Archive for July, 2017

Brasileirão 2017 – São Paulo 1×1 Grêmio

July 26, 2017

sergio barzaghi gazeta press1581_crop_galeria

Um empate contra o São Paulo no Morumbi dificilmente poderá não ser considerado um bom resultado, mas dessa vez o torcedor gremista tem vários razões para lamentar esse empate: 1) O Grêmio saiu na frente (em uma bela arrancada de Pedro Rocha) ; 2) O Grêmio jogou bem,  controlando o meio de campo e criando mais chances de gol; 3) A situação dos times no campeonato.

Porém não dá pra se falar em injustiça nesse empate (ou não dá pra se falar em justiça em matéria de futebol). O São Paulo aproveitou uma (na boa combinação de Cueva e Edmar pela ponta esquerda) de suas poucas oportunidades de gol e o Grêmio igualmente só aproveitou uma de suas várias chances.
2047_crop_galeria2050_crop_galeria

Renato repetiu o 4-3-3 (4-1-4-1) usado contra o Vitória, mas dessa vez Ramiro atuou aberto pela direita e Luan atuou como homem mais adiantado do ataque.  Como era de se esperar, esse time dominou as ações do meio de campo (em vários momentos o Grêmio tocou a bola como quis) mas não teve tanta presença na área adversária (teve pouco “punch” no terço final do campo).

Achei que patrocínio do iPlace na manga ficou de bom tom (até contribuiu para diminuir o “marasmo ” da manga toda azul).
sergio barzaghi gazeta press2
Fotos: Sergio Barzaghi (Gazeta Esportiva) e Rubens Chiri (saopaulofc.net)

São Paulo 1×1 Grêmio

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Bruno (Gilberto, aos 21’/2ºT), Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Petros, Jucilei (Cícero, no intervalo) e Jonatan Gómez (Lucas Fernandes, no intervalo); Marcinho, Cueva e Pratto.
Técnico: Dorival Junior

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Maicon, Arthur (Fernandinho, aos 20’/2ºT) e Ramiro; Pedro Rocha (Éverton, aos 33’/2ºT) e Luan.
Técnico: Renato Portaluppi

16ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2017
Data: 24/7/2017, segunda-feira, 20h00min
Local: Morumbi, em São Paulo – SP
Público: 51.511
Renda: R$ 1.367.039,00
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA-MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (FIFA-MG) e Pablo Almeida da Costa (MG)
Cartões amarelos: Rodrigo Caio, Maicon, Michel e Arthur (GRE)
Gols: Pedro Rocha aos 19 minutos do 1º tempo e Lucas Fernandes aos 18 minutos do 2º tempo

Brasileirão 2017 – Vitória 1×3 Grêmio

July 20, 2017

2017 vitoria 1x3 gremio margarida neide a tarde

O Grêmio teve mais uma boa atuação e mais uma vez teve um resultado positivo jogando fora de casa. O primeiro tempo no Barradão foi de total domínio tricolor sobre o Vitória. Aos 7 minutos Fernandinho (em noite inspirada) fez 1×0 cobrando falta por ele mesmo sofrido. Aos 43 Arthur completou para as redes após uma longa troca de passes do time do Grêmio.

Os mandantes tentaram reagir no segundo tempo, e chegaram a descontar na cabeçada de David após bola erguida na área aos 12 minutos. Mas o jogo aéreo era a única arma do Vitória e o Grêmio acabou assegurando os três pontos num belo chute de Ramiro aos 17 minutos da etapa final.

2017 vitoria 1x3 gremio (4)2017 vitoria 1x3 gremio (3)

Interessante notar que o Grêmio jogou muito bem sem dois dos seus principais atletas (Luan e Geromel). Com essas ausências, Renato mudou um pouco o jeito do time jogar. Fernandinho atuou aberto pela direita enquanto Ramiro passou a atuar mais centralizado.

Teve gente que viu o time num 4-3-3 enquanto outros enxergaram um 4-1-4-1. O certo é que Maicon sempre atuou mais recuado do que Arthur e Ramiro, e o capitão gremista foi muito bem nessa função.

Eu fico um pouco incomodado com essa tendência moderna dos estádios brasileiros de a rede da goleira ser colocada tão firme que a bola acaba sempre sendo devolvida para dentro do campo. Já é o segundo golaço do Grêmio  no ano que tem sua plástica diminuída por isso. Primeiro foi o do Luan no Maracanã. Ontem foi o do Ramiro.

2017 vitoria 1x3 gremio (2)
Fotos: Margarida Neide (A Tarde) e Mauricia da Matta (Vitória)

Vitória 1×3 Grêmio

VITÓRIAFernando Miguel; Caíque Sá (Patric, 21’/2ºT), Alan Costa, Kanu e Geferson; Uilian Corrêa, Renê Santos (David, intervalo), Carlos Eduardo e Cleiton Xavier (Yago, 10’/2ºT); Santiago Trellez e André Lima
Técnico: Alexandre Gallo

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson, Rafael Thyere, Kannemann e Cortez; Maicon (Jailson, 24’/2ºT), Ramiro e Arthur; Fernandinho; Lucas Barrios (Everton, 14’/2ºT) e Pedro Rocha (Marcelo Oliveira, 37’/2ºT).
Técnico: Renato Portaluppi

15ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2017
Data: 19/7/2017, quarta-feira, 19h30min
Local: Barradão, em Salvador -BA
Árbitro: Péricles Bassols Cortez (PE)
Auxiliares: Clovis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE)
Público 5.541 pagantes
Renda: R$ 64.708,00
Cartões amarelos: Renê Santos, Trellez; R.Thyere, Kannemann,  Barrios
Gols: Fernandinho, aos 7, e Arthur, aos 43 minutos do primeiro tempo; David, aos 12 e Ramiro, aos 17 minutos do segundo tempoo

Brasileirão 2017 – Grêmio 3×1 Ponte Preta

July 17, 2017

35925440316_4ccade6bdf_k

O filme parecia se repetir. O Grêmio comandava a partida, criava chances, mas não conseguia abrir o marcador. Num gol contra de Thyere (que tentou cortar um cruzamento numa jogada em que a bola entrou no espaço existente entre Geromel e Cortez) os visitantes saíram na frente ainda no primeiro tempo. Mas dessa vez o tricolor reagiu bem. Barrios empatou o jogo aos 11 minutos do segundo tempo (após grande jogada de Pedro Rocha) e fez o gol da virada os 24 (convertendo pênalti sofrido por Fernandinho). O 3×1 final foi marcado numa bonita jogada que terminou numa improvável linha de passes de cabeça entre Ramiro e Everton.

As mudanças realizadas por Renato deram resultado. Ramiro trouxe mais dinamismo a saída de bola ao ser recuado para jogar de volante. Fernandinho sofreu o pênalti e Everton fez um gol tendo jogado cerca de 10 minutos (nos quais tocou 3 vezes na bola).

35925440766_8dd7b6775d_k

O público ficou acima da média dos confrontos anteriores contra a Ponte Preta em casa, mas abaixo da média do Grêmio no Brasileirão 2017.

Essa questão envolvendo o goleiro Aranha é bastante complicada. É compreensível que ele ainda se sinta incomodado pelas injúrias raciais sofridas em 2014. Mas isso não lhe dá o direito de fazer uma generalização rasa sobre todo um povo de uma cidade ou estado. Ao mesmo tempo, o fato dele falar bobagem em 2017 não torna menos grave o que aconteceu no passado. A forma civilizada de resolução de conflitos passa por um processo judicial e ontem, estranhamente, ninguém lembrou sobre o desfecho dado pelas autoridades competentes para o caso.
35966887595_37e460f2ec_k
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 3×1 Ponte Preta

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Rafael Thyere, Pedro Geromel  e Bruno Cortez; Michel, Arthur (Fernandinho, intervalo), Ramiro; Luan e Pedro Rocha (Everton 36/2ºT); Lucas Barrios (Marcelo Oliveira 39/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo, Jeferson; Fernando Bob (Jean Patrick), Naldo, Jadson (Felipe Saraiva); Renato Cajá (Negueba), Emerson Sheik, Lucca
Técnico: Gilson Kleina

14ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2017
Data: 16 de julho de 2017, domingo, 16h00min
Público: 21.133 (19.292 pagantes)
Renda: R$ 677.199,00
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Fábio Pereira (TO)
Cartões amarelos: Edílson (GRE); Jeferson, Emerson Sheik (PON)
Gols: Thyere (contra) aos 34/1º T; Barrios, aos 11 e aos 24 (de pênalti) 2º Tempo e Everton, aos 42/2ºT;

Brasileirão 2017 – Flamengo 0x1 Grêmio

July 17, 2017

2017 flamengo andre durao globoesporte2017 flamengo jorge rodrigues eleven d

O Grêmio se reabilitou no Brasileirão ao vencer o Flamengo (um adversário direto na briga pelas primeiras posições) fora de casa. O tricolor saiu na frente, e muito em função disso fugiu um pouco das suas características (teve pouco mais de 40% de posse de bola) para segurar o 1×0 até o apito final.

Luan contou com a sorte no lance do gol, mas também fez valer uma das suas habilidades, que é a capacidade de trocar rapidamente de direção, deixando os dois volantes adversários batendo cabeça na jogada.

2017 flamengo

Eu acho que o substituto de Pedro Rocha deveria ser Everton, e não o Fernandinho. Contudo, é preciso reconhecer que o Fernandinho ajudou bastante na marcação pelo lado esquerdo da defesa, e Everton tem um pouco mais de dificuldade em acompanhar o jogador adversário nessas situações.

Existem poucas coisas mais sem sentido no marketing esportivo do que um patrocínio na meia. Esse do Flamengo é impossível de identificar a marca.

Havia uma previsão oficial de 1.000 torcedores gremistas na Ilha do Urubu. Contudo o Flamengo disponibilizou 523 ingressos para a torcida visitante, dos quais apenas 71 foram vendidos. Estranho.

2017 flamengo b
Fotos: André Durão (GloboEsporte), Jorge Rodrigues (Lance) e Gilvan de Souza (Flamengo)

Flamengo 0x1 Grêmio

FLAMENGO: Thiago; Rodinei, Réver, Rafael Vaz e Trauco (Mancuello, 31’/2°T); Márcio Araújo (Geuvânio, 13’/2°T), Cuéllar (Vizeu, 31’/2°T) e Diego; Everton Ribeiro, Everton e Leandro Damião
Técnico: Zé Ricardo

GRÊMIO: Léo; Edilson, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel e Arthur (Jailson, 28’/2°T) ; Ramiro, Luan (Thyere, 44’/2°T) e Fernandinho; Barrios (Everton, 25’/2°T)
Técnico: Renato Portaluppi

13ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2017
Data: 13/7/2017, quinta-feira, às 19h30min
Local: Ilha do Urubu, Rio de Janeiro (RJ)
Público: 18.204 (16.960 pagantes)
Renda: R$ 1.161.345,00
Árbitro: Marcelo Aparecido R de Souza
Auxiliares: Anderson José de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo
Cartões amarelos: Michel, Kannemann; Trauco, Mancuello
Gol: Luan, aos 25 minutos do primeiro tempo

Brasileirão 2017 – Grêmio 0x2 Avaí

July 11, 2017

2017 gremio 0x2 avai lucas uebel (2)

Terceira derrota seguida do Grêmio no Brasileirão, sendo que dois desses jogos foram em casa. Talvez isso sequer sirva de consolo, mas é importante lembrar que mais uma vez o goleiro adversário foi o melhor em campo.

O tricolor fez um bom primeiro tempo, quando teve várias oportunidades de abrir o marcador, mas esbarrou na inspirada atuação do goleiro Douglas Friedrich. Na etapa final o volume de jogo gremista diminuiu, mas ainda assim o time seguiu com a bola no campo de ataque e aos 12 minutos teve um pênalti marcado a seu favor. Edílson errou a cobrança e o Grêmio sentiu demais o golpe. O Avaí aproveitou o momento e chegou a vitória com dois gols construídos em jogadas bem trabalhadas.

Aproveitamentos dos pênaltis do Grêmio em 2017 é o segundo pior dos últimos anos.

Público do jogo esteve bem perto da média das partidas no Brasileirão nesse mesmo horário.

A ausência de Pedro Rocha prejudica bastante a movimentação do ataque do Grêmio.
2017 gremio 0x2 avai lucas uebel (3)Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 0x2 Avaí

GRÊMIO: Léo, Edílson (Everton, 29’/2ºT), Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Arthur (Miller Bolaños, 21’/2ºT),Ramiro; Luan e Fernandinho; Lucas Barrios (Lincoln, 39’/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

AVAÍ: Douglas Friedrich, Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Luan (Wellington Simião, 24’/1ºT), Judson, Pedro Castro e Juan (Willians, 32’/2ºT); Romulo (Júnior Dutra, 22’/2ºT) e Joel
Técnico: Claudinei Oliveira

12ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2017
Data: 9/7/2017, domingo, 16h00min
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre – RS
Público: 29.268 (27.222 pagantes)
Renda: R$ 960.304,00
Árbitro: Wágner Reway (FIFA-MT)
Auxiliares: Fábio Rodrigo Rubinho (MT) e Marcelo Grando (MT)
Cartões amarelos: Luan (GRE); Luan, Joel, Pedro Castro, Wellington Simião, Capa (AVA)
Cartão vermelho: Joel, 41’/2ºT (AVA)
Gols: Wellington Simião aos 28 e Junior Dutra aos 39 minutos do segundo tempo

Cadastro biométrico na Arquibancada Norte é discriminatório

July 7, 2017

biometria

Em 23 de junho o Grêmio anunciou a exigência de um cadastro biométrico para todos os torcedores que frequentam a arquibancada norte da Arena, sendo que a identificação biométrica será obrigatória para todos os Sócios Arquibancada a partir do jogo de 09/07.

Vários elementos deste anúncio causam espanto. O primeiro deles é a exiguidade da medida. Foram menos de 20 dias entre o anúncio e o prazo final de adaptação dos sócios.  Ademais, essa nova exigência não foi discutida ou sequer informada ao Conselho Deliberativo (que é o órgão de representação dos sócios). Ainda, é importante lembrar que essa imposição contraria decisão tomada na reunião do Conselho Deliberativo de 29 de abril de 2014, onde se refutou a ideia proposta pelo Ministério Público de tornar a arquibancada norte um setor exclusivo para as torcidas organizadas.  Naquela ocasião vários conselheiros se manifestaram contra a proposta, inclusive integrantes do atual Conselho de Administração.

Todos esse elementos acima citados revelam a total falta de diálogo por parte da direção do clube ao implementar o cadastro biométrico. Contudo, ainda que se considere esse um problema “menor”, de mera falta de comunicação, não há como superar o fato de que a medida, tal como se apresenta, é discriminatória. Uma exigência que só é feita a um grupo de sócios e torcedores é discriminatória. Uma exigência que só é aplicada em um único setor do estádio (justamente o mais popular) é sim discriminatória.

É possível questionar se os alegados “eventuais desvios de conduta” ocorrem só na geral/arquibancada ou também nos demais setores e no próprio entorno do estádio? Se “eventuais desvios de conduta” são exclusividade da torcida do Grêmio ou também se verificam em outros estádios e outros clubes do país? E se o problema de violência é exclusivo do futebol ou é comum a sociedade como um todo?

A primeira pergunta é fácil de responder. Basta lembrar que o principal “distúrbio” registrado na Arena em 2017 teve início na cadeira superior. Em 2014 o Grêmio foi punido em função de uma ofensa feita por um torcedor, que estava na cadeira gramado, ao zagueiro Paulão do Inter. Em 2013 houve um briga entre a torcida do Grêmio e a do Fluminense na cadeira superior. Assim, além de discriminatória, a exigência de cadastro biométrica se mostra também inócua e arbitrária.

Inicialmente, nenhuma manifestação do clube falava em estender a biometria para os demais setores. Na nota de esclarecimento divulgada no site oficial é mencionado que o clubeestuda a possibilidade de estender este mesmo sistema de identificação e controle de acesso para as demais localidades do estádio“. E ainda que isso seja feito (o que eu duvido muito), o clube, ao assim proceder, estaria colocando o seu torcedor numa condição pior do que torcedores de outros times da cidade ou do estado. Seria possível ver jogo no Passo D´areia, no Bento Freitas, no Alfredo Jaconi sem biometria. Mas na Arena, o torcedor do Grêmio estaria sujeito a biometria.

Cumpre ressaltar que, ao contrário do que afirma o representante do Departamento do Torcedor Gremista, não existe qualquer disposição no Estatuto Social do Grêmio  vedando o “empréstimo de carteirinha”.  O artigo 40 do estatuto determina o seguinte:
artigo 40O que existe, isso sim, é um dispositivo do Código de Ética (art.8º) e Regulamento Geral (art.11) que impede o aluguel ou venda de carteirinha:

artigo 8 código de ética
A expressão “a título remunerado” deixa bem claro que não é proibida a cessão gratuita da carteirinha a um terceiro.

E ainda que assim não fosse, é válido lembrar que o próprio clube incentiva ou anui com a pratica do “empréstimo de carteirinha, na medida que permite que um mesmo sócio tenha mais de uma cadeira na Arena (tal qual já acontecia no Olímpico).

Confesso que tenho certa dificuldade em acreditar nas ações propostas pelo Departamento do Torcedor Gremista.  Para ilustrar essa dificuldade, transcrevo trecho de notícia publicada no site do Tribunal de Justiça do Estado sobre ocorrências registradas na Arena na final da Copa do Brasil: “Um torcedor impedido de comparecer aos jogos do Grêmio foi flagrado tentando acessar a Arena usando uma pulseira que garante acesso ao estádio a quem está a serviço. Outro membro do Departamento do Torcedor Gremista atuou para facilitar o acesso do acusado. Os dois foram citados em um termo circunstanciado emitido pela Polícia Civil.”.  Ora, que legitimidade o referido departamento tem em propor medidas de controle para o torcedor em geral quando sequer é capaz de controlar o comportamento de seus próprios integrantes?

Estranho ainda que não há nenhum benefício previsto como contrapartida para quem será submetido a biometria. Mesmo com a identificação biométrica, o torcedor continuará tendo que apresentar a carteirinha. O processo de ingresso no estádio será mais demorado, justamente no único setor da Arena em que é feito uma segunda revista na frente das catracas (e não só nas rampas de acesso a esplanada como para os demais setores).

Finalizando, reforço que a minha inconformidade com a medida reside, especialmente em dois pontos: 1) o fato de o cadastro biométrico ter sido imposto sem qualquer tipo de diálogo com o Conselho, contrariando decisão tomada em 2014. 2) o fato da diretoria, ao permitir essa medida excepcional, estar atribuindo (ou estar permitindo que seja atribuída) a pecha de que sua torcida (ou parte dela) e seu estádio (ou um setor dele) é particularmente difícil de ser controlada e por isso precisa de maior observância por parte das autoridades. É uma pecha que traz graves consequências e que acaba se tornado difícil de se livrar.

Libertadores 2017 – Godoy Cruz 0x1 Grêmio

July 5, 2017

35555724052_1cacbba127_k

O Grêmio começou bem nas oitavas de final da Libertadores. Com menos de 50 segundos de jogo o time já estava na frente. Numa jogada ensaiada, Kannemann lançou do campo de defesa, Barrios deu uma “casquinha” e Pedro Rocha foi ao fundo e cruzou rasteiro para Ramiro fazer o 1×0. Depois disso o tricolor controlou bem a partida. Uma boa prova disso reside no fato do Grêmio ter tido mais posse de bola e ter trocado mais passes do que seu adversário, mesmo estando em vantagem desde o primeiro minuto.

O Godoy Cruz tentou mudar o os rumos da partida através de um jogo mais brusco (para usar um termo leve), mas os atletas gremistas, sem aceitar desaforo, não se abalaram com isso e seguiram administrando a vantagem. Considerando a sua superioridade quando colocava a bola no chão, é possível dizer que o Grêmio até poderia ter buscado mais o segundo gol, mas “compreensivelmente” o time adotou uma postura mais cautelosa, segurando seus volantes e laterais na defesa (o que acabou sendo necessário no segundo tempo quando os mandantes tiveram um pouco mais de volume no campo de ataque).

 

34915035843_49e7c4e9db_k

Curioso o fardamento usado pelo Grêmio em Mendoza. Camisa reserva do ano passado com a fonte desse ano, calção preto do ano passado com a fonte do ano passo e meias todas brancas, sem nenhum símbolo do clube ou da Umbro.

image595c62af2321c4.03089967
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Marcelo Rolland (Los Andes)

Godoy Cruz 0x1 Grêmio

GODOY CRUZ:Rodrigo Rey; Abecasis, Galeano, Olivares e Cobos (Angileri, 4’2°T); Fabiám Henríquez, Ángel González (Pol Fernández, 10’2°T), Gastón Giménez e Garro; Javier Correa e Santiago García
Técnico: Lucas Bernardi

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Arthur (Jaílson, 36’2°T), Ramiro, Luan e Pedro Rocha (Everton, 19’2°T); Lucas Barrios (Fernandinho, 27’2°T)
Técnico: Renato Portaluppi

Libertadores 2017 – Oitavas de Final – Jogo de ida
Data: 4/7/2017, terça–feira, 19h15min
Local: Estádio Malvinas Argentinas, em Mendoza – ARG
Público: mais de 20 mil
Árbitro: Víctor Carrillo (FIFA-PER)
Auxiliares: Jonny Bossio (FIFA-PER) e Coty Carrera (FIFA-PER)
Cartões amarelos: Abecasis, Ángel González, Fabián Henríquez, Javier Correa e Marcelo Grohe
Gol: Ramiro, aos 44 segundos do primeiro tempo

Brasileirão 2017 – Palmeiras 1×0 Grêmio

July 3, 2017

35486885392_ecdd3f2fdf_o

O Grêmio poupou todos seus titulares e foi até São Paulo com o claro propósito de arrancar um empate diante do Palmeiras no Pacaembu. E ia conseguindo fazer isso (mais na base da raça/vontade do que propriamente na técnica/organização) até os 32 minutos do segundo tempo, quando numa jogada de extrema infelicidade, Machado tentou cortar uma cruzamento e acabou fazendo contra (a bola ainda desviou em Bressan antes de entrar no gol). O Palmeiras, que também poupou alguns titulares, igualmente não fez grande partida, mostrando certa dificuldade para propor o jogo, mas acabou sendo premiado pela maior iniciativa.

Diferente do que aconteceu em Recife, dessa vez o time reserva atuou na mesma formação do time titular, mas mesmo assim acabou fugindo das suas características. O Grêmio teve pouca posse de bola, trocou poucos passes e não conseguiu trabalhar as jogadas no campo de ataque. Um exemplo disso é o fato de Lincoln e Bolaños terem atuado longe da área adversária e não terem conseguido fazer nenhuma finalização.

2017 Palmeiras 1x0 Gremio Cesar Greco (1)2017 Palmeiras 1x0 Gremio Cesar Greco (2)

A campanha do Grêmio até aqui, em que pese as duas derrotas seguidas, é muito boa. 66% de aproveitamento lhe daria o título em todas as edições anteriores do campeonato por pontos corridos.

Demorei algum tempo pra perceber que o Grêmio estava jogando com a meia azul. O tom destoa muito do tom do azul da camisa.
2017 Palmeiras 1x0 Gremio Cesar Greco (5)

Fotos: Cesar Grego (Palmeiras)

Palmeiras 1×0 Grêmio

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Luan, Juninho e Egídio; Bruno Henrique, Zé Roberto e Michel Bastos (Raphael Veiga, 26’/2ºT); Erik (Willian, 16’/2ºT), Borja e Keno (Roger Guedes, 31’/2ºT)
Técnico: Cuca

GRÊMIO: Léo Jardim; Leonardo Gomes, Rafael Thyere, Bressan e Marcelo Oliveira; Jaílson (Lima, 35’/2ºT), Kaio, Fernandinho, Lincoln (Machado, 29’/2ºT) e Éverton; Miller Bolaños (Nicolas Careca, 15’/2ºT).
Técnico: Renato Portaluppi

11ª Rodada – Campeonato Brasileiro
Data: 1/7/2017, sábado, 16h00min
Local: Pacaembu, em São Paulo – SP
Público: 31.622 (29.075 pagantes)
Renda: R$ 963.172,50
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (FIFA-RJ)
Auxiliares: Rodrigo F Henrique Correa (FIFA-RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
Cartões amarelos: Juninho, Borja e Bressan
Gol: Machado (contra) aos 32 minutos do 2º tempo