Gauchão 2015 – Grêmio 1×1 Novo Hamburgo (Grêmio 6×5 nos pênaltis)

E o Grêmio passou com as “calças na mão” pelo Novo Hamburgo nas quartas de final do Gauchão. Contudo, em nenhum momento o tricolor foi inferior ao seu adversário, e até poderia ter definido o confronto cedo, pois antes dos 15 minutos Luan deu dois belos passes que criaram claras situações de gols (no primeiro Douglas desperdiçou e no segundo houve impedimento de Braian Rodriguez). Mas os comandados de Felipão começaram a se complicar aos 28 minutos, quando Fred cobrou uma falta por cima da barreira e abriu o marcador. Daí em diante o Grêmio esbarrou nas suas habituais dificuldades, não tendo infiltração e velocidade no passe para tirar a vantagem do fato de ficar com a bola no campo de ataque. 
Já nos 24 minutos do segundo tempo, Bolívar, como de costume, esqueceu a bola que  havia escapado do controle de Mamute e foi só nas pernas do avante gremista (foto abaixo). Falta que Douglas cruzou na área e Geromel completou de cabeça empatando o jogo. O Grêmio teve chance de virar o jogo, mas Douglas acabou acertando a trave por duas vezes (aos 29 em um pênalti sofrido por Mamute e aos 41 numa cobrança de falta) e o jogou foi para os pênaltis, onde Rafael defendeu a cobrança de Everton e Marcelo Grohe parou os chutes de Paulinho e Schuster.

Não dá pra entender muito a postura do Felipão em relação ao Mamute. No domingo fez críticas duras ao jogador. Ontem chegou a pedir publicamente um aumento para o atleta. Fazer críticas e elogios fazem parte da função do chefe, mas nesses dois casos as manifestações me pareceram um tanto exageradas.

Achei que o Presidente Romildo Bolzan agiu bem ao questionar as atitudes do Presidente da FGF. O que Novelletto vem fazendo e dizendo, especialmente em 2015, não condiz com o cargo que ocupa. Só acho que o mandatário gremista erra ao dizer que as ações da federação são “contra o Grêmio”. Na realidade elas são é favoráveis ao Internacional, e contra qualquer um que esteja no caminho, seja Grêmio, Glória de Vacaria, 15 de Campo Bom ou, para ficar no exemplo mais recente, Cruzeirinho.

Não creio que um jogo as 19h30min de uma quinta-feira seja o melhor momento para aumentar o preço dos ingressos. Talvez a justifica resida no fato de se tratar de um jogo eliminatório, mas sem uma política clara de preços nós jamais saberemos a razão dessa mudança.

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net), Guilherme Testa (Guilherme Testa) e Ricardo Giusti (Correio do Povo)

Grêmio Grêmio 1×1 Novo Hamburgo Novo Hamburgo

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Matías Rodríguez (Felipe Bastos, Intervalo), Rhodolfo, Geromel e Marcelo Oliveira; Ramiro, Maicon, Giuliano (Everton, 17’/2ºT), Douglas e Luan; Braian Rodríguez (Yuri Mamute, Intervalo).  
Técnico: Luiz Felipe Scolari
NOVO HAMBURGO: Rafael; César Lucena, Fred, Bolívar e Paulinho; Dê, Magrão, Lucas Crispim, William Schuster e Thiago Humberto; Beto Cachoeira (Luís Mário, 10’/2ºT).  

Técnico: Roger Machado

Quartas de final – Campeonato Gaúcho 2015
Data: 09 de abril de 2015, quinta-feira, 19h30min
Local:  Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 16.991 (15.279 pagantes)
Renda:  R$ 509.844,00
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes:
Julio Cesar Rodrigues dos Santos (RS) e Antônio João do Prado Albornoz (RS)
Cartões amarelos: Beto Cachoeira (NHA), Magrão (NHA), César Lucena (NHA), Bolívar (NHA), William Schuster (NHA), Douglas (GRE)
Cartões vermelhos: César Lucena (31 minutos do 2º tempo)
Gols: Fred, aos 28 minutos do primeiro tempo; Geromel, aos 24 minutos do segundo tempo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: