edilson (Leandro 13’/2ºT) , Naldo, Gilberto Silva e Pará; Fernando (Marquinhos 28’2ºT), Souza (Léo Gago 31’2ºT), Elano e Zé Roberto; Kleber e André Lima.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo


PORTUGUESA: Dida, Luis Ricardo, Rogério, Gustavo e Marcelo Cordeiro; Ferdinando, Boquita, Léo Silva e Moisés (Diego Augusto 35’2ºT); Ananias (Diego Viana 20’/2ºT) e Bruno Mineiro (Bruninho 43’2ºT).
Técnico: Geninho


17ª Rodada Campeonato Brasileiro 2012
Data: 15/8/2012, quarta-feira, 19h30min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Público Total: 19.406 (15.798 pagantes)
Renda: R$ 283.912,00
Árbitro: Antonio Denival de Morais (PR)
Cartões amarelos: André Lima, Kléber e Pará; Ivan, Boquita, Bruno Mineiro e Dida.
Gols: Ananias 26’/1ºT (0-1), Bruno Mineiro 35’/2ºT (0-2) e Kléber 43’/2ºT (1-2)

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: