Mundial de Clubes 2017 – Grêmio 1×0 Pachuca

by

fifa2924518_xxlarge-lnd

O Grêmio cumpriu com sua “obrigação” de campeão da Libertadores e passou pela semifinal do mundial de clubes. E talvez o fato dessa vitoria ser tratada como uma obrigação explique porque o tricolor só foi fazer o seu gol na prorrogação. A equipe gremista parecia excessivamente ciente da possibilidade de uma zebra mexicana e acabou tendo uma atuação um pouco mais “travada” do que o habitual (aqui valeria lembrar a máxima do Prof. Vanderlei Luxemburgo de que “o medo de perder tira a vontade de ganhar“). Foi só depois dos 25 segundo tempo, quando Renato já havia trocado Barrios e Michel por Jael e Everton. E foi Everton que fez o gol da classificação, na sua já tradicional entrada em diagonal pelo lado esquerdo da área.

fifa david ramosfifa barriosfifa grohe

O mapa de calor do Footstats mostram bem como o Pachuca concentrou seus jogadores de frente nos lados do campo. Isso atrapalhou um pouco o encaixe da marcação tricolor e dificultou o apoio dos laterais gremistas.

Além da ausência do apoio dos laterais, a criação do Grêmio também se ressentiu de uma maior presença dos volantes no campo de ataque. Michel e Jailson não se projetavam para frente quando Luan recuava para buscar o jogo, de maneira que o Grêmio ficava com poucos jogadores além da linha da bola.

Cortez foi o melhor em campo. Impecável na parte defensiva, fez duas intervenções fundamentais na área gremista. Achei muito interessante a entrevista dele contando que se aprimorou como marcador no período que jogou no Japão.

Jael entrou bem no jogo, assim como já tinha acontecido no primeiro jogo contra o Lanús. Trouxe mais vibração ao ataque tricolor.

Everton precisa de muito pouco tempo e espaço para concluir. Isso que torna essa jogada dele ir levando a bola para dentro da área tão difícil de ser marcada pelos zagueiros.

Não sou o maior fã desse modelo da camisa tricolor de 2017, mas ela melhorou muito sem tantos patrocínios (ainda assim sigo achando que a Umbro poderia ter feito um fardamento especial para o mundial)

Dá pra afirmar com tranquilidade que mais da metade dos 6.400 torcedores presentes eram do Grêmio.

fifa Mike Hewittfifa kannemann Francois Nel
2924539_big-lnd
Fotos: Mike Hewitt, David Ramos e Francois Nel (FIFA.com)

Grêmio 1×0 Pachuca

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson (Léo Moura, no início da prorrogação), Geromel, Kannemann e Cortez; Jaílson, Michel (Everton, aos 26/2ºT); Ramiro, Luan e Fernandinho (Rafael Thyere, aos 17/2ºT-P), Lucas Barrios (Jael, aos 09/2ºT).
Técnico: Renato Portaluppi

PACHUCA: Óscar Pérez; Joaquín Martínez, Omar González, Óscar Murillo e García (Sagal, aos 10/1ºT-P); Jorge Hernández, Honda, Guzmán e Aguirre (Erick Sanchez, aos 21/2ºT); Urretaviscaya (Germán Cano, ao 1/2ºT-P) e Franco Jara (Robert Herrera, aos 1/1ºT-P).
Técnico: Diego Alonso

Mundial de Clubes 2017 – Semifinal
Data: 12/12/2017, terça–feira, 15h00min
Local: Estádio Hazza Bin Zayed , Al Ain (EAU)
Público: 6.428
Árbitro: Felix Brych (ALE)
Auxiliares: Mark Borsch (ALE) e Stefan Lupp (ALE)
Cartões amarelos: Kannemann, Ramiro, Jael, Guzmán, García, Jorge Hernández
Cartão vermelho: Guzmán (aos 5 do 2º tempo da prrorogação)
Gol: Everton aos 5 minutos do 1º tempo da prorrogação

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d bloggers like this: