Brasileirão – Grêmio 2×1 Cruzeiro

Correndo atrás do líder o Grêmio não tinha tempo a perder contra o Cruzeiro no Olímpico. Luxemburgo optou por uma escalação como somente um volante. Mas isso não causou um “abafa” inicial do tricolor. O Grêmio tinha a bola no campo de ataque, trocava passes na intermediária, mas seus atacantes estavam sempre longe do gol defendido por Fábio. O Cruzeiro se resguardava e especulava, e num dos seus raros ataque Anselmo Ramon abriu o marcador, num chute rasteiro, que quicou no gramado molhado, uma bola díficil, mais ainda assim defensável. Dois minutos depois André Lima quase empatou o jogo numa perigosa cabeçada, mas Fábio fez boa defesa. O goleiro cruzeirense voltou a ser exigido aos 38 minutos, no arremate de cabeça feito por Souza. O Grêmio pressionou, mas o placar do primeiro tempo foi de 1×0 para os visitantes.
Elano já tinha deixado o campo no começo do jogo. Zé Roberto não voltou para o segundo tempo. O Grêmio ficava sem seus principais jogadores de criação no meio campo e o treinador adotou um 4-3-3 para buscar a virada nos 45 minutos finais. O Cruzeiro foi empurrado para trás. Marco Antônio carimbou a trave aos 7. Souza cabeceou para nova defesa de Fábio aos 19, mas  gol de empate do Grêmio, só foi anotado aos 21 minutos, marcado pela espera do momento certo. Primeiro foi Marco Antônio que esperou o momento certo para lançar Marcelo Moreno em condição legal, depois o avante boliviano foi que esperou o momento certo na saída de Fábio para tocar por cobertura. O Grêmio seguiu pressionando, seguiu com intensidade até marcar o gol da virada aos 32. Moreno ganhou a disputa pelo alto e acionou Leandro na ponta direita. O guri botou na frente e chutou cruzado. Fábio espalmou para a frente e Marquinhos completou de carrinho para dentro do gol. 2×1, vantagem mínima, e justa, conquistada com muito empenho pelo atletas, que terminaram o jogo extenuados.

Fiquei curioso para saber o que foi que o Emerson falou para os jogadores no intervalo.

O primeiro gol saiu de uma assistência de Marco Antônio. O segundo de um rebote de um chute de Leandro aproveitado por Marquinhos. Mas o Grêmio não tem grupo, né?
O público foi bem inferior ao do domingo passado. Não quero ser obrigado a chegar a conclusão de a diferença se deve ao Neymar.
Souza jogou uma enormidade como primeiro volante.
Há um assunto que vem surgindo timidamente entre a torcida do Grêmio: Kléber está devendo. Está? Não vejo falta de empenho ou de luta em campo, mas de fato há algum tempo que não vemos uma atuação dele de encher os olhos

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Pedro Revillion (Correio do Povo)

Grêmio 2×1 Cruzeiro

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Naldo, Werley e Anderson Pico; Souza, Marco Antônio, Zé Roberto (Leandro – intervalo) e Elano (Marquinhos – 8’/1ºT); Kleber e André Lima (Marcelo Moreno – 15’/2ºT)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CRUZEIRO: Fábio; Ceará (Diego Renan – 11’/2ºT), Léo, Thiago Carvalho e Everton; Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Arias (Souza – 29’/2ºT) e Montillo; Borges (Mateus – 29’/2ºT) e Anselmo Ramon
Técnico: Celso Roth.


28ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2012

Data: 6/10/2012, sábado, 18h30min (de Brasília)
Local: Estádio Olímpico, em  Porto Alegre – RS
Público: 31.565 ( 27.843 pagantes)
Renda: R$ 800.912,00
Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA)
Auxiliares: Alessandro Rocha de Matos (FIFA-BA) e Rogério Pablos Zanardo (SP)
Cartões amarelos: Marcelo Moreno, Leandro, Souza (GRE), Léo, Thiago Carvalho (CRU)
Gols: Anselmo Ramon aos 26 minutos do primeiro tempo; Marcelo Moreno, aos 21 minutos do segundo tempo e Marquinhos, aos 32 minutos do segundo tempo
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: