Taça Brasil 1960 – Fluminense 1×1 Grêmio

Clóvis afasta a bola enquanto Pinheiro e Marino observam 
O primeiro confronto entre Fluminense e Grêmio no Maracanã ocorreu no dia 21 de Outubro de 1960, valendo como partida de desempate nas quartas de final da Taça Brasil daquele ano.

 

No primeiro jogo, no Olímpico, o Grêmio venceu com um gol de Elton. Na partida de volta, o Fluminense venceu por 4×2 nas Laranjeiras, onde, reza a lenda, o gramado teria tido suas dimensões reduzidas por ordem do técnico Zezé Moreira, visando que o melhor preparo físico da equipe gremista não prevalecesse.
O terceiro jogo foi marcado novamente para a Capital Guanabara, restando a dúvida sobre em qual estádio seria disputado. O Fluminense queria utilizar novamente as Laranjeiras, mas o presidente do Grêmio, João Leitão de Abreu, conseguiu que a partida fosse levada para o Maracanã, que foi liberado as pressas, uma vez que passava por reformas.
Jogando de branco, o Fluminense saiu na frente logo aos 4 minutos, com um gol de Jair Francisco. O Grêmio chegou ao empate aos 33 minutos do segundo tempo, em um pênalti sofrido por Milton e convertido por Elton. O jogo foi pra prorrogação, na qual o Fluminense jogava pelo empate em função de ter melhor saldo de gols (na época chamado de goal-average) nos jogos anteriores.
Um fato pitoresco na partida foi a postura de Zezé Moreira,  técnico do Fluminense. Ao final dos 90 minutos ele invadiu o gramado para ofender e agredir (deu um pontapé nas nádegas” segundo o Jornal do Brasil) o juiz Olten Aires de Abreu. Não fosse isso suficiente, o ex-treinador da seleção brasileira ainda “investiu” contra o fotógrafo do Correio do Povo José Abraham, o Espanhol. O curioso é que a Folha Esportiva de Porto Alegre afirma que Zezé foi autuado em flagrante, tendo que pagar fiança para  ir pra casa enquanto o Jornal do Brasil afirma que o técnico apenas teve que pedir desculpas ao árbitro nos vestiários. Ainda, o jornal gaúcho afirma que o juiz deixou de dar um pênalti para o Grêmio enquanto o periódico carioca nada registrou sobre o tema.
Vieira cercado por Edmilson, Jair Marinho e Pinheiro.

 

 O técnico Foguinho tentou ingressar no campo para ajudar o fotógrafo José Abraham, mas foi contido por Ortunho e pelo dirigente Hamilton Braga.

 

1960-foguinho-gremio-revista-do-esporte-maracana

Fontes: Folha Esportiva, Jornal do Brasil, Revista do Esporte e Jornalheiros

Fluminense 1×1 Grêmio

FLUMINENSE: Castilho; Jair Marinho, Pinheiro, Clóvis e Altair; Edmílson e Paulinho; Maurinho, Waldo, Jair Francisco e Escurinho.
Técnico: Zezé Moreira

 

GRÊMIO: Suli; Figueiró, Aírton, Ênio Rodrigues e Ortunho; Élton e Mílton Kuelle; Vieira, Marino, Gessi e Jurandir (Juarez)
Técnico: Foguinho
Taça Brasil 1960, quartas-de-final, decisão da Zona Sul
Local: Maracanã (Rio de Janeiro)
Público: 26.631 pagantes
Renda: Cr$ 1.119.961,00.
Árbitro: Olten Aires de Abreu (SP).
Auxiliares: Antônio Viug e Clinamute Vieira França.
Gols: Jair Francisco, aos 4 do primeiro tempo e  Élton (de pênalti) aos 33 do primeiro tempo/2T).

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: