Brasileirão 1996 – Grêmio 5×0 Atlético Mineiro

by
https://gremio1983.files.wordpress.com/2021/12/7729a-taffarelzeafonso.jpg

Foto: Sílvio Ávila (Zero Hora)

No Brasileirão de 1996, o Grêmio goleou o Atlético Mineiro por 5 a 0 no Olímpico. Esse é um jogo que serve para demonstrar que, apesar de nunca ter encontrado um substituto à altura para Jardel, o plantel do Grêmio para o segundo semestre da temporada tinha uma composição bem interessante. A mais evidente delas era ter Mauro Galvão como um reserva de luxo para a zaga. Marco Antônio e André Silva eram alternativas bem confiáveis para as laterais e a disputa entre Emerson e Ailton pela camisa 10 tricolor causou “dor de cabeça” em Felipão até o fim do campeonato. Todos esses atletas citados iniciaram como titulares nessa vitória sobre o Galo.

Ainda sobre este jogo, eu acho muito curioso que Taffarel estava usando uma camisa muito parecida com a que ele usava no Parma, porém a de  1996 não parecia ser feita pela Umbro (muito embora os dois clubes tivessem a marca inglesa como fornecedora d e material esportivo)

https://gremio1983.files.wordpress.com/2021/12/3ade8-ricardo2bgiusti2bcp.jpg

Foto: Ricardo Giusti (Correio do Povo)

 

PAULO NUNES COMANDA O MASSACRE
Atacante marcou 2 gols e deu passe para mais 2 nos 5 a 0 contra o Atlético Mineiro e já é artilheiro do Campeonato Brasileiro

Depois de uma semana tensa e de questionamentos em relação à capacidade do time, o Grêmio deu a melhor resposta possível ao golear em 5 a 0 o Atlético Mineiro, no estádio Olímpico. O grande destaque da partida foi o atacante Paulo Nunes, que protagonizou belas jogadas, marcou dois gols e assumiu a ponta na tabela de goleadores do Campeonato Brasileiro com 7 gols.

Foi um jogo movimentado e de boa técnica, apesar da chuva. O Grêmio buscava a reabilitação à derrota diante do Atlético Paranaense, e o time mineiro tentava quebrar a rotina de só perder fora de casa. O objetivo do treinador Eduardo Amorim começou a ficar inviabilizado aos 3 minutos, quando, após cobrança de escanteio, Paulo Nunes tentou o gol com o calcanhar. A bola bateu na trave e voltou para Saulo fazer 1 a 0.

Era tudo o que o treinador Luiz Felipe queria. O gol logo de saída obrigou o Atlético a sair para buscar o empate. E aí foi a vez de a defesa gremista provar que não é tão vulnerável quanto se imagina. O sistema defensivo funcionou exemplarmente, anulando o ataque mineiro. À frente da zaga, a dupla Dinho/Adilson esteve perfeita, bloqueando e fazendo com que a bola saísse rápida para o ataque., onde Paulo Nunes brilhava. Saulo, lesionado, foi substituído por Afonso.

Aos 44 minutos, Émerson lançou Paul Nunes pela esquerda. O ponta cruzou na medida para Afonso concluir com precisão: 2 a 0. Quatro minutos depois. Paulo Nunes em grande jogada individual, livrou-se da mareação e chutou rasteiro no canto esquerdo de Taffarel para fazer 3 a o. No segundo tempo, o Grêmio continuou arrasador. Aos 21, Aílton cruzou para Afonso cabecear no canto direito e ampliar. Aos 37. Adilson cruzou para Paulo Nunes marcar o quinto gol.” (Correio do Povo, 9 de setembro de 1996)

https://gremio1983.files.wordpress.com/2021/12/5e60a-img_63392b-2bcopia.jpg

Foto: Sílvio Ávila (Zero Hora)

O JOGO: O Grêmio dominou totalmente a partida, marcando com firmeza e executando com rapidez as jogadas de ataque. O Atlético praticamente não atacou. Escapou de ter levado mais gols.” (Tabelão Placar 1996)

https://gremio1983.files.wordpress.com/2021/12/b819b-img_63422b-2bcopia.jpg
https://gremio1983.files.wordpress.com/2021/12/dbbd4-19962bgr25c325aamio2b52bx2b02batl25c325a9tico2bmg2b-2bbrasileiro2bpaulo2bfranken.jpg

Foto: Sílvio Ávila (Zero Hora)

 

“Foi o jogo da recuperação. Depois de quatro partidas consecutivas sem vitória, O Grêmio premiou o seu torcedor com uma atuação irretocável. Sem dar trégua aos defensores do Atlético-MG, Paulo Nunes e Afonso foram os grandes nomes da partida, sendo responsáveis pelos quatro dos cinco gols do jogo.” (Zero Hora, segunda-feira, 16 de dezembro de 1996 – Fonte: Arquivo Gremista)

https://gremio1983.files.wordpress.com/2021/12/72e70-zh2bcapa2besportes.jpg

GRÊMIO HUMILHA O ATLÉTICO
Ao golear o time mineiro por 5 a 0, a equipe do técnico Luiz Felipe se recuperou e agora soma 12 pontos

Paulo Nunes marcou dois gols, construiu as jogadas de outros dois e foi o melhor em campo, na vitória de 5 a 0 do Grêmio sobre o Atlético Mineiro, ontem à tarde, no Estádio Olímpico. Foi o jogo de Paulo Nunes. Se bem que a frágil defesa do Atlético Mineiro colaborou de forma inestimável.

Mal a partida havia começado e o Grêmio já estava na frente no placar Aos três minutos, Dinho cobrou um escanteio da direita, Adilson cabeceou para o meio da área, Rivarola, chutou errado, Paulo Nunes apanhou a bola de costas para o gol e tentou marcar de calcanhar. A bola bateu na trave e voltou para o atacante Saulo empurrar para o gol.

Ao contrário das partidas anteriores, o Grêmio continuou jogando bem e partindo para o ataque rapidamente, sem dar espaços para o Atlético na defesa. O Atlético só deu um chute no primeiro tempo, através de Doriva, por cima da trave. A partir dos 20 minutos o Grêmio chegou a relaxar e permitir alguns toques de bola do adversa rio no meio-campo, mas aos 44 minutos Paulo Nunes arrancou pela esquerda e cruzou na medida para Afonso, que havia entrado em lugar do lesionado Saulo. Afonso marcou o segundo gol. Nos descontos do primeiro tempo, Paulo Nunes fez o gol mais bonito do jogo, entrando a drible na área e deslocando o goleiro Taffarel.

Com 3 a O no placar, o time do técnico Luiz Felipe voltou tranqüilo para o segundo tempo. O treinador adversário, Eduardo Amorim, tentou modificar a disposição tática da sua equipe colocando o atacante Cleiton em lugar do lateral Paulo Roberto, mas esta alteração apenas deu mais espaços para o Grêmio contra-atacar.

Foi o que o Grêmio ficou tentando fazer no restante do jogo. O sistema defensivo, com Mauro Galvão ao lado de Rivarola, estava perfeito. Adilson, no meio-campo, fazia a bola rolar com rapidez. E Paulo Nunes estava infernal, no ataque. O Atlético até que tentou partir para cima, mas sem qualquer organização. O Grêmio começou a perder gols.

Finalmente, aos 21 minutos, Allton deslocou-se pela direita e cruzou na cabeça de Afonso, que colocou no canto, sem a menor chance para Taffarel defender. O lado esquerdo da defesa do Atlético continuou aberto. Foi por aquele setor que Adilson entrou, aos 38 minutos, e cruzou para Paulo Nunes encerrar a goleada: 5 a O. Na saída de campo, como havia ocorrido no intervalo de jogo, Paulo Nunes foi ovacionado pela torcida. O atacante do Grêmio, agora, é o artilheiro do campeonato, com sete gols. O Grêmio vai ficar uma semana sem jogar. Sua próxima ocorrerá no domingo, contra o Paraná, em Curitiba.” (Zero Hora, 9 de setembro de 1996)

 

https://gremio1983.files.wordpress.com/2021/12/a20d2-correio2btabela.jpg

“LUIZ FELIPE ELOGIA O POSICIONAMENTO

Mais do que festejar a goleada sobre o Atlético Mineiro, o treinador Luiz Felipe tratou de elogiar o desempenho da equipe. “A marcação foi correta, o posicionamento bom e as chances de gol foram aproveitadas. Isso para mim é mais importante que os 5 a 0”.

Outro motivo de satisfação do técnico é o fato de que terá uma semana inteira para treinamento: “Vamos poder acertar alguns detalhes e recuperar os lesionados”, disse Luiz Felipe. Entre eles, Saulo, que deixou o campo com um princípio de estiramento. Domingo, o Grêmio pega o Paraná, em Curitiba.

A direção do Grêmio divulgou ontem a relação dos integrantes da “Calçada da Fama”: Fernando Kroeff, Osvaldo Rolla, Leão, De León, Edinho, Pingo e Adílson. Mais os 13 nomes escolhidos pela crônica esportiva: Alcindo, André, Ancheta, Airton, Baltazar, Yura, Jardel, João Severiano, Oberdan, Ortunho, Mazaropi, Juarez e Renato Portaluppi.” (Correio do Povo, 9 de setembro de 1996)

[Gremio+x+Atl+MG+CB+1996.JPG]

 

OS DESEMPENHOS (Zero Hora, 9 de setembro de 1996)
GRÊMIO ATLÉTICO
Chutes a gol 12 4
Conclusões de cabeça 3 1
Escanteios cedidos 2 4
Faltas cometidas 13 16
Impedimentos 2 4

https://gremio1983.files.wordpress.com/2021/12/2dc9f-placar2bzh.jpg

GRÊMIO GOLEIA ATLÉTICO
Tricolor fez boa partida e se reabilitou diante da torcida fazendo 5 no galo mineiro

Porto Alegre — O Grêmio se reabilitou frente a sua torcida goleando o Atlético-MG, por 5 a O, ontem à tarde, no Estádio Olímpico. Numa partida movimentada e sob intensa chuva, o time treinado por Luiz Felipe correu bastante e arrematou com categoria. Com o resultado, o Grêmio subiu para 12 pontos e melhora suas chances de classificação para a próxima fase do Campeonato Brasileiro da Série A.

O 1º tempo já terminou em goleada de 3 a 0. Aos 3min, Saulo fez o primeiro gol pegando o rebote de uma bola na trave, chutada por Adilson, e deslocando completamente Taffarel. O Grêmio jogou bem no início da partida, dominando o meio de campo e com bastante velocidade na frente. O Atlético começou a insistir nos contra-ataques somente após os 25 minutos, criando diversas situações de gol. Saulo, com um problema muscular na coxa, foi substituído por Afonso aos 34 minutos.

E foi Afonso quem marcou o segundo gol do Grêmio aos 44min. Paulo Nunes, numa jogada individual, aproveitando a saída de Taffarel, marcou o terceiro do Grêmio, aos 48 minutos. Na etapa final, Afonso, num cruzamento de Ailton, tocou de cabeça e fez 4 a O, aos 21min. Paulo Nunes, chutando da direita após receber um passe de Adilson, decretou o escore aos 37min.” (Pioneiro, segunda-feira, 9 de setembro de 1996)

 

https://gremio1983.files.wordpress.com/2021/12/f5fda-gremioxatlmg1996.jpg

https://gremio1983.files.wordpress.com/2021/12/96a13-tabela2bzh2bgoleadores.jpg

 

 

https://gremio1983.files.wordpress.com/2021/12/733a4-tabela2bzh.jpg

 

https://i.imgur.com/jSrSKF7.png

Grêmio 5×0 Atlético Mineiro

GRÊMIO: Danrlei; Marco Antônio, Rivarola, Mauro Galvão e André Silva; Dinho (Luciano), Adílson, Aílton e Émerson; Paulo Nunes e Saulo (Zé Afonso, 34 do 1ºT)
Técnico: Luiz Felipe Scolari
ATLÉTICO-MG: Taffarel; Dinho, Ronaldo Guiaro, Rogério Pinheiro e Paulo Roberto Prestes (Cleiton); Gutemberg, Doriva, Escobar (Silva) e Fábio Augusto; Helbert e Renaldo (Leandro)
Técnico: Eduardo Amorim

9ª Rodada – Primeira Fase – Brasileirão 1996
Data: 8 de setembro de 1996, domingo, 16h00min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre, RS
Público: 8.932 (5.218 pagantes)
Renda: R$ 56.300,00
Árbitro: Cláudio Vinícius Cerdeira (RJ)
Auxiliares: Reinaldo Ribas e Djalma Beltrami
Cartões Amarelos: Rivarola, Marco Antônio e Dinho (G); Gutemberg, Rogério Pinheiro e Paulo Roberto Prestes (AM)
Cartão Vermelho: Ronaldo Guiaro(AM)
Gols: Saulo (G), 3 minutos; Zé Afonso (G), 44 minutos; Paulo Nunes (G), 48 minutos (1° tempo); Zé Afonso (G), 28 minutos; Paulo Nunes (G), 37 minutos (2° tempo).

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d bloggers like this: