2º turno da eleição para Presidente

by
Ontem tivemos o tão aguardado desfecho da eleição para a presidência/conselho de administração que comandará o Grêmio em 2013/2014. Eram mais de 33 mil associados aptos a votar. Nesse universo, contou-se com o voto de “13.547 sócios, sendo 7.964 presenciais e 5.583 pela votação por correspondência“. O resultado foi o seguinte:
Chapa 01 – Fábio Koff – 7969 votos – 57,5%
Chapa 03 – Homero Bellini Jr. – 843  votos – 6,25%
Chapa 04 – Paulo Odone – 4951 votos – 36,7%
Eu participei ativamente dessa eleição. Como apoiador da chapa liderada por Homero Bellini Jr. e como fiscal/ representante da chapa no recebimento dos votos por correspondência, na votação presencial e na contagem dos votos que chegaram pelo correio. 
Foi uma tarefa bem cansativa, mas que fiz por gosto e termino essa etapa bastante orgulhoso. Contudo tenho duas pequenas “frustrações”:
– A primeira é da caráter mais objetivo. Sempre ouvi falar na necessidade de democratização do clube. E obviamente sempre concordei com isso. Mas nem todo mundo dá a devida importância para essa ideia. De fato essa foi a maior eleição do clube, mas o comparecimento foi de 40,86%. Mais da metade dos 33 mil sócios aptos a votar sequer exerceu seu direito de voto (que nessa eleição consistia em colocar uma carta no correio). Eu lamento, mas também sou obrigado a reconhecer que não-participação pode ser uma escolha consciente no processo democrático, muito embora acredite que este não é o melhor caminho.
– A segunda é de caráter mais subjetivo. Parecia existir um consenso na torcida sobre a necessidade de pacificação e renovação do Grêmio. A pacificação restou inviabilizada antes da eleição e renovação foi pouco prestigiada no processo. Mas talvez a maioria tenha razão em entender que não era o momento para tanto e talvez o aguardado embate entre Koff e Odone fosse efetivamente necessário para encerrar um ciclo.
Nunca é demais lembrar que essa foi apenas a terceira eleição para presidente do Grêmio com voto dos sócios. A primeira que contou com três candidatos. Os avanços são lentos, mas acontecem. O clima no Olímpico ontem me pareceu muito bom e o resultado da votação é justo e inquestionável.
Gostaria muito de ver toda a energia e todo o zelo no trato das coisas relacionadas ao Grêmio canalizados para o bem do clube durante toda a gestão, não só no período de campanha. Espero que a próxima gestão comande o clube com sabedoria, mantendo avanços, fazendo as correções necessárias nesse período de transição, se valendo da inclusão e não de revanchismo, sabendo respeitar e dialogar com a oposição e com a torcida em geral. Não é uma tarefa simples.
Advertisements

One Response to “2º turno da eleição para Presidente”

  1. Anonymous Says:

    Anré,
    – em seu ponto de vista em relação de sócios e comparecedores eh realmente frustrante mas por outro lado pelos poucos q foram estavam exercendo o seu direito por um clube mais forte e promissor. Qndo ao velho ciclo tu esta certo mas vejo q Dr Homero Bellini Jr plantou uma pequena semente p um futuro n mto distante em relação a uma renovação na presidência do nosso Grêmio.Eu acredito q o Dr Fabio A. Koff vá preparar uma nova geração p q tenha visão p o bem do club.
    Foi uma eleição justa e que isso seja um exemplo p futebol brasileiro e que o nosso Grêmio entre no caminhos dos louros da vitoria q so os vitoriosos recebem essa honra q eh o caminho onde o nosso Grêmio n deveria ter saído jamais.

    Vamos alentar e apoiar o nosso Grêmio acima de td.
    grande abrç

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: