Libertadores 2016 – Grêmio 4×0 LDU Quito

No momento de maior pressão o Grêmio fez sua melhor partida na temporada. Não foi uma atuação perfeita, mas o tricolor mostrou bastante intensidade e foi muito eficaz em converter as chances que teve/criou.
O fato do primeiro gol ter saído cedo foi fundamental para afastar qualquer negatividade/insatisfação que rondava a Arena. Aos 11 minutos, Maicon chutou mal, mas Luan conseguiu antecipar a zaga e fazer o pivô para o capitão gremista mandar pro gol na sua segunda tentativa. Apesar da vantagem, o time gremista seguiu bastante agitado, exemplo disso pode ser visto num lance que Geromel derrubou Fred quando os dois buscavam afastar a “mesma” bola. A tranquilidade só veio aos 36 minutos, quando Luan aproveitou uma saída errada da LDU e lançou o estreante Bolaños, que inteligentemente concluiu rápido, enquanto o goleiro se adiantava para fechar o ângulo.
No início do segundo tempo, Romero recebeu o segundo amarelo e foi expulso (o que já devia ter acontecido no final do primeiro tempo quando ele derrubou Luan que sairia de frente com o goleiro). A partir daí o Grêmio mostrou maturidade, não se expondo desnecessariamente e esperando pelos espaços que a LDU daria ao tentar uma reação. E esses espaços só foram aparecer perto do final da partida. Aos 37, Henrique Almeida fez jogada individual e marcou o terceiro gol num forte chute de fora da área e aos 44 Everton recebeu na área e teve tranquilidade para deslocar o goleiro Dominguez e estabelecer o 4×0.

Roger foi muito feliz ao dizer que “Não está tudo certo agora, como não estava tudo errado antes“.

Além de ter conseguido converter as oportunidades criadas, outro fator importante para a vitória foi o fato de não ter tomado gols. Foi apenas a quarta partida nas doze disputadas até aqui na temporada que isso aconteceu.
Não sei se foi uma orientação ou uma circunstância do jogo, mas o Giuliano atuou bem mais próximos dos volantes do que dos homens de frente
Nos primeiros minutos da partida eu fiquei preocupado ao notar que foi Luan o escolhido para mudar o seu posicionamento (saiu do centro do ataque para a ponta esquerda) para a entrada de Miller Bolaños. Mas isso não prejudicou o seu rendimento. Os homens de frente do Grêmio se movimentaram bastante. Luan não ficou fixo pelo lado esquerdo. Apareceu na marca do pênalti para fazer o pivô no primeiro gol e estava pela meia direita para fazer o lançamento no segundo gol.
Se fosse levado em conta unicamente a questão do desempenho em 2016, Everton não merecia ser o escolhido para sair do time para a entrada de Bolaños. Importante que ele tenha conseguido marcar o gol nos poucos minutos que jogou.
A estreia do Miller Bolaños deixou bem esperançosa a torcida, especialmente porque ele ainda não está plenamente adaptado ao esquema de jogo. Quando estiver, tende a melhorar a sua contribuição.

Muito legal ver o retorno de diversos materiais na torcida, como papel picado. Difícil entender porque isso não aconteceu antes. Só acho que bandeirão nas primeiras filas de uma Arena é algo bem anacrônico.
Na mesma noite, o Corinthians também jogou em casa pela Libertadores. O número de pagantes foi parecido (35.065 em Porto Alegre e 38.818 em São Paulo) mas tivemos um número seis vezes maior de não pagantes no Humaitá (2.637 contra 428 em Itaquera). 

Grêmio Grêmio 4×0 LDU Quito LDU Quito

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Wallace Oliveira (Marcelo Hermes, 21’/2º), Geromel, Fred e Marcelo Oliveira; Edinho, Maicon, Giuliano, Douglas e Luan (Henrique Almeida, 35’/2º); Miller Bolaños (Everton, 26’/2º)
Técnico: Roger Machado
LDU: Domínguez; Quinteros (Luís Bolaños, 20’/2°), Luis Romero, Araujo e Estupinãn; Édison Vega, Fernando Hidalgo, Benavídez e Brahian Alemán (Puch, 27’/2º); Diego Morales e Tenorio (Padilla, 9’/2º). 
Técnico: Cláudio Borghi

02ª Rodada – Grupo 6 – Libertadores 2016
Data: 2 de março de 2016, quarta-feira, 21h45min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Público: 37.702 (35.065 pagantes)
Renda: R$ 1.581.618,00
Árbitro: Jesús Valenzuela (Venezuela)
Auxiliares: Carlos López e Luis Sánchez.
Cartões amarelos: Romero, Araujo (LDU de Quito); Pedro Geromel, Maicon (Grêmio).
Cartão vermelho: Romero, aos 2 minutos do 2º tempo(LDU de Quito).
Gols: Maicon, aos 11 do 1º tempo; Miller Bolaños, aos 36 do 1º tempo; Henrique Almeida aos 37 do 2º tempo; Éverton, aos 44 do 2º tempo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: