Brasileirão 2021 – Grêmio 1×2 Palmeiras

by

Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

No sábado, ao fazer o post anterior, revi os lances dos gols, li e reli algumas matérias sobre aquele Grêmio X Palmeiras de 2004. Isso me fez ter algumas lembranças ruins, de como alguns absurdos como a arbitragem daquele jogo acabam passando quase despercebidos.

O Grêmio está na 19ª posição do campeonato por uma série de fatores. Os erros de arbitragem muito provavelmente não são o fator preponderante. Mas inegavelmente tem uma dose de contribuição para a situação.

Ontem todas as decisões “polêmicas” foram desfavoráveis ao Grêmio.

Eu acho que o Thiago Santos fez pênalti no Marcos Rocha. Mas já vi contatos mais fortes/violentos não terem sido considerados faltosos. O estranho do lance de ontem é que o árbitro e o bandeirinha estavam bem colocados, aparentemente viram bem o lance e nada marcaram. Dessa forma a atuação do VAR parece contrariar o protocolo. Houve de fato um m “erro claro e óbvio” ou mesmo “um incidente grave não percebido”?

 

Eu praticamente não encontrei muitos comentários sobre essa pênalti que o Kannemann reclamou aos 34 minutos do segundo tempo.

Na transmissão da TV Globo, Sálvio Spinola, ao comentar o lance do pênalti de Thiago Santos afirmou que “ombro com ombro é legal“. Sobre este lance ele afirmou que “tinha um braço protegendo o espaço. Nada a marcar.”

Acho que é interessante transcrever o livro de regras quando são mencionados ombro, braços e disputa por espaço:

 

“Um jogador pode proteger a bola colocando-se entre um adversário e a bola, desde que a bola se encontre em distância de disputa e o adversário não seja segurado com os braços ou corpo. Se a bola estiver em distância de disputa, o jogador pode sofrer carga legal de um adversário.” (CBF – Livro de Regras de Futebol 2021/2022, pagina 104, sem grifo no original)

Carga (contra adversário)
Contato físico para deslocar um adversário em disputa da bola, normalmente usando o ombro ou parte superior do braço (quando mantida junto ao corpo)” (CBF – Livro de Regras de Futebol 2021/2022, pagina 171, sem grifo no original)

A carga de Gustavo Gomez em Kannemann foi legal? Foi ombro com ombro? O defensor palmeirense não usou os braços para segurar o zagueiro gremista? Que parte do braço foi usada pelo paraguaio? ela foi mantida junto ao corpo?

https://pbs.twimg.com/media/FDDlYvXX0BAFZhD?format=jpg

Consta na página 31 do Livro de Regras de Futebol 2021/2022 da CBF: “Todas as linhas que marcam o campo de jogo devem ter a mesma largura e devem ter no máximo 12 centímetros.” Eu desconfio que as linhas da Arena não tenham mais do que 10 centímetros.

Na imagem acima, do gol mal anulado pela arbitragem) dá pra perceber que as duas linhas projetadas pelos operadores do VAR não são muito mais largas do que a linha da grande área.

David Elleray (juiz que expulsou injustamente o Rivarola no Mundial de 95 e hoje é diretor técnico da International Board) já afirmou que não há nenhuma determinação da IFAB sobre a largura da linha do impedimento do VAR.

Com isso em mente, a escolha de uma linha tão estreita pela comissão de arbitragem se mostra um equívoco.

Diversos cálculos demonstram a existência de uma margem de erro do VAR. Alguns colocam em 13 cm, outros em 19cm ou até mesmo em 30cm. (sendo que esses cálculos consideram o dado de 50 quadros por segundo do VAR da Premier League. Não se sabe quantos quadros por segundo são usados no VAR do Brasileirão).

No fim das contas as “cenas lamentáveis” de invasão de campo e vandalismo vão ofuscar/enterrar qualquer debate sobre erros de arbitragem e também sobre os erros do Grêmio.

https://i.imgur.com/j1FNtEa.jpeg

GRÊMIO: Brenno; Vanderson, Geromel, Kannemann e Cortez; Thiago Santos (Lucas SIlva, 32/2ºT), Villasanti (Campaz, 32/2ºT) e Jean Pyerre (Jhonata Robert, 22/2ºT); Douglas Costa, Alisson (Churín, 32/2ºT) e Diego Souza (Elias, 15/2ºT)
Técnico: Vagner Mancini

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Luan e Piquerez; Felipe Melo, Zé Rafael (Danilo, 31/2ºT), Gustavo Scarpa (Wesley, 22/2ºT) e Raphael Veiga (Breno Lopes, 39/2ºT); Dudu (Luiz Adriano, 39/2ºT) e Rony (Danilo Barbosa, 39/2ºT)
Técnico: Abel Ferreira

Data: 31 de Outubro de 2021, segunda-feira, 16h00min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre, RS
Público: 14.207 (13.799 pagantes)
Renda: R$ 650.212,00
Árbitro: Savio Pereira Sampaio – DF
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade – DF e José Reinaldo Nascimento Junior – DF
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira – VAR-FIFA/MG, Ciro Chaban Junqueira – DF e Cláudio José de Oliveira Soares – RJ
Cartões amarelos: Kannemann, Jean Pyerre, Vagner Mancini, Thiago Santos e Alisson (GRE); João Martins, Felipe Melo e Luan (PAL)
Gols: Diego Souza, aos 11 minutos do 1º tempo; Raphael Veiga aos 45 minutos e aos 50 minutos do 1º tempo e Breno Lopes 48 minutos do 2º tempo.

One Response to “Brasileirão 2021 – Grêmio 1×2 Palmeiras”

  1. Sobre o julgamento do STJD e a (parcial) liberação da presença de torcida para o jogo de hoje | Grêmio1983 Says:

    […] razão dos acontecimentos vistos no jogo contra o Palmeiras, o Presidente do STJD, no dia 29 de novembro, acolheu pedido da Procuradoria e, em liminar, decidiu […]

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d bloggers like this: