Archive for March, 2017

Gauchão 2017 – São Paulo de Rio Grande 1×0 Grêmio

March 31, 2017

2017 são paulo rio grande 1x0 gremio gol 1 gabi freitas
2017 são paulo rio grande 1x0 gremio gol 2 gabi freitas

Foi um jogo para testar a paciência. Tivemos: 1) O Grêmio insistindo no escanteio curto; 2) A charanga do São Paulo insistindo em tocar “Anna Júlia”; 3) O goleiro do Grêmio tomando frango na parte final do segundo tempo.

O posicionamento dos homens de frente do tricolor me pareceu confuso. O mais evidente era que Fernandinho jogava aberto pela direita, mas Gaston Fernandez, Lincoln e Everton pareciam ocupar sempre o mesmo espaço. Assim o Grêmio raramente tinha presença dentro da área adversário e teve poucas finalizações. O São Paulo fez o que precisava para escapar do rebaixamento, aproveitando a falha de Bruno Grassi para fazer o 1×0.

2017 são paulo rio grande 1x0 gremio (4)

Eu acho legal quando o goleiro do Grêmio usa um fardamento amarelo, lembrando das camisas usadas pelo pioneiro Germinaro em 1957 e por Mazaropi em 1989.  Mas esse modelo da Umbro lembra muito um que a Nike lançou em 2010 (falarei mais sobre isto em outro post).

É certo que o Grêmio teve uma série de desfalques nesse início de 2017. Também não dá pra se desconsiderar que a primeira fase do Gauchão é muita curta, o que torna a amostragem pequena. Ainda assim acho um pouco preocupante o aproveitamento de 51% nesses jogos. Vale lembrar que o tricolor só teve um compromisso pela Libertadores até agora, poderia ter tido melhor desempenho no estadual. Não me parece razoável aceitar que o Grêmio tenha ficado atrás de três equipes que recebem apenas 1/10 da sua cota de TV.

2017 são paulo rio grande 1x0 gremio gol 1 cristina moraes2017 são paulo rio grande 1x0 gremio gol 2 cristina moraes
Fotos: Cristina Moraes e Gabi Freitas (Quadrilha Bem na Foto) e Lucas Uebel (Grêmio.net)

São Paulo de Rio Grande 1×0 Grêmio

SÃO PAULO: Rafael Roballo; Lara, Cleylton, Diego Rocha e Henrique (Afonso); Dema, Fidelis, Leomir e Chico (Cleiton); Fred (Welder) e Rafael Pilões
Técnico: Márcio Nunes

GRÊMIO: Bruno Grassi; Leonardo, Thyere, Bressan e Bruno Cortez; Jaílson (Ty), Michel (Arthur), Fernandinho, Lincoln e Gastón Fernández (Maxi Rodríguez); Everton
Técnico: Renato Portaluppi

Data: 29/03/2017, quarta-feira, às 21h45min
Local: Estádio Aldo Dapuzzo, em Rio Grande (RS)
Árbitro: Jean Pierre Lima
Auxiliares: Lúcio Beiersdorf e Luiza Reis
Cartões amarelos: Fidelis e Michel
Gol: Cleyton, aos 31 minutos do segundo tempo

Advertisements

Média de Público na Primeira Fase do Gauchão

March 28, 2017

media gremio primeira fase do gauchao

A média de público do Grêmio como mandante nessa primeira fase do Gauchão foi de 16.963 (15.246 pagantes). A média renda foi de R$ 605.390,00.

Coloquei na tabela acima os dados da primeira fase dos anos anteriores. É importante lembrar que não houve Gre-Nal na Arena na primeira fase do Gauchão em 2015 e que tanto em 2016 como em 2014 o Grêmio fez um jogo como mandante no Estádio do Vale em Novo Hamburgo

Gauchão 2017 – Grêmio 4×0 Juventude

March 27, 2017

2017 Gremio 4x0 Juventude Lucas Uebel (3)

Depois de uma sequência de quatro empates, o Grêmio voltou a vencer no Gauchão. E venceu bem. Em menos de 30 minutos o tricolor já vencia por 3×0. Bolaños abriu o placar numa jogada que foi praticamente uma repetição do primeiro gol do último Grenal. Michel marcou segundo ao aparecer dentro da área para concluir depois de iniciar um contra-ataque com um desarme no meio de campo e Leo Moura fez o terceiro, pegando o rebote de uma falta cobrada por Edilson. Foi um primeiro tempo em que o Grêmio foi muito efetivo no aproveitamento das situações criadas.

Nos 45 minutos finais o Grêmio seguiu controlando as ações, administrando a vantagem que tinha. Aos 19, Luan marcou o quarto, convertendo cobrança de pênalti sofrido por Kannemann, que foi derrubado ao buscar o rebote de mais uma falta cobrada por Edilson.
2017 Gremio 4x0 Juventude Lucas Uebel (2)

Interessante essa variação na escalação proposta por Renato. Com Leo Moura no meio, o time ganha um pouco mais de toque de bola e Edilson acrescenta um pouco mais de força na defesa e mais perigo na bola parada. Ramiro já vinha sendo recuado para a “volância” no decorrer das partidas e nunca é demais lembrar que com Felipão, no segundo semestre de 2014, ele deu boa resposta mesmo alternando o posicionamento entre cabeça de área (ou “Pivot” para os modernos) e extrema pela direita.

O pênalti em Kannemann foi claro, mas eu tenho sérias dúvidas se seria marcado caso o placar já não marcasse o 3×0.

Não gostei desse fardamento na transmissão. Sigo achando que tem muita cara de Manchester City. O tom de azul me pareceu demasiadamente claro e acinzentado,  oferecendo pouco contraste em relação ao branco do uniforme do adversário (pretendo falar mais sobre esse uniforme reserva em um outro post).
2017 Gremio 4x0 Juventude Lucas Uebel (1)2017 Juventude Beto Azambuja
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Beto Azambuja (Globo Esporte)

Grêmio 4×0 Juventude

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Rafael Thyere, Kannemann e Marcelo Oliveira; Michel,Ramiro, Léo Moura (Fernandinho), Miller Bolaños (Gastón Fernández) e Pedro Rocha (Lincoln); e Luan.
Técnico: Renato Portaluppi

JUVENTUDE: Douglas; Vidal, Wanderson, Ruan e Bruno Collaço; Lucas, Bruninho, Wallacer (Caion) e Dieguinho (Bruno Ribeiro); Tadeu (Taiberson) e Caprini
Técnico: Gilmar Dal Pozzo

10ª Rodada – 1ª Fase – Campeonato Gaúcho 2017
Data: 25 de março de 2017, sábado, 19h00min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre – RS
Público: 13.340 (11.435 pagantes)
Renda: R$ 389.976,00
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Elio Nepomuceno de Andrade Júnior e Alexandre Antonio Kleiniche
Cartões amarelos: Edílson (GRE); Lucas, Caprini e Bruno Ribeiro
Gols: Miller Bolaños, aos 11 minutos; Michel, aos 16 minutos, e Léo Moura, aos 27 minutos do primeiro tempo, e Luan aos 19 minutos do segundo tempo

Gauchão 2017 – Novo Hamburgo 1×1 Grêmio

March 23, 2017

Gremio x Novo Hamburgo

Foi o quarto empate seguido do Grêmio no Gauchão. E foi a partida mais enfadonha dessa sequência, onde o tricolor teve o seu pior desempenho. Obviamente que as razões disso passam também pelos méritos o Novo Hamburgo, que faz boa campanha e demonstra ser uma equipe muito disciplinada e organizada. Ocorre que ontem isso implicou em um jogo de poucas alternativas. A rigor só houve uma chance de gol no primeiro tempo, quando Pedro Rocha arrancou em velocidade e foi parado por uma providencial saída do goleiro Matheus.

No segundo tempo o Novo Hamburgo teve duas oportunidades. Na primeira delas, Thyere salvou uma bola em cima da linha. Na segunda, Juninho mostrou tranquilidade para dar uma cavadinha por cima do goleiro Léo. Na busca de uma reação, Renato foi colocando jogadores de frente no lugar dos volantes, mas isso não resultou em jogadas mais elaboradas na proximidade da área adversária. O gol de empate só saiu aos 46 minutos do segundo tempo, quando Leo Moura apareceu dentro da área para aproveitar um cruzamento de Marcelo Oliveira.

33214292800_e233f4a969_k

Everton tem boa finalização. Sei também que ele já jogou como centroavante na base, mas acho que ele rende menos (tanto no aspecto individual como também na contribuição para equipe) atuando centralizado, por vezes de costas para o zagueiro, como o atacante mais avançado. Me parece que, na ausência de Barrios e Bolãnos, faria mais sentido escalar Luan como “falso nove” e colocar Lincoln ou Gastón Fernández no meio.

O Grêmio já tinha usado um novo calção reserva (todo branco) contra o Zamora e o Brasil, mas ontem voltou a usar o calção branco de 2016.

Ainda sobre uniformes: Não gosto dessa banalização da exigência de uniformes  monocromáticos, mas o confronto de ontem parecia ser um dos casos onde tal medida poderia se justificar. Seria melhor deixar o Novo Hamburgo todo de branco (como já aconteceu em outros confrontos) e o Grêmio de azul e preto, ou o Grêmio todo de branco e o Novo Hamburgo todo de azul.
Gremio x Novo Hamburgo

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Novo Hamburgo 1×1 Grêmio

NOVO HAMBURGO: Matheus; Renan, Júlio Santos, Pablo e Assis; Amaral, Jardel, Preto (Conrado) e Juninho (Brida); Branquinho (Lucas Santos) e João Paulo
Técnico: Beto Campos

GRÊMIO: Leo; Léo Moura, Thyere, Kannemann e Marcelo Oliveira; Jailson (Fernandinho), Michel (Lincoln), Ramiro e Luan; Everton e Pedro Rocha (Gastón Fernández)
Técnico: Renato Portaluppi

Gauchão 2017 – 9ª Rodada – 1ª Fase
Data: 22/30/2017, quarta-feira, 21h45min
Local: Estádio do Vale, em Novo Hamburgo-RS
Árbitro: Daniel Bins
Auxiliares: Leirson Martins e Tiago Diel
Cartões amarelos: Preto, Jardel, Branquinho; Kannemann
Gols: Juninho, aos 28 minutos do segundo tempo; Léo Moura, aos 46 minutos do segundo tempo

Gauchão 2017 – Grêmio 1×1 Veranópolis

March 20, 2017

Foi o terceiro empate seguido no Gauchão, mas diferente das duas partida anteriores, dessa vez não houve um clara superioridade tricolor na totalidade dos 90 minutos. Na primeira etapa o Veranópolis foi mais feliz em seu plano de jogo e saiu na frente com um gol de Gustavo. O Grêmio teve um pouco mais de volume no segundo tempo, empatando a partida logo aos 5 minutos, com Luan demonstrando imensa categoria ao aproveitar o bom lançamento de Ramiro, mas não conseguiu ser efetivo o suficiente para chegar ao gol da virada.

Se falou bastante da falha do goleiro Léo no gol do Veranópolis, mas quase ninguém mencionou o erro de Léo Moura na origem da jogada, quando tomou uma bola nas costas ao não acreditar no lançamento do zagueiro adversário.


Acho injusto atribuir a queda de desempenho do Grêmio a entrada de Barrios no time. Obviamente o time muda um pouco sua forma de jogar tendo um jogador mais habituado a atuar dentro da área, mas considero que ainda assim houve uma movimentação considerável por parte dos atletas do ataque. Fico mais preocupado com o fato de que Jailson e Michel (ainda) não conseguirem participar da armação das jogadas como Maicon e Walace participavam no ano passado.

Gostei dessa nova meia azul. Mas, na transmissão da TV e nas fotos da partida, ficou evidente que o tom de azul é diferente do da camisa tricolor e essa diferença me incomoda um pouco (assim como me incomodava no fardamento de 2005). Achei estranho que o time tenha voltado a usar o calção preto do ano passado. É uma pena que o Grêmio e a Umbro (ainda) não tenham feito a devida divulgação de toda a coleção de 2017.


Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 1×1 Veranópolis

GRÊMIO: Léo; Léo Moura, Rafael Tyere, Kannemann e Marcelo Oliveira; Michel (Gata Fernández), Jaílson (Lincoln), Ramiro, Luan e Pedro Rocha; Barrios (Everton).

Técnico: Renato Portaluppi

VERANÓPOLIS: Reynaldo, Vinícius Bovi, Zé Roberto, Léo D’Agostini e Jadson; Jonatan, Mateus Santana e Athos (Favoni); Eduardinho, Gustavo (Jean Carlos) e Kayron (Gil Mineiro).
Técnico: Tiago Nunes

Gauchão 2017 – 8ª Rodada – 1ª Fase
Data: 19/03/2017, Domingo, 16h00min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Público: 13.239 (11.271 pagantes)
Renda: R$ 412.362,00
Árbitro: Roger Goulart
Auxiliares: Maurício Coelho Penna e Jorge Eduardo Berbardi
Cartões amarelos: Jadson, Mateus Santana, Athos, Athos, Jonatan; Lucas Barrios , Kannemann, Moura, Gastón Fernández
Gols: Gustavo, aos 25 minutos do primeiro tempo; Luan, aos 4 minutos do segundo tempo

Gauchão 2017 – Brasil 1×1 Grêmio

March 16, 2017

33307992002_006c7aaad7_k

Assim como aconteceu no Grenal, o Grêmio controlou boa parte do jogo no Bento Freitas, mas não conseguiu sair de campo com os três pontos. No primeiro tempo o domínio tricolor foi claro. Os comandados de Renato tiveram o dobro de posse bola e o triplo de finalizações do que o Brasil. Mas o placar registrou o 1×1, com gols de Ramiro aos 22 (praticamente “tabelando” com Cirilo) e Gustavo Papa aos 32 (aproveitando uma rara bola parada ofertada pelo Grêmio).

No segundo tempo o Brasil se fechou no seu campo, buscando um heroico contra-ataque para virar o jogo. As ações passaram a se desenrolar quase que exclusivamente no campo de ataque do Grêmio, que até criou algumas situações, mas não conseguiu marcar o segundo gol (graças a boa atuação de Martini, a trave e ao excesso de bolas erguidas na área a partir da entrada de Barrios)

Achei estranho que o melhor cabeceador do adversário estivesse sendo marcado por Jaílson no lance do gol do Brasil.

Renato e Ramiro tem todo o direito de reclamar da postura e do estilo de jogo do Brasil, mas não pode estar surpresos. O time de Rogério Zimmermann atua dessa forma,  há muitos anos.

Esperava que o Grêmio fosse usar a meia azul no jogo de hoje, assim como usou contra o Brasil no Gauchão do ano passado. Aliás, os jogadores de linha usaram camisa e calções de 2017 e meias de 2016 e goleiro Leo usou a meia azul de 2015.

2016 brasil de pelotas 1x1 gremiob
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Jonathan Silva (G.E.Brasil)

Brasil 1×1 Grêmio

BRASIL: Eduardo Martini; Wender, Cirilo, Leandro Camilo e Marlon; João Afonso, Galiardo e Nem (Tiago Silva); Marcinho, Lenílson (Éder Sciola) (Evaldo) e Gustavo Papa
Técnico: Rogério Zimmermann

GRÊMIO: Léo; Léo Moura, Rafael Thyere, Kannemann e Marcelo Oliveira; Jaílson (Fernandinho) e Michel; Ramiro, Bolaños e Pedro Rocha (Barrios); Luan (Everton)
Técnico: Renato Portaluppi

07ª Rodada – 1ª Fase – Campeonato Gaúcho 2017
Data: 15/03/2017, quarta-feira), às 19h30 (Brasília)
Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas-RS
Árbitro: Anderson Daronco
Auxiliares: Fabrício Lima Bassegio e Mateus Olivério Rocha
Cartões amarelos: Cirilo, Wender; Bolaños
Gols: Ramiro, aos 23 minutos do primeiro tempo; Gustavo Papa, aos 32 minutos do primeiro tempo.

Camisa Titular Umbro 2017

March 13, 2017

umbro 12017 costas

Como já afirmei no post anterior, não gostei da nova camisa titular do Grêmio. Por uma série de motivos.

Na comparação imediata com os trabalhos anteriores da Umbro fica uma impressão de  retrocesso. A começar pela época do lançamento. Em 2015 e 2016 o Grêmio conseguiu iniciar o ano com uma nova camisa tricolor. Em 2017 a camisa titular só foi ser lançada em março, no nono jogo da temporada.

Também não gostei da ausência de listras nas mangas e achei que  não se encontrou a  melhor distribuição dos elementos (distintivo, logo da Umbro e patrocínio do Banrisul). A Umbro usou no Grêmio o mesmo template que usou no Avaí. A repetição de template por si só não é problemática (a camisa de 2005 era um template mundial da Puma, mas ficou bem resolvida), mas acho que as características típicas da camisa do Grêmio não foram totalmente contempladas nesse template. Disso tudo, fica uma sensação de desleixo, de falta de atenção aos detalhes (que é era a última coisa que eu esperava da marca que lançou a campanha “tailored by Umbro“)

 

O “tradicional” da camisa titular do Grêmio é a continuidade das listras nas mangas.  Só em 2006, 2007 e 2012 (e na camisa genérica/tampão de 2005) isso não aconteceu. De longe esse é o aspecto que mais me incomoda no modelo atual. Por isso e pela listra branca bastante estreita a camisa titular fica excessivamente azul. Acho que o resultado ficaria melhor com as listras nas mangas. Abaixo uma simulação disso para demonstrar a diferença.

 

Não consegui entender a diagramação da camisa. Como se vê na imagem abaixo, o logo da Umbro não está alinhado com o distintivo do Grêmio.

alinhamento escudoalinhamento escudo centralizado

Acredito que o distintivo e o logo da Umbro ficariam mais harmoniosamente distribuídos na camisa caso fossem centralizados na horizontal, como na imagem acima.

Abaixo, uma simulação de como ficaria a camiseta ficaria com essas duas mudanças sugeridas acima.

listras mangas escudo centro.jpg

Libertadores 2017 – Zamora 0x2 Grêmio

March 10, 2017

2017 Zamora 0x2 gremio lucas uebel (5)

O Grêmio teve uma estréia tranquila na Libertadores e venceu, com alguma folga, o Zamora na Venezuela. Apesar de não impor um ritmo muito forte, o tricolor sempre teve o controle da partida. Léo Moura abriu o placar no final do primeiro tempo e Luan fez o 2×0 convertendo um pênalti sofrido por Ramiro no início da segunda etapa.

É complicado querer fazer uma análise rigorosa da atuação gremista quando o adversário não exigiu tanto, mas me preocupa um pouco o fato de que o Grêmio novamente teve uma certa dificuldade em  transformar a posse de bola no campo ofensivo em situações de gol. No aspecto defensivo, por muitas vezes foi possível ver um espaço demasiado entre os setores do time. Mas o fundamental era começar a competição com os três pontos e isso o Grêmio conseguiu com certa tranquilidade.

2017 Zamora 0x2 gremio lucas uebel (1)2017 zamora 0x2 gremio dado moura2017 Zamora 0x2 gremio lucas uebel (3)2017 Zamora 0x2 gremio lucas uebel (6)

Creio que Ramiro é jogador de melhor desempenho em 2017. Impressionante a movimentação dele durante os 90 minutos.

Tudo leva a crer que o Bolaños teve marcação especial prevista pelo técnico adversário.

Pedro Rocha não foi tão constante, mas novamente foi decisivo. Deu o passe para o gol de Leo Moura e o cruzamento no lance em que Ramiro sofreu o pênalti.

Não gostei dessa nova camisa titular. Não me agrada a ausência de listras na manga. Da mesma forma achei a listra branca muito fina. Parece mais uma camisa azul com algumas listra preta e detalhes em branco do que propriamente uma camisa tricolor.

Me pareceu que o Marcelo Grohe usou apenas um par de meia curtas, além uma legging azul por debaixo do calção.

O jogo não teve a belicosidade típica do torneio (apenas 17 faltas em toda a partida), mas a invasão de campo do cachorro deu o clima de Libertadores.
2017 zamora 0x2 gremio lucas uebel ramiroFotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Dado Moura (Globo Esporte)

Zamora 0x2 Grêmio

ZAMORA: Salazar; Faría (Ronald Hernández, 34’/2º), Hernández, Fillipetto e Luis Ovalle; Vargas (Jose Pinto, 28’/2º), Melo, Gallardo e Peña; Ricardo Clarke (Sosa, 12’/2º) e Uribe
Técnico: Francesco Stifano

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Thyere, Kannemann e Marcelo Oliveira; Michel e Jailson; Ramiro, Bolaños (Fernandinho, 38’/2º) e Pedro Rocha (Everton, 25’/2º); Luan (Lucas Barrios, 25’/2º)
Técnico: Renato Portaluppi

Libertadores 2017 – Grupo 8 – 1ª Rodada
Data: 09 de março de 2017, quinta-feira, 18h30min
Local: Estádio Augustín Tovar, em Barinas, Venezuela
Árbitro: Darío Herrera (ARGg)
Auxiliares: Hernán Maidana e Cristian Navarro (ARG)
Cartões amarelos: Ovalle, Vargas (Z)
Gols: Léo Moura, aos 45 minutos do primeiro tempo e Luan (de pênalti), aos seis do segundo

Gauchão 2017 – Grêmio 2×2 Inter

March 5, 2017

2017-12017-4

Foi um bom Gre-nal. Disputado, corrido e com alternância no placar. Pelo lado do Grêmio o jogo deixou um sentimento dividido. Por um lado essa foi a atuação mais vibrante do time na temporada e o tricolor dominou seu adversário na maior parte da partida; por outro lado, esse domínio não resultou em vitória e não me parece demasiado achar que essa equipe do Grêmio já deveria ter maturidade suficiente para saber traduzir em gols a superioridade que demonstrou em outros quesitos (posse de bola, finalizações, etc…) durante os 90 minutos.

Não vi o “massacre” mencionado por Renato na coletiva, mas é inegável que o Grêmio assumiu o controle do jogo a partir do pontapé inicial. O Inter não conseguia encaixar a marcação e os avantes gremistas tinham liberdade para jogar no espaço existente entre as linhas da zaga e do meio campo colorado. Aos 21, num rápido contra-ataque, Pedro Rocha deu um belo passe para Bolaños abrir o marcador. Depois disso o tricolor continuou rondando a área adversária, mas não conseguiu chegar ao segundo gol.

Antonio Carlos Zago mexeu no seu time no intervalo, colocando Roberson e Nico Lopez em campo. Com isso, D´Alessandro recuou e acabou tendo liberdade para armar jogadas. O Grêmio ficou excessivamente “espalhado” no campo, dando espaço para o Inter trocar passes. E foi aí que aconteceu a virada, num intervalo de dois  minutos, em dois gols  que os dianteiros colorados entraram tabelando pelo meio da defesa gremista (uma “bobeira” inaceitável para um clássico). Menos mal que o Grêmio conseguiu reagir. Fernandinho marcou o 2×2 com um forte chute cruzado. E já com Barrios e Lincoln em campo o tricolor seguiu buscando o terceiro gol (que não veio) até o apito final.

2017 ricardo duarte inter
2017-ricardo-duarte

Até o gol do Fernandinho  0 jogo estava muito parecido com aquele fatídico primeiro Gre-Nal de 2003.

Com a jogada do gol é de se perguntar se Fernandinho não deveria ser preferencialmente escalado para jogar aberto pelo lado direito, de onde ele pode cortar para dentro e buscar a finalização.

Pedro Rocha não pode ser tido somente como um “assessor de lateral”. O passe com o lado de fora do pé para o gol do Bolaños mostra que ele tem  técnica e visão de jogo.

Bolaños segue bem em 2017. Impressionante a velocidade que ele dominou e concluiu a jogada no 1×0.

Leandro Vuaden deu uma importante contribuição ao futebol brasileiro ao ser um dos percursores de um estilo de arbitragem que privilegia o jogo mais movimentado, deixando de marcar faltas em qualquer jogada com contato. Mas essa maneira de apitar exige bastante da capacidade atlética do juiz. Capacidade que Vuaden parece não ter no momento. Além disso, ele, infelizmente, se mostrou atrapalhado neste Gre-Nal. Exemplo disso foi o lance que ele deixou de dar vantagem em uma jogada em que Bolaños claramente estava levando vantagem (e ainda deu amarelo para o equatoriano). Ademais, deixou de dar um pênalti de Paulão (que deu um carrinho e não tocou na bola) em Pedro Rocha.

2017-32017-2
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Ricardo Duarte (Inter)

Grêmio 2×2 Inter

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Michel (Fernandinho, 22/2º) e Jailson (Lincoln, 37/2º); Ramiro, Bolaños e Pedro Rocha (Lucas Barrios, 14/2º); Luan
Técnico: Renato Portaluppi

INTER: Danilo Fernandes; William, Léo Ortiz, Paulão e Carlinhos; Dourado, Charles (Roberson,intervalo), Uendel e D´Alessandro; Carlos (Nico López, intervalo) e Brenner (Anselmo, 24/2º)
Técnico: Antônio Carlos Zago

06ª Rodada – 1ª Fase – Campeonato Gaúcho 2017
Data: 04/02/2017, Sábado, 18h30min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Público: 45.903 (43.032 pagantes)
Renda: R$ 1.909.903,00.
Árbitro: Leandro Vuaden
Auxiliares: Lúcio Beiersdorf Flor e José Eduardo Calza
Cartões amarelos: Michel, Bolaños, Luan e Geromel; Léo Ortiz, Nico López, Anselmo, Paulão e D’Alessandro
Gols: Bolaños, aos 21 minutos do primeiro tempo; Roberson,aos 10 minutos do segundo tempo; Brenner, aos 13 minutos do segundo tempo; Fernandinho,aos 23 minutos do segundo tempo;

Primeira Liga 2017 – Grêmio 1×1 Ceará

March 5, 2017

2017-gremio-1x1-ceara-1

Se a Primeira Liga é organizada pelos próprios clubes participantes, para quem o Grêmio deve reclamar sobre a data que foi marcada essa partida contra o Ceará?

Não por acaso esse foi o pior público do Grêmio na Arena.

E coincidentemente esse pior público foi registrado no mesmo dia em que a comunicação oficial do clube tentou “catequizar” a sua torcida.

2017-gremio-1x1-ceara-2
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 1×1 Ceará

GRÊMIO: Bruno Grassi; Wallace Oliveira (Balbino, 35’/2°), Zé Augusto, Lucas Rex e Iago; Machado e Jeferson Negueba; Ty (Jean Pyerre, 21’/2º), Rondinelly (Tilica, int) e Lima; Lucas Coelho.
Técnico: Felipe Endres

CEARÁ: Éverson; Cametá, Luiz Otávio, Rafael Pereira e Romário (Lucas, 14’/2º); Raul, Richardson e Felipe Tontini (Artur, 30’/2º); Alex Amado (Maxi Biancucchi, 17’/2º), Victor Rangel e Magno Alves.
Técnico: Givanildo Oliveira

Primeira Liga 2017 – Grupo B – 2ª Rodada
Data: 2 de março de 2017, quinta-feira, 21h30min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Público: 2.944 (2.200 pagantes)
Renda: R$ 34.370,00
Árbitro: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC).
Auxiliares: Thiaggo Americano Labes (SC) e Fabiano Coelho da Silva (SC).
Cartões Amarelos: Wallace Oliveira (G), Éverson, Raul, Lucas (C)
Gols: Magno Alves, aos 18 minutos do primeiro tempo e Lucas Rex, aos oito minutos do segundo