Gauchão 1979 – Octogonal Final – Grêmio 0x0 Juventude

by
1979 gremio 0x0 juventude cp foto

Foto: Correio do Povo

Na quarta rodada do octagonal final do Gauchão de 1979 o Grêmio não saiu do 0x0 com o Juventude no Olímpico. Foi o primeiro empate do tricolor na fase final da competição (na qual entrara com dois pontos extras).

É interessante notar que no segundo tempo o técnico Orlando Fantoni optou por usar André Catimba e Baltazar ao mesmo tempo, uma estratégia que ele usou por algumas vezes naquela temporada.

1979 radio guaiba

JUVENTUDE NÃO DEIXOU O GRÊMIO AUMENTAR DIFERENÇA PARA 4 PONTOS

O Grêmio não jogou bem no último domingo mas outra vez foi favorecido no campeonato por um tropeço do Internacional diante do São Paulo. Empatando em zero a zero com o Juventude e aproveitando a derrota do Internacional, o Grêmio aumentou a diferença para três pontos na liderança rolada do campeonato gaúcho.

Favorito para ganhar o jogo, o Grêmio teve pela frente um adversário retrancado e disposto exclusivamente a não perder. Assim mesmo o Juventude poderia ter feito um golo no primeiro tempo, quando houve um contra-ataque organizado por Plein.

O Grêmio errou exatamente no setor que vem sendo um dos melhores do time: o meio-de-campo. Ali o Grêmio foi apático, sem organização, sem criatividade e por isso facilitou o trabalho do adversário.

O Grêmio, além do mais, jogou com lentidão e a bola demorava muito a sair da meia-cancha para as duas pontas. Nas poucas vezes que foi para a direita o time ainda teve o azar de ter Tarciso muito bem marcado e jogando mal.

SEGUNDO TEMPO

Orlando Fantoni começou o segundo tempo já com lúra no lugar de Nardela e depois retirou Tarciso para juntar André ao lado de Baltazar no comando do ataque.

O Juventude não mudou sua maneira de jogar e continuou a marcação forte no meio-de-campo, nas laterais e dentro da área. O domínio territorial foi todo do Grêmio mas faltou criatividade para o ataque.

As melhores oportunidades do segundo tempo o Grêmio as teve com cabeçadas de Baltazar. Aos 7 minutos uma falta cobrada por Éder não foi defendida por Rafael e Baltazar cabeceou no travessão. Aos 9 minutos, em jogada de £der, Baltazar novamente quase marcou. Apoiado pela torcida o time, na base do entusiasmo, tentou fazer o golo. E foi assim até o final da partida sem ser incomodado pelo Juventude, excessão do lance aos 40 minutos, quando Plein escapou e poderia ter marcado não fosse a pronta intervenção de Ancheta.” (Correio do Povo, terça-feira, 21 de agosto de 1979)

1979 tv guaibaGrêmio 0x0 Juventude

GRÊMIO: Manga; Vilson, Ancheta, Vantuir e Dirceu; Vitor Hugo, Nardela (Iura, intervalo) e Paulo César Caju; Tarciso (André Catimba), Baltazar e Éder Aleixo
Técnico: Orlando Fantoni

JUVENTUDE: Rafael; Vinhas, Tadeu Vieira, Ademir e Toninho; Jorge, Cacau e Valdo; Casper, Plein e Ivanildo
Técnico: Carlos Gainete

Data: 19 de agosto de 1979, domingo
Local: Estádio Olímpico, Porto Alegre.
Renda: Cr$ 928.360,00
Árbitro: Luis Guaranha
Auxiliares: Adão Alípio Soares e Paulo Salazar

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d bloggers like this: