Brasileirão 2014 – Grêmio 0x0 Goiás

O Grêmio retornou da parada da Copa do Mundo com mais um resultado frustrante. Foi o quarto jogo em sequência em que o tricolor ficou sem marcar gols (e por consequência sem vitória). No primeiro tempo o Goiás permaneceu mais recuado e não teve grande presença ofensiva. O time de Enderson Moreira controlou as ações, mas criou poucas oportunidades. A mais clara foi no chute em que Luan tentou encobrir Renan. Nos 45 minutos finais o jogo passou a se desenvolver quase que inteiramente nas proximidades da área esmeraldina. O Grêmio saiu do 4-2-3-1 e passou para um 4-1-4-1. Dudu entrou para jogar aberto pela ponta direita, e ali criou algumas situações de gol, mas do outro lado campo se via um buraco. Segundo o gráfico da ESPN, nenhum jogador ocupou o lado esquerdo do ataque gremista. Faltava uma maior variação na movimentação do time e a troca de passes era demasiadamente lenta. E o tricolor não conseguia fazer pressão na saída de bola do adversário ou quando perdia a posse. Ainda assim, o Grêmio até ficou perto de abrir o marcador nos chute de Alan Ruiz (no qual Renan fez boa defesa) e Lucas Coelho (que parou na trave), mas acabou tento que amargar um 0x0.
O Grêmio foi claramente superior ao Goiás, mas esteve muito longe de fazer uma boa partida. Fiquei preocupado não só com a atuação, mas também com o diagnóstico feito pelo nosso treinador. Tá certo que a coletiva é um momento complicado, que as perguntas não ajudaram (ênfase excessiva na titularidade do Barcos) e que pode existir uma diferença entre discurso interno e externo, mas o técnico do Grêmio não pode fazer declarações tão descoladas da realidade. A manchete do UOL resumiu bem ao afirmar que Enderson empilhou clichês. Dizer, em  pleno 2014, que “só faltou a bola entrar” não é mais aceitável. E ter o controle do jogo contra um adversário cujo melhor jogador é o Ramón não é exatamente um feito a ser celebrado. Um domínio das ações sem velocidade e sem pressão no oponente tende a ser estéril, como foi na partida de ontem.
A ideia não me agradou muito, mas não considero nenhum absurdo a utilização de Saimon na lateral esquerda. Mas quando é que isso foi treinado? Contra o Maringá, Saimon sequer entrou em campo e contra o Londrina ele atuou como como zagueiro.
Giuliano mostrou empenho e uma característica que faltava nesse plantel do Grêmio, que é a do meia capaz de voltar para buscar o jogo com volantes e zagueiros.
O público de jogo foi bom, especialmente se considerarmos que desde 2006 o Grêmio jogou 40 vezes em casa nas quarta-feiras e a média desses jogos é de 20.348 presentes. Levando em conta somente as partidas disputadas às 19:30 de quarta-feira a média cai para 19.198. Média parecida é dos jogos as 22:00, com 19.162. Contudo, a média sobe quando consideramos somente os jogos das 20:30/21:00, ficando em 24.558. Ou seja, tivemos um público típico das 20:30 no horário das 19:30, com todos os problemas de gente entrando em cima da hora. Vi portões fechados e alguma filas consideráveis. Um dos orientadores recomendou que eu entrasse por outro portão que não o do meu setor, o que fez com que eu não perdesse tanto tempo do jogo.
Achei legal que tenham começado a fazer algumas pequenas modificações e acréscimos na comunicação visual do estádio (ainda que seja o óbvio do óbvio) e que se tenham colocado food-trucks na esplanada (apesar de ainda não vender cerveja).

Fotos: André Kruse (Grêmio1983) e Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio Grêmio 0x0 Goiás Goiás

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Rhodolfo, Geromel e Saimon; Ramiro (Dudu, 10’/2ºT), Riveros, Alán Ruiz (Zé Roberto, 30’/2ºT), Giuliano e Luan; Barcos (Lucas Coelho, 24’/2ºT)
Técnico: Enderson Moreira

GOIÁS: Renan; Valmir Lucas, Jackson, Pedro Henrique e Lima (Alex Alves, 14’/2ºT); Amaral, David, Ramon, Liniker (Erik, intervalo) e Tiago Real; Assuério (Welinton Junior, 25’/2ºT)
Técnico: Ricardo Drubscky

10ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2014
Data: 16/07/2014, quarta-feira, 19h30min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 26.166 (24.449 pagantes)  
Renda: R$ 813.641,50
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Asp Fifa/SP)
Auxiliares: Vicente Romano Neto (SP) e Herman Brumel Vani (SP)
Cartões amarelos: Assuério, Valmir Lucas, Ramon, Alex Alves (GOI) Luan (GRE)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: