Copa do Brasil 2016 – Grêmio 0x0 Cruzeiro


Mesmo jogando em casa, o Grêmio ignorou os apelos vindos das arquibancadas cheias e adotou uma postura pragmática, praticamente não se expondo durante os 90 minutos que faltavam para chegar a final. O tricolor fez o que tinha de fazer para manter a boa vantagem que conquistou no Mineirão. Ao assim proceder, o time pode ter eventualmente frustrado quem queria ver um jogo mais movimentado, mas o fato do Cruzeiro ter tido somente uma chance clara de marcar (o chute no travessão de Ariel Cabral aos 22 minutos) dá uma boa mostra da maturidade que os atletas gremistas demonstraram na partida.

Kannemann e Geromel mais uma vez transmitiram muita segurança. E Maicon voltou a ter uma atuação parecida com as que tinha em 2015.

img_6229b
IMG_6225.JPG

Sei que a gangorra é um elemento importante da rivalidade, mas não consigo entender porque alguém se dispõe a ir até o estádio para passar o jogo inteiro preocupado com o resultado da partida do co-irmão que se desenrolava simultaneamente. E não foram poucas pessoas que fizeram isso. Dava pra notar claramente no estádio a diferença no ânimo de boa parte da torcida conforme saiam os gols de Atlético e Inter.

Considerando o horário não imaginava que o publico total fosse chegar tão próximo do público do último Gre-Nal. E esse foi o quinto maior público pagante nos 80 jogos que o Grêmio fez em casa desde a primeira edição da Copa do Brasil.

img_6240img_6241

Deu pra notar vários assentos vazios nas cadeiras gramado, apesar de ter sido anunciado que só haviam ingressos para os camarotes.

Média de público do Grêmio no ano: 23.430 (21.286 pagantes)
Média de público do Grêmio na Copa do Brasil 2016: 30.954 (28.160 pagantes)

img_6309img_6310

Grêmio 0x0 Cruzeiro

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Ramiro (Jailson, 28’/2ºT), Douglas (Rafael Thyere, 46’/2ºT) e Pedro Rocha (Éverton, 12’/2ºT)); Luan
TÉCNICO: Renato Portaluppi

CRUZEIRO: Rafael, Lucas Romero, Léo, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Ariel Cabral, Robinho (Ábila, 21’/2ºT) e De Arrascaeta (Rafael Sóbis, 14’/2ºT) ; Alisson e Willian (Alex, 29’/2ºT)
TÉCNICO: Mano Menezes

Copa do Brasil 2016 – Semifinal – Jogo de volta
Data: 2 de novembro de 2016, quarta-feira, 21h45min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 52.363 (47.687 pagantes)
Renda: R$ 1.708.865,00
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Assistentes: Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (FIFA-SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: