Archive for February, 2018

Libertadores 2018 – Defensor 1×1 Grêmio

February 28, 2018

Gremio x DefensorGremio x Defensor

Foi uma estreia “mais ou menos”, seja pela ótica do resultado, seja pela ótica do desempenho da equipe. O Grêmio mostrou ter mais qualidade, teve mais iniciativa e mais controle do jogo (tendo 70% de posse de bola), mas acabou encontrando dificuldade em transformar esse domínio em situações de gol. Em parte isso se explica pela falta de velocidade do tricolor na hora de trocar passes para virar e abrir o jogo na frente da área adversária.   Mas outra explicação para a falta de verticalidade no jogo do Grêmio pode estar no esquema escolhido. A ideia de usar Cícero com falso-nove (a qual considerava uma boa tentativa) não está tendo evolução, o time não tem um jogador posicionado para segurar a bola na frente e a movimentação de Cícero não está criando espaços para que os demais jogadores de ataque ingressem na área em diagonal. Assim o Grêmio acaba carecendo de maior presença na área. Tanto assim o é que o gol só saiu quando Jael estava em campo, numa bola que Everton e Maicon apareceram na área para concluir e apanhar o rebote, respectivamente.

Uma pena que o Grêmio tenha deixado a vitória escapar num erro elementar de posicionamento em escanteio, no qual toda defesa tricolor correu para fechar o primeiro pau e Gonzalo Maulella ficou livre para cabecear para o gol um pouco depois da marca do pênalti.

defensor dado moura 2defensor dado mouradefensor dado moura 4

Maicon parece estar em melhores condições físicas do que a média dos seus companheiros. Isso deve passar pelo fato dele ter ficado boa parte de 2017 lesionado, enquanto os demais ainda sentem o cansaço da longa temporada passada.

A camisa nova (apesar de alguns detalhes “problemáticos” que comentarei em outro post) ficou bem interessante no campo. É certamente uma evolução em relação a camisa titular do ano passado.

Achei curioso que o time tenha usado a meia reserva do ano passado e a fonte de 2016 nos calções novos. Mais curioso ainda foi ver a camisa do Alisson sem os patrocínios da iPlace.

Eu fiquei positivamente surpreso com o número de gremistas que foram até Abu Dhabi em dezembro. Diante disso, esperava ver mais gente no espaço da torcida adversária no Franzini ontem (cabe aqui um mea culpa por ter ficado em Porto Alegre numa das viagens menos complicadas de se fazer, para um jogo num dos estádios mais simpáticos da América do Sul).

Quem foi ao campo se deparou com um preço revoltante cobrado pelo Defensor nos ingressos para a torcida visitante. Custo a acreditar que a diretoria do Grêmio, após ter confraternizado com a diretoria adversária, não tenha se manifestado sobre o absurdo que é cobrar 100 dólares por entrada. Uma injustiça por dois motivos: 1) por ser um valor fora da realidade para jogo um de fase de grupos de Libertadores, e 2) pela desproporção em relação ao valor cobrado para os torcedores locais.

39814601664_32c1a6dce9_k38715632290_a31359b0a0_k
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Eduardo Moura (Globo Esporte)

Defensor 1×1 Grêmio

DEFENSOR: Guillermo Reyes; Santiago Carrera, Nicolás Correa e Gonzalo Maulella; Ernesto Goñi, Carlos Benavídez (Martín Rabuñal, aos 44’/2°T), Mathias Cardacio, Mathías Suárez, Ayrton Cougo (Juan Boselli, aos 34’/2°T) e Facundo Castro (Cecílio Waterman, aos 29’/2°T); Germán Rivero.
Técnico: Eduardo Acevedo

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Madson (Alisson, aos 16’/2°T), Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Jaílson (Jael, aos 25’/2°T), Maicon e Cícero; Ramiro, Luan e Everton (Maicosuel, aos 43’/2°T)
Técnico: Renato Portaluppi

Libertadores 2018 – Grupo 1 – 1ª Rodada
Data: 27/2/2018, terça–feira, 19h30min
Local: Estádio Luis Franzini, Montevidéu-URU
Árbitro: Fernando Rapallini (Argentina)
Auxiliares: Hernan Maidana e Juan Belatti (ambos da Argentina)
Cartões amarelos: Gonzalo Maulella e Mathías Cardacio (DEF);
Gols: Maicon aos 35 minutos do 2° tempo e Gonzallo Maulella  aos 39 minutos do 2° tempo

Advertisements

Libertadores 1982 – Defensor 0x0 Grêmio

February 27, 2018

IMG_1563 - Copia

O Defensor foi o adversário do primeiro compromisso fora do país que o Grêmio teve na história da Libertadores (a estréia propriamente dita foi num empate em 2×2 com o São paulo no Morumbi).

Vale lembrar que naquela edição da Libertadores apenas um dos 4 integrantes de cada grupo avançava a segunda fase, de modo que nem Grêmio e muito menos o Defensor ficaram satisfeitos com o placar de 0x0 do jogo no estádio Centenario em 24 de agosto de 1982. Como se pode ver na matéria da Zero Hora postada abaixo, o Defensor teria sido prejudicado por um erro de arbitragem, que marcou como sendo fora da área uma falta cometida por Batista dentro da grande área.

Os dois treinadores das equipes de hoje estiveram em campo em Montevidéu naquela noite. Eduardo Acevedo era titular da defesa violeta e Renato Portaluppi substituiu Edmar aos 19 minutos do segundo tempo.

Outra curiosidade é que o jogo foi transmitido ao vivo para Porto Alegre pelo canal 5 TVS (atual SBT).

pc magalhaes

edmar

MATERIA

IMG_1553 - Copia

tvs pepsi

gaucha

ruy carlos ostermann

Fotos: Mauro Mattos (Zero Hora)

Defensor 0x0 Grêmio

DEFENSOR : Carrasco, Pablo Forlán, Russo, Acevedo e Bartolomeo; Sarubbi, Da Silva, Tolosa e Miranda; Oddine (Mastrángelo) e Tejeda (Caillava)
Técnico: Baudilio Jauregui

GRÊMIO: Leão, Paulo Roberto, Leandro, De León e Paulo César Magalhães; Batista, Bonamigo (Gil) e Paulo Isidoro; Tarciso, Edmar (Renato Portaluppi) e Odair
Técnico: Ênio Andrade

Libertadores 1982 – Grupo 2 – 2ª Rodada
Data: 24 de agosto de 1982, terça-feira, 21h15min
Local: Estádio Centenário, em Montevidéu, Uruguai.
Árbitro: Juan Carlos Loustau (ARG)
Auxiliares: Carlos Esposito e Jorge Romero

Gauchão 2018 -Grêmio 3×0 Novo Hamburgo

February 26, 2018

2018 02 24 gremio 3x0 novo hamburgo eduardo deconto globo esportegremio novo hamburgo 2018 mauro schaefer cp

A cobertura sobre jogos de futebol tem lá suas curiosidades. O principal assunto do jogo foi o gol marcado por Jael, de pênalti, aos 42 do minutos do segundo tempo quando a partida já estava 2×0 para o Grêmio. Para mima participação do centroavante nos dois primeiros gols da partida (tabelando com Thonny Anderson e dando passe para Michel) diz muito mais sobre o potencial desse atleta do que o fato dele ter convertido a penalidade (sofrida por Maicossuel). Mas muitas vezes o folclore fala mais alto no futebol, e esse “jejum” de gols de Jael estava se aproximando da lenda do jejum de gols do volante Charles Guerreiro do Flamengo no início dos anos 1990. Assim é bom que Jael tenha se livrado dessa pecha.

Depois de conquistar o Gauchão de forma irrepreensível no ano passado, o Novo Hamburgo deu mostras que vai disputar a divisão de acesso no ano que vem. Um time que pretende seguir na primeira divisão não pode sair com a bola e tomar um gol com o adversário fazendo tabela pelo meio da sua defesa em menos de 30 segundos de partida.

Thoony Anderson teve uma atuação interessante, ainda que se leve em consideração a fragilidade do momento do adversário.

Achei a arquibancada norte excessivamente vazia para um público de 12 mil pessoas.

39754342784_d3c2734763_k26595012048_bfca7e31d6_k
Fotos: Eduardo Deconto (Globo Esporte), Mauro Schaefer (Correio do Povo) e Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 3×0 Novo Hamburgo

GRÊMIO: Paulo Victor; Madson, Bressan, Paulo Miranda e Marcelo Oliveira; Michel e Jailson (Alisson, aos 24/2ºT); Ramiro, Thonny Anderson (Lima, aos 34/2ºT) e Everton (intervalo); Jael.
Técnico: Renato Portaluppi

NOVO HAMBURGO: Michel Alves; Bindé, Roberto Dias, Julio Santos e Assis; David (Renan, aos 23/2ºT), Diogo Oliveira, Zotti (Henrique Santos, aos 26/2ºT) e Juninho Silva; Jean Silva e Ricardo Lobo (Branquinho, aos 19/2ºT).
Técnico: Beto Campos

09ª Rodada – Campeonato Gaúcho 2018
Data: 24 de fevereiro de 2018, sábado, 19h00min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Público: 12.964 (11.162 pagantes)
Renda: R$ 399.817,00
Árbitro: Leandro Vuaden
Auxiliares: Leirson Peng Martins e Fabrício Lima Baseggio
Cartões amarelos: Júlio Santos
Gols: Thonny Anderson, aos 23 segundos e Michel, aos 34 minutos do primeiro tempo; Jael (de pênalti), aos 42 minutos do segundo tempo

 

Recopa – Grêmio 0x0 Independiente (Grêmio 5×4 nos pênaltis)

February 23, 2018

penalti grohe cristiano munari correio do povogrohe olegetty espn

26539649398_309f81b7a5_k38600241600_d133b7db34_k

No fim das contas o time que contratou os serviços de Paulinho Mixaria ganhou do time que contratou os serviços do Brujo Manuel.

39700635364_069e3ca0dc_k marcelo carrol oleFotos: Cristiano Munari (Correio do Povo), Getty (ESPN), Lucas Uebel (Grêmio.net) e  Marcelo Carrol (Olé)

Grêmio 0x0 Independiente
(Grêmio 5×4 nos pênaltis)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura (Paulo Miranda 22 do 2º tempo), Geromel, Kannemann e Cortez (Lima 11 do 2º tempo do prorrogação); Jailson (Jael 16 do 2º tempo), Maicon e Cícero; Alisson (Maicosuel 34 do 2º tempo), Luan e Everton.
Técnico: Renato Portaluppi

INDEPENDIENTE: Campaña; Fabricio Bustos (Gutiérrez 2 do 2º tempo da prorrogação), Alan Franco, Fernando Amorebieta e Gastón Silva; Domingo, Diego Rodríguez (Benítez intervalo), Fernando Gaibor, Maxiliano Meza e Jonathan Menéndez (Romero 28 do 2º tempo); Leandro Fernández (Figal 44 do 1º tempo).
Técnico: Ariel Holan

Recopa 2018 – Jogo de Volta
Data: 21 de fevereiro de 2018, quarta-feira, 21h45min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Público: 42.921 (40.009 pagantes)
Renda: R$ 1.964.449,00
Árbitro: Enrique Cáceres (PAR)
Assistentes: Eduardo Cardozo (PAR) e Juan Zorrilla (PAR)
VAR: Andrés Cunha (URU)
Cartões amarelos: Paulo Miranda, Geromel, Alisson; Gastón Silva, Gaibor, Diego Rodríguez
Cartão vermelho: Amorebieta, aos 42 minutos do 1º tempo
Pênaltis: Grêmio: Maicon, Cícero, Jael, Everton, Luan (acertaram)
Independiente: Fernando Gaibor, Maxiliano Meza, Domingo, Romero (acertaram); Benítez (errou)

Amistoso em 1940 – Grêmio 2×1 Independiente

February 21, 2018

O Gremio

O primeiro confronto da história entre Grêmio e Independiente aconteceu em 30 de janeiro de 1940. Foi o segundo jogo dos argentinos em solo gaúcho naquele mês, em compromissos arranjados por Luiz Aranha,  Presidente da CBD (Confederação Brasileira de Desportos) . No primeiro deles o time de Avellaneda empatou em 2×2 com o Inter nos Eucaliptos.

O segundo aconteceu numa quinta-feira chuvosa, as 21 horas na Baixada. O Grêmio saiu perdendo por um 1×0, mas Luiz Carvalho entrou no time no intervalo, fez o gol de empate aos 20 minutos do segundo tempo  e a cinco minutos do fim deu a assistência para Malaquias fazer  gol da vitória.

O curioso que surgiram “lendas” sobre a participação de Luiz Carvalho nessa partida. David Coimbra, na edição original e nas posteriores do livro “A História dos Grenais”, bem como em seu blog na Zero Hora, afirmou que o centroavante tricolor estava aposentado desde 1938 e foi convencido no intervalo da partida a voltar a ativa para reverter o placar desfavorável. Tal informação não corresponde a realidade.  Luiz Carvalho jogou as duas partidas anteriores do Grêmio, fez gol contra o Americano em 16 de janeiro e iniciou a partida contra o Força e Luz em 23 de janeiro. Luiz Carvalho estava relacionado para partida contra os argentinos e sua escalação como titular era cogitada na reportagem do Correio do Povo do dia da partida (ver imagem abaixo)

Ainda mais estranha é afirmação de David Coimbra de que “No dia seguinte, o Correio do Povo mancheteou: “Só se viu um maestro em campo e era Luiz Carvalho”. A rartir de então, ele passou a ser conhecido como El Maestro”. Como se pode ver na imagem acima, não há nenhuma manchete com esse teor na edição do Correio do Povo que cobriu essa partida. Da mesma forma, não há nenhuma referência de Luiz Carvalho como “El Maestro”, e sim como “Condottieri“.

Mais recentemente o jornalista Marcos Bertoncello afirmou essa partida contra o Independiente “marcou a despedida do futebol de Luiz Carvalho”, o que também não é verdade.  Luiz Carvalho jogou as duas partidas seguintes ao confronto contra o Rojo, a primeira como titular contra o Cruzeirinho na Baixada em 08 de fevereiro e a segunda entrando no segundo tempo de um Gre-Nal nos Eucalitpos em 13 de fevereiro.

1940 Gremio Independiente b

Luiz Carvalho ensinou o caminho das redes
A assistencia, á entrada do team tricolor no field, encarou com pessimismo a ausencia de Luiz Carvalho no commando do ataque. Isso porque se annunciara que o laureado crack, juntamente com Lacy, envergaria mais urna vez a jaqueta da Baixada, em logar de Allemãosinho, cujas ultimas “performances” no haviam primado pela segurança.
Cedo, os afficionados sentiram a falta do habilidoso “condottieri”. E sentiu-o tambem a propria offensiva gremista, que trabalhou completamente enredada, na 1ª phase, com um Allemão improductivo, inexpressivo mesmo. Por duas vezes, naquelle periodo, a torcida tricolor teve a visão do goal. E, por duas vezes, Allemãosinho falhou, sacudindo os nervos da assistencia.
Dessa maneira, o Independiente jogou quasi á vontade, no 1.° half-time, obrigando o tricolor a permanecer cerradamente na defesa. Ahi, agigantou-se a actuação da rectaguarda local, O triangulo integrado por Edmundo, Luiz e Dario transformou-se numa verdadeira muralha, onde se chocava, de momento a momento, a offensiva portenha, algo debilitada com a ausência de Sastre, mas ameaçadora e vistosa.
A efficiencia de Laxixa, hontem o primeiro homem da defesa tricolor, na aza esquerda da linha média, cobriu a indecisão inicial de Noronha e foi um estimulo permanente ao estreiante André, que, na aza direita, andou bem durante todo o match.
Dessa maneira, o Gremio contou apenas com a solidez da sua rectaguarda, na primeira etapa. A pressão do Independiente, felizmente, não se expandiu muito no marcador, e só um unico goal conseguiram os argentinos, por intermedio de Coll. Foi um lance bonito, aliás. O “center” portenho recebeu a pelota de De La Mata, cruzou velozmente entre Luiz e Dario, arremessando um “shoot” baixo e collocado, no canto direito.
O tento foi marcado no vigésimo minuto e o assedio dos visitantes continuou, registrando-se mas um ponto, dois minutos depois que o arbitro, Alfredo Cesaro acertadarnente invalidou, por se encontrar o seu autor, Vilariño, em franco impedimento.
A REACÇÃO DO GREMIO E O TRIUMPHO

Nas archibancadas, após o 1.º tempo, tinha-se a impressão de que o match continuaria no mesmo “train” e que o Independiente faria subir o placard. Uma surpresa estava reservada, entretanto, aos

bi campeoes estrearaoaviaoos coloradosO independiente volta a se exibir

“O quadro, tantas vezes campeão, apresentará Luiz Luz, Noronha, Laxixa, Allemãosinho e talvez, o laureado Luiz Carvlho num cotejo de forças com Colleta, Leguizamón, De La Mata e o incomparável Sastre” (Correio do Povo – 30 de janeiro de 1940)

luiz carvalho centro avantehistoria dos grenaisGremio Americano 17 janeiro 1940

diario de noticias 1940 zdiario de noticias 1940 c

“Apareceram mais os três médios gremistas, Luiz Carvalho na meia-esquerda em lugar de Fogo que passou para a ponta esquerda” (Diário de Notícias – 09 de Fevereiro de 1940)

IMG_1369

Camisa inspirada no uniforme do time de Curling da Noruega feito pela Umbro

February 20, 2018

bb201e2d-9b8b-4b56-90ea-417a5d4af67c

 

Uma das coisas que mais me chamou a atenção nesses Jogos Olímpicos de Inverno de 2018 foram os uniformes da equipe de Curling da Noruega. As calças obviamente são de longe as peças mais peculiares, mas achei as camisas, feitas pela Umbro, bem interessantes.

E uma vez que as camisas são feitas pela Umbro, fiquei pensando como um modelo parecido poderia ser aplicado no Grêmio. Por ter essa parte superior da camisa em outra cor, imediatamente pensei no uniforme reserva de 1988. A ideia que me ocorreu foi de fazer um “mashup” dessa camisa da Penalty de trinta anos atrás com o  trabalho da Umbro de agora, substituindo os padrões de desenhos nórdicos usado na camisa da Noruega por padrões de tecelagem gaúcha/crioula.

Abaixo algumas simulações:

 

camisa gremioxboca88 novapretacamisa gremioxboca88 novaazulcamisa gremioxboca88 nova azul claro

 

 

Gauchão 2018 – Veranópolis 2×1 Grêmio

February 20, 2018

38517828030_e1ee749265_k

O Grêmio perdeu o jogo em dois erros bizarros dos seus jogadores. No primeiro tempo, Bressan foi afastar uma bola de dentro da área mas não conseguiu fazer com que ela passasse por Felipe Mattioni, que estava intermediária. O ex-lateral aproveitou o presente e mandou um canudo na gaveta. No segundo tempo foi Paulo Victor que espalmou uma bola para trás, aonde foi assinalado o gol da vitória do VEC.

Me parece que a bola de fato entrou nesse lance, mas as imagens da transmissão da TV não são esclarecedoras.

vec1vec2Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)  MasterLynK (Veranópolis E.C.)

Veranópolis 2×1 Grêmio

VERANÓPOLIS: Reynaldo; Vinícius Bovi, Bonfim, Léo Dagostini e Matheus Bertotto; Romano, Felipe Mattioni (William Paulista, aos 28′ do 2°T), Talles Cunha (Fabricio, aos 15′ do 2°T) e Eduardinho; Wesley (Matheus, aos 25′ do 2°T) e Juba.
Técnico: Julinho Camargo

GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Gomes, Paulo Miranda, Bressan e Marcelo Oliveira; Thaciano (Vico, no intervalo), Michel e Ramiro; Lima (Maicosuel, aos 18′ do 2°T), Thonny Anderson (Dionathã, aos 27′ do 2°T) e Alisson.
Técnico: Renato Portaluppi

08ª Rodada – Campeonato Gaúcho 2018
Data: 17/2/2018, sábado, 21h30min
LocalEstádio Antônio David Farina, em Veranópolis – RS
Árbitro: Jean Pierre Lima (RS)
Auxiliares: Michael Stanislau e Gustavo Marin Schier
Cartões amarelos: Bressan; Talles Cunha e William Paulista
Gols: Felipe Mattioni, aos 27 minutos do primeiro tempo.Thonny Anderson, aos oito minuto e Matheus Bertotto, aos 11 minutos do segundo tempo

Recopa 2018 – Independiente 1×1 Grêmio

February 19, 2018

independiente recopa ida matins acosta el pais

Renato optou por uma escalação diferente para esse primeiro jogo da Recopa. Lima foi escalado para o lugar do suspenso Ramiro e assim foi possível ver o Grêmio num 4-3-3, com Cícero jogando no meio campo e Lima, Luan e Everton na linha de ataque.  O problema é que os jogadores do lado de campo pouco participavam do jogo e o tricolor se viu bastante pressionado durante todo o primeiro tempo.  O gol de Luan aos 21 (aproveitando saída errada da zaga adversária) e a expulsão de Gigliotti aos 26 foram momentos de respiro para Grêmio, mas mesmo com um a menos o Independiente seguiu mais ameaçador, empatando o jogo aos 32 do primeiro tempo e só deixando de controlar a partida a partir da metade do segundo tempo, quando não teve mais pernas para seguir pressionando a saída e tirando os espaços dos recebedores de passe do Grêmio.

Kannemann jogou muito. Quase fez com que o mau desempenho dos seus colegas de linha defensiva não fosse notado.

Acho legal a ideia de um uniforme de uma cor só, inclusive no distintivo e patrocinadores. Mas acho que esse trabalho da Puma para o Independiente não foi exatamente a melhor execução desse conceito (o resultado das camisas de Stuttgart e AIK  ficou bem mais interessante). Mas é preciso dizer que os patches da Conmebol prejudicaram a ideia do “Todo Rojo”. Da mesma forma me parece um tanto excessivo o Grêmio estampar sua camisa com 4 patches da Conmebol, ainda que seja motivo de orgulho o patch de campeão da Libertadores.

01030405
Fotos: Martin Acosta (El Pais) e C.A.Independiente

Independiente 1×1 Grêmio

INDEPENDIENTE: Campaña; Bustos (Figal, aos 37/2ºT), Alan Franco, Amorebieta e Gastón Silva; Gaibor (Jonás Gutiérrez, aos 21/2ºT), Domingo, Meza e Martín Benítez (Leandro Fernández, aos 18/2ºT); Gigliotti e Menéndez
Técnico: Ariel Holan

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Jailson, Maicon e Cícero (Jael, aos 39/ 2ºT); Lima (Alisson, aos 08/2ºT), Luan e Everton (Maicosuel, aos 39/ 2ºT).
Técnico: Renato Portaluppi

Data: 14 de fevereiro de 2018, quarta-feira, 22h00min
Local: Estádio Libertadores da América, em Avellaneda
Árbitro: Roddy Zambrano (EQU)
Assistentes: Bryon Romero (EQU) e Christian Lescano (EQU)
VAR: Mario Díaz de Vivar (PAR)
Cartões amarelos: Gigliotti, Domingo, Fernandéz, Amorebieta; Léo Moura, Geromel, Alisson
Cartão vermelho: Gigliotti, aos 26 minutos do 1º tempo
Gols: Luan, aos 21 minutos e Cortez (contra), aos 32 minutos do 1º tempo

Camisa Branca Penalty 1988 – Primeiro Semestre

February 12, 2018

camisa gremioxboca88 b

Já faz algum tempo que eu estou bastante intrigado com essa camisa reserva que o Grêmio utilizou na temporada de 1988. É um modelo da Penalty, bastante parecido com um usado pela comissão técnica do Atlético Mineiro em 1987.

Pelas minhas pesquisas, essa camisa só foi usada no amistoso contra o Pinheiros no Olímpico (primeiro jogo daquele ano) e na estreia do Grêmio na Supercopa contra o Boca na Bombonera. No segundo semestre de 88, nas demais vezes que o Grêmio usou a camisa branca nessa temporada, ela era branca com gola e punho azul, sem esse retângulo no peito.

Essa camisa não era registrada naquele setor com caricaturas de jogadores do Memorial Hermínio Bittencourt no Olímpico e nem é citada no livro “A História das Camisas dos 12 Maiores Times do Brasil).

boca 1988

gremio boca 19881988 boca fora fernando gomes zero hora c1988 boca fora fernando gomes zero hora b1988 boca fora fernando gomes zero horagremio helinho 1988 Lemyr Martins Placarhistoria de bocagremio_pinheiros_1988g - Copiagremio_pinheiros_1988
Fotos: Fernando Gomes (Zero Hora), Lemyr Martins (Placar), Historia de Boca e Acervo Histórico do Grêmio

 

Gauchão 2018 – Grêmio 2×1 Brasil de Pelotas

February 8, 2018

40142887381_9a79a6c7d1_k

O Grêmio conseguiu sua primeira vitória no Gauchão 2018. Os três pontos vieram com certa dificuldade, uma vez que o Brasil saiu na frente (gol de Robério) no final do primeiro tempo e o tricolor foi obrigado a buscar a virada nos 45 minutos finais (com gols de Alisson, em chute de fora da área aos 6 e Luan, aproveitando cruzamento de Everton aos 17).

Everton segue muito bem e Maicon dá mostras de estar recuperando sua melhor forma. Por outro lado, Léo Moura mais uma vez não funcionou tão bem na função que é habitualmente feita por Ramiro (e aí está uma carência do elenco) e Cícero novamente ficou demasiadamente recuado, fazendo com que o time ficasse sem muita presença na área.

39244476105_409c10977c_k

Eu não teria marcado o pênalti na jogada de Éder Sciola no primeiro tempo. Não me pareceu que o atleta do Brasil tenha tocado de forma deliberada com a mão na bola. É a mesma opinião que manifestei no lance do Kannemann no início do Gauchão de 2017.

Os dois impedimentos mal marcados pelo bandeirinha Élio Nepomuceno Júnior são difíceis de entender. E foi estranho ver ele batendo boca com os reservas do Grêmio depois de cometer esses erros.

Também achei estranho a Arena ter anunciado, no fim da tarde de ontem, que os ingressos para os setores superior leste/oeste estavam esgotados quando depois se verificou um público de menos de 10 mil pagantes.

Média de público do Grêmio na Arena no Gauchão 2018:   10.598 (8.555 pagantes)

39431087404_5f76f69ab8_k
Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 2×1 Brasil de Pelotas

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Madson (Alisson, intervalo), Geromel, Kannemann e Cortez; Jailson (Jael, intervalo), Maicon (Michel 38 do 2ºT), Léo Moura, Luan e Everton; Cícero
Técnico: Renato Portaluppi

BRASIL DE PELOTAS: Marcelo Pitol; Éder Sciola, Rafael Dumas, Gustavo Bastos e Artur; Leandro Leite, Itaqui, Toty (Dudu 32 do 2ºT), Mossoró (Calyson 12 do 2ºT) e Alisson Farias; Robério (Matheus Lima 27 do 2ºT)
Técnico: Clemer

07ª Rodada – Campeonato Gaúcho 2018
Data: 7 de fevereiro de 2018, quarta-feira, 21h45min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre – RS
Público: 11.953 (9.964 pagantes)
Renda: R$ 351.364,00
Árbitro: Anderson da Silveira Farias
Assistentes: Elio Nepomuceno de Andrade Júnior e José Eduardo Calza
Cartões amarelos: Jael; Mossoró, Artur e Leandro Leite
Gols: Robério, aos 39 minutos do primeiro tempo; Alisson, aos 6, e Luan, aos 17 minutos do segundo tempo.