Gauchão 2018 – Inter 2×0 Grêmio

by

2018 Inter 2x0 Gremio Diego Guichard GloboEsporte2018 Inter 2x0 Gremio Ricardo Giusti Correio do Povo

Não acredito em um “bom momento” para perder um jogo, muito menos para ser derrotado em um clássico. Mas se havia em 2018 um momento que uma vitória colorada não teria maiores consequências para a temporada tricolor, esse momento foi ontem.

O jogo começou muito ruim, com um festival de chutões e divididas. Foi só após a primeira metade do primeiro tempo que o Inter, que precisava de três gols, foi conseguir ter algum tipo de iniciativa mais organizada, se aproximando da área gremista.  Aos 33 minutos, Bressan cometeu pênalti em Rodrigo Moledo. Nico Lopez converteu a cobrança. O Inter obviamente se animou com 1×0, mas não apresentou uma melhora repentina na qualidade do seu jogo. A pressão seguia muito mais na base de força, da vontade, especialmente nas bolas cruzadas na área (27 cruzamentos do Inter contra 7 do tricolor).

O segundo tempo acabou sendo um tanto parecido com o segundo tempo do Grenal de 10 dias atrás, com um Grêmio aparentando cansaço e o Inter buscando ocupar espaços no seu campo de ataque. D´alessandro marcou o segundo, logo aos 2 minutos, cobrando uma falta inexistente (só o bandeirinha viu um contato faltoso de Kannemann em Gabriel Dias). O 2×0 no placar deixou o jogo ainda mais tenso, mas o Inter não articulou nenhuma jogada concreta depois de marcar o segundo gol, apesar de seu treinador ter colocado todo seu time a frente.

Grenal

Arrisco a dizer que desde 2011/2012 (quando o estádio estava em obras) não havia se registrado um público abaixo da casa dos 30 mil em Gre-nais no Beira-Rio.

Entendo que desmerecer a vitória do adversário é inerente ao folclore da rivalidade, mas eu não me filio a esse corrente que considera “gol de bola parada” como algo de menor valor.

Não acho absurda a escolha feita por Renato de começar o jogo com Cícero de titular. A opção por um jogador que auxiliaria bastante na defesa no jogo aéreo fazia muito sentido. O problema é que ele não mostrou bom entrosamento com Jaílson, tanto na hora de sair jogando e especialmente na hora de marcar (era perceptível o distanciamento dos dois, o que deixou a dupla de zaga um tanto exposta).

Grenal
Fotos: Diego Guichard (GloboEsporte.com),  Ricardo Giusti (Correio do Povo) e Lucas Uebel (Grêmio.net)

Inter 2×0 Grêmio

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Fabiano (Brenner, aos 5′ do 2°T), Rodrigo Moledo, Cuesta (Camilo, aos 40′ do 2°T) e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Gabriel Dias (Wellington Silva, aos 29′ do 2°T), Patrick e D’Alessandro; Nico López.
Técnico: Odair Hellmann

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura (Alisson, aos 27′ do 2°T), Bressan, Kannemann e Cortez; Jailso e Cícero; Ramiro, Luan e Everton (Michel, aos 46′ do 2°T); Jael (Arthur, aos 19′ do 2°T).
Técnico: Renato Portaluppi

Gauchão 2018 – Quartas de final – Jogo de volta
Data: 21/3/2017, quarta-feira, 21h45min
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, RS
Público: 26.219  (23.753 pagantes)
Renda: R$ 961.157,00
Árbitro: Leandro Vuaden
Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Lúcio Beiersdorf Flor
Cartões amarelos: Rodrigo Dourado, Nico López, D’Alessandro, Cuesta e Rodrigo Moledo; Bressan, Cortez, Kannemann e Alisson
Gols: Nico López (de pênalti) aos 33 minutos do 1°T e D’Alessandro aos 2º minutos do 2° tempo

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s


%d bloggers like this: