Gauchão – Novo Hamburgo 0x0 Grêmio

E mais uma vez o Grêmio entrou em campo pelo Gauchão. E mais uma vez estava com a cabeça na Libertadores. Não que o tricolor tenha sido um time disperso ou desconcentrado, isso ele não foi. Mas foi um time pouco criativo, excessivamente burocrático e teve pela frente um adversário que buscava apenas um empate para fugir do rebaixamento.
Como teste para quinta-feira, Luxemburgo usou uma formação com três volantes, que funcionou bem no segundo tempo contra o Fluminense. Mas dessa vez o Grêmio não tinha desvantagem numérica e teve muita dificuldade para propor o jogo. Havia uma clara separação entre meio campo e ataque. A jogada com o avanço dos laterais não fluía e a bola permanecia demasiadamente nos pés dos volantes do tricolor. Kléber era bem vigiado e se limitava a brigar com os seus marcadores, enquanto Vargas sequer foi acionado.
Assim o 0x0 foi um resultado natural e justo, muito embora o Novo Hamburgo tenha tido mais oportunidades concretas de marcar (como num impedimento mal assinalado pela arbitragem).

É compreensível que a má atuação seja justificada pelo foco na Libertadores. A dúvida é saber se o time irá conseguir dar uma resposta mais satisfatória no Chile. Será que o simples fato de se tratar de um compromisso mais importante fará com o que os jogadores rendam mais?

Gosto muito do futebol do Guilherme Biteco. Aparenta ter enorme potencial. Mas, com 17 anos, ainda não pode ser o principal responsavel pelo setor de criação do meio campo do time do Grêmio.
Fiquei decepcionado com Fabricio Correa por não ter abraçado nenhum jogador do Grêmio na partida. Dessa vez ele preferiu fazer uso do bom e velho cartão amarelo.
O Grêmio terminou em primeiro do seu grupo (OK) e em quarto na classificação geral (Razoável). O bom é que o Campeonato Gaúcho se encaminha para o seu final, seja ele qual for.

Fotos: Guilherme Testa (ACEG/Chute10) e Lucas Uebel (Grêmio.net)


Novo Hamburgo 0x0 Grêmio

NOVO HAMBURGO: Max; Carlinhos (William, 36’/2ºT), Sosa, Zé Carlos e Peixoto; Roberto Lopes, Fábio Gomes, Márcio Hahn e Geovani; Lucas Santos (Thiago Furlan, 15’2ºT) e Leo Cipriano (Mateus, 28’/2ºT)  
Técnico: Itamar Schülle.
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Cris, Bressan e André Santos; Adriano, Fernando, Souza (Fábio Aurélio, 15’2ºT) e Guilherme Biteco (Welliton, 27’/2ºT); Kleber e Vargas (Matheus Biteco, 33’/2ºT) Técnico: Vanderlei Luxemburgo
07ª Rodada – 2º Turno – Gauchão 2013
Data: 14/4/2013, domingo, 16h00min
Local: Estádio do Vale, em Novo Hamburgo – RS
Árbitro: Fabrício Neves Corrêa (RS)
Auxiliares: Júlio César dos Santos (RS) e Carlos Henrique Selbach (RS)
Cartões amarelos: Zé Carlos e Márcio Hahn (NH); Vargas e Welliton
Advertisements

3 Responses to “Gauchão – Novo Hamburgo 0x0 Grêmio”

  1. Carlos Yomuri Says:

    Nao concordo com a tua analise de termos a cabeca na Libertadores. Os reservas que entraram deveriam mostrar servico. O nosso time é muito superior ao Noia, pelo menos na teoria. Acho que ta faltando comando. Acho que precisamos de sangue novo no comando. pro meu gosto o Luxa ja foi…

  2. Silvio Nickele Says:

    Este comentário foi removido pelo autor.

  3. Silvio Nickele Says:

    Este comentário foi removido pelo autor.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: