Gauchão 1990 – Grêmio 6×0 Novo Hamburgo

by

Foto: José Doval (Zero Hora)

Na campanha do Hexa, no Gauchão de 1990, a maior goleada gremista ocorreu diante do Novo Hamburgo, no Olímpico, em jogo que o Grêmio poupou seus titulares para os jogos contra Olimpia e Cerro Porteño pela Libertadores daquele ano.

Numa primeira leitura, reclamação dos dirigentes do Noia sobre a utilização de reservas parece não fazer muito sentido. Contudo, vale lembrar que na época a equipe visitante tinha participação na renda do jogo.

“RESERVAS GOLEIAM E O GRÊMIO CONTINUA LÍDER

A tarde era quente, feia, ameaçando chuva. O sábado não estava mesmo para futebol. Mas os poucos torcedores que foram ao olímpico saíram entusiasmados com a goleada de 6 a 0 do Grêmio, vitória que valeu a liderança do Gauchão. Antes da partida as dirigentes do Novo Hamburgo reclamavam que Poletto havia escalado reservas, poupando os principais jogadores para os jogos no Paraguai pela Libertadores. No final, certamente agradeceram pela mudanças.

No primeiro tempo, do grupo que não vinha jogando regularmente, Caio foi o destaque, movimentando-se por todos os setores do gramado, garantiu a vantagem de 1 a 0 aos 28 minutos e ainda marcou o quarto gol aos 19 do segundo. No período final o espetáculo ficou por conta do habilidoso e insinuante Almir, que não deu folga a Solis e ainda fez o terceiro gol aos 15 minutos.

Mas quem estava muito inspirado era Nando, que por duas vezes dançou lambada para os torcedores, no segundo gol, aos 13 e no quinto, 25 minutos. A goleada foi concluída aos 40 minutos por Gilson, que entrou no lugar Hélcio, para que João Antônio fosse deslocada à lateral-esquerda.

João Antônio e Geverton fecharam as portas ao ataque do Novo Hamburgo, possibilitando a Caio e Assis atuarem com mais liberdade na frente, confundindo a defesa do adversário, que em nenhum momento da partida conseguiu organizar-se.” (Antonio Celso Sampaio, Zero Hora, segunda-feira, 26 de março de 1990)

GRÊMIO: Gomes; Fábio Lima, Luís Fernando, Vílson (Ion) e Hélcio (Gílson Cabeção); João Antônio, Géverton, Caio e Assis; Almir e Nando Lambada
Técnico: Poletto

NOVO HAMBURGO: Marquinhos; Édson D Ávila, Gilberto, Solis e Nestor; Saulo, João Pedro, Sérgio Winck e Marcelo Lima (Preto); Sabará e Vanderlei (Leandro)
Técnico: Ronaldo Becker

Data: 24 de março de, Sábado
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre, RS, BRA
Juiz: Ivan Carlos Godoy
Auxiliares: Eroni Gomes e Helio Hoppe
Público: 2.532 pagantes
Renda: Cr$ 157.590,00
Cartão Amarelo: Fábio Lima , Gilberto, Nestor, Sérgio Winck
Cartão Vermelho: Solis
Gols: Caio aos 28 do primeiro tempo, Nando Lambada aos 13, Caio aos 15 do 2ºt; Almir aos 19′, Nando Lambada aos 25 do 2ºt, Gílson Cabeção aos 40 do 2º tempo’.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d bloggers like this: