Archive for December, 2016

Média de Público do Grêmio em 2016

December 18, 2016

por-competicao

O Grêmio fez 38 jogos como mandante na temporada 2016. A média de público foi de 23.480 (21.360 pagantes).
* O Gre-Nal de 06 de março foi válido pelo Gauchão e pela Primeira Liga

2011-2016

Na comparação com temporadas anteriores, a média de pagantes só ficou abaixo do ano passado. E a média de público total ficou abaixo de 2015 e 2012
so-arena
O Grêmio fez um jogo como mandante fora da Arena em 2017  (vitória contra o Aimoré no estádio do Novo Hamburgo). Assim na tabela acima temos o comparativo levado em conta somente os jogos disputados na Arena.

gauchao-2007-2016
A média no Gauchão caiu em relação ao ano passado.

libertadores-2011-2016
A média da Libertadores ficou um pouco abaixo da de 2014.

brasileirao-2011-2016
No Brasileirão a média igualmente caiu na comparação com 2015.

copa-do-brasil-2001-2016Mas na Copa do Brasil o Grêmio teve a sua melhor média de público desde a virada do século (só a de 1989 é superior).

Brasileirão 2016 – Grêmio 0x1 Botafogo

December 17, 2016

31580830975_f6f205d166_k

Os reservas do Grêmio pareciam um pouco dispersos, enquanto o Botafogo parecia determinado a terminar sua campanha de recuperação com a classificação para a Libertadores. Deu Botafogo (com um bonito gol de Bruno Silva) apesar da bizarra expulsão de Airton (lembrou o lance da dupla expulsão dos palmeirenses Mauricio e Obina no Olímpico em 2009).

Acho que nem mesmo os torcedores que foram a Arena estavam com as atenções totalmente voltadas ao que acontecia no jogo do Grêmio.

Eu gostei muito dessa meia toda azul usada em alguns jogos dessa temporada. Gostaria muito de compra-la. Inclusive perguntei ao Beto Carvalho, executivo de marketing do Grêmio, por que ela não é vendida na loja. Ele desconversou e disse que ano que vem será lançada uma meia e um calção azul que serão vendidos na GrêmioMania.
31580831855_872194c8e0_k
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 0x1 Botafogo

GRÊMIO: Léo; Wallace Oliveira, Rafael Thyere, Kannemann e Iago; Kaio (Arthur – 9’/2ºT), Jailson, Negueba (Guilherme – 14/’2ºT), Miller Bolaños e Everton; Henrique Almeida (Batista – 22’/2ºT)
Técnico: James Freitas

BOTAFOGO: Sidão; Alemão (Emerson – 37’/2ºT), Joel Carli, Emerson Silva e Victor; Airton, Bruno Silva, Diogo Barbosa e Camilo (Pachu – 33’/2ºT); Rodrigo Pimpão e Sassá (Rodrigo Lindoso – Intervalo).
Técnico: Jair Ventura

38ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2016
Data: 11 de dezembro de 2016, domingo, 17h00min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre – RS
Público: 15.634 (14.101 pagantes)
Renda: R$ 355.874,00
Arbitragem: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (FIFA/BA) e Jose Carlos Oliveira dos Santos (BA)
Cartões Amarelos: Negueba e Jaílson; Emerson Silva, Sassá e Rodrigo Pimpão
Cartões Vermelhos: Airton, aos 45 minutos do 1º tempo
Gols: Bruno Silva, aos 16 minutos do primeiro temp

Copa do Brasil 2016 – Grêmio 1×1 Atlético-MG

December 8, 2016

img_6889img_6890

Deu tudo tão certo pro Grêmio ontem que até o gol sofrido foi espetacular. Pra ser mais justo, o correto seria dizer que o time do Grêmio fez com que as coisas dessem certo. O time fez um grande resultado no primeiro jogo em Belo Horizonte e o time soube jogar com essa vantagem na partida de volta. O tricolor teve paciência, marcou forte, deixou a iniciativa para o adversário sem abdicar totalmente do ataque. A equipe de Renato pode não ter controlado totalmente a posse da bola, mas certamente controlou o relógio. O Atlético não encontrou muitas alternativas, o Grêmio se manteve bem posicionado, passando a ter espaços para contra-atacar até que aos 43 minutos Everton fez boa jogada, passou por Marcos Rocha e cruzou para Bolaños fazer o gol do título. A festa no estádio foi tão grande que um bom número de pessoas sequer viu o golaço de Cazares, que encobriu Marcelo Grohe com um chute de trás da linha do meio de campo. Mas aí isso não mais importava. O 1×1 servia tanto quanto o 1×0. O troféu não sairia mais da Arena e o jejum tricolor estava sendo encerrado.

img_6729-copia
img_6836img_6837

Maior prova do acerto da marcação do Grêmio ontem reside no fato de que o jogador do Atlético com mais finalizações na partida foi o Leandro Donizete.

A dupla de zaga foi mais uma vez muito bem. Pratto teve pouquíssimo espaço. Mas o melhor em campo na minha opinião foi Walace. Impressionante o vigor dele no meio de campo. Fez vários desarmes e seguiu puxando contra-ataques até o finzinho do jogo.

img_6834img_6848img_6850

Muito legal o clima de decisão e de festa no estádio, com direito a volta das bobinas. É um grande avanço que se tenha chegado numa final, com que quebra de recorde de público, sem cenas de superlotação ou desconforto nas arquibancadas. Contudo, pela primeira vez eu me senti inseguro ao ingressar no estádio. Havia uma certa aglomeração na frente dos portões que dão acesso a geral. Era possível ver muita gente tentando forçar uma entrada sem ingresso. E  os seguranças (alguns deles com spray de pimenta na mão) e organizadores pouco faziam uma vez que estavam todos posicionados após as catracas.

É curioso que esse período de 15 anos sem grandes títulos tenha se encerrado com dois jogos tão “tranquilos” (A final esteve muito longe de ser agônica). O certo é que o fim do jejum liquidou uma série de teorias, ao mesmo tempo muitas outras teses serão criadas a partir de agora. Eu espero que essa taça traga um pouco de tranquilidade e leveza para o Grêmio. Que o troféu não seja usado para tentar apagar erros do passado, e sim como  motivação para o clube continuar evoluindo.

img_6906
img_6924
img_6970

Grêmio 1×1 Atlético-MG

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Wallace,Maicon, Ramiro (Jaílson, 33’/2ºT), Douglas (Bolaños, 41’/2ºT) e Everton; Luan.
Técnico: Renato Portaluppi

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Gabriel, Erazo e Fábio Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete (Cazares, 24’/2ºT) e Júnior Urso (Maicosuel, intervalo); Luan (Lucas Cândido, 30’/2ºT), Robinho e Lucas Pratto.
Técnico: Diogo Giacomini

Data: 07/12/2016, quarta-feira, às 21h45min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre -RS
Público: 55.337 (52.233 pagantes)
Renda: R$ 5.105.964,00
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (FIFA/SP)
Auxiliares: Marcelo Van Gasse (FIFA/SP) e Kleber Lúcio Gil (fIFA/SC)
Cartões amarelos: Marcelo Grohe e Bolaños (GRE); Erazo e Fábio Santos (CAM)
Gols: Bolaños, aos 43 minutos do  segundo tempo e  Cazares aos 44 minutos do segundo tempo.

O gol do Penta

December 8, 2016

img_6881img_6882img_6883img_6884img_6885img_6886img_6887img_6888img_6889img_6890img_6891

Taça Brasil 1959 – Grêmio 1×0 Atlético-MG

December 6, 2016

1959-gremio-1x0-atletico-mg-acervo-historico-b1

O primeiro confronto entre Grêmio e Atlético Mineiro em Porto Alegre aconteceu em 25 de outubro de 1959, pelo partida de volta das quartas de final da Taça Brasil daquele.

O Grêmio trouxe grande vantagem do primeiro jogo em Belo Horizonte e confirmou a classificação com um gol de Gessy, aos 43 minutos do segundo tempo.
1959-gremio-1x0-atletico-mg-acervo-historico-1b

“O TENTO

Aos 43 minutos de jôgo Elton investiu pelo meio e serviu a Claudio. O ponteiro livrou-se do seu marcador e serviu a Gessy em ótimas condições. O ponta de lança penetrou na área e quando Veludo abandonou o arco atirou forte e rasteiro decretando a única queda atleticana.”

1959-gremio-1x0-atletico-mg-acervo-historico-c

“Jogo tecnicamente mediocre – Calor senegalesco impediu maior empenho dos atletas – Gessy o goleador, ao apagar das luzes – Renda regular (387.820 cruzeiro) e boa arbitragem (uma falha somente) de Francisco Trindade”

1959-gremio-atletico-mg-diario-de-noticias-2c

“a montagem acima registra outros dois lances de grande sensação do embate do domingo no Olímpico pela Taça Brasil. Ao alto, Veludo, grande figura da equipe mineira, defende parcialmente um petardo de Juarez. A bola escapou-lhe das mãos, porém o arqueiro “colored” acabou dominando-a. Na foto grande, uma jogada que fez vibrar o público. Gessy atirou com violência, a número cinco passou por Veludo e quando a torcida do tricampeão preparava-se para festejar o tento eis que surgiu Anísio para salva um tento certo, cabeceando a bola cima do travessão.”

1959-gremio-atletico-mg-diario-de-noticias-2b

1959-gremio-atletico-mg-diario-de-noticias-f1bFontes: Acervo Histórico do Grêmio, Diário de Notícias e Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense – Passado e Presente de um grande clube (Edison Pires)

Grêmio 1×0 Atlético-MG

GRÊMIO: Henrique; Airton e Ortunho; Elton, Sergio e Calvet; Vieira (Cláudio), Gessi, Juarez, Milton Kuelle Rudimar
Técnico: Foguinho (Oswaldo Rolla)

ATLÉTICO-MG: Veludo; Anísio e Benito; William, Hilton Chaves e Haroldo; Maurício, Colete (Bueno), Luis Carlos, Alvinho e Ernâni
Técnico: Airton Moreira

Taça Brasil 1959 – Quartas de final – Jogo de volta
Data: 25 de outubro de 2016, domingo, 15h30min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre – RS
Renda: Cr$ 387.826,00
Juiz: Francisco Trindade-MG
Auxiliares: Guilherme Sroka e Flávio Cavedini
Gol: Gessi, aos 43 minutos do segundo tempo

Brasileirão 2016 – Santa Cruz 5×1 Grêmio

December 2, 2016

2016-coral-net-grafite

Até entrar em campo em Recife, a maior derrota do Grêmio na era dos pontos corridos havia sido o 5×1 contra o Santos em 2004. Naquela ocasião o tricolor já estava rebaixado e enfrentava um Santos que estava na liderança e buscava o título. Em 2016, quem já estava rebaixado era o Santa Cruz, e mesmo assim  não houve maior crise ou revolta no Grêmio em razão da goleada sofrida. E isso se explica por dois fatos: 1) o placar final não reflete exatamente o que aconteceu em campo, sendo que o Santa Cruz fez 3 gols nos últimos 5 minutos. 2) Todo mundo no Grêmio está pensando na final da Copa do Brasil.

 

2016-coral-net
Fotos: Rodrigo Baltar (Coral.net)

Santa Cruz 5×1 Grêmio

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso, Vítor, Néris, Danny Morais e Roberto; Derley, Léo Moura e João Paulo; Arthur, Keno (Pisano, 39’/2ºT) e Grafite
Técnico: Adriano Teixeira

GRÊMIO: Léo; Wallace Oliveira, Rafael Thyere, Wallace e Iago; Guilherme Amorim (Moisés, 23’/2ºT), Kaio, Negueba (Ty, 21’/2ºT), Miller Bolaños e Pedro Rocha; Henrique Almeida (Batista, 39’/2ºT).
Técnico: James Freitas

37ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2016
Data: 27/11/2016, domingo, 19h30min
Local: Estádio do Arruda, em Recife – PE
Público: 2.227 pagantes
Renda: R$13.795,00
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Auxiliares: Pablo Almeida da Costa (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
Cartões amarelos: Léo Moura, Derley e Keno (STA); Guilherme Amorim, Miller Bolaños e Wallace (GRE)
Gols: Grafite aos 3 do 2ºT); Bolaños aos 7 do 2ºT; Léo Moura aos 15 do 2ºT; Roberto aos 41 do 2ºT; Grafite aos 42 do 2ºT e Arthur aos 45 minutos do 2ºTempo)