Brasileirão – Grêmio 2 x 1 Atlético-GO


O início de partida do Grêmio foi avassalador. Empurrado por um estádio super-lotado o time tricolor foi para cima do Atlético-GO. Com os laterais bem projetados o jogo tricolor fluía bem pelos dois lados de campo. Aos dois minutos Leandro acertou o travessão. Aos 4, Elano obrigou Márcio a fazer uma grande defesa. E aos 9 André Lima sofreu falta na entrada da área. Elano cobrou por cima da barreira, deixando o goleiro sem reação. Pouco depois, Zé Roberto recebeu de Leandro, fez grande jogada e cruzou para Elano marcar o segundo. O jogo parecia resolvido antes dos 20 minutos iniciais.

Mas o andamento da partida mudou. Aos 24 o juiz marcou uma falta inexistente para o Dragão. Márcio cobrou, Marcelo Grohe deu rebote, formou-se uma confusão dentro da área, a defesa do Grêmio não afastou a bola e Marino descontou. O Grêmio não manteve o mesmo ritmo no restante da partida, criou chances para ampliar (cabeçeada de André Lima, chute desviado de Elano e tenativa de cobertura de Zé Roberto) mas não controlou tanto a partida, não reteve a bola no ataque. O Atlético passou a gostar do jogo e mesmo sem criar grandes jogadas obrigou Marcelo Grohe a fazer duas importantes intervenções. A possibilidade de um empate “criminoso” esteve presente até o apito final.

Não quero ser demasiadamente crítico. Gostei bastante da “blitzkrieg” inicial do Grêmio. Mas imaginava que o time seguraria o placar constrúido nos primeiros minutos com um pouco mais de tranquilidade.


Não sei se foi uma circunstância do jogo ou uma orientação do Luxemburgo, mas Pará e Pico avançaram bastante e fizeram uma grande partida. Por outro lado, Souza esteve abaixo do seu nível costumeiro (que é alto). Não saiu pro jogo (que é seu forte), limitando suas ações ao campo de defesa.

É sempre muito bonito ver um estádio lotado. Não há dúvida de que é um imporante diferencial. Mas a qual preço que o clube paga para conseguir isso?

Não consigo aceitar que sócios e torcedores com ingressos tenham ficado de fora do estádio. Tudo indica que as promoções de ontem foram mal pensadas/planejadas. E planejar mal um evento para dezenas de milhares de pessoas beira a irresponsabilidade. Parece que o clube pouco aprendeu com os acontecimentos dos jogos contra Santos e Cruzeiro em 2009.

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio Oficial)

Grêmio 2 x 1 Atlético-GO

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Pará, Gilberto Silva, Werley e Anderson Pico; Fernando, Souza, Elano (Marco Antônio, 28’/2º) e Zé Roberto; Leandro (Rondinelly, 28’/2º) e André Lima.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

ATLÉTICO-GO: Márcio, Marino, Reniê, Gustavo e Eron (Alexandre Oliveira, 41’/2º); Carlos, Dodó, Ernandes e Danilinho; Wesley (Diego Garetta, 35’/1º) e Ricardo Bueno (Patrick, Intervalo)
Técnico: Jairo Araújo


22ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2012
Data: 5/9/2012, quarta-feira, 20h30min
Local: Olímpico, Porto Alegre (RS)
Público: 46.309 (21.765 pagantes)
Renda: R$ 559.923,00 –
Árbitro: Ronan Marques da Rosa (SC)
Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Kleber Lúcio Gil (SC)
Cartões Amarelos: Fernando e Werley (GRE); Gustavo, Ernandes e Alexandre Oliveira (AGO)
Gols: Elano, aos 9’/1º e aos 18’/1º, e Marino, aos 24’/1º

Advertisements

One Response to “Brasileirão – Grêmio 2 x 1 Atlético-GO”

  1. Anonymous Says:

    Para não dizerem que isto é choro de perdedor, que absurdo a CBF escalar um novato para apitar um jogo desses. Ele até podia ter ido bem (o que não me pareceu), mas um jogo dessa importância para os dois times (um pelo título, e o outro pela permanência)não podia ter um árbitro estreante para apitar. E isso na 22ª rodada…

    Tiago C.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: