Gauchão 1976 – São Luiz de Ijuí 0x1 Grêmio

by
gremio 1x0 sao luis ijui - Cópia

Foto: Zero Hora

 

No Gauchão de 1976 o Grêmio foi até Ijuí e ganhou do São Luiz no Estádio 19 de Outubro por 1×0, gol de Alcino.

Paulo Lumumba era o técnico interino, visto que Telê Santana só assumiria a equipe em setembro daquele ano.

 

gremio 1x0 sao luiz

Foto: Folha da Tarde

 

“SEM CRIATIVIDADE, O GRÊMIO FOI SALVO PELO OPORTUNISMO DE ALCINO

O objetivo principal, mais uma vitória, a equipe do Grêmio conseguiu obter, ontem à tarde em Ijuí, contra o São Luís. Apenas isso. Além dos dois pontos positivos e a conseqüente manutenção da invencibilidade e liderança isolada deste campeonato, o Grêmio não mostrou mais nada. Os jogadores orientados por Paulo Lumumba, na sua maioria, se comportaram durante a partida de maneira ridícula e sem criatividade. O marcador final, de 1 a 0 pode inclusive ser considerado injusto.

 No entanto, o São Luís nada fez para merecer uma melhor sorte no resultado, Seus jogadores, seguindo as orientações tática do treinador André Heinz, só tinham uma preocupação: evitar os gols e sem a preocupação de fazê-los. Mesmo quando o Grêmio marcou seu único gol, numa jogada oportunista de Alcino, no começo do segundo tempo, o São Luís continuou retrancado. E esse fato determinou a derrota final, que encarada dentro desse aspecto foi justa. O São Luís se recusou a jogar futebol. Tratou de ficar os 90 minutos, na defesa.

A equipe do Grêmio, muno contento com todos seus principais titulares, teve um grande erro tático no período inicial e o manteve no começo do segundo tempo, até marcar o gol. A vitória do Grêmio não surgiu por méritos táticos, mas sim, por um lance de oportunismo por parte de Alcino. Embora fosse visível que o tradicional “chuveirinho” (cruzamentos elevados para a área, pelos ponteiros) não daria certo, Zequinha, Ortiz, Bolívar e Eurico insistiram com esse tipo de jogada.

Com facilidade, a boa defesa do São Luís anulava o ataque do Grêmio. Alcino, Alexandre e Neca não estavam muito inspirados. Apesar de jogar errado, especialmente antes de fazer o gol, os jogadores do Grêmio demonstraram um fator bastante positivo, a tranquilidade, e isso contribuiu para a vitória. Desde o primeiro minuto de jogo, o Grêmio atacou, mas isso não surpreendeu ao São Luís que estava pronto para enfrentar, Inclusive, a marcação sob pressão nas reposições da bola em jogo.

Quando os jogadores do São Luís não conseguiam destruir os ataques adversários com jogadas normais, se utilizavam da violência. E, essas jogadas desleais, determinaram uma reação semelhante por parto do Grêmio. Conseqüentemente, Luís Guaranha viu-se obrigado a mostrar o cartão amarelo em cinco oportunidades. O ambiente violento favoreceu a esquematização de André Heinz, pois durante vários minutos, a partida era paralisada. Entretanto, Luís Guaranha soube conter os jogadores e conduzir o jogo com domínio total.

Se os jogadores do Grêmio estivessem mais inspirados e disciplinados taticamente, o resultado poderia ter sido melhor, porque o São Luís dava liberdade na armação de jogadas. Alexandre jogou livre, praticamente sem ninguém a marca-lo. Dessa maneira, ele pode armar boas jogadas ofensivas, mas seus companheiros as desperdiçavam ou não aproveitavam. Nos 90 minutas, o São Luís só teve uma chance de gol. Não merecia o empate, pois não teve opções ofensivas.

ALCINO 1 a 0

O time do Grêmio voltou muito motivado para o período final, movimentando-se bastante no ataque e procurando o gol de qualquer maneira. Aos seis minutos, ainda nessa pressão total do Grêmio, Ortiz cobrou um escanteio,  Jeronimo aparou com a perna e lançou por elevação para Alcino, que cabeceou com força pare baixo no canto esquerdo de Volnei, sem chances. “(Folha da Tarde, segunda-feira, 5 de julho de 1976)

 

gremio sao luiz ortiz

Foto: Zero Hora

gremio sao luiz 2

Foto: Folha da Tarde

sao luis 0x1 gremio - Cópia

Foto: Zero Hora

ortiz gremio sao luiz ijui 0x1 gremio - Cópia

Foto: Zero Hora

SÃO LUIZ: Volnei, Manoel, Lourival, Ivan Honorato e Domingos; Carioca , Vilmar e Helio (Tarciso), César, Jaime Monaco e Vadi
Técnico: André Heinz

GRÊMIO: Cejas, Eurico, Ancheta, Beto Fuscão (Tadeu) e Bolívar; Jerônimo (Silva), Neca e Alexandre; Zequinha, Alcino e Ortiz
Técnico: Paulo Lumumba

Gauchão 1976 –
Data: 4 de julho de 1976, domingo
Local: Estádio 19 de Outubro, em Ijuí/RS
Árbitro: Luis Guaragna
Assistentes: Herminio Goulart e Justiimiano Goularte
Público: 6.825 pagantes
Renda: Cr$ 183.000,00
Cartões amarelos: Jeronimo, Ancheta, Beto Fuscão, Manoel e Ivan Honorato
Gols: Alcino aos 6 minutos do 2º tempo

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d bloggers like this: