Gauchão – Grêmio 1×2 Canoas

 
E menos de 24 horas depois de um importante jogo da Libertadores o Grêmio voltou a campo pelo gauchão. Como não poderia deixar de ser, foi representado pelo seu time B, que já tinha feito uma boa estréia no domingo.O fato do tricolor contar com uma equipe de jovens não alterou a estratégia do Canoas, que se postou no campo de defesa esperando o adversário. E foi aí que o Grêmio se perdeu. Não conseguiu criar chances efetivas, se perdendo numa movimentação lenta e jogadas pouco inspiradas na frente da área. Como prêmio pela disciplina ofensiva o Canoas marcou numa das suas poucas idas ao ataque, na cabeçada de Ederson após uma cobrança de escanteio. 
No segundo tempo Mabilia mexeu e abriu o time do Grêmio, mas logo aos 11 minutos o Canoas marcou o segundo, numa bola jogada entre Werley e Calyson (deslocado pra lateral esquerda) que Tiago Santos tirou do goleiro Busatto. O Grêmio reagiu, descontou com Lucas Coelho, aproveitando uma boa jogada de Deretti. Mas a reação parou por aí, o Canoas catimbou e o tricolor passou a força mais jogadas aéreas e de bola longa para buscar o empate, mas não obteve sucesso.
É perfeitamente aceitável a oscilção de desempenho em um início de temporada, especialmente num time de guris.
Apesar de abusar do individualismo, Deretti mais uma vez entrou bem no jogo. Já está merecendo iniciar uma partida como titular. 
Um pouco exagerada a crítica de Werley ao árbitro da partida. A arbitragem foi mal, mas não teve tanta influência no placar. Acho que o tema que pode (e deve) ser discutido é o anti-jogo, o tempo de bola rolando. A cera, a catimba, em certa medida, fazem parte do jogo. Mas não há um limite para isso? Quantas vezes o médico do Canoas ingressou no campo? Era necessário tudo isso na segunda rodada do campeonato? Infelizmente eu não me surpreendo com o fato de o juiz do jogo ter permitido esse tipo de expediente. É uma questão de exemplo, de modelos. O juiz escolhido para representar a arbitragem brasileira na copa é justamente um dos que menos dá valor ao tempo de bola rolando.
Pavoroso o uniforme do Canoas. Digno de Copa Paquetá.

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 1×2 Canoas

GRÊMIO: Busatto; Tinga, Werley, Gerson e Carlos Alexandre (Paulinho – intervalo); Misael, Ramiro, Calyson, Rondinelly (Jean Deretti – intervalo) e Gustavo Xuxa (André – 30’/2ºT); Lucas Coelho
Técnico: Marcelo Mabília.
CANOAS: Nicolas, Fabinho (Michel – 24’/2ºT), Tairone, Gustavo Castro e Julinho; Nathan, Ricardo, Maicon Sapucaia (Salini – 29’/2ºT) e Adilson; Ederson e Tiago Santos (Max – 22’/2ºT)  
Técnico: Rodrigo Bandeira.
2ª Rodada – 1º Turno – Gauchão 2013
Data: 24/01/2012, quinta-feira, 19h30min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre-RS
Público: 4.635 (4.312 pagantes)
Renda: R$ 71.267,00
Árbitro: Vinícius Costa da Costa (RS)
Auxiliares: Lúcio Beiersdorf Flor (RS) e Marcelo Oliveira e Silva (RS)
Cartões amarelos: Adilson, Nathan, Maicon Sapucaia (CAN) Gerson, Misael, Werley (GRE)
Gols: Ederson, aos 42 do 1º tempo; Tiago Santos, aos 11 do 2ºtempo e Lucas Coelho, aos 21 do 2º tempo
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: