1954 – Santa Fe 0x0 Grêmio

by

O primeiro encontro entre Independiente Santa Fe e Grêmio ocorreu em janeiro de 1954. O jogo valia pela segunda rodada da Copa da Forças Armadas. Na primeira partida o tricolor havia sido goleado pelo Millonarios (confronto abordado em outro post)
O Grêmio estava no final de uma excursão iniciada ainda em dezembro de 1954 e  que passara por México, Equador e Colômbia. Os registros dão conta que depois de uma semana na capital colombiana, o tricolor se mostrou melhor ambientado a altitude e apresentou um rendimento superior a partida anterior. Ainda assim a partida terminou num modorrento 0x0 onde os goleiros dos dois times foram os principais destaques. 

“Así perdió Carlos Arango la oportunidad de dar ayer el triunfo al Santa Fe, cuando el portero Sergio, del Gremio estaba completamente vencido, pero los equipos enfrentados ayer en El Campín, parecia que estuviesen apostando a quien hiciera menos goles”


“Los 3 mil espectadores que sacrificaram su almuerzo por asistir a El Campin, salieron totalmente desinflados, ya que fue muy poco, por no decir nada, lo que se vio de futbol. Una que otra jugada del Santa Fe en el primer tiempo y contados avances de calidade del Grêmio entre los 35 y 40 minutos de la complementaria, fue todo lo que se dio a los aficionados. El resto del encuentro no fue otra cosa que pesimo entrenamiento” (El tiempo – 28 de janeiro de 1954)

Plantel tricolor esperando o ônibus que o levaria até o local da partida

INDEPENDIENTE SANTA FÉ

Melhor aclimatado, o quadro do Grêmio rendeu mais na segunda partida do torneio quadrangular internacional de Bogotá, na tarde de 27 de janeiro, contra o Independiente Santa Fé. O jôgo terminou empatado sem abertura de contagem frente ao adversário que era o vice-lider da competição, junto com o Rampla Júniors, de Montevideo.
Apesar de ser dia útil, a partida foi presenciada por um bom público, tendo a equipe colombiana formado com 5 jogadores estrangeiros.
Exibindo um jôgo rasteiro e vistoso, os tricolores conseguiram impressionar, reabilitando-se do insucesso da última apresentação frente ao Milionários, campeão dos profissionais da Colômbia e líder do torneio.
O arqueiro Sérgio teve uma grande atuação, e Victor foi  o melhor homem da ofensiva. Na equipe contrária, o arqueiro Sanchez fêz uma série de defesas de vulto, salvando o Santa Fé da derrota.
No segundo tempo, na altura dos 17 minutos, Moyano cometeu pênalte, sem que o árbitro determinasse a cobrança de penalidade máxima a favor dos gaúchos.
Assim, com um volume de jôgo superior ao da estréia no torneio, os tricolores deixaram boa impressão, inclusive porque a ausência da vitória para os visitantes constitui-se em injustiça. Os chutes continuados dos gremistas contra o arco dos locais, mòrmente na fase final, estiveram por decretar a sua queda, só não acontecendo nenhum tento por falta de sorte e porque Sanchez estava muito inspirado.
Foi árbitro da partida, com atuação regular, o juiz paraguaio Ruben Heyen. A renda se elevou a 76 mil pesos colombianos.” (Edison Pires  – Revista Super Grêmio – Nº 3 – Página 93)

Delegação gremista passeando por Bogotá

“Nos primeiro vinte minutos de jogo, o Grêmio Porto Alegrense pressionou ligeiramente, mas daí em diante o interesse pelo jogo decaiu consideravelmente, salvo em algumas ações.

Ainda que os brasileiros houvessem treinado e se considerassem mais adaptados à altitude da Colômbia, cinco de seus jogadores sofreram asfixia durante o jogo, e tiveram de ser medicados.” (Correio do Povo – 28 de janeiro de 1954)

 Atletas e dirigentes gremistas na frente do seu hotel em Bogotá

 
Fontes: Revista Super Grêmio, Correio do Povo e El Tiempo

Independiente Santa Fe 0x0 Grêmio

SANTA FE: Sánchez, Moyano e Marik; De la Hoz, Reyes (Navarro) e Cativiela; Ardila (Cardonita), Saco, Arango, Deibe (Pericullo) e Quintero 
GRÊMIO: Sergio; Pipoca e Altino (Mauro); Roberto, Sarará (Zé Ivo)  e Noronha; Camacho, Mujica (Torres) Vitor, Alvim e Itamar.
Técnico: Telêmaco Frazão de Lima

Data: 27 de janeiro de 1954, quarta-feira, 12:15
Local: Estádio El Campin, em Bogotá – Colômbia
Juiz: Mario Rubén Heyn (Paraguai)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d bloggers like this: