Copa do Brasil 2001 – Final – Jogo de Ida – Grêmio 2×2 Corinthians

by

 

Eu tenho a impressão que se fala muito pouco de como a entrada de Claudio Pitbull no segundo tempo foi importante para o Grêmio conseguir buscar o empate. Ele mudou completamente a postura do ataque do Grêmio.

Foto: Jefferson Bernardes (Folha Press)

EX-CORINTIANO ESTRAGA FESTA DE PAULISTAS
Luiz Mário, que foi liberado pela diretoria corintiana por deficiência técnica, marcou os dois gols do Grêmio ontem
 
Um ex-corintiano estragou o que seria praticamente a festa antecipada do título da Copa do Brasil para o Corinthians. Após ter aberto vantagem de 2 a 0, o time paulista cedeu o empate ao Grêmio, ontem à tarde, no estádio Olímpico, em Porto Alegre.
Os dois gols da equipe gaúcha foram marcados pelo meia-atacante Luiz Mário, que foi “expulso” do Parque São Jorge por deficiência técnica.
Mesmo tendo cedido o empate ao Grêmio, o Corinthians está bem perto de seu segundo título da Copa do Brasil e, consequentemente, da vaga na Taça Libertadores da América de 2002.
Como fez dois gols no Sul, o time paulista precisa de apenas um empate em até 1 a 1, no próximo domingo, no Morumbi, para repetir a conquista de 1995, diante do mesmo Grêmio.
Um novo empate em 2 a 2 leva a decisão do título para os pênaltis.
O Grêmio só fica com a taça da Copa do Brasil pela quarta vez se empatar em três ou mais gols ou se vencer fora de casa.
O jogo começou bastante equilibrado, com as duas equipes marcando por pressão.
O Grêmio tentava as jogadas pelas duas laterais -com Anderson Lima e Rubens Cardoso-, mas parava nos zagueiros João Carlos e Scheidt, que fizeram um excelente primeiro tempo.
Já o Corinthians, bem posicionado na defesa, pouco arriscava. Marcelinho e Ricardinho, marcados, tinham dificuldades para lançar para Ewerthon e Muller.
Em uma das poucas vezes que chutou a gol, exatamente no momento em que os gaúchos mais pressionavam, o Corinthians abriu o placar.
Aos 29min, Marcelinho recebeu de André Luiz na intermediária e bateu forte. O zagueiro Marinho tentou desviar, mas acertou uma cabeçada e tirou de Danrlei a possibilidade de defesa.
O gol dos paulistas calou o Olímpico, que recebeu mais de 50 mil pessoas ontem.
Até o fim do primeiro tempo, os gremistas insistiam no “chuveirinho” e nas jogadas de bola parada, mas não conseguiram superar o goleiro Maurício.
Na etapa final, o time de Wanderley Luxemburgo voltou melhor e, logo aos 7min, ampliou.
Muller recebeu passe de Marcelinho após escanteio, deu um belo drible em um zagueiro gremista e fulminou Danrlei. Foi o segundo gol do atacante, que conquistou a Copa do Brasil em 2000 com o Cruzeiro, após sua volta ao Parque São Jorge – o primeiro havia sido contra o Flamengo-PI, também pela Copa do Brasil.
O segundo gol parecia que havia “matado” os gaúchos. Mas foi a partir da entrada do atacante Cláudio no lugar de Warley, que não entrou com 100% de condições, que o time da casa cresceu.
A “ressurreição” dos gaúchos começou a 26 minutos do final, quando os 2.200 corintianos que estiveram em Porto Alegre já comemoravam. O gol de Luiz Mário, após bate-rebate na área, acabou com a invencibilidade de seis jogos da defesa do Corinthians, a maior em dez anos.
Aos 25min do segundo tempo, Maurício, que havia feito pelo menos quatro grandes defesas e era umas das principais figuras dos visitantes em campo, falhou e não defendeu chute fraco, de fora da área, de Luiz Mário.
Após o empate, o Grêmio, empurrado por seus torcedores, ainda pressionou para a virada, mas Maurício fez mais duas boas intervenções e segurou o resultado.
Após o partida, Luiz Mário criticou a diretoria corintiana. “Fui o último a saber de meu empréstimo para o Grêmio. Mas não tem nada não. Mostrei hoje [ontem” que tenho futebol para jogar em qualquer lugar. Graças a Deus joguei bem, fiz dois gols, e o Grêmio ainda está vivo”, completou o jogador, que, mesmo com a bela atuação de ontem, deve voltar para a reserva para dar lugar a Marcelinho. O meia-atacante cumpriu suspensão automática. (FERNANDO MELLO ENVIADO ESPECIAL A PORTO ALEGRE, LEO GERCHMANN – DA AGÊNCIA FOLHA, EM PORTO ALEGRE) (Folha de São Paulo, segunda-feira, 11 de junho de 2001)
“LANCE A LANCE
Primeiro tempo

3min – Kléber sobe pela esquerda e cruza. Bola desvia em zagueiro gremista e Danrlei defende com facilidade.
6min – Rubens Cardoso faz boa jogada pela esquerda e cruza na cabeça de Luiz Mário, que manda à esquerda do gol de Maurício.
10min –Zinho bate falta cometida por André Luiz da entrada da área. A bola sai direto à esquerda do gol do Corinthians.
16min –Depois de tabela no ataque, Warley é derrubado por João Carlos na entrada da área, mas o juiz não marca falta.
20min – Anderson Lima bate falta no ângulo direito de Maurício, que faz grande defesa e põe a bola para escanteio.
28min – Maurício faz novamente boa defesa depois de chute de Luiz Mário.
29min – Marcelinho chuta de fora da área e conta com o desvio de Marinho para marcar o primeiro gol do Corinthians.
33min –Warley chuta da esquerda, a bola desvia em João Carlos, mas Maurício consegue espalmar para escanteio.
44min –Marcelinho cruza da esquerda e João Carlos cabeceia com perigo, mas a bola sai por cima do gol.

Segundo tempo

4min – Marcelinho faz boa jogada pela direita, fica na cara do gol, mas erra o chute cruzado. Ewerthon, que entrava pelo meio, reclama com o companheiro de time.
5min –Muller recebe passe de Marcelinho e fica livre pela esquerda. No cruzamento, Mauro Galvão salva a equipe gremista desviando a bola para escanteio.
7min –Mais uma vez pela esquerda, Muller domina na área, passa por dois marcadores, gira e marca um golaço: Corinthians 2 a 0.
19min – Rubens Cardoso cruza da esquerda, mas Kléber se antecipa e cabeceia para escanteio.
19min – Marinho recebe na área e chuta em cima de Rogério. Luiz Mário aproveita sobra e marca o primeiro gol do Grêmio.
21min – Cláudio cabeceia de frente para o gol, mas Maurício faz ótima defesa.
25min –O Grêmio empata com um chute de fora da área de Luiz Mário, que conta com uma falha do goleiro Maurício.
32min –Marinho desperdiça boa chance após cobrança de escanteio. Cabeceia para fora, à direita do gol.
40min –Cláudio chuta forte de fora da área. Mas a bola sai direto.
46min –
Gil invade a área sozinho, mas o juiz marca impedimento.”(Folha de São Paulo, segunda-feira, 11 de junho de 2001)

Foto: Ricardo Duarte (Zero Hora)

Tostão: “CONTROLE REMOTO
No segundo tempo da partida entre Corinthians e Grêmio, resolvi variar de canal.
Passei da ESPN Brasil para a Rede Globo. O time paulista tinha todas as facilidades no contra-ataque, fez o segundo gol e estava próximo do terceiro. Aí, numa jogada isolada, o Grêmio marcou seu primeiro gol.
Como faz a maioria dos técnicos, Luxemburgo imediatamente tirou o Muller, o mais lúcido jogador do Corinthians, autor de um belíssimo gol, e colocou mais um atleta para segurar o jogo.
Galvão Bueno, que entende de futebol, não gostou. Passou a bola para os comentaristas. Como sempre, perguntou induzindo a resposta:
– Falcão, o Corinthians estava muito bem no contra-ataque com Muller. Gostou da substituição?
– Luxemburgo mexeu certo. O Corinthians está respeitando o Grêmio. É preciso reforçar a marcação.
Falcão adora reforçar a marcação.
Não satisfeito, Galvão continuou o papo com o Casagrande.
– Casagrande, com Muller e Marcelinho abertos o Corinthians estava chegando fácil ao gol do Grêmio. O que achou da substituição?
– Gostei. O Corinthians já fez dois gols na casa do adversário e não pode arriscar.
O Grêmio pressionou, empatou e quase fez o terceiro.
Luxemburgo, então, enxergou o erro. Retirou um dos volantes (André Luiz) e colocou um atacante (Gil). O Corinthians melhorou e voltou a atacar com perigo.
Retornei para a ESPN Brasil, de onde não deveria ter saído.” (Tostão, Folha de São Paulo, 13 de junho de 2001)

 

GRÊMIO: Danrlei, Marinho, Mauro Galvão (Roger) e Ânderson Polga; Ânderson Lima, Eduardo Costa, Tinga, Zinho e Rubens Cardoso; Luís Mário e Warley (Cláudio Pitbul).
Técnico: Tite
CORINTHIANS: Maurício, Rogério, João Carlos, Scheidt e Kléber; Otacílio, André Luís (Gil), Marcelinho (Pereira) e Ricardinho; Müller (Marcos Senna) e Éwerthon.
Técnico: Wanderley Luxemburgo
Data: 10/06/2001, Domingo, 16h00min
Local: Olímpico (Porto Alegre/RS )
Público: 50.313  (40.491 pagantes).
Renda: R$ 509.482,00
Árbitro: Márcio Rezende de Freitas (MG);
Auxiliares: Jorge Paulo de Oliveira Gomes e Aristeu Leonardo Tavares
Cartões Amarelos: Rubens Cardoso, Eduardo Costa, Éwerthon, Otacílio, Scheidt e André Luís
Gols: Marcelinho Carioca 29′ do 1º; Müller 6′, Luís Mário 18′ e 25′ do 2º;

One Response to “Copa do Brasil 2001 – Final – Jogo de Ida – Grêmio 2×2 Corinthians”

  1. Copa do Brasil 2001 – 20 anos | Grêmio1983 Says:

    […] Final – Jogo de Ida – Grêmio 2×2 Corinthians Final – Jogo de Volta – Corinthians 1×3 Grêmio […]

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d bloggers like this: