Brasileirão 2013 – Grêmio 2×1 Botafogo

by
O Grêmio fez uma partida de enorme disposição e conseguiu uma importante vitória contra o Botafogo ontem na Arena. O começo de jogo tricolor foi muito de bom, de movimentação intensa, de marcação na saída de bola, de trazer a torcida para dentro do campo. Logo aos 12 minutos Alex Telles usou Kleber como pivô, foi a linha de fundo e cruzou para Vargas, que de primeira abriu o marcador. Elano teve chance de ampliar pouco depois, mas aos 19 Seedorf fez bela jogada e empatou o jogo num golaço de fora da área. O Grêmio sentiu um pouco o golpe e o Botafogo passou a controlar as ações, ficando com a bola próximo a meta defendida por Dida. Contudo, aos 33 minutos, Souza arrancou pelo lado direito e foi parado com falta. Alex Telles ergueu a bola na área, a zaga botafoguense afastou, Souza ganhou o rebote e Vargas completou para as redes. O time alvinegro pediu a anulação da jogada, alegando que o bandeirinha havia marcado impedimento de Kléber.
Eu entendo as reclamações do Botafogo e concordo com elas. No meu modo de ver a regra, Kléber, que estava impedido, participou da jogada (seja fazendo menção de ir na bola, seja obstruindo a visão um adversário). Contudo, esse não é o conceito vigente de participar da jogada na Fifa/International Board e para os ex-árbitros/comentaristas o gol foi legal.

No segundo tempo o Grêmio esperou o Botafogo, crendo que poderia liquidar o jogo em um contra-ataque puxado por Vargas, mas o time pouco se aproximou do arco adversário nos 45 minutos finais. A partida passou a ser jogada quase que exclusivamente no campo de ataque do Botafogo. Os visitantes tiveram 4 boas oportunidades de empate, mas o Grêmio se defendia de forma enérgica, e conseguiu segurar o 2×1 até o apito final.

O Grêmio claramente teve um posicionamento mais recuado no segundo tempo. Diante de tal fato ficam algumas questões: O time fez bem em recuar? Recuou por um comando do treinador? Por falta de preparo físico? Por imposição do adversário?
Maxi Rodriguez mais uma vez entrou bem na partida. E, para mim, Alex Telles teve uma atuação excelente, tanto na parte ofensiva como defensiva.
Assim como Barcos já havia feito, Vargas trocou o número da camisa que vinha jogando. Não acho muito certo abandonar a numeração fixa no meio da temporada. E me parece que tal procedimento não é correto com o torcedor que adquiriu a camisa com o nome e o número do jogador (Não é exatamente o mesmo caso, mas vale a pena ler sobre o que fez o New England Patriots com as camisas vendidas com o nome de Aaron Hernandez).
Eu sigo achando que um jogo de futebol também se ganha nos detalhes. A direção do Grêmio fez muito bem em intervir no processo de liberação dos instrumentos musicais das torcidas. E achei bem interessante a iniciativa do Vice-Presidente Nestor Hein de assistir o jogo no setor da geral. É um belo gesto. Só lamento que não tenha sido possível fazer isto nos jogos da Libertadores. Mas as lideranças do Grêmio e da Geral poderiam aproveitar o exemplo e convidar algumas autoridades e membros da imprensa para visitar aquele espaço durante um jogo. Ajudaria a acabar com alguns dos mitos sobre o local.
Antes da partida, muitos torcedores do Botafogo circulavam tranquilamente pelos arredores da Arena e uns tantos tiravam fotos do estádio. Inegavelmente a nova casa gremista é uma atração de Porto Alegre. Os relatos dos visitantes só engrandecem a obra. Deveríamos levar isso em consideração antes de se cogitar em banir/restringir as torcidas adversárias.

Fotos: GrêmioFotos e Grêmio.net

Grêmio 2×1 Botafogo

GRÊMIO: Dida, Pará, Werley, Bressan e Alex Telles; Adriano, Souza (Matheus Biteco – 36’/2ºT), Zé Roberto e Elano (Maxi Rodríguez – 24’/2ºT); Vargas (Cris – 48’/2ºT) e Kleber 
Técnico: Renato Portaluppi

BOTAFOGO: Jefferson, Lucas (Gilberto – 15’/2ºT), Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Renato, Lodeiro (Elias – 21’/2ºT), Seedorf e Vitinho (Henrique – 30’/2ºT) ; Rafael Marques

Técnico: Oswaldo de Oliveira
7ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2013
Data: 14 de junho de 2013, domingo, 16h00min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Público: 30.395 (28.014 pagantes)
Renda: R$ 1.335.155,00
Arbitragem: Paulo Cesar Oliveira (SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse e Carlos Augusto Nogueira Júnior (trio de São Paulo).
Cartões amarelos: Adriano e Kléber (G); Vitinho e Marcelo Mattos (B)
Gols: Vargas, aos 12min e aos 33min, e Seedorf, aos 19min do primeiro tempo

2 Responses to “Brasileirão 2013 – Grêmio 2×1 Botafogo”

  1. Anonymous Says:

    o Vargas não tomou um amarelo também???
    abraço!

  2. Gauchão 2020 – Grêmio 3×0 Juventude | Grêmio1983 Says:

    […] gol do Pepê. Já manifestei minha opinião isso em lances parecidos, que favoreceram o Grêmio, em 2013 e 2014. Contudo é forçoso lembrar que a recomendação seguida há algum tempo é de considerar a […]

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d bloggers like this: