Archive for July, 2016

Brasileirão 2016 – Sport 4×2 Grêmio

July 23, 2016

20160717211821461387a_1200x800

A verdade é que não tem como ganhar (nenhum) campeonato tomando essa quantidade de gols de escanteio. Não tem como querer brigar pela liderança levando 4 gols de um time que estava na zona de rebaixamento.

Chega a ser estranho. O Grêmio tem uma equipe que demonstra capacidade de desempenhar bom futebol mas insiste em cometer erros tão primários na parte defensiva.
aldo carneiro lance

Não me parece que a vitória do Sport tenha passado pelo apito, mas no Brasileirão uma derrota nunca é completa sem um erro de arbitragem: Não houve o pênalti que originou o quarto gol do time da casa.

Achei estranho ver o Marcelo Grohe usando a camisa de linha do ano passado. Mais estranho ainda foi ver o patrocínio da Tramontina coberto por uma faixa.

20160717211832237301o_1200x800

Fotos: Rafael Martins (Diário de Pernambuco) e Aldo Carneiro (Lance)

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves (Oswaldo, 38’/2ºT) e Renê; Rithely, Serginho, Diego Souza e Everton Felipe; Rogério (Rodrigo Mancha, 24’/2ºT); Edmilson (Mansur, 35’/2ºT)
Técnico: Oswaldo de Oliveira.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Fred e Marcelo Oliveira; Jailson (Pedro Rocha, 28’/2ºT), Maicon, Giuliano (Ramiro, 28’/2ºT), Douglas e Everton; Luan (Henrique Almeida, 35’/2ºT)
Técnico: Roger Machado

15ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2016
Data: 17/7/2016, domingo,  18h30min
Local: Ilha do Retiro, em Recife-PE
Público: 10.891
Renda:  R$ 153.730,00
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires (ES) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)
Cartões amarelos: Jaílson, Marcelo Oliveira e Ramiro (GRE)
Gols: Serginho, aos 21 do 1ºT, Diego Souza, aos 38 do 1ºT;Pedro Geromel a 1 e aos 17 do 2ºT, Edmílson, aos 23 do 2ºT e Diego Souza (de pênalti) aos 29 do 2ºT.

Brasileirão 2016 – Grêmio 2×1 Figueirense

July 11, 2016

2016 figueirense everton

O Grêmio jogou bem, foi claramente superior ao adversário e conseguiu uma merecida vitória diante do Figueirense. Assim como aconteceu contra a Ponte Preta, o gol da vitória só saiu nos descontos. E assim como aconteceu contra o Santos, o tricolor teve que buscar os três pontos depois de ceder o empate quando a vitória já parecia bem encaminhada. Aqui a duas formas de analisar esses dados. Uma é maneira mais positiva, onde o Grêmio mostra força, lutando até o final e sabendo se valer dos atletas que vem do banco. Uma segunda análise seria mais preocupada com a dificuldade que o Grêmio possa ter em “liquidar” os jogos e converter o seu domínio em gols.

No primeiro tempo o Grêmio, apesar de ter sofrido um pouco na defesa, tomou conta da ações. O time teve várias chances, mas na maioria das vezes parava na boa atuação do goleiro Thiago Rodrigues. O gol só saiu um minuto antes do intervalo, quando Walace acertou (mais) um belo chute de fora da área.

O tricolor ficou boa parte do segundo tempo rondando a área do adversário, mas ao não definir o jogo, acabava se expondo ao contra-ataque. Numa das raras vezes que o Figueirense aproveitou isto, Ayrton empatou num bonito voleio. Aí Roger colocou Bobô e Pedro Rocha em campo, e os dois fizeram boa tabela que terminou com a camisa 13 empurrando a bola para as redes aos 47 minutos do segundo tempo.
2016 figueirense jailson

O gol do Bobô vai fazer com se passe despercebido o erro do árbitro Jailson Macedo Freitas, que deixou de dar um pênalti para o Grêmio no primeiro lance da partida. Werley claramente colocou o braço na direção da bola.

E o Walace não vai para as Olimpíadas. Injusto com o jogador mas bom para as pretensões do Grêmio no campeonato.

Chamou a atenção o grande número de conclusões NO gol feitas pelo Grêmio. Luan e, principalmente, Everton não vem tendo nenhum pudor em tentar o arremate.

O horário das 11h tem sido bem recebido. O público foi bom. O melhor da história dos confrontos com o Figueirense.  A promoção de ingressos deve ter contribuído, mas eu não consigo acreditar que o clube insista em fazer uma promoção que exclua o seu sócio-torcedor e sócio-contribuinte que migrou para a geral.
2016 figueirense thyere
Fotos:  Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 2×1 Figueirense

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Rafael Thyere, Fred e Marcelo Oliveira; Walace (Pedro Rocha, 36’2ºT), Jailson, Giuliano, Douglas (Bobô, 36’2ºT) e Everton; Luan (Miller Bolaños, 26’/2ºT).
Técnico: Roger Machado

FIGUEIRENSE: Thiago Rodrigues; Ayrton, Werley, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Elicarlos, Bady (Dodô, 22’/2ºT) e Jocinei; Rafael Silva (Jefferson, 36’/2ºT), Ermel (Everton Santos, intervalo) e Rafael Moura
Técnico: Vinícius Eutrópio

14ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2016
Data: 10/07/16, domingo, 11h00min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Público:36.381 (34.013 pagantes)
Renda: R$ 1.314.698,00
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Fabiano Ramires (ES)
Cartões amarelos: Walace (GRE) e Bady (FIG)
Gols: Walace, aos 44 minutos do primeiro tempo. Ayrton, aos 30 minutos e Bobô, aos 47 minutos do segundo tempo.

Brasileirão 2016 – Inter 0x1 Grêmio

July 4, 2016

2016 luan2016 douglas

O Grêmio começou o clássico melhor (talvez por manter seu esquema e padrão de jogo), saiu na frente aos 19 minutos (numa jogada que começou por Walace puxando contra-ataque, passou por Luan armando, Everton concluindo e Douglas aparecendo na área para pegar o rebote) e teve chances de fazer o segundo antes do intervalo (verdade que também levou alguns sustos nos 15 minutos finais da primeira etapa).

O segundo tempo acabou sendo bem diferente. O Grêmio recuou e “cedeu” espaço. O Inter pressionou (com mais força nos primeiros 15 minutos da etapa final) e manteve a bola constantemente perto da meta defendida por M. Grohe. Mas fez isso muito mais na base da vontade do que na técnica ou em jogadas bem construídas. O Grêmio mostrou dificuldade para sair jogando e para valorizar a posse de bola, mas mesmo assim segurou a vantagem até o final.

O jeito do Inter jogar é muito peculiar. O time de Argel insiste tanto nos cruzamentos e nas jogadas pelo lado do campo que as vezes parece que o único objetivo dos jogadores é chegar a linha de fundo e cavar um escanteio, ao invés de buscar o gol.

img_4207

Faz uma diferença brutal ter o Douglas (sabotador de trator) entrando na área pra concluir. As duas últimas vitórias passaram por isso.

Walace e Jailson  fizeram, mais uma vez, grande partida. O meio de campo do Grêmio fica muito dinâmico com os dois.

Dewson Freitas da Silva só errou depois do apito final, quando resolveu dar cartão amarelo para Edilson, por ter “brincado” com a bandeirinha de escanteio.

O Grêmio vinha tomando muitos gols em jogadas de bola área. Hoje o time garantiu o 1×0 mesmo com os 36 (TRINTA E SEIS!) cruzamentos do Inter.

O público dessa Gre-Nal das 11h da manhã foi bom, superior a média dos últimos 20 anos. E na última vez que se jogou um clássico as 11h (pelo Gauchão de 1987) o público foi de 18.634.

2016 everton2016 luan2
Fotos: Diego Guichard (Globo Esporte) e Lucas Uebel (Grêmio.net)

Inter 0x1 Grêmio

INTERNACIONAL: Muriel; William, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob (Gustavo Ferrareis, 29’/1ºT), Rodrigo Dourado, Fabinho e Seijas (Valdívia, 18’/2ºT); Eduardo Sasha (Anderson, 28’/2ºT) e Vitinho
Técnico: Argel Fucks

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Rafael Thyere, Fred e Marcelo Oliveira; Walace, Jailson (Ramiro, 33’/2ºT), Giuliano, Douglas (Miller Bolaños, 27’/2ºT) e Everton (Pedro Rocha, 33’/2ºT); Luan
Técnico: Roger Machado

13ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2016
Data: 3/7/2016 , domingo, 11h00min
Local: Beira-Rio, Porto Alegre -RS
Público: 40.686 (36.299 pagantes)
Renda: R$1.726.850,00
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (FIFA-PA)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (FIFA-SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (FIFA-SP)
Cartões amarelos: Fernando Bob, Artur, Anderson e Vitinho (INT); Luan, Rafael Thyere, Marcelo Grohe, Ramiro e Edílson (GRE)
Gol: Douglas,  aos 19 minutos  1º tempo

 

Juízes que apitaram Grenais desde 1986

July 2, 2016

No último Gre-Nal, a diretoria tricolor pediu a FGF que fosse “designada uma arbitragem com profissionais provenientes de outras Federações“. Pediu e não levou. Para o clássico desse domingo não foi noticiado nenhum pedido desse tipo. E Dewson Freitas acabou ganhando o “sorteio” de Heber Roberto Lopes.

Diante disso, resolvi atualizar e ampliar o levantamento sobre os juízes designados para os clássicos Grenais. Desde 1986, foram disputados 133 clássicos e para eles foram designados 37 árbitros diferentes. Carlos Simon apitou 19 vezes nesse período. Leonardo Gaciba, Renato Marsiglia e Leandro Vuaden apitaram 10 cada (abaixo a relação completa):

 

Dos 134 Gre-Nais jogados nesse período, 104 foram apitados por juízes vinculados a Federação Gaúcha e 30 por juízes de fora do estado.

todos juizes lista atualizadas

Abaixo segue o retrospecto de todos os Gre-Nais desse período:

todos juizes vitorias

Abaixo segue o retrospecto dos Gre-Nais apitados por juízes de fora do estado nesse período:

juizes fora do rs

Abaixo segue o retrospecto dos Gre-Nais apitados por juízes gaúchos nesse período:
só juizes gauchos

Como se vê existe uma certa variação. Mas ela me parece pequena demais pra dizer que existe uma diferença efetiva. Ademais, ainda que amostragem englobe um período bastante longo, o número de Gre-Nais apitados por juízes de fora do RS não é suficientemente grande para poder fazer uma tese sobre o tema.

Ademais, esses dados não levam em conta que um empate possa ter favorecido um dos times, ou mesmo que uma derrota por certa diferença de gols seja do interesse de alguma equipe. Ainda, o juiz pode ter prejudicado muito mais o lado que saiu vencedor. De modo que resolvi publicar estes números mais com uma curiosidade, e não com uma conclusão definitiva.

 Atualização:  Depois do Gre-Nal 410, alertado por alguns comentários, decidi fazer um novo levantamento com base na competição disputada. Aqui sim há uma diferença considerável.  Muito embora a amostragem de jogos apitados por juízes da FGF  no Brasileirão seja pequena, chama a atenção a diferença no retrospecto. O percentual de vitórias do Grêmio salta de 30% no Gauchão para 43% no Brasileirão (ou ainda 50% se considerarmos somente os jogos de Brasileirão apitados por juízes gaúchos).

 

juizes brasileirao desde 1986

juizes gauchao desde 1986

Brasileirão 2016 – O Grêmio na 12ª rodada na era dos pontos corridos

July 1, 2016

12 rodada classificação.jpg

 

No Brasileirão 2016, o Grêmio somou 21 pontos em 12 jogos.  Um aproveitamento de 58,3% depois de transcorridos pouco mais de 31,5% do campeonato.

Somente nas edições de 2008, 2012 e 2015 o tricolor tinha um aproveitamento superior nesta mesma altura no campeonato.

 

12 rodada classificação 2003 2016

 

2015 – 23 pontos em 12 jogos (63,88% de aproveitamento)
2014 – 19 pontos em 12 jogos (52,77% de aproveitamento) –
2013 – 16 pontos em 12 jogos (44,44% de aproveitamento) –
2012 – 24 pontos em 12 jogos (66,66% de aproveitamento) –
2011 – 16 pontos em 12 jogos* (44,44% de aproveitamento)
2010 – 12 pontos em 12 jogos  (33,33% de aproveitamento)
2009 – 18 pontos em 12 jogos  (50,00% de aproveitamento)
2008 – 22 pontos em 12 jogos  (61,11% de aproveitamento)
2007 – 18 pontos em 12 jogos  (50,00% de aproveitamento)
2006 –  16 pontos em 12 jogos (44,44% de aproveitamento)
2005  Série B – 18 pontos em 12 jogos (50,00% de aproveitamento) -**
2004 -14 pontos em 12 jogos (38, 88% de aproveitamento)–  *** – 
2003 – 14 pontos em 12 jogos  (38, 88% de aproveitamento)– *** –

 

*Jogo contra o Santos foi adiado para
5 de outubro

** A série B NÃO era disputada no formato de pontos corridos.

*** Campeonato com 46 rodadas – Na 15ª rodada, quando já haviam passado mais de 31,5% do campeonato o Grêmio tinha 15 pontos (33,33%)

*** Campeonato com 46 rodadas – Na 15ª rodada, quando já haviam passado mais de 31,5% do campeonato o Grêmio tinha 15 pontos (33,33%)

Fontes:Bola na áreaCorreio do Povo , Terra e Zero Hora