Catracas, portões e acessos

 

O vídeo acima teve enorme repercussão ontem. Nele é possível ver uma série de pessoas tendo seu acesso liberado na catraca de um dos portões da social. Em nota oficial publicada no seu site o Grêmio explicou o episódio da seguinte forma:

tratou-se de uma questão de natureza administrativa, em que foram remanejados torcedores adquirentes de ingressos que não conseguiram atravessar a boca do túnel nos portões 10 e 13, devido ao grande volume de pessoas no local que dá passagem para as arquibancadas da Geral do Grêmio.
Para solucionar o problema, os torcedores foram deslocados para o portão 5, onde houve a liberação da catraca, visto que os ingressos já haviam sido entregues anteriormente. A operação, também realizada no portão 17 onde os torcedores foram redirecionados para os portões 16 e 18, por não conseguirem ultrapassar a barreira humana que se formou nos acessos, foi acompanhada pelos profissionais da área de jogos e eventos, com o apoio da Brigada Militar e da Federação Gaúcha de Futebol (FGF).”
Posteriormente o autor do vídeo acrescentou alguns detalhes de como o vídeo foi feito e o que lhe motivou a publica-lo. Não obstante todas estas declarações, me parece que continuam sendo necessários maiores esclarecimentos sobe o ocorrido. Assim como seguem sendo necessários esclarecimentos sobre o que aconteceu no jogo contra o Atlético-GO no mês passado e no jogo contra o Cruzeiro em 2009.
Por óbvio que vídeo causou debates em diversas áreas, como as eleições no clube, a eleição para vereador em Porto Alegre, o respeito aos sócios, a administração do dinheiro  do clube.  E, excetuado o oportunismo, hipocrisia e incoerência de alguns penso que são temas válidos de se debater. Mas o que efetivamente me preocupa é a possível violação as normas da segurança.

Porque, no fim das contas,  o sócio pode ser indenizado/compensado, o dinheiro pode ser ressarcido, uma eleição pode ser anulada, uma candidatura pode ser impugnada, mas não há como repor uma vida perdida em um estádio super lotado. E, sim, as pessoas podem morrer num estádio super lotado.

Não é de hoje que eu questiono a questão dos portões de acesso ao estádio Olímpico. Para quem não sabe, um sócio contribuinte pode entrar em qualquer um dos portões do anel inferior do Olímpico. Uma carteirinha das cadeiras garante acesso tanto nas referidas cadeiras como também na arquibancada e na social. Como o clube controla o número adequado de pessoas por setor/portão?

Segundo a nota de esclarecimento, houve um remanejo de torcedores antes do jogo começar. Tal versão é questionável, mas mesmo que se admita ela como verdadeira fica a pergunta: Não é perigoso fazer esse remanejo poucos minutos antes da bola rolar?

O fechamento de um portão não pode causar revolta e correria no pátio do Olímpico? A superlotação de um setor não pode causar dificuldades numa eventual  evacuação de emergência?

Contam-se nos dedos os jogos que ainda restam no Olímpico e o Grêmio está bem no campeonato. A comoção é grande e tende a aumentar. Não seria hora de adotar medidas preventitvas na organização dos jogos?

Advertisements

One Response to “Catracas, portões e acessos”

  1. Marlon Tolksdorf Says:

    Comigo aconteceu duas vezes: Final do gauchão de 2011 e esse ano contra o Atlético-GO.

    Portões lotados, a brigada simplesmente fechou e aconteceu o que tu disse, revolta geral, empurra-empurra, briga, BM dando cacetada, aí o pessoal foi pra outro portão e estavam liberando a entrada gratuita.

    Aconteceu DUAS VEZES comigo, e não foi compra de votos, apenas essa perigosa solução por um setor estar completamente lotado.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: