Archive for October, 2019

Brasileirão 2019 – Grêmio 0x1 Bahia

October 18, 2019

Gremio x Bahia

O Bahia, recuou suas linhas e buscou tirar a velocidade do jogo (inclusive quando buscava contra-atacar). Isso foi suficiente para complicar um Grêmio pouco inspirado (ou com a “perna-pesada”).

Sigo achando que essa combinação de “uniforme do Chelsea” não valoriza essa nova camisa azul

Tenho curiosidade em saber quantas pessoas entram com a bola rolando em uma partida iniciada num horário cedo como essa de quarta-feira.

Desde 2013 o Grêmio fez 121 jogos válidos pelo Brasileirão na Arena.
A média de público destes 121 jogos é de 23.523 (21.269 pagantes)

Desses 121 jogos, 85 foram realizados em fins de semana.
Média de público desses 85 jogos de fim de semana é de 25.610 (23.200 pagantes)

Já outros 36 jogos foram realizados em dias de meio de semana.
Média de público destes 36 jogos é de 18.595 (16.710 pagantes)

Dos 36 jogos de meio de semana, 17 iniciaram antes das 20h30min.
Média de público destes 17 jogos é de 17.456 (16.588 pagantes).

– Média de Público do Grêmio no Brasileirão 2019:
17.297 (15.843 pagantes)

– Média de público do Grêmio na Arena na atual temporada:
25.028 (22.735 pagantes)

– Média de público do Grêmio como mandante em 2019:
23.802 (21.586 pagantes)

Gremio x Bahia

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Cortez; Matheus Henrique, Maicon (Thaciano, intervalo); Alisson (Pepê, 15/2ºT), Luan (Patrick, 27/2ºT) e Everton; Diego Tardelli
Técnico: Renato Portaluppi

BAHIA: Douglas Friedrich; João Pedro, Lucas Fonseca, Juninho e Giovanni; Gregore; Artur, Flávio, Guerra (Marco Antônio, 21/2ºT), Élber (Ronaldo, 46/2ºT); Gilberto (Arthur Caíke 26/2ºT)
Técnico: Roger Machado

26ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2019
Data: 16 de outubro de 2019, quarta-feira, 19h15min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre – RS
Público: 13.614 (11.757 pagantes)
Renda: R$ 355.349,00
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (FIFA-PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (FIFA-PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
VAR: Adriano Milczvski (PR)
Cartões amarelos: Matheus Henrique, Kannemann, Léo Moura; Guerra, Gregore
Gol: Arthur Caíke (de pênalti) aos 45 minutos do segundo tempo

Brasileirão 1971 – Grêmio 0x0 Bahia

October 16, 2019
1971 gremio 0x0 bahia

Foto: Correio do Povo

 

Em 1971, o Grêmio recebeu o Bahia pela 11ª rodada da primeira fase do Brasileirão. Saiu de campo com um 0x0, graças a uma defesa de pênalti do goleiro Jair.

1971 gremio 0x0 bahia guaiba

 

GRÊMIO SE COMPLICA E NÃO VENCE BAHIA
Porto Alegre (Sucursal) — Sem nenhuma habilidade para aproveitar as chances de gol que criou, o Grêmio só não perdeu para o Bahia porque o atacante Dionísio bateu displicentemente um pênalti nas mãos do goleiro Jair, aos 13 minutos do segundo tempo. Os gaúchos dominaram toda a partida, mas perdiam nas conclusões. O esquema do Bahia para conter o time do Grêmio, que ia todo à frente, era deixar Amorim de líbero e contra-atacar sempre através do ponteiro-esquerdo Caldeira. Isso acabou dando bons resultados, tanto assim que o pênalti foi cometido sobre o ex-jogador do Flamengo. O goleiro Renato também ajudou no empate: Além de defender bolas incríveis, fêz cera todas as vezes que ia bater o tiro de meta” (Jornal do Brasil, 14 de setembro de 1971)

 

1971 gremio 0x0 bahia ingressos

 

Grêmio 0x0 Bahia

GRÊMIO: Jair; Cláudio, Ari Ercílio, Chiquinho e Everaldo; Jadir, Gaspar (Volmir) e Torino; Flecha, Scotta (Caio) e Loivo
Técnico: Otto Glória

BAHIA: Renato; Zé Augusto, Zé Otto, Roberto Rebouças e Souza; Amorim, e Elizeu; Paulo César (Carlinhos), Baiaco, Dionísio (Joel)
e Caldeira
Técnico: Jorge Vieira

Data: 12 de setembro de 1971, Domingo, 15h30min
Local: Estádio Olímpico, Porto Alegre – RS
Renda: Cr$ 74.055,00
Juiz: Joaquim Gonçalves da Silva
Auxiliares: Luiz Torres e Jeferson de Freitas

Brasileirão 2019 – Atlético Mineiro 1×4 Grêmio

October 16, 2019

48894571727_d0bef6d8bd_o

Galhardo fez gol numa jogada típica do Escalona: O cruzamento de carrinho.

Não entendi porque o Grêmio não usou o novo fardamento azul.

Fotos: João Guilherme (Grêmio FBPA) e Gladyston Rodrigues (SuperEsportes)

Atlético Mineiro 1×4 Grêmio

ATLÉTICO-MG: Wilson; Patric, Igor Rabello, Réver e Hulk; Nathan e Elias (Geuvânio, aos 10/2°T); Luan, Cazares e Marquinhos (Vinícius, aos 39/2°T); Franco Di Santo (Alerrandro, aos 39/2°T)
Técnico: Rodrigo Santana

GRÊMIOPaulo Victor; Galhardo, Geromel, David Braz e Cortez; Michel e Maicon (Luciano, aos 27/2°T); Alisson, Luan e Pepê; André (Thaciano, aos 17/2°T)
Técnico: Renato Portaluppi

25ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2019
Data: 13 de outubro, domingo, às 19h00min
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte
Público: 12.974 pagantes
Renda: R$ 81.872,00
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (FIFA/SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA/SP) e Neuza Inês Back (FIFA/SP)
VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP)
Cartões amarelos: Cazares,  Geuvânio; André, Luan,  Nathan,
Cartão vermelho: Cazares, aos 22/2°T
Gols: Galhardo, aos 33 minutos; Maicon (de pênalti) aos 43 minutos; Di Santo (de pênalti) aos 49 minutos do primeiro tempo; Pepê, a 1 minuto, Alisson, aos 48 minutos do segundo tempo.

Brasileirão 1976 – Atlético Mineiro 0x0 Grêmio

October 13, 2019
1976 atletico 0x0 gremio

Foto: Correio do Povo

 

No Brasileirão de 1976, Atlético e Grêmio se enfrentaram no Mineirão pela última rodada da terceira fase. O tricolor jogava para cumprir tabela, enquanto o Galo precisava de um empate para ir as semifinais. Resultado: 0x0

 

GRÊMIO ANDOU MAIS PERTO DA VITÓRIA NO MINEIRÃO

BELO HORIZONTE — Embora um empate fosse suficiente para a classificação do Atlético, os mineiros não esperavam encontrar tanta dificuldade na partida contra o Grêmio. No Rio, o nervosismo da torcida do Flamengo foi tão grande como em Belo Horizonte. Bastava o Grêmio marcar um golo para desclassificar os mineiros e habilitar o Flamengo para as finais. E o time gaúcho foi quem esteve mais próximo da vitória, criando maior número de situações do que o Atlético. O placar, entretanto, não foi movimentado e o zero prevaleceu no marcador.

[…]

Com o empate de zero, o Atlético Mineiro garantiu sua classificação e o Grêmio, que vinha mal, conseguiu uma despedida honrosa da Copa Brasil-76.” (Correio do Povo, terça-feira, 30 de novembro de 1976)

1976 atletico 0x0 gremio guaiba

ATLÉTICO-MG 0 X GRÊMIO

ATLÉTICO: Ortiz, Alves, Marcio, Vantuir e Dionisio; Toninho Cerezzo, Heleno, Cafuringa, Paulinho (Angelo), Paulo Isidoro e Bozo (Humberto Ramos)
Técnico: Barbatana

GRÊMIO: Cejas, Eurico, Ancheta, Beto Fuscão e Vilson (Sarandi); Vitor Hugo, Iura e Jeronimo; Tarciso, Alcino (Gino) e Luis Carlos
Técnico: Telê Santana

Data: 28 de novembro de 1976, domingo, 17h00min
Local: Mineirão, em Belo Horizonte-MG
Publico: 60.766
Renda: Cr$ 1.537.780,00
Juiz: AImir Peixoto Laguna (SP)
Auxiliares: Edson Mazza e Hélio Pacco
Cartões amarelos: Alcino, Iura e Toninho Cerezzo

Brasileirão 2019 – Grêmio 2×1 Ceará

October 10, 2019

Gremio x Ceara

Não vi nada do jogo. A boa notícia, além da vitória, é que Maicon e Geromel jogaram os 90 minutos (e aparentemente jogaram bem).

Estive no show do Iron Maiden. É estranha a sensação de estar na Arena e não saber nada do andamento do jogo do Grêmio. A propósito, sei que é complicado comparar a movimentação e comportamento do público de um show de rock com um jogo de futebol. Mas ainda assim eu fiquei impressionado como foi mais fácil chegar na Arena ontem. Me arrisco a dizer que isso tem a ver com o fato de ontem ter sido vendida cerveja dentro do estádio.

Nessa década o Grêmio jogou seis vezes em Caxias como mandante pelo Brasileirão. A média de público nesses jogos é de 11.020 (9.355 pagantes). Curiosamente os dois jogos realizados no Centenário foram os de menor público.

– Média de Público do Grêmio no Brasileirão 2019:
18.286 (16.184 pagantes)

– Média de público do Grêmio como mandante em 2019:
24.141 (21.914 pagantes)

Gremio x Ceara
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 2×1 Ceará

GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Moura (Galhardo, 18/2ºT), Geromel, David Braz e Cortez; Maicon e Michel; Alisson, Luan (Alisson, 28/2ºT) e Pepê; Tardelli (André, 37/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

CEARÁ: Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Tiago Alves e João Lucas; Fabinho e William Oliveira (Auremir, 29/2ºT); Mateus Gonçalves (Ricardinho, intervalo), Pedro Ken e Thiago Galhardo; Felippe Cardoso (Juninho Quixadá, intervalo)
Técnico: Adilson Batista

24ª Rodada – Brasileirão 2019
Data: 09/10/2019, quarta-feira, às 21h00min
Local: Estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS)
Público: 7.193 (6.078 pagantes)
Renda: R$ 247.020,00
Árbitra: Edina Alves Batista (SP)
Auxiliares: Marcelo Van Gasse (SP) e Luiz Nogueira (SP)
Árbitro de vídeo: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Cartões amarelos: William Oliveira, Pedro Ken
Gols: Pedro Geromel, aos 35 minutos; Maicon, (de pênalti) aos 41 minutos e Fabinho, aos 43 minutos do primeiro tempo

Brasileirão 1971 – Grêmio 1×0 Ceará

October 9, 2019

O primeiro confronto entre Grêmio e Ceará no Rio Grande do Sul aconteceu em jogo válido pela primeira fase do Brasileirão de 1971. Vitória gremista no Olímpico, graças ao gol marcado por Torino.

1971 Ceara guaiba

SÓ UM GOLO DE TORINO NUM JOGO MUITO FÁCIL PARA OS GREMISTAS
Dos favoritos de sábado, apenas o Grêmio conseguiu um resultado totalmente positivo. Ganhou do Ceará Sporting de 1×0 (golo de Torino), um marcador bastante escasso mas que não disse o que foi o predomínio tricolor em campo. No outro jôgo noturno da sabatina, o Atlético Mineiro não passou de 2×2 com o Santa cruz, em pleno “Magalhães Pinto”, empate que teve cheiro de vitória para o campeão pernambucano. Domingo, Corintians, Palmeiras e Vasco, mesmo jogando como visitantes, somaram mais dois pontos, o que estava nas previsões. Os empates entre Fluminense x Botafogo e São Paulo x Cruzeiro devem ser considerados como resultados normais.” (Correio do Povo, 28 de setembro de 1971)

1971 Ceara ingressos

Grêmio 1 x Ceará

GRÊMIO: Jair; Valdir Espinosa, Ari Ercilio, Beto Bacamarte e Everaldo; Torino e Gaspar; Flecha, Caio, Scotta e Loivo
Técnico: Otto Glória

CEARÁ: Helio; Mauro Cruz, Mauro Calixto, Nagel e Carlindo; Artur e Edimar (Magela 18/2ºT); Gilberto, Luciano (Marco Aurelio 30/2ºT), Erandir e Vitor

Brasileirão 1971
Data: 25 de setembro de 1971, sábado, 21h00min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre-RS
Renda: Cr$ 28.138,00.
Árbitro: Romualdo Arppi Filho
Auxiliares: Jeferson de Freitas e Airton Bernardoni
Gol: Torino, aos 22 do 1° tempo

Brasileirão 2019 – Grêmio 0x0 Corinthians

October 7, 2019

Gremio x Corinthians

O Grêmio pressionou o Corinthians durante 90 minutos, mas pressionou sem muita velocidade e intensidade e assim não conseguiu sair do 0x0.

O lance em que o juiz não marcou pênalti na bola que bate no braço de Fagner foi tão faltoso quanto o lance em que foi marcado pênalti de Geromel no jogo contra o Bahia no primeiro turno.

O público de sábado foi o mais baixo da história dos confrontos entre Grêmio e Corinthians pelo Brasileirão na Arena.

A média de público dos Grêmio em casa contra o Corinthians pelo Brasileirão na era de pontos corridos é de 30.113 (25.741 pagantes)

Nos 7 jogos disputados na Arena contra o Corinthians pelo Brasileirão a média é de 33.147 (30.470 pagantes)

– Média de Público do Grêmio no Brasileirão 2019:
19.294 (17.103 pagantes)

– Média de público do Grêmio na Arena na atual temporada:
25.435 (23.127 pagantes)

– Média de público do Grêmio como mandante em 2019:
24.726 (22.460 pagantes)

Gremio x CorinthiansFotos: Lucas Uebel (Grêmio FBPA)

Grêmio 0x0 Corinthians

GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Moura (Pepê, 32/2ºT), David Braz, Kannemann e Cortez; Maicon (Thaciano, 28/2ºT), Matheus Henrique, Alisson, Luan e Everton; André (Diego Tardelli, 22/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Manoel e Danilo Avelar; Ralf, Mateus Vital (Janderson, 42/2ºT), Sornoza, Pedrinho e Clayson (Boselli, 17/2ºT); Vagner Love (Jadson, 32/2ºT)
Técnico: Fábio Carille

Data: 05/10/2019, sábado, às 19h00min
Local: Arena Grêmio, em Porto Alegre
Público: 16.542 (14.596 pagantes)
Renda: R$ 554.822,00
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo – RJ
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Thiago Henrique Neto Correa Farinha -RJ
VAR: Carlos Eduardo Nunes de Braga – RJ
Cartões amarelos: Maicon, Matheus Henrique, Everton; Sornoza

Brasileirão 1973 – Grêmio 0x0 Corinthians

October 4, 2019
1973 gremio 0x0 corinhtians paulo sergio rivellino cp

Foto: Correio do Povo

Eu ainda não criei um nome para essa série sobre alguns dos posts que tenho feito aqui no blog. Tinha pensado em “Partidas (não tão) Aleatórias”, onde posto matérias sobre jogos com o mesmo adversário do próximo compromisso do Grêmio, pelo mesmo campeonato, com o mesmo mandato, mas num jogo que não teve nenhum aspecto particularmente memorável.

No de hoje, posto sobre um 0x0 entre Grêmio e Corinthians pelo Brasileirão de 1973 no Olímpico.

1973 gremio 0x0 corinhtians guaiba

EMPATE FOI PRÊMIO PARA DUAS GRANDES EQUIPES

Grêmio e Corintians não mereciam perder, ontem à noite, na mais empolgante partida que a torcida gremista assistiu, no Olímpico, no atual campeonato Nacional. O jogo foi bom, foi rápido, emocionante, dois times bem organizados, o público viu vários lances emocionantes. O empate foi um prêmio justo para os dois grandes adversários. Grande público assistiu à partida que teve a presença ilustre de Emílio Garrastazu Médici, presidente da República.

O Grêmio encontrou um adversário forte, bem colocado na defesa, adiantando a zaga para deixar o ataque em impedimento e muitas vezes conseguindo. O Corintians procurou no primeiro tempo — e conseguiu — tirar todo o espaço para a jogada do Grêmio em profundidade. E partindo com segurança nas organização da jogada, o Coríntians conseguiu, no primeiro tempo, as melhores oportunidades para marcar.

A primeira foi quando Paulo Borges passou a bola para o lateral Zé Maria, na grande área, centrar forte e Picasso defender. O rebote foi apanhado por Roberto que cabeceou no canto oposto mas o goleiro do Grêmio foi bem no lance e agarrou a bola. Logo depois houve o choque de Mazinho com Roberto, Mazinho saiu com suspeita de fratura na perna esquerda entrando Humberto Ramos. Ainda no primeiro tempo a segunda chance do Coríntians: Rivelino entrou para marcar e Beto calçou na hora mas Roberto apanhou rebote novamente e outra vez Picasso salvou o Grêmio.

SEGUNDO TEMPO — Tarciso, a pedido de Froner, ainda conseguiu jogar 10 minutos depois entrou Oberti, sem reflexos mas tentando acertar. O jogo nos primeiros minutos do segundo tempo não teve o mesmo ritmo do primeiro tempo e o Grêmio cresceu mas custou a criar as chances de golo. A meia-cancha, sem espaço, retinha a bola e quando o mesmo surgia — Tabajara deu piques, três vezes — nem Humberto, nem Paulo Sérgio conseguiam a visão do lance para soltar a bola. O Corintians trocou Vaguinho por Lance mas nada conseguiu porque a defesa do Grêmio esteve perfeita, com Beto sendo o melhor dos zagueiros. A partir dos 30 minutos o Grêmio manteve o mesmo ritmo e aproveitou a queda de produção do Corintians e aí a equipe de Froner ganhou a melhor oportunidade. Cláudio projetou-se pela direita e levantou para a área quando Carlinhos cabeceou.

O goleiro Ado saiu mal e a cabeçada de Carlinhos bateu no poste direito. O Grêmio continuou pressionando mas o jogo era de zero a zero, nenhum time merecia perder no excelente Grêmio e Corinthians. ” (Correio do Povo, 15 de novembro de 1973)

1973 gremio 0x0 corinhtians jb

GRÊMIO 0x0 CORINTIANS

Porto Alegre (Sucursal) — Numa partida emocionante e bem disputada, que teve inclusive a presença do Presidente Mediei, Grêmio e Corintians empataram de 0 a 0 no Estádio Olímpico. O time gaúcho foi melhor no segundo tempo quando, graças ao seu excepcional preparo físico, esteve sempre criando chances de gol.”  (Jornal do Brasil, 15 de novembro de 1973)

GRÊMIO: Picasso, Cláudio, Ancheta, Beto e Jorge Tabajara; Carlos Alberto e Paulo Sérgio; Carlinhos, Mazinho (Humberto Ramos), Tarciso (Oberti) e Loivo
Técnico: Carlos Froner

CORINTHIANS: Ado, Zé Maria, Laércio, Vagner e Vladimir; Tião c Rivelino; Paulo Borges, Roberto, Vaguinho (Lance) e Adãozinho
Técnico: Yustrich

Campeonato Brasileiro 1973
Data: 14 de novembro de 1973
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre-RS
Renda: Cr$196.749,00
Juiz: Armando Marques
Auxiliares: Hernani José de Castro e José Carlos Bezerra

Libertadores 2019 – Grêmio 1×1 Flamengo

October 3, 2019

IMG_7652aIMG_7653bIMG_7654c

O 1×1, por tudo que viu em campo, não deve ser um resultado a ser lamentado pelo Grêmio. No primeiro tempo, o tricolor foi completamente dominado, feito raras jogadas de área tendo o adversário controlado as ações, ameaçando constantemente o gol defendido por Paulo Victor. Na etapa final o Grêmio teve significativa melhora, mas acabou levando o gol no seu melhor  momento na partida, logo após Diego Alves fazer duas grandes defesas. Mas o time não se abalou e buscou o empate aos 43, com Pepê, numa jogada que começou Matheus Henrique tirando o Grêmio da pressão próximo da sua área, passou por Maicon na intermediária e terminou com Everton cruzando para o camisa 25 completar para as redes.

A superioridade flamenguista no primeiro tempo talvez se explique pela maior mobilidade do seu meio de campo. Gerson por vezes trocava de posição com Everton Ribeiro e por vezes recuava para W. Arão avançar. Já a meia-cancha tricolor era muita mais estática. Michel ficava fixo atrás de Matheus Henrique, que por sua vez estava sempre mais recuado do que Luan (No segundo tempo o desempenho gremista melhorou muito depois que o camisa 7 passou a ter maior movimentação).

Outra questão que complicou o Grêmio no primeiro tempo foi a “linha alta” do Flamengo. O tricolor não conseguia sair jogando com passes curto e tinha pouquíssimo sucesso quando tentava um lançamento mais longo. Diego Tardelli não é um camisa 9 para fazer pivô, reter a  bola e servir de desafogo pro time. Além do mais, nas raras vezes que os avantes gremistas conseguiam sucesso ao retornar para buscar o jogo, os atletas rubro-negros não tinham o menor pudor em fazer a falta para evitar um contra-ataque (como na bola que Rodrigo Caio acertou um joelhaço em Tardelli)

everton 1IMG_7658

Não entendi porque o Grêmio, por mais de uma vez, bateu rapidamente um escanteio curto no segundo tempo. A bola parada cruzada na área foi fundamental para o tricolor eliminar Libertad e Palmeiras.

Paulo Victor fez mais uma partida muito ruim na Libertadores. Assim como no jogo contra o Palmeiras, ele passou a sensação de ter sentido demasiadamente um erro cometido no início do jogo, não conseguindo retomar a concentração necessária para se recuperar no restante da partida. Galhardo falhou na marcação de Bruno Henrique no  lance do gol flamenguista, mas o arqueiro gremista deveria ter interceptado o cruzamento, visto que a bola “viajou” por um bom tempo antes de chegar na pequena área tricolor.

2019 fla gol nelson almeida afp garra diaria

Foto: Nelson Almeida (Garra)

FBL-LIBERTADORES-GREMIO-FLAMENGO

Foto: Nelson Almeida (Gazeta Esportiva)

Eu acho bastante equivocada a ideia de tratar uma competição esportiva como “um produto“. Mas ainda que se admita que isso seja possível e que a ideia da Conmebol é de valorizar a Libertadores como seu principal “produto”, parece que o confederação não faz a menor ideia do que de fato é atrativo no torneio. Fazer uma contagem regressiva no sistema de som do estádio não tem nada a ver com a tradição futebolística do continente.

Público de ontem ficou abaixo das duas semifinais de Libertadores disputadas anteriormente na Arena.

IMG_7530

 

– Média de Público do Grêmio na Libertadores 2019:
39.376 (36.660 pagantes)

– Média de público do Grêmio na Arena na atual temporada:
25.765 (23.443 pagantes)

– Média de público do Grêmio como mandante em 2019:
25.018 (22.740 pagantes)

– Média de Público do Grêmio como mandante na Libertadores desde 1982:
32.507

– Média de Público do Grêmio em jogos da Libertadores na Arena:
38.154 (35.604 pagantes)

– Média de Público do Grêmio como mandante em partidas de mata-mata da Libertadores:
41.284

– Média de Público do Grêmio como mandante em partidas de mata-mata da Libertadores disputadas na Arena:
46.099 (43.279 pagantes)

– Média de Público do Grêmio como mandante em partidas de semifinal da Libertadores*:
42.954 (38.941 pagantes)
* Considerando os triangulares de 1983 e 1984 a média fica em 32.645 pagantes

– Média de Público do Grêmio como mandante em partidas de Semifinal da Libertadores disputadas na Arena:
53.035 (49.635 pagantes)

– Média de Público de jogos entre Grêmio x Flamengo pela Libertadores em Porto Alegre:
36.715 pagantes

IMG_7525

GRÊMIO: Paulo Victor; Galhardo, David Braz, Kannemann e Cortez; Michel (Maicon, 35/2ºT), Matheus Henrique; Alisson (Pepê, 35/2ºT), Luan e Everton; Diego Tardelli (André, 31/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

FLAMENGO: Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson (Piris Da Motta, 26/2ºT), Éverton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol
Técnico: Jorge Jesus

Libertadores 2019 – Semifinal – jogo de ida
Data: 2 de outubro de 2019, quarta-feira, às 21h30min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre – RS
Público: 51.406 (47.947 pagantes)
Renda: R$ 5.130.325,00
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Assistentes: Juan Belatti (ARG) e Hernan Maidana (ARG)
VAR: Mauro Vigliano (ARG)
Cartões amarelos: Michel, Diego Tardelli, Kannemann e Rodrigo Caio
Gols: Bruno Henrique, aos 23 minutos do segundo tempo e Pepê, aos 43 minutos do segundo tempo

Confrontos contra o Flamengo pela Libertadores em Porto Alegre

October 2, 2019

FlamengoCasa1

O Grêmio já recebeu o Flamengo em Porto Alegre, em jogos válidos pela Libertadores, em duas ocasiões. São elas:

Libertadores 1983 – Fase de Grupos – 1ª Rodada – Grêmio 1×1 Flamengo
Libertadores 1984 – Triangular Semifinal – Grêmio 5×1 Flamengo

A média de público desses dois jogos é de 31.100 pagantes.

Em partidas de mata-mata de semifinais de Libertadores, a média de público do Grêmio como mandante é de 41.747 (37.655 pagantes). Se incluirmos nessa conta os jogos dos triangulares das semifinais de 1983 e 1984 a média fica em 31.254 pagantes.

flamengo 1983

– Média de Público do Grêmio na Libertadores 2019:
36.970 (34.402 pagantes)

– Média de público do Grêmio na Arena na atual temporada:
24.041 (21.807 pagantes)

– Média de público do Grêmio como mandante em 2019:
24.778 (22.501 pagantes)

– Média de Público do Grêmio como mandante na Libertadores desde 1982:
32.308

– Média de Público do Grêmio em jogos da Libertadores na Arena:
37.727 (35.206 pagantes)

– Média de Público do Grêmio como mandante em partidas de mata-mata da Libertadores:
41.031

– Média de Público do Grêmio como mandante em partidas de mata-mata da Libertadores disputadas na Arena:
45.691 (42.919 pagantes)