Archive for April, 2016

Libertadores 2016 – Grêmio 0x1 Rosario Central

April 29, 2016

O Grêmio teve uma atuação abaixo da crítica e foi derrotado em casa pelo Rosario Central, se complicando na Libertadores. Diferente do que aconteceu na partida contra o Toluca no México, dessa vez o problema do time não foi apatia. Os jogadores mostraram disposição, mas cometeram uma quantidade significativa de erros, alguns deles grosseiros. O problema é que o tricolor parecia não ter nenhuma alternativa ou recurso para sair da pressão na saída de bola imposta pelo adversário. Os meias não recuaram para auxiliar na distribuição do jogo. Não houve tentativa de explorar os espaços deixados na defesa adversária com bolas longas. Nada. O Grêmio jogou da mesma maneira durante os 90 minutos, abusando de erros em fundamentos básicos. O tricolor teve 64% de posse de bola, mas só tentou 4 conclusões e somente uma chance clara de gol (na bola que sobrou para o Bolanos após um escanteio) O time teve Apesar de ter sido amplamente avisado sobre as características do Central, o capitão Maicon estranhamente disse que “a gente tinha analisado os jogos deles e não tinha visto eles jogarem da maneira que fizeram hoje“.

Nem em um time de várzea seria aceitável tomar o gol que o Grêmio tomou. Bressan sempre teve limitações, mas antes ao menos poderia se dizer que ele passava segurança na bola área. Hoje não há mais como repetir tal frase.

Mas não é o caso de crucificar um único jogador. Nenhum jogador do Grêmio teve um desempenho minimante aceitável. NENHUM.

 Pedro Geromel fez muita falta.

O mais bizarro é que eu sigo achando que temos chances. Mesmo com toda a pane gremista o Central só foi fazer gol num erro grosseiro da defesa gremista. Apesar de terem controlado totalmente o jogo, os argentinos só tiveram mais uma situação concreta de gol, que foi aquela bola que Ruben acertou o travessão após o encobrir Marcelo Grohe. É pouco provável que o  Grêmio não apresenta uma melhora em Rosario (mas talvez isso seja só eu tentando me iludir)

É uma pena que o presidente Romildo Bolzan não tenha falado após o jogo em virtude de uma crise de pressão alta. Mas um dos seus 6 vice-presidentes deveria ter se pronunciado. Da mesma maneira me pareceu estranho o silêncio do Vice de Futebol César Pacheco.

Fotos: Rosario Central.com e Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio Grêmio 0x1 Rosario Central Rosario Central

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Ramiro, Fred, Bressan e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon (Everton – 15’/2º T), Douglas (Lincoln – 26’/2º T) e Giuliano; Luan e Miller Bolaños (Bobô – 20’/2ºT)
Técnico: Roger Machado.

ROSARIO CENTRAL: Sosa, Salazar, Burgos, Donatti e Pinola; Montoya, Musto, José Fernández e Cervi (Gil Romero – 47’/2ºT); Herrera e Marco Rubén (Lo Celso – intervalo)
Técnico: Eduardo Coudet

Libertadores 2016 – Oitavas de Final – Jogo de ida
Data: 27/04/2016, quarta-feira, 21h45min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 34.621 (31.762 pagantes)
Renda: R$ 1.271.921,00
Árbitro: Victor Carrillo (Peru)
Assistentes: Jonny Bossio e Braulio Cornejo (Peru)
Cartões amarelos: Burgos, Pinola, Lo Celso, Musto e Cervi (Central); Bressan, Fred, Walace, Maicon e Miller Bolaños (Grêmio).
Gol: Marco Ruben  aos 18 minutos do 1º tempo

Gauchão 2016 – Semifinal – Grêmio 3×1 Juventude

April 27, 2016

O Grêmio jogou bem, ganhou bem, mas foi desclassificado. O time correu muito, talvez mais do que em qualquer outra partida da temporada. Tivesse todo esse empenho e movimentação no primeiro jogo no Jaconi muito provavelmente o tricolor se classificaria com facilidade. Mas não foi bem isso que aconteceu. O clube parece não entender que no futebol profissional não existe a possibilidade de se escolher quando se joga “às ganha” e quando se joga “às brinca”.
Sei bem que é impossível não estabelecer prioridades nesse calendário absurdo que temos. Só acho que o Grêmio não vem fazendo isso muito bem.  Um time de futebol é uma estrutura complexa, sujeita a quedas e aumentos de rendimento. Não há como virar um “dimmer” nas costas de cada um dos atletas quando for mais ou menos necessário um resultado.
Eu não acho que um Regional irá saciar a sede da torcida por títulos. Da mesma forma, não concordo com a tese que o Grêmio precisa necessariamente ganhar um Gauchão antes de pensar em postular títulos maiores. Mas o retrospecto dos últimos 10 anos mostram que o clube não está sabendo enfrentar a competição, mesmo que se considere todas as dificuldades que não deveriam existir (parcialidade da Federação e afins, por exemplo). 
É difícil dizer que uma eliminação no Gauchão não afeta o clube. Um exemplo disso foi a infeliz declaração do Capitão Maicon ao dizer que não podemos carregar o peso de 15 anos se chegamos agora“. Seria muito fácil receber para jogar aqui e só ter que encarar o bônus de usar a camisa do Grêmio.  Infelizmente o ônus também faz parte. Menos mal que o Roger colocou as coisas no lugar ao dizer que “Um clube grande não pode ficar tanto tempo sem títulos importantes. A cobrança é genuína, e eu sou responsável também”.
O Presidente Romildo Bolzan é um homem experiente na “vida pública” e deveria saber que frases como Se jogarmos como hoje, podemos fazer cinco no Rosario Central” tem grandes chances de serem usadas fora de contexto.

Fotos: Manoel Petry  e Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio Grêmio 3×1 Juventude Juventude

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Ramiro, Bressan, Fred e Marcelo Oliveira; Walace (Lincoln, 36’/2ºT), Maicon, Giuliano, Douglas (Henrique Almeida, 28’/ºT) Luan; Bobô (Bolaños, 9’/2ºT)

Técnico: Roger Machado
JUVENTUDE – Elias; Hélder, Klaus, Heverton, Pará; Wanderson, Itaqui (Lucas, 9’/2ºT), Bruno Ribeiro, Hugo (Wallacer, 18’/2ºT); Dieguinho (Vacaria, 30’/2ºT) e Roberson
Técnico: Antônio Carlos Zago
Jogo de volta – Semifinal  – Gauchão 2016
Data: 24 de abril de 2016, domingo, 16h00min 
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS) 
Público: 20.158 (18.285 pagantes) 
Renda: R$ 704.599,00 
Árbitro: Jean Pierre Lima (RS) 
Assistentes: Leirson Martins e Michael Stanislau (ambos do RS) 

Cartões amarelos: Bressan, Fred e Ramiro; Hugo, Dieguinho, Bruno Ribeiro e Lucas
Cartão vermelho: Hélder (Juventude) aos 48 minutos do 2º tempo
Gols: Wallace, aos três minutos do primeiro tempo, Giuliano, no 1º minuto, Roberson, aos dois minutos e Bolaños, aos 12 minutos do segundo tempo

Gauchão 2016 – Semifinal – Juventude 2×0 Grêmio

April 27, 2016

Até os 14 minutos do segundo tempo o Grêmio fazia um jogo lento, mas de igual pra igual com seu adversário. O tricolor com time misto, não conseguia impor seu ritmo, mas não era superado em ações pelo seu adversário. Até ali se via uma situação aceitável para quem jogou na terça e jogaria novamente no domingo. Contudo, a partir dos 14 minutos da etapa final o Grêmio errou duas vezes. Duas vezes em bolas paradas que foram cruzadas na sua área. Duas vezes em que a defesa falhou grosseiramente. Duas vezes que o Juventude não deixou de aproveitar o erro tricolor. No primeiro lance, Marcelo Grohe se atrapalhou com Fred e acabou socando a bola para trás, onde estava Roberson, que completou para as redes. 9 minutos depois, o Grêmio permitiu que Klaus, o melhor cabeceador do Juventude, tomasse distância antes de saltar para marcar o segundo gol. Depois disso a única situação concreta de diminuir a diferença foi um cobrança de falta de Fred que parou no travessão.
Tão ruim quanto o resultado foi a notícia sobre a caxumba do Geromel. Tem algumas coisas no Grêmio que são difíceis de entender. Por que os atletas só foram vacinados na sexta-feira? Se a vacina funciona, não deveria ter feita quando da descoberta do primeiro caso? A “instituição” Grêmio tem uma séria dificuldade em reconhecer equívocos.

Fotos: Juventude e Lucas Uebel (Grêmio.net)

Juventude Juventude 2×0 Grêmio Grêmio

JUVENTUDE: Elias; Helder, Klaus, Heverton e Pará; Wanderson, Itaqui, Bruno Ribeiro e Hugo (Wallacer, 16’/2ºT); Dieguinho (Lucas, 25’/2ºT) e Roberson (Sassá, 39’/2ºT)
Técnico: Antônio Carlos Zago

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Wallace Oliveira, Fred, Bressan e Marcelo Hermes; Walace, Maicon, Pedro Rocha, Lincoln (Bolaños, 18’/2ºT) e Everton (Luan, 20’/2ºT); Bobô (Henrique Almeida, 31’/2ºT)
Técnico: Roger Machado

Jogo de ida – Semifinal  – Gauchão 2016
Data: 21/04/2016, quinta-feira, às 21h30min
Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Árbitro: Diego Real (RS)
Assistentes: Maurício Penna (RS) e Antonio Albornoz (RS)
Público: ? ? ?
Cartões amarelos: Elias, Wanderson, Itaqui e Roberson ; Wallace Oliveira, Marcelo Hermes, Lincoln, Pedro Rocha e Henrique Almeida .
Gols: Roberson, aos 14 e Klaus aos 23 minutos do segundo tempo

Médias de Público na Fase de Grupos da Libertadores

April 24, 2016

Fiz um levantamento da média de público e renda dos times brasileiros na fase de grupos da primeira fase da Libertadores. O Grêmio tem a 2ª melhor média de público e a 3ª melhor média de renda.
É preciso ressaltar que alguns comparativos ficam prejudicados. Apenas Corinthians divulgaram o público pagante e total de todos os seus jogos em casa. Na questão das rendas, um comparativo mais completo levaria em conta a questão dos sócios e sócio-torcedor. No Grêmio, os sócios patrimoniais/contribuintes não pagam ingresso, mas a cada um que vai ao jogo é atribuído um valor para fins de pagamento de taxas e impostos. De tal modo, na realidade o Grêmio arrecada menos por jogo do que essa média acima.
Por curiosidade, deixo abaixo a média de público do Grêmio nas outras fases de grupos de Libertadores que participou. Lembrando que em 1984 e 1996 o Grêmio não jogou a fase de grupos e que nessa conta não entram os jogos de primeira fase (ou Pré-Libertadores). Na atual edição o Grêmio teve sua segunda melhor média.

Libertadores 2016 – Grêmio 1×0 Toluca

April 21, 2016

Era a última rodada da fase de grupos. Toluca e Grêmio já estavam classificados. Os mexicanos, que comumente não precisam de muitos motivos para avacalhar a Libertadores,  não perderiam a primeira colocação com derrota e entraram em campo com os reservas. O tricolor tinha um pouco mais de interesse no confronto, buscando melhorar seu ranqueamento para confrontos das fases seguintes. Nos primeiros 20 minutos o Grêmio demonstrou esse maior interesse e foi para cima do visitante, se postando no campo de ataque, rodando a bola nas proximidades da área adversária e criando algumas situações. Aos 15 minutos, Luan deu um belo lançamento para dentro da área, onde Ramiro tinha se “infiltrado” para completar de cabeça para a redes. Mas pouco depois desse gol o Grêmio diminuiu sensivelmente o seu ritmo e seu nível de concentração. O time até seguiu buscando um segundo gol, mas fez isso com alguma displicência. Por sua vez, os mexicanos não mostravam muito ímpeto e organização para ameaçar a vitória tricolor.

Público de ontem foi interessante. Maior do que o do jogo contra o Nacional em 2014, quando o Grêmio igualmente já estava classificado.
E essa foi a segunda melhor média de público do Grêmio na fase de grupos da Libertadores. Só na edição de  2007 o público foi superior. 

Grêmio Grêmio 1×0 Toluca Toluca


GRÊMIO: Marcelo Grohe; Ramiro, Geromel (Bressan, int), Fred e Marcelo Oliveira;Walace, Maicon, Giuliano, Douglas (Lincoln, 17’/2°) e Luan; Bobô (Henrique Almeida, 21’/2º).

Técnico: Roger Machado.

TOLUCA: Sánchez; Gamboa, Jordan Silva, Pérez e Quezada; Navarro, Brambilla, Velasco e aucedo; Arellano e Lobos(Esquivel, 12’/2º)
Técnico: José Cardozo 

06ª Rodada – Grupo 6 – Libertadores 2016
Data: 20 de abril de 2016, terça-feira, 21h45min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre – RS
Público: 34.628 (31.782 pagantes)
Renda: R$ 1.377.475,00
Árbitro: Gustavo Murillo (Colômbia)
Assistentes: Wilmer Navarro e Alexandre León
Cartões Amarelos: Henrique Almeida (Grêmio); Brambila e Lobos (Toluca)
Gol: Ramiro, aos 15 minutos do primeiro tempo.

Libertadores 2016 – LDU Quito 2×3 Grêmio

April 14, 2016

O Grêmio jogou bem, atuando com inteligência e simplicidade, e assim conseguiu um importante vitória (e a classificação) em Quito.  Com a bola o time procurava jogar com toques curtos e bastante movimentação. Na defesa o tricolor se precaveu bem da tentativa de explorar a bola aérea feita pela LDU. Os mandantes assustaram no começo, mas o gol marcado por Romero aos 2 minutos foi corretamente anulado por impedimento. O Grêmio passou a ficar com a bola, apostando no desespero do adversário. Deu certo. Aos 12 minutos Douglas apareceu pelo lado direito de ataque, acionou Luan pelo centro e entrou em diagonal na área para receber de volta, cortar o zagueiro e fazer o 1×0.   Aos 25 foi Giuliano que apareceu pelo meio e buscou Bobô dentro da área. O camisa 13 não desperdiçou e concluiu com tranquilidade na saída do goleiro Domínguez. Primeiro tempo de luxo do tricolor.

Logo aos 30 segundo do tempo a LDU conseguiu descontar, com Quintero, que avançou com alguma facilidade pelo lado esquerdo da defesa gremista. Contudo o Grêmio reagiu bem. Aos 7 minutos o goleiro Domínguez cortou um cruzamento para a entrada da sua área. Lá estava Walace, que tirou a bola de uma poça da água e colocou ela na gaveta. Mas apesar da vantagem, o Grêmio decaiu bastante na última meia hora de jogo. O time não conseguiu mais reter a bola no campo de ataque. Aos 32 minutos Cevallos descontou num chute de fora da área que desviou em Giuliano e Marcelo Grohe demorou a reagir. Os últimos lances da partida forma bastante tensos, uma vez que os atletas gremistas aparentam ter dificuldade até para dar chutão para frente e a LDU seguiu levantando bola na área até o apito final. 



Assim como aconteceu em 2014, o Grêmio se classificou no “grupo da morte” antes da última rodada.
Walace é um monstro. Sua presença em campo faz muita diferença no desempenho do time, especialmente pela capacidade levar a bola para o ataque com velocidade e qualidade.
Bobô está com uma média de gols muito boa nessa temporada.
Segundo o Gamecast da ESPN  Geromel jogou bastante recuado na sobra e Edinho atuou quase na mesma linha do Fred. 

Mesmo com quase uma semana de treinamento e adaptação em Quito deu pra ver que o time sentiu bastante o cansaço nos minutos finais. Mas não podemos desconsiderar que nem todas as substituições feitas no segundo tempo deram resultado. Pedro Rocha e Lincoln não conseguiram segurar a bola no ataque.
O Grêmio só tem usado essa meia toda preta (mais bonita na minha opinião) na Libertadores.

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Eduardo Moura (Globo Esporte)

LDU Quito LDU Quito 2×3 Grêmio Grêmio

LDU: Domínguez; Quintero (Padilla, 27’/2º), Romero, Ayoví e Estupiñan (Cevallos, 18’/2º); Vega, Benavidez, Morales, Brahian Alemán; Puch (Villalva, 3’/2º) e Tenorio.
Técnico: Álvaro Gutiérrez
GRÊMIO:Marcelo Grohe; Wallace Oliveira, Geromel, Fred e Marcelo Hermes; Edinho, Walace, Giuliano, Douglas (Pedro Rocha, 32’/2º) e Luan (Bressan, 39’/2°);Bobô (Lincoln, 37’/2°)
Técnico: Roger Machado
05ª Rodada – Grupo 6 – Libertadores 2016
Data: 13/04/2016, quarta-feira, 21h45min
Local: Estádio Casa Blanca, em Quito (Equador)
Árbitro: Roberto Tobar (Chile)
Assistentes: Christian Schiemann e Raúl Orellana (trio chileno)
Cartões Amarelos: Alemán e Tenorio (LDU); Bobô, Grohe e Wallace Oliveira (Grêmio)
Gols: Douglas, aos 12 minutos do 1º tempo, Bobô aos 25 minutos do 1º tempo; Quintero, aos 30 segundos, Walace, aos 7 minutos do 2º tempo e Cevallos, aos 32 minutos do segundo tempo

Gauchão 2016 – Grêmio 4×1 Brasil de Pelotas

April 7, 2016

O gol de Geromel, logo aos 2 minutos inviabilizou a proposta do Brasil de jogar nos contra-ataques. Com o Xavante com dificuldade de propor ações e o Grêmio sem muita pressa para liquidar a fatura o jogo acabou ficando um pouco enfadonho. Bobô acabou fazendo o 2×0 antes do intervalo, aproveitando bom passe de Giuliano, o que deu a ideia de que o segundo tempo seria meramente protocolar.
Não foi exatamente isso que aconteceu, uma vez que o Brasil descontou aos 9 minutos, num escanteio que toda a defesa do Grêmio saltou muito pouco e Brock completou com o pé para as redes. Mas depois do susto o Grêmio se reencontrou chegou ao terceiro (Giuliano aproveitando uma confusão na área) e ao quarto (Pedro Rocha completando com categoria o belo lançamento de Luan) gol. 
Geromel está impossível. A arrancada que ele deu no segundo tempo foi sensacional.

Fotos: Richard Ducker (Grêmio.net) e Eduardo Deconto (Globo Esporte)

Grêmio Grêmio 4×1 Brasil de Pelotas  Brasil de Pelotas

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Wallace Oliveira, Geromel, Fred e Marcelo Hermes; Walace (Edinho, 2’/2º), Maicon, Giuliano, Douglas (Lincoln, 22’/2º) e Luan; Bobô (Pedro Rocha, int).
Técnico: Roger Machado
BRASIL-PEL: Martini; Galiardo, Cirilo, Leandro Camilo e Brock; Leandro Leite, Washington, Moisés (Márcio Hahn, 19’/2º) e Diogo Oliveira; Nathan (Nena, 35’/2º) e Ramon (Gustavo Papa, 23’/2º).
Técnico: Rogério Zimmermann

Gauchão 2016 – Quartas de Final
Data: 06 de abril de 2016, quarta-feira, 19h30min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 13.519 (11.931 pagantes)
Renda: R$ 462.762,00
Cartões Amarelos: Giuliano; Galiardo e Gustavo Papa
Gols: Geromel, aos dois minutos do primeiro tempo; Bobô, aos 39 do 1º tempo; Eduardo Brock  aos nove do 2º tempo; Giuliano aos 28 do 2º tempo e  Pedro Rocha  aos 32 do 2º tempo.

Gauchão 2016 – Grêmio 2×2 Juventude

April 5, 2016

A atuação do Grêmio foi um tanto desinteressada. Tendo feito o primeiro gol logo aos 3 minutos (foto acima), o tricolor tinha tudo para encaminhar um vitória tranquila. Mas acabou levando um virada num gol de pelada (muito embora seja precisa reconhecer o mérito do Hugo no drible em Bobô) e num pênalti que seria inaceitável na várzea (Wallace Oliveira fez sua pior partida até aqui). Menos mal que Luan conseguiu marcar o 2×2 numa bela cobrança de falta no último lance da partida.
Tendo em vista o aproveitamento mostrado, eu não entendo como o Luan não é o cobrador de todas as faltas que o Grêmio tem a seu favor nas proximidades da área 

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio Grêmio 2×2 Juventude Juventude

GRÊMIO: Bruno Grassi; Wallace Oliveira, Rafael Thyere, Bressan e Marcelo Oliveira (Iago, int); Edinho (Fernandinho, 29’/2º) e Maicon; Giuliano, Douglas (Lincoln, 13’/2º) e Luan; Bobô
Técnico: Roger Machado


JUVENTUDE: Douglas; Helder, Klaus, Neguete, Alan Rodrigues; Vacaria, Sananduva, Hugo (Dionas Bruno, 28’/2º), Felipe Lima (Guilherme, 24’/2º); Bruno Ribeiro e Roberson (Jeferson, 31’/2º) Técnico: Antônio Carlos Zago

13ª Rodada – Campeonato Gaúcho 2016
Data: 3 de abril de 2016, domingo, 16h00min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre
Árbitro: Luís Teixeira Assistentes: Max Augusto Guimarães e Fabrício Lima Bassegio
Público: 15.991 (13.936 pagantes)
Renda: R$ 475.638,00
Cartões amarelos: Hélder, Klaus, Alan Rodrigues e Hugo (Juventude)
Cartão vermelho: Alan Rodrigues (44/2ºTJuventude)
Gols: Douglas, aos 3 minutos e Bruno Ribeiro, aos 22 minutos do primeiro tempo, Hugo (de pênalti) aos a 6 minutos e Luan, aos 50 minutos do segundo tempo.

Gauchão 2016 – Passo Fundo 1×5 Grêmio

April 5, 2016
O Grêmio “atropelou” o Passo Fundo desde o ponta pé inicial. 4 gols nos primeiros 25 minutos. Destaque para Walace, que apareceu duas vezes na área para marcar.

Que história bizarra essa da falsificação dos ingressos. Impressionante o volume de vendas dos falsificadores. Não é qualquer operação que consegue comercializar 4 mil ingressos no mercado “paralelo”.

Fotos: Alex Borgmann

 Passo Fundo Passo Fundo 1×5 Grêmio Grêmio

PASSO FUNDO: Matheus; Tiago Machado, Leo Kanu, Gustavo e Alisson Gaúcho; Rudiero, Faísca, Nata A (Branquinho, int)Jean Silva e Leandro Canhoto (Dudu Mandai, 37’/2º); Jean Carlos (Lucas Roggia, 35’/2º).
Técnico: Paulo Porto

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Ramiro, Geromel, Fred e Marcelo Hermes; Walace, Maicon (Edinho, 21’/2º), Fernandinho (Iago, 26’/2°),Lincoln e Pedro Rocha; Bobô (Henrique Almeida, 15’/2º)
Técnico: Roger Machado

12ª Rodada – Campeonato Gaúcho 2016
Data: 30 de março de 2016, quarta-feira, 21h45min
Local: Estádio Vermelhão da Serra, em Passo Fundo
Árbitro: Márcio Coruja
Assistentes: André Bittencourt e Tiago Diel
Cartões amarelos: Marcelo Hermes e Bobô (Grêmio); Nata e Jean Carlos (Passo Fundo)
Gols: Bobô, aos 7 minutos do 1º tempo; Wallace aos 10 e aos 18 minutos do 1º tempo; Pedro Rocha  aos 25 minutos do 1º tempo; Lincoln  aos 14 minutos do 2º tempo; Alisson  aos 16 minutos do 2º tempo