Gauchão – Grêmio 2×0 Caxias

A grande atração da noite era o teste do esquema com 3 atacantes promovido por Vanderlei Luxemburgo. Mas esse formação durou pouco mais de 20 minutos, período no qual o Grêmio teve dois pênaltis marcados a seu favor (um convertido por Kleber e outro desperdiçado por Barcos). De resto o jogo foi bastante enfadonho, o Caxias ficou atrás e não apresentava nenhuma alternativa para o contra-ataque. O Grêmio se acomodou e foi conduzindo a vantagem de forma burocrática. A entrada de Elano no segundo tempo deu uma agitada no ataque que parecia estar pouco inspirado e o segundo gol saiu aos 36 minutos, quando Kléber completou para as redes a cobrança de escanteio vinda do lado direito.
O resultado veio com pouco esforço. Infelizmente o Gauchão está nesta situação. A data de um jogo é mais importante do que o adversário a ser enfrentado. E as vantagens que decidem o campeonato são estabelecidas na loteria do calendário, de quem precisa ou não usar reservas, da sobreposição de datas e dos favorecimentos da Federação.
Os portões dos corredores do quarto anel seguem abertos. Ainda não entendi qual a função deles. Havia também uma espécie de cordão/cerca impedindo a torcida visitante de chegar perto das primeiras fileiras do seu setor. E novamente o percentual de não pagantes foi expressivo.

Luxemburgo justificou o 4-3-3  por ser “uma tendência no cenário mundial” e disse que é preciso “ter tempo e jogadores que possam fazer isso”. Minhas principal dúvida reside neste último ítem. Não sei se os atacantes do plantel tricolor tem as características necessárias para esse esquema. Kléber é brigador, incomoda os zagueiros, mas não tem o costume de ajudar na recomposição e fechar as linhas defensivas. E o Welliton foi  (corretamente) definido como um “matador” pelo treinador. Mas ainda assim considero saudável que sejam pensadas alternativas de jogo para o time.

 

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Grêmio1983

Grêmio 2×0 Caxias

GRÊMIO: Dida; Pará, Cris (Bressan/Intervalo), Werley e Guilherme Biteco; Adriano (Elano/ 25’2ºT), Souza e Zé Roberto; Kleber, Welliton (Marco Antonio/23′ 1ºT) e Barcos.  
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.
CAXIAS: Anderson; Luiz Felipe, Jean, Lino e Victor (Lucas Galvão/35’2ºT); Marcelo Carvalho, Paraná, Alisson e Renato Medeiros (Karl/24′ 2ºT); Zambi e Rafael Santiago.  
Técnico: Picoli.
3ª Rodada – 2º Turno – Gauchão 2013
Data: 23/03/2013, Sábado, 21h00min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 17.749 (15.530 pagantes)
Renda: R$ 505.996,00  
Árbitro: Fabrício Corrêa
Auxiliares: João Franco Filho e Elio de Andrade Junior
Cartões amarelos: Luiz Felipe, Anderson e Victor; Kleber e Guilherme Biteco
Gols:Kleber (pênalti), aos 16 minutos do 1º tempo e aos 36 minutos do 2º tempo.
Advertisements

One Response to “Gauchão – Grêmio 2×0 Caxias”

  1. Ronaldo Says:

    “A data de um jogo é mais importante do que o adversário a ser enfrentado. E as vantagens que decidem o campeonato são estabelecidas na loteria do calendário, de quem precisa ou não usar reservas, da sobreposição de datas e dos favorecimentos da Federação.”
    Nem tão loteria assim, é quase sistemático para um lado só.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: